Tudo viagem

VoePass retira a cidade de Uberaba da sua lista de destinos

Até março deste ano a VoePass oferecia um voo diário de Uberaba para o Aeroporto de Congonhas, localizado no centro de São Paulo.

A VoePass, antiga Passaredo, retirou a cidade de Uberaba (MG) da lista de destinos. Os voos na cidade estão estão suspensos desde março deste ano em função da pandemia do coronavírus. Uberaba aparecia no site da companhia entre as cidades que teriam voos da VoePass a partir dos próximos meses, mas neste final de semana o nome da cidade foi retirado.

Até março deste ano a VoePass oferecia um voo diário indo e voltando de Uberaba para o Aeroporto de Congonhas, localizado no centro de São Paulo. A Azul oferecia voos sem escalas de Uberaba para o Aeroporto de Internacional de Belo Horizonte, localizado em Confins. Os voos da Azul também foram suspensos em março deste ano.

ATR-72 da VoePass com 70 passageiros 

A cidade de Uberlândia é a única que tem voos da VoePass em Minas Gerais. A companhia oferece voos sem escalas para Ribeirão Preto e Brasília.

No dia 1° setembro deste ano a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) retirou seis slots (autorizações de pousos e decolagens) da VoePass em Congonhas. A companhia não informou o motivo de ter retirado Uberaba de sua malha.

Os slots foram retirados em função de a MAP Linhas Aéreas, companhia comprada pela VoePass, não ter cumprido índice de regularidade em Congonhas exigido pela ANAC. Leia reportagem completa aqui.

ANAC retira seis slots da VoePass em Congonhas

 

Pretende viajar? Garanta aqui passagens aéreas com descontos especiais

Gol teria investido R$ 27 milhões na compra da MAP Linhas Aéreas

Caso fique comprovado o investimento da Gol, os 12 slots hoje estão com a VoePass poderão ser redistribuídos pela ANAC.

Um processo que tramita no Tribunal de Justiça do estado do Amazonas poderá fazer com que os 12 slots (autorização de pouso e decolagens) no Aeroporto de Congonhas, que são usados pela VoePass, antiga Passaredo, voltem para a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). Os slots eram da MAP Linhas Aéreas, empresa comprada pela VoePass em agosto de 2019.

A VoePass teria recebido R$ 27 milhões da Gol para a aquisição da MAP. (Veja trecho abaixo), conforme denúncia de Os ex-proprietário da MAP Linhas Aéreas,  Marcos José Pacheco e Sônia Maria Fernandes Pacheco. A Gol teria investido neste valor de olho nos slots em Congonhas,  um dos aeroportos mais rentáveis na América do Sul.

O Tudo Viagem divulgou com exclusividade no dia 19 de agosto deste ano sobre a ação de cobrança de uma dos ex-donos da MAP contra VoePass. A ação do casal Pacheco é referente a uma dívida de R$ 72 milhões. Esse valor atualizado inclui dívidas trabalhistas, uso de hangares e manutenção de aeronaves. Os autores da ação alegam que estão recebendo cobranças do Banco da Amazônia, Banco do Brasil e Banco Safra, referente aos financiamentos que deveriam ser assumidos pela VoePass.

Trecho do processo sobre a liberação de R$ 27 milhões pela Gol.

Atualmente a VoePass realiza voos para a Gol em pelo menos seis destinos. A compra das passagens é feita somente no site da Gol, um forte sinal da aproximação das duas companhias. A Gol informou que desconhece o caso, e VoePass ainda não se posicionou. Assim que ela enviar comunicado,  vamos atualizar esse post.

No estado do Amazonas, o grupo econômico MAP e VoePass responde a 264 processos no sistema e-Saj (Manaus) e 119 processos no sistema Projudi (interior), totalizando 383 processos. A soma destes processos é de cerca de R$ 10 milhões o valor das causas.

Caso fique comprovado o investimento da Gol no valor de R$ 27 milhões os 12 slots que eram da MAP, e que hoje estão com a VoePass, poderão ser redistribuídos pela ANAC para outras companhias.

Compra da MAP pela Passaredo poderá ser cancelada por dívida de R$ 6,8 milhões

Pretende viajar? Garanta aqui passagens aéreas com descontos especiais

VoePass vai retomar voos em Porto Seguro, Uberlândia e mais 13 destinos

Em  30 de agosto a VoePass iniciará operações em parceria com a Gol nas cidades de Salvador, Vitória da Conquista, Porto Seguro, Ilhéus no estado da Bahia.

A VoePass vai retomar voos a partir de 6 de setembro nas cidades de Goiânia (GO) Ponta Grossa (PR), e Três Lagoas/MS, além das rotas de Ribeirão Preto (SP) para Brasília e Uberlândia (MG). A companhia está operando atualmente em 21 cidades.

Em  30 de agosto a VoePass iniciará operações em parceria com a Gol nas cidades de Salvador, Vitória da Conquista, Porto Seguro, Ilhéus no estado da Bahia;  além de Petrolina (PE), Aracaju (SE), Maceió (AL) Rondonópolis e Sorriso,  no Mato Grosso.

A VoePass decidiu concentrar os voos que partem de Ribeirão Preto, sua principal base, para o Aeroporto de Congonhas. Os passagens dos voos de Ribeirão Preto para Guarulhos não estão disponíveis no site da companhia. As cidades de  Três Lagoas e São Paulo e Ponta Grossa também terão voos para o aeroporto de Congonhas a partir de 6 de setembro.

As cidades com voos da VoePass são Ribeirão Preto, São Paulo (Congonhas) e Guarulhos, Araçatuba e São José do Rio Preto, em São Paulo; Rio de Janeiro (SDU); Dourados/MS, Rio Verde/GO, Brasília/DF, Araguaína/TO, Barreiras/BA e também, com voos para 10 destinos na região norte do Brasil.

Frase…

“Com este retorno chegaremos a 33 destinos, significando 70% das localidades atendidas antes da paralisação. Ainda estamos longe de chegar na produção pré-pandemia, pois as operações são realizadas com frequências reduzidas, mas estamos trabalhando para incentivar o tráfego aéreo e o retorno da atividade produtiva. Um de nossos principais papéis é desenvolver e expandir as operações regionais que são de extrema importância e essenciais para o desenvolvimento do país”;

José Luiz Felício Filho, Presidente da VoePass

Horários e dias das novas operações:

Ribeirão Preto – Goiânia: segundas, quartas e sextas às 11h; aos domingos às 14h. Saída de Goiânia para Ribeirão Preto: às 16h aos domingos e segundas, quartas e sextas-feiras.

Ribeirão Preto – Brasília (com escala em Uberlândia): segundas, terças e sextas-feiras às 6h20. A rota contrária acontece às 20h55 aos domingos e segundas, quintas e sextas-feiras.

Ribeirão Preto – Uberlândia (com escala em Brasília): segundas, quartas, sextas-feiras e aos domingos às 17h. O voo de volta tem opções nas segundas, quartas e sextas-feiras às 17h50.

Brasília – Uberlândia: segundas, quartas e sextas-feiras às 09h40, com retorno para a capital às 17h50 nos mesmos dias e também aos domingos.

Congonhas (SP) – Três Lagoas: às terças-feiras às 9h40 com retorno às 11h05. Quintas-feiras às 10h30 com viagem de volta às 12h.

Congonhas (SP) – Ponta Grossa: às terças e quintas-feiras às 15h30. Rota contrária às 17h30.

Pretende viajar? Garanta aqui passagens aéreas com descontos especiais

Compra da MAP pela Passaredo poderá ser cancelada por dívida de R$ 6,8 milhões

A MAP Linhas Aéreas  recebeu da ANAC em agosto de 2019  12 slots (autorização de pousos e decolagens) em Congonhas, no centro de São Paulo.

O Tribunal de Justiça do Amazonas concedeu liminar ao ex-proprietário da MAP Linhas Aéreas, Marcos Jose Pacheco, que cobra da Passaredo dívida no valor de R$ 6,8 milhões. Esse é o valor que a Passaredo teria que pagar pela manutenção de aeronaves e para quitar dívidas trabalhistas contraídas a partir de agosto de 2019, quando a Passaredo comprou a MAP Linhas Aéreas.

No dia 4 de abril deste ano o juiz Cássio André Borges dos Santos, do Tribunal de Justiça do Amazonas, deu prazo de 15 dias para a Passaredo, hoje VoePass, pagar a dívida sob pena de multa de R$ 200 mil por dia. O juiz determinou ainda a busca e apreensão das aeronaves ATR que pertenciam a MAP Linhas Aéreas, e que hoje estão com a marca da VoePass. (Leia reportagem completa abaixo).

Conforme consta no processo número  0646448-93.2020.8.04.0001, a dívida ainda não foi paga pela Passaredo. O valor da ação, sem atualização, é de R$ 6, 8 milhões. A companhia fundada por José Luiz Felício Filho contesta na justiça os argumentos da MAP Linhas Aéreas. A Passaredo é a companhia mais antiga do Brasil. A empresa completou 25 anos.

Atualmente a VoePass está operando em 10 destinos no Norte do Brasil, principalmente no estado do Amazonas. Essas rotas eram atendidos pela MAP Linhas Aéreas, companhia com sede em Manaus. Nesta quarta-feira as passagens de alguns destinos operados pela VoePass chegaram a  ficar indisponíveis.  Leia aqui nota da VoePass sobre a ação judicial.

       Trecho da ação judicial

O que está em jogo

A Passaredo decidiu comprar a MAP Linhas Aéreas depois que a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) distribuiu para a companhia 12 slots (autorização de pousos e decolagens) em Congonhas, um dos aeroportos mais rentáveis do Brasil. A distribuição dos slots aconteceu em agosto do ano passado. Na época a Passaredo recebeu autorização

A VoePass está operando voos e vários destinos,  alguns deles são vendidos somente pela Gol. Nos bastidores do mercado de aviação circula informação que nesta quinta-feira (20;08) a VoePass vai anunciar uma grande novidade para o mercado que poderá, inclusive, encerrar o processo na Justiça do Amazonas.

Estamos na torcida para que a VoePass consiga resolver essas pendências. O mercado precisa de mais companhias, principalmente depois que Azul e LATAM anunciaram o compartilhamento de voos.

             Trecho da decisão do Tribunal de Justiça do Amazonas

Pretende viajar? Garanta aqui passagens aéreas com descontos especiais

 

VoePass vai retomar voos em Uberlândia no dia 31 de julho

No dia 3 de julho a VoePass retomou os voos de Ribeirão Preto para Guarulhos (SP) e para o Rio de Janeiro (Aeroporto Santos Dumont).

A VoePass, antiga Passaredo, que completou 25 anos de fundação no dia 3 de julho, decidiu reativar mais três rotas a partir de 31 de julho, A companhia vai voltar a oferecer voos diretos de Uberlândia para Brasília e de Uberlândia para a cidade de Ribeirão Preto, principal centro de distribuição de rotas da VoePass.

A VoePass também decidiu retomar os voos sem escalas de Ribeirão Preto para Brasília. No site da VoePass já é possível comprar as passagens de todos os voos que serão retomados. A companhia será a única a oferecer as ligações sem escalas entre estas cidades.

No dia 3 de julho a VoePass retomou os voos de Ribeirão Preto para Guarulhos (SP) e para o Rio de Janeiro (Aeroporto Santos Dumont). Já no Norte do Brasil foram a companhia voltou a operar em 10 cidades. Essas rotas são atendidas pela MAP Linhas Aéreas, empresa comprada pela VoePass em agosto do ano passado.

Mais voos em Brasília

O Aeroporto de Brasília vai ganhar 12 novos destinos a partir do mês de julho, um crescimento de 640% em relação ao mês de abril, que apresentou o pior fluxo de passageiros dos últimos 25 anos. Ainda não há uma data para a retomada dos voos internacionais.

Segundo a Inframerica, concessionária do aeroporto, em julho o terminal passará a atender 35 cidades brasileiras e diariamente deverá receber em média 100 pousos e decolagens. A quantidade ainda está longe dos 380 voos diários de antes da pandemia, mas já é uma retomada importante para conexão e logística do país.

Frase…

 “O Aeroporto de Brasília é um importante centro de conexão e vem recuperando o movimento de forma gradativa. Para receber estas novas frequências, adotamos diversos protocolos sanitários a exemplo da solução termográfica para aferir a temperatura corporal dos passageiros e a disponibilização de mais de 30 pontos de álcool gel espalhados nos principais pontos do terminal”

Roberto Luiz, head de negócios aéreos da Inframerica

Uso de máscaras é obrigatório

As salas de embarque do Píer Norte–, que estavas fechada desde abril, foram reabertas como forma de atender às recomendações de distanciamento social.

Segundo a concessionária, a medida é necessária para evitar aglomerações no terminal em virtude da intensificação das operações que vêm sendo retomadas ao longo deste mês. Com a reabertura da sala de embarque, a concessionária espera espalhar e espaçar o fluxo de passageiros.

A Inframerica destaca que o uso de máscaras no terminal é obrigatório e que os usuários que não estiverem usando o acessório poderão ser impedidos de embarcar.

Veja abaixo a lista de cidades atendidas com voos direto do Aeroporto de Brasília:

Sul:

Curitiba, Porto Alegre e Florianópolis

Sudeste:

São Paulo (Congonhas), Guarulhos, Campinas, Rio de Janeiro (Santos Dumont e Galeão), Belo Horizonte, Vitória, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto e Uberlândia

Nordeste:

Fortaleza, Salvador, Recife, São Luiz, Teresina, Barreiras, João Pessoa, Maceió e Natal

Centro Oeste:

Cuiabá, Goiânia e Campo Grande

Norte:

Manaus, Santarém, Belém, Rio Branco, Macapá, Marabá, Porto-Velho, Boa Vista e Palmas e Araguaína.

 

VoePass renova todas as aeronaves para a retomada dos voos em 3 de julho; veja fotos inéditas

Pretende viajar? Garanta aqui passagens aéreas baratas

Voos de Ipatinga e Juiz de Fora serão retomados em maio; veja situação das outras cidades de MG

A Gol vai retomar somente a partir de 1° de julho os voos de Montes Claros para Guarulhos, cidade localizada na Grande São Paulo.

A Azul vai retomar os voos em Ipatinga e Juiz de Fora a partir de 1° de maio deste ano. As duas cidades deixaram de receber ficaram sem os voos da companhia no final de março, quando a empresa foi obrigada a reduzir 90% de suas operações.  Até 30 de abril a Azul terá apenas voos em Belo Horizonte (Aeroporto de Confins), Montes Claros e Uberlândia.

A Azul terá em maio cinco voos diários de Ipatinga para Belo Horizonte e  de Juiz de Fora para Campinas serão duas frequências diárias. A Gol também retomará as operações de Juiz de Fora para a cidade de São Paulo (Congonhas) a partir de 1° de maio.

Gol e Azul operam no Aeroporto Regional da Zona da Mata, que fica entre as cidades de Goianá e Rio Novo, cidades que ficam próximas a Juiz de Fora. A Azul é a única que opera em Santana do Paraíso, cidade que fica ao lado de Ipatinga, no Vale do Aço.

Uberaba e Governador Valadares só terão voos em julho

A Azul só vai retomar os voos em Uberaba e Governador Valadares a partir de julho. A VoePass, a antiga Passaredo, pretende retomar as operações em Uberlândia e Uberaba a partir de julho deste ano. A VoePass suspendeu 100% dos seus voos no final de março deste ano em função da crise causada pelo coronavírus.

A Azul vai retomar os voos em Varginha e Araxá a partir de julho deste ano. A venda das passagens para os dois destinos já está disponível no site da companhia. Os voos de Varginha e Araxá são diretos para Belo Horizonte. A Azul faz a ligação destas cidades com o ATR-72 equipado com 70 assentos.

A Gol vai retomar a partir de 1° de julho os voos de Montes Claros para Guarulhos. A companhia oferece um voo em cada sentido, mas no final de março foi obrigada a suspender as operações por causa do coronavírus. Quem for viajar no mês de julho encontra passagens de ida e volta de Montes Claros para Guarulhos por apenas R$ 293,82, valor com todas as taxas incluídas.

Pretende viajar? Garanta aqui descontos na compra das passagens aéreas

Azul vai manter voos em apenas 25 cidades; veja quais

 

 

Queda de passageiros por causa do avanço do coronavírus obriga VoePass suspender voos em 10 cidades

Entre as cidades que vão perder voos da companhia estão Campo Grande, Três Lagoas, Dourados, Teixeira de Freitas e Foz do Iguaçu.

A VoePass, antiga Passaredo, acaba de suspender voos em 10 cidades após constatar queda de passageiros em função do avanço do coronavírus. Também motivaram a decisão a redução na venda de passagens e crescentes pedidos de cancelamento e no-show dos passageiros nos aeroportos. Entre as cidades afetadas estão Rio de Janeiro (Santos Dumont), Araçatuba-SP, Dourados-MS, Marília-SP e Palmas -TO. (Veja lista completa abaixo).

Também serão suspensos os voos da VoePass em Teixeira de Freitas – BA, Foz do Iguaçu-PR, Campos dos Goytacazes-RJ, Três Lagoas — MS e Campo Grande-MS. Segundo a companhia, a suspensão das atividades é até o dia 22 de março e que realizará uma nova atualização de malha na próxima sexta-feira, dia 20 de março. A VoePass estima que dentro dos próximos meses poderá ter um cenário de retorno das atividades regulares da companhia.

Estão mantidas as operações em Ribeirão Preto-SP, Uberlândia-MG, Brasília-DF, Goiânia-GO, Fortaleza-CE, Natal-RN, Juazeiro do Norte-CE, Salvador-BA, Barreiras-BA, Petrolina-PE, Vitória da Conquista-BA, Maceió-AL, Aracaju-SE, Ilhéus-BA, Porto Seguro-BA, São José do Rio Preto-SP, Macaé-RJ, Rio de Janeiro-RJ (GIG), Rio Verde-GO, Guarulhos-SP, São Paulo-SP(CGH) e Araguaína-TO.

“Estamos negociando com os sindicatos de que forma iremos reduzir a nossa força de trabalho, a fim de evitar qualquer processo de demissão de colaboradores nesse momento difícil por que passa nosso país. A partir de hoje, também iniciaremos um programa de trabalho home-office para todos os colaboradores que possam manter seu posto de trabalho nessa condição”, diz comunicado da VoePass.

Veja comunicado completo

Para todos os passageiros que tiveram seus voos cancelados, informamos que estamos flexibilizando ao máximo todas as regras tarifárias, facultado a remarcação para qualquer data futura ou mesmo postergando o crédito para uso em viagens futuras. Esses passageiros serão contatados pela empresa, não sendo necessário nesse momento qualquer iniciativa de contato.

Pedimos o apoio e a solidariedade de todos nesse momento difícil, para que juntos possamos atravessar esse grave momento que se coloca perante todos nós.

https://www.tudodeviagem.com/2020/03/map-suspende-todos-os-voos-por-causa-do-coronavirus/

Ponta Grossa terá voo direto para Foz do Iguaçu da VoePass

Além do mercado corporativo, os novos voos vão ajudar a aumentar o número de turistas em Foz do Iguaçu, um dos destinos nacionais mais procurados.

A partir de 29 de março deste ano a VoePass, novo nome da Passaredo, terá voo direto de Ponta Grossa para Foz do Iguaçu. A companhia ainda não iniciou a venda das passagens, mas promete tarifas por trecho de  a partir de R$ 199,00 entre as duas cidades. Na semana passada a companhia anunciou que na mesma data terá voo de Três Lagoas (MS) para São Paulo (Congonhas) e Campo Grande.

A VoePass oferece dois voos diários de Ponta Grossa para a cidade de São Paulo (Congonhas). Em comunicado ao mercado, a companhia informou que os passageiros de Foz do Iguaçu poderão aproveitar esse voo para viajar para a capital paulista com uma conexão rápida em Ponta Grossa.

Além do mercado corporativo, os novos voos vão ajudar a aumentar o número de turistas em Foz do Iguaçu, um dos destinos nacionais mais procurados. A VoePass usa em seus voos o ATR-72 com 70 passageiros.

Confira os detalhes dos voos da VoePass

De Ponta Grossa para Foz do Iguaçu: saídas às 16:10h e chegada às 17:30h de domingo a sexta; aos sábados com saídas as 9:10h e chegada em Foz do Iguaçu às 10:30h.

De Foz do Iguaçu para Ponta Grossa: saídas às 17:55h e chegada às 19:15h de domingo a sexta; aos sábados com saída às 11h e chegada em Ponta Grossa às 12:20h.

De São Paulo — Aeroporto de Congonhas para Foz do Iguaçu: saídas às 14:25h com chegada às 17:30h de domingo a sexta; aos sábados saída de Congonhas às 07:25h com chegada em Foz do Iguaçu às 10:30h (voo com escala de 25min em Ponta Grossa).

De Foz do Iguaçu para São Paulo — Aeroporto de Congonhas: saídas as 17:55h com chegada às 20:55h de domingo a sexta; aos sábados saída de Foz do Iguaçu as 11:00h com chegada em Congonhas às 14:05h. (voo com escala de 25min em Ponta Grossa).

VoePass vai deixar de operar em Bauru para lançar voos no Mato Grosso do Sul

Faça aqui a sua cotação e garanta passagens aéreas baratas para sua próxima viagem

VoePass vai deixar de operar em Bauru para lançar voos no Mato Grosso do Sul

As novas frequências em Três Lagoas e Campo Grande estão previstas para 29 de março deste ano., mas a venda das passagens ainda não está disponível.

A cidade de Bauru (SP) vai perder o único voo diário da VoePass, novo nome da Passaredo, a partir de 29 de março deste ano. Em outubro de 2019 a companhia chegou a oferecer três voos da cidade para o Aeroporto de Congonhas, localizado na capital paulista. No site da companhia a venda das passagens de Bauru para Congonhas já não está mais disponível.

A VoePass vai usar os slots (autorização de pousos e decolagens) em Congonhas para lançar voos da capital paulista para Três Lagoas, no Mato Grosso do Sul. O slot também vai ser usado para aumentar de duas para três o número de frequências diárias de Ponta Grossa (PR) para Congonhas. Esse aumento de voos começa no dia 30 de abril.

A mesma aeronave que realizará o voo entre Três Lagoas e Congonhas também fará a ligação entre Três Lagoas e Campo Grande. A VoePass terá um voo diário entre as duas cidades. Nenhuma companhia oferece voos entre as duas cidades.

Os voos em Três Lagoas e Campo Grande estão previstos para 29 de março deste ano. Atualmente a VoePass opera em Dourados, também no Mato Grosso do Sul, com dois voos partindo e chegando da capital paulista (Aeroporto de Congonhas). A VoePass usa em seus voos as aeronaves ATR72 com capacidade para transportar até 70 passageiros.

Passagens aéreas por R$ 99 o trecho

A companhia informou que pretende vender passagens promocionais nos trechos diretos a partir de R$ 99,00 entre Três Lagoas e Campo Grande, e R$149,00 entre Três Lagoas e Congonhas – SP. A compra das passagens ainda não está disponível no site da companhia

Pretende viajar? Faça aqui a sua cotação e garanta descontos na compra das passagens aéreas

VoePass terá voos em Ponta Grossa e estuda iniciar operações em Juiz de Fora

Os voos na Zona da Mata da companhia serão para o Aeroporto Internacional de Guarulhos, localizado na Grande São Paulo.

Ponta Grossa, no Paraná, terá voos para o Aeroporto de Congonhas, na capital paulista, a partir de 10 de janeiro de 2020, da VoePass, novo nome da Passaredo. Inicialmente, a companhia vai oferecer um voo diário em cada sentido. A venda das passagens será iniciada nos próximos dias. A VoePass vai concorrer em Ponta Grossa com a Azul, a única que opera na cidade atualmente com um voo diário para Campinas.

Os destalhes do voo foram acertados na quinta-feira (05/12) em Ribeirão Preto pela direção do VoePass e pelo prefeito de Ponta Grossa, Marcelo Rangel da Cruz de Oliveira.  Para poder lançar um voo de Ponto Grossa para Congonhas, a VoePass vai reduzir de três para dois o número de voos de Bauru-Arealva para Congonhas.

No final de outubro deste ano a companhia começou a oferecer voos de Congonhas para Ribeirão Preto, Bauru, Marília e Araçatuba, Dourados (MS), Uberaba (MG) e Macaé (RJ). A VoePass comprou em agosto deste ano a MAP Linhas Aéreas, com sede em Manaus.

A VoePass pretende lançar em maio de 2020 voos no Aeroporto da Zona da Mata, localizado entre Goianá e Rio Novo, próximo a Juiz de Fora. A intenção da VoePass é iniciar um voo pela manhã saindo da Zona da Mata e ourtro no início da noite retornando de Guarulhos. A companhia usa em seus voos o ATR-72 com 70 assentos.

O aeroporto que atende os passageiros da Zona da Mata tem um voo da Gol para Congonhas e Campinas, no estado de São Paulo.  A intenção da VoePass é abastecer os voos da Gol e LATAM em Guarulhos. As duas companhias são parceiras da VoePass.

Fotos cedidas pelo site Airway

Pretende viajar? Conheça aqui o site que vende passagens aéreas com descontos especiais

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com