Azul anuncia compra de parte das operações da Avianca para aumentar voos em Congonhas, Santos Dumont e Guarulhos

A negociação inclui  a compra do certificado de operador aéreo da Avianca Brasil, 70 pares de slots e aproximadamente 30 aeronaves Airbus A320.

A companhia Azul, a terceira maior aérea do Brasil, anunciou investimento no valor de US$ 105 milhões para a aquisição de ativos da Avianca Brasil por meio de uma Unidade Produtiva Isolada (UPI) de acordo com a Lei de Falências e Recuperação Judicial. A UPI incluirá ativos selecionados pela Azul como o certificado de operador aéreo da Avianca Brasil, 70 pares de slots e aproximadamente 30 aeronaves Airbus A320.

Na realidade, a Azul está de olho nos slots (autorização de pousos e decolagens) no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo. Atualmente a Azul tem 13 slots no aeroporto localizado na capital paulista. Após a conclusão da compra os ativos da Avianca Brasil, a Azul herdaria os 34 slots da empresa e chegaria a 47. Atualmente Gol e LATAM possuem 130 slots cada em Congonhas.

A Azul também está de olho nos slots da Avianca Brasil nos Aeroporto Santos Dumont, Guarulhos, Vitória e Goiânia. A Azul poderia lançar voos na ponte aérea Rio/São Paulo. Hoje a companhia não opera nesta rota. A Azul tem 13 voos partindo e chegando do Santos Dumont para Campinas. A intenção da Azul é usar a tripulação da Avianca Brasil nos slots que ela pretende comprar, o que evitaria demissões.

“Destacamos que o acordo é não-vinculante e que o processo de aquisição da UPI está sujeito à uma série de condições como a conclusão de um processo de diligência, a aprovação de órgãos reguladores e credores, assim como a conclusão do processo de Recuperação Judicial. A expectativa é que esse processo dure cerca de três meses”, diz nota divulgada pela Azul.

A Azul informou ainda que divulgará novas informações relevantes a respeito desta transação assim que estiverem disponíveis.

CONHEÇA AQUI O SITE QUE VENDE PASSAGENS AÉREAS COM DESCONTOS

 

LATAM vai suspender voos de quatro destinos nacionais; confira as rotas afetadas

A partir de 1º de fevereiro, a LATAM deixa de operar o voo direto do Rio de Janeiro (Aeroporto do Galeão) para São Luis, no Maranhão.

A LATAM decidiu começar o ano de 2019 com redução de sua malha doméstica nacional. A partir de 31 de março acaba o voo direto de Belo Horizonte (Aeroporto de Confins) para Recife. A partir desta mesma data a LATAM deixa de oferecer voo sem escala de São Paulo (Congonhas) para Recife. A venda das passagens de todos os destinos já está bloqueada no site da companhia.

A partir de 1º de fevereiro a LATAM deixa de operar o voo direto do Rio de Janeiro (Aeroporto do Galeão) para São Luis. Já no dia 31 de março também acaba a rota Brasília/Ilhéus. A companhia vai criar a partir de 1º de abril voo direto de São Paulo (Guarulhos) para Ilhéus. Nesta rota será usada o Airbus A-319 com 144 assentos.

A outra novidade é a redução de dois para um o número de voos diários de Rio Branco, no Acre, para Brasília. Por outro lado, a capital acreana vai ganhar um voo direto e diário para Guarulhos. As passagens já estão sendo vendidas por R$ 964, valor de ida e volta com taxas de embarques incluídas.

Confira quais são as três rotas domésticas que mais recebem passageiros

Quando considerada a quantidade de embarques em relação à população por região, o Centro-Oeste destacou-se com 75,8 embarques para cada 100 habitantes em 2017.

O Anuário do Transporte Aéreo da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) referente ao ano de 2017 mostra que as rotas mais movimentadas foram da ponte aérea Santos Dumont-Congonhas com 4,1 milhões de passageiros transportados nos dois sentidos.

A rota Brasília-Congonhas aparece em seguida com 2 milhões, seguida por Guarulhos-Porto Alegre com 1,9 milhão. (Confira abaixo as promoções de passagens aéreas para essas três rotas).


[read more=”Leia mais…” less=”Recolher”]

Os três aeroportos com maior número de decolagens foram os de Guarulhos/SP (11,1%), Congonhas/SP (10,8%) e Brasília/DF (7,7%). Segundo o anuário, esses aeroportos representaram 29,7% das decolagens em etapas domésticas de voos.

Entre os 20 maiores aeroportos, apenas sete apresentaram aumento no número de decolagens. O aumento mais expressivo ocorreu no aeroporto de Recife/PE (+9,2%) e a maior redução ocorreu em Brasília/DF (-8,1%).

Em termos de quantidade passageiros pagos embarcados, as três primeiras posições do ranking foram ocupadas por Guarulhos/SP (12,8%), Congonhas/SP (11,7%) e Brasília/DF (8,9%). O aeroporto de Foz do Iguaçu/PR apresentou a maior alta (17,7%) em número de passageiros embarcados em 2017, na comparação com 2016.

Quando considerada a quantidade de embarques em relação à população por região, o Centro-Oeste destacou-se com 75,8 embarques para cada 100 habitantes em 2017, seguido por Sudeste (51,6), Sul (40,5), Nordeste (29,6) e Norte (26,7).

Um total de 124 aeroportos recebeu voos regulares e não regulares em 2017. Os estados da Bahia e do Amazonas apresentaram o maior número de aeródromos utilizados no ano passado, com 15 cada, seguidos de Minas Gerais, com 11.

CONFIRA AS OFERTAS DE PASSAGENS DE IDA E VOLTA COM TAXAS DAS ROTAS MAIS MOVIMENTADAS

GARANTA AQUI AS PASSAGENS DE IDA E VOLTA DO SANTOS DUMONT PARA CONGONHAS POR R$ 298,70

GARANTA AQUI AS PASSAGENS DE IDA E VOLTA DE CONGONHAS PARA O SANTOS DUMONT POR R$ 298,70

GARANTA AQUI AS PASSAGENS DE IDA E VOLTA DE BRASÍLIA PARA CONGONHAS POR R$ 463,32

GARANTA AQUI AS PASSAGENS DE IDA E VOLTA DE GUARULHOS PARA PORTO ALEGRE POR R$ 396,56

[/read]

Paranair inicia voos do Paraguai para Curitiba e Guarulhos

Companhia usa em suas rotas o CRJ-200 com 50 assentos, mesmo modelo que a Amaszonas operou no Brasil.

A nova companhia do Paraguai, a Paranair, que assumiu as operações da Amaszonas, já está voando para o Brasil desde o dia 15 de outubro. Os voos são de Assunção para Guarulhos (SP) e Curitiba (PR) sempre às segundas, quartas, sextas e domingos. A companhia ainda não decidiu se voltará a operar em Campo Grande.


[read more=”Leia mais…” less=”Recolher”]

Nos meses de dezembro e janeiro a Paranair terá voos de Assunção para o Rio de Janeiro (Aeroporto do Galeão). A data do início do voo e os dias da semana que eles serão operados serão definidos nos próximos dias. No site da companhia ainda não é possível comprar as passagens dos voos do Brasil.

A venda está disponível apenas em algumas agências de viagens. A Summerwind Brasil representa a Paranair em Curitiba e em São Paulo. Os voos da Paranair são operados pelos jatos CRJ-200 com 50 assentos. A companhia permite o despacho gratuito de uma bagagem de até 23 quilos. No site da companhia da Paranair já está operando voos Ciudad del Este, além de Buenos Aires e Montevidéu.

ACESSE AQUI O SITE DA PARANAIR

TELEFONE DA PARANAIR EM SÃO PAULO: 11 3237 2643

[/read]

LATAM e Gol terão 6.400 voos extras na alta temporada

Os voos serão ampliados para destinos turísticos como Fortaleza, Foz do Iguaçu, Maceió, Natal, Recife e Salvador.

A LATAM Brasil divulgou sem planejamento para o atendimento dos novos fluxos de demanda durante a alta temporada 2018-2019. A companhia terá 1.400 voos extras, que correspondem a 496 decolagens adicionais domésticas no Brasil e 884 internacionais com origem ou destino no país. Os voos extras domésticos da LATAM foram programados para o período entre 1º de dezembro de 2018 e 31 de janeiro de 2019.


[read more=”Leia mais…” less=”Recolher”]

Já os voos extras internacionais serão operados de 1º de dezembro de 2018 e 15 de março de 2019. Os voos serão ampliados para destinos turísticos como Fortaleza, Foz do Iguaçu, Maceió, Natal, Recife e Salvador. O remanejamento internacional vai reforçar rotas para destinos turísticos como Buenos Aires, Montevidéu, Orlando e Santiago.

A LATAM também retomará a rota sazonal São Paulo/Guarulhos-Las Vegas, entre dezembro de 2018 e março de 2019. Neste período, o voo voltará a ser operado três vezes por semana com aeronaves Boeing 767, que acomodam 191 clientes em classe Economy e 30 em Premium Business.

GOL TERÁ 33 ROTAS EXCLUSIVAS

Entre dezembro e fevereiro, a Gol terá cinco mil voos extras – o que representa 850 mil assentos adicionais – durante o verão. A companhia criou novas rotas e horários, facilitando o deslocamento dos passageiros para um dos 67 destinos operados pela companhia: 53 nacionais e 14 internacionais.

No mercado doméstico, a Gol incluiu mais de 4700 operações extras em todas as regiões do País, com destaque para o Nordeste e Sul do Brasil – quase 78% dos voos da malha de alta temporada. Para facilitar o deslocamento dos passageiros em voos diretos, a companhia terá 33 novas rotas exclusivas para o período, além das já realizadas no ano.

ROTAS INTERNACIONAIS

Nas rotas internacionais serão mais de 250 voos adicionais que contemplam as cidades da Argentina (Buenos Aires, Rosário, Mendoza e Córdoba), Uruguai (Montevidéu), Bolívia (Santa Cruz de La Sierra) e Paraguai (Assunção). Ao todo, a companhia incluiu sete rotas criadas especialmente para esta temporada ligando, sem escalas ou conexões, as cidades de Córdoba a Salvador, Fortaleza e Florianópolis; Rosário a Fortaleza; Rio de Janeiro a Mendoza e Assunção; Florianópolis a Montevidéu; e Buenos Aires a Porto Seguro.

A companhia também iniciará neste mesmo período as novas operações regulares e diretas entre Brasília e Buenos Aires, Rosário e Salvador, novos voos de São Paulo para Quito, no Equador, além de aumentar a oferta entre Fortaleza e Flórida, nos Estados Unidos.

GARANTA AQUI AS PASSAGENS DOS VOOS DA GOL

GARANTA AQUI AS PASSAGENS DOS VOOS DA LATAM

[/read]

Confira as 15 rotas internacionais e nacionais campeãs de cancelamentos e atrasos

Empresa analisou os principais dados de quase 700 rotas nacionais e internacionais para saber quais têm os piores desempenhos.

A AirHelp, empresa líder mundial em direitos aéreos para passageiros, fez um estudo sobre as rotas aéreas que têm as piores performances do Brasil, tanto para voos domésticos, quanto para rotas internacionais. Os resultados revelam que o destino que tem o maior percentual de voos cancelados ou atrasados é o de Brasília para Lisboa, com 38% de viagens sofrendo algum tipo de atraso ou interrupção. (Confira a lista completa no final).


[read more=”Leia mais…” less=”Recolher”]

Aparecem em seguida com os maiores números de interrupções as rotas do Rio de Janeiro (Galeão) para Bogotá (El Dorado), com 33%, São Paulo (Guarulhos) – Istambul (Ataturk), com 29%, Florianópolis – Chapecó, com 28%, São Paulo (GRU) – Porto Velho, com 27%. Foram analisadas 700 rotas entre e 1º de janeiro à 8 de outubro de 2018 com base nas informações da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC).

“Enquanto os aeroportos brasileiros se destacam no AirHelp Score com cinco entre os 20 melhores, ainda existe espaço para melhora em diversas rotas, como, por exemplo, a que liga Brasília a Lisboa, que tem uma alarmante porcentagem de quase  40% dos voos atrasados, cancelados ou com overbooking”, afirma Denis da Silva, analista de marketing da AirHelp.

CONFIRAS AS 15 PIORES ROTAS

Aeroporto (Partida) Sigla Aeroporto (Chegada) Sigla País de chegada Porcentagem de Interrupções
Brasília BSB Lisboa LIS Portugal 38%
Rio de Janeiro – Galeão GIG El Dorado International BOG Colômbia 33%
São Paulo – Guarulhos GRU Istanbul Ataturk Airport IST Turquia 29%
Florianópolis FLN Chapecó XAP Brasil 28%
São Paulo – Guarulhos GRU Porto Velho PVH Brasil 27%
São Paulo – Guarulhos GRU Petrolina PNZ Brasil 27%
São Paulo – Guarulhos GRU Adis Abeba – Bole Intl ADD Etiópia 26%
Recife REC Petrolina PNZ Brasil 26%
São Paulo – Guarulhos GRU Hamad International DOH Qatar 25%
Belo Horizonte – Confins CNF Lisboa LIS Portugal 25%
São Paulo – Viracopos VCP Lisboa LIS Portugal 25%
Fortaleza FOR Juazeiro do Norte JDO Brasil 25%
Manaus MAO Rio de Janeiro – Galeão GIG Brasil 24%
Petrolina PNZ Salvador SSA Brasil 23%
Rio Branco RBR Porto Velho PVH Brasil 23%

CONHEÇA AQUI O SITE QUE VENDE PASSAGENS AÉREAS COM DESCONTOS ESPECIAIS

[/read]

Paranair assume operações da Amaszonas Paraguai e planeja voos para o Brasil

A nova companhia vai usar em suas rotas o CRJ-200 com 50 assentos, mesmo modelo que a Amaszonas chegou a operar no Brasil.

A Paranair, a nova companhia do Paraguai, manterá voos domésticos entre Assunção e Ciudad del Este, além de Buenos Aires, Montevidéu, Curitiba e São Paulo. Para essas rotas regulares serão adicionados outros destinos sazonais que em determinados períodos irão comunicar Assunção com Punta del Este, Florianópolis e Rio de Janeiro sem paradas.


[read more=”Leia mais…” less=”Recolher”]

A Paranair vai usar em suas rotas o CRJ-200 com 50 assentos, mesmo modelo que a Amaszonas chegou a operar no Brasil. O modelo é produzido pela canadense Bombardier.

A Agência Nacional de Aviação Civil (AANC) informou que a Paranair pretende assumir parte das rotas da Amaszonas no Brasil, mas antes precisa de obter a certoficação operacional.

O nome da Paranair foi escolhido para expressar a vocação de países e pessoas que se comunicam, já que tradicionalmente os rios se comunicam e se comunicam com os povos conectados por seus canais.

O site da Paranair já está no ar com informações sobre a companhia, mas a venda das passagens aéreas ainda não está disponível. A companhia divulgou os telefones de vários países na América do Sul.

MAPA DE ROTAS

TELEFONES

Argentina: +54 11 5254 1399
Brasil: + 55 11 3237 2643
Chile: +56 2 257 12125
Peru: +51 1 640 9479
Uruguai: +598 2622 2111

GARANTA AQUI PASSAGENS AÉREAS COM DESCONTOS ESPECIAIS

[/read]

MAP Linhas Aéreas terá acordo codeshare com a Gol ainda neste ano

Com quase 300 funcionários, a MAP transporta cerca de 100 mil passageiros por ano em voos comerciais.

A MAP Linhas Aéreas, com sede em Manaus (AM), está prestes de concluir acordo de compartilhamento de voos (codeshare) com a Gol. As negociações estão na fase final e o acordo deverá começar a vigorar ainda neste ano. O codeshare vai permitir que a Gol venda passagens dos 14 destinos atendidos pela MAP na região Norte do Brasil. A maior parte dos voos (hub) da MAP se concentra em Manaus. Aproveite as ofertas de passagens de Manaus que estão no final.


[read more=”Leia mais…” less=”Recolher”]

A MAP acaba de completar cinco anos de atuação e atingiu a marca de 82 voos semanais para 14 destinos. A companhia também venderá as passagens dos destinos atendidos pela Gol com um único localizador. Esse acordo facilita o despacho de bagagens nos voos de conexões.

As cidades no Amazonas atendidas pela MAP são Manaus, Parintins, Lábrea, Carauari, São Gabriel da Cachoeira, Barcelos, Tefé, Eirunepé e Coari e do Pará Belém, Porto Trombetas, Santarém, Itaituba e Altamira.

Com quase 300 funcionários, a MAP transporta cerca de 100 mil passageiros por ano em voos comerciais. A companhia possui uma frota de três aeronaves modelo ATR 42, com capacidade para transportar 44 passageiros, e dois aviões ATR 72, para até 66 pessoas. Ainda neste ano a companhia vai receber um terceiro ATR 72.

No dia 28 de setembro deste ano a MAP e a Passaredo começaram a fazer parte da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear). Neste ano a MAP conseguiu certificação internacional que permite o lançamento de voos internacionais. A Abear já tem como integrantes a Azul, LATAM, Gol e Avianca Brasil.

INTERIOR DO ATR DA MAP LINHAS AÉREAS

AERONAVE DA MAP NO AEROPORTO DE MANAUS

 

GARANTA AQUI AS OFERTAS DE PASSAGENS DOS VOOS DE MANAUS PARA SÃO PAULO

GARANTA AQUI AS OFERTAS DE PASSAGENS DOS VOOS DE MANAUS PARA O RIO DE JANEIRO

[/read]

Aplicativo de voos compartilhados lança rota Salvador/Morro de São Paulo

A empresa pretende lançar voos para Belo Horizonte e Brasília já no segundo semestre deste ano.

O aplicativo Flappe que oferece voos compartilhados começou a operar a rota Salvador/Morro de São Paulo, ilha localizada no litoral da Bahia. As partidas são Aeroporto Internacional de Salvador e as viagens são realizadas à bordo de um Cessna Caravan, com preços a partir de R$ 500. A aeronave oferece espaço para bagagens.


[read more=”Leia mais…” less=”Recolher”]

Para contratar o serviço basta baixar o aplicativo da Startup e escolher seu assento no voo compartilhado. Para as decolagens são necessários ao menos dois passageiros. Os voos são programados com horário sugerido de partidas e os dois primeiros passageiros podem fixar o horário exato de partida.

A proposta da Flapper, uma plataforma de aviação sob demanda que funciona por aplicativo, está movimentando o mercado de aviação brasileiro. O aplicativo brasileiro desenvolvido há um ano tem a proposta de democratizar aviação executiva, através da tecnologia mobile.

Apresentando a economia compartilhada por meio de vendas de assentos, o usuário pode voar em um avião fretado por um preço acessível, ou alugar uma aeronave com mais de 20 operadoras com certificados de táxi aéreo.

A Flapper opera atualmente entre capitais, São Paulo, Rio de Janeiro, e as cidades de Búzios e Angra dos Reis. A empresa pretende lançar voos para Belo Horizonte e Brasília já no segundo semestre. O preço médio por assento das viagens varia entre R$ 750, nos trechos entre as capitais e R$ 300/R$ 600 entre o litoral.

DESCONTOS

A Flapper oferece a opção “empty legs” ou pernas vazias – ofertas de voos por preços até 40-50% mais baratos do que normal. De acordo com a empresa essas ofertas ocorrem quando uma aeronave é solicitada para um local, e para evitar trechos vazios, o aplicativo oferece descontos e vendem assentos que esgotam no máximo em duas horas. Como resultado, os usuários podem encontrar voos ocasionais entre Porto Alegre e Gramado ou São Paulo e Curitiba por 350-400 reais.

Segundo o CEO da Flapper, Paul Malicki, o serviço mais solicitados é o trecho Rio-São Paulo, feito através de Congonhas e Jacarepaguá, com três voos semanais realizados as segundas, quartas, sextas e domingos, com voos extras durante os feriados.

AMPLIAÇÃO DAS ROTAS

A Flapper está prestes a lançar um serviço de assinatura mensal, com voos à vontade entre São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte e Litoral Norte para todos os membros. A nova plataforma, que já agrega mais de 100 aeronaves homologados TPX para aluguel, permitiria aos membros alugar a aeronave às taxas de 30% abaixo do preço de mercado.

Para seus voos compartilhados, a empresa utiliza modelos King Air 250 e Pilatus PC-12, devido à segurança e confiabilidade sem precedentes de ambos os modelos. Já os voos realizados aos fins de semana para Angra dos Reis e Ubatuba, são feitos com aviões Cessna Grand Caravan EX.

Segundo a empresa, todos os parceiros da Flapper operam exclusivamente com a certificação de aeronaves incluindo jatos e helicópteros regulados pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC).

ACESSE AQUI O SITE DA FLAPPER

[/read]

Exclusivo! Passaredo é vendida para o grupo Itapemirim e vai mudar de nome

passaredo_-_atr_70-600_20-1024x417-1024x417
Além da mudança do nome, novo grupo pretende investir em novas rotas regionais. Transição deverá durar 60 dias.

Em 60 dias o grupo Itapemirim pretende assumir toda a gestão da Passaredo, com sede em Ribeirão Preto (SP), e quinta maior companhia do Brasil. O grupo decidiu que o nome Passaredo deixa de existir. Vai ser chamar Itapemirim A informação é de Sidnei Piva, um dos sócios da empresa.

A cor amarela, estampada nas aeronaves da Passaredo, e que faz parte da logomarca dos ônibus da Itapemirim, será mantida em todos os aviões e uniformes da tripulação. Fundada em 1995, a Passaredo tem 700 funcionários.

A ampliação do transporte de cargas, fazendo a integração com as linhas de ônibus da Itapemirim, e novas rotas regionais, estão nos planos do novo grupo. O novo grupo pretende lançar voos em Vitória ainda neste ano. o Aeroporto da Serrinha, em juiz de Fora, que está sem voos comerciais, também poderá receber voos. No ano passado a companhia transportou 800 mil passageiros.

Com sede em Ribeirão Preto, a Passaredo usa em sua frota seis aviões ATR-72, com 70 assentos. Atualmente a companhia está com apenas seis aeronaves, mas chegou a ter uma frota de 13. Entre as capitais a Passaredo opera em Belo Horizonte (Pampulha), Rio de Janeiro (Santos Dumont), Brasília, Curitiba, Goiânia, Palmas e Salvador.

O que achou desta notícia? Teremos tarifas mais baratas? Deixe aqui a sua opinião

 

VAI VIAJAR DE AVIÃO? GARANTA ECONOMIA DE ATÉ 80% NAS PASSAGENS DE AVIÃO

970-x-90

 

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com