Confira todos os detalhes do 4º Festival de Balão da Serra da Canastra

Ao longo do dia, os balões farão passeios com  público pela Canastra para o  público desvendar as belezas naturais da região, como o Parque Nacional.

A cidade de São Roque de Minas, onde fica a nascente do Rio São Francisco, na Serra da Canastra, terá entre 9 a 12 de julho o seu 4º Festival de Balão. O evento acontece na Estância Capim Canastra, localizada a 4 km da sede do município, e onde é produzido um queijo do mesmo que é  premiado até no exterior. Além de shows de Nando Reis, 10 balões vão colorir os céus de São Roque de Minas. O evento é open food e terá chefs renomados.

Ao longo do dia, os balões farão passeios com  público pela Canastra, desvende as belezas naturais da região, como o Parque Nacional, e belas cachoeiras, a mais famosa a Casca D’Anta, a primeira do Rio São Francisco. O café da manhã da fazenda ficará a cargo de Olivier Anquier .

As noites do evento serão comandadas pelo Chef Rodrigo Martins, além de outros chefs convidados. Eles vão misturar sofisticação e produtos artesanais, em uma cozinha show, sempre tendo o famoso queijo da Canastra como ingrediente principal. O público poderá conhecer a caverna onde o queijo é maturado, além de poder acompanhar todo o processo de produção.

Tudo isso incluso no ingresso, sem custo adicional. Os mesmos balões que levantam voo pela manhã, vão iluminar a noite da Fazenda Capim Canastra. As partidas e chegadas dos balões são realizadas do terreno da fazenda, onde os organizadores pretendem instalar uma área de camping.

As atrações já confirmadas são Nando Reis, Sr. Gonzales Serenata Orquestra, Murillo Augustus, Corcel, Texas Radio, Dois Reis e o Bardo e o Banjo. Na compra dos ingressos será possível optar por um passeio de balão. A venda do primeiro lote de ingressos começa em breve.

Evento vai movimentar a economia da cidade

O evento é tão importante para a região que alguns hotéis estão com uma taxa de ocupação de quase 100%, entre eles o Chapadão da Canastra, um dos melhores da cidade. O evento terá a participação de cerca de mil pessoas.

O festival vai gerar emprego e renda para São Roque de Minas, além de ajudar a divulgar os atrativos da região. Os hotéis da cidade já estão se organizando para oferecer transporte em vans no dia do evento da fazenda até o local onde turista estará hospedado.

Sobre os organizadores

Guilherme Ferreira, um dos organizadores do evento, é da 5ª geração de sua família a produzir queijo da Canastra e ganhador da primeira medalha brasileira no Mondial Du Fromagge, em Tours/França, em 2015, com seu queijo Capim Canastra.

Guilherme Ferreira é o proprietário da Estância onde ocorre o evento e fez o primeiro queijo suspenso por um balão, em maio de 2017. Organizou todas as edições do Festival até aqui junto com Silvio Vezalli: idealizador da Expedição Canastra360 e dos voos de Balão na Serra da Canastra. Ele se dedica há 15 anos na criação de roteiros na Canastra, após uma ampla experiência no mundo corporativo.

Quem cuida da segurança e experiência dos voos é Jonathan Padulla: piloto profissional há 20 anos e proprietário da Via Aérea Balonismo; organizador do Campeonato Paulista de Balonismo de 2013 e do Revoada Motuca/SP, em 2014.

Nesta edição, somou-se ao grupo o advogado Marco Aurelio Braga: mestre (2013) e doutor (2018) em Direito pela Universidade de São Paulo, sócio do MAB Advogados e apaixonado pela região da Serra da Canastra e a simplicidade de sua gente desde 2015; é o responsável pelo jurídico e parcerias do Festival.

Acesse aqui o site do 4º Festival de Balão da Serra da Canastra

Leia aqui mais sobre a Serra da Canastra

Garanta aqui hospedagem em São Roque de Minas

Faça aqui a sua citação e garanta voos baratos Belo Horizonte para você curtir o festival

As fotos foram cedidas pela Fazenda Capim Canastra

Brasileiros em Ushuaia indica um roteiro de 3 dias na Patagônia Argentina

Com temperaturas agradáveis e dias mais longos, o verão é considerado um dos melhores períodos para visitar El Calafate, na Patagônia Argentina.

A Brasileiros em Ushuaia é uma empresa iniciada em 2013 por brasileiros na cidade de Ushuaia, Patagônia Argentina, e dois anos depois com sede também no Brasil. É uma referência mundial no que tange a uma empresa brasileira em outro país, sendo hoje uma das principais agências de turismo da Argentina, recebendo em média 50 mil brasileiros por ano apenas na cidade de Ushuaia. Presente em Ushuaia nas localidades centro e aeroporto, a empresa agora conta com a atuação também em El Calafate, onde podem ser facilmente encontrados com o codinome Brasileiros em El Calafate. Localizada na principal avenida da cidade, a agência tem operação todos os dias da semana, das 9h às 21h, e oferece acesso a todos os serviços já prestados nas unidades de Ushuaia. Com atendimento personalizado em português, a operadora é detentora na categoria OURO do Prêmio Internacional de Comprometimento de Qualidade (World Quality Commitment) promovido anualmente pelo BID (Business Initiative Directions), que premia a excelência no atendimento realizado pela agência.

Para desfrutar o melhor que El Calafate tem a oferecer, a Brasileiros em Ushuaia indica um roteiro de três dias. Confira:

1º dia: Perito Moreno

Mini trekking Perito Moreno - Divulgação
Mini trekking Perito Moreno – Divulgação

O glaciar mais famoso da Argentina fica a apenas 80 quilômetros de El Calafate. Considerado como uma das reservas de água doce mais importantes do mundo, o cartão-postal local chama a atenção por suas dimensões, que diferente de outras geleiras, continuam a aumentar, ano a ano. Perito Moreno pode ser visitado por meio das inúmeras passarelas dispostas dentro do Parque Nacional Los Glaciares. São cinco quilômetros de caminhos que oferecem vistas de diversos ângulos, inclusive dos fenômenos naturais de rompimento de gelo – que ocorrem quando a pressão da água fura a resistência do gelo. Já quem prefere ficar mais próximo do atrativo natural pode optar por um roteiro de navegação, ou, ainda, caminhar sobre o gigante de gelo em um circuito de mini trekking, onde será possível observar rupturas, lagoas e até cavernas de gelo.

2º dia: Estância Cristina

Estância Cristina – Divulgação

Depois de conhecer o atrativo mais famoso da região, vale a pena desbravar uma de suas estâncias mais bonitas. A Estância Cristina, também localizada dentro do parque nacional, a noroeste do Lago Argentino, é o único lugar, em terra, de onde se pode apreciar o Glaciar Upsala – o terceiro maior da América do Sul. Fundada em 1914, a fazenda é um excelente local para conhecer as paisagens que integram icebergs e montanhas. Com acesso exclusivo via navegação, o local preserva o clima rústico patagônico. Além disso, oferece belas vistas do lago Guillermo, do Campo de Gelo Continental Patagônico Sul e do Rio Caterina. Um roteiro de 4×4 inclui, ainda, visita ao engenho, capela e casa principal da estância, assim como o museu que conta a história do local.

3º dia: Cerro Frias

Estância Cristina - Divulgação
Cerro Frias – Divulgação

Com um cenário totalmente diferente dos glaciares, o Cerro Frias, a 22 quilômetros de El Calafate, oferece uma verdadeira experiência de montanha, incluindo atividades como trekking, cavalgadas, roteiro 4×4 e tirolesa. O local tem vistas panorâmicas de atrações como: Los Glaciares, Torres de Paine, no Chile, e Fitz Roy, em El Chaltén. Além disso, oferece oportunidades de observar de perto fauna e flora típicas, com florestas de langes, estepes e animais como condores e guanacos – da família das lhamas e alpacas.

Para mais informações entre em contato pelo telefone (12) 3500-0635, pelo e-mail relacoespublicas@brasileirosemushuaia.com.br ou acesse www.brasileirosemushuaia.com.br

Nozestur faz passeio pelas belezas da Foz do São Francisco

Paisagens paradisíacas. Sol, água transparente, coqueiros, dunas branquinhas que teimam em se manter vivas entre as vegetações, barcos de pescadores, ilhas e cenários indescritíveis.

Estamos falando do passeio que a Nozestur disponibiliza ao maior e mais belo rio do Brasil, o São Francisco, com sua exuberante foz. O Velho Chico rasga e margeia a cidade sergipana de Brejo Grande, de onde sai o confortável catamarã que navega pelas esverdeadas águas até o seu encontro com o mar.

Numa viagem de aproximadamente 130 km partindo da graciosa capital sergipana, Aracaju, a viagem até o local da partida do catamarã da Nozestur é de quase três horas, contando uma rápida parada de 20 minutos. Tirando as obras intermináveis de duplicação da BR, o passeio vale muito a pena.

A cidade de Brejo Grande, local em que iniciamos o roteiro, é bem  pequena, simples, com ares de uma vila de pescadores. De lá, embarcamos no catamarã da agência de turismo Nozestur. O roteiro inclui um almoço, no retorno do passeio. Ainda assim, durante o tempo em que passamos navegando pelo rio, foram oferecidas frutas de cortesia e também havia serviço de bebidas pagas à parte.

Não custa nada lembrar a importância do Rio São Francisco para o Brasil. Com sua nascente no estado de Minas Gerais, na cidade de São Roque de Minas, o rio atravessa vários estados: Bahia, Pernambuco, Sergipe e Alagoas (e faz a divisão natural entre estes dois últimos). Com extensão de 2.863 km, o rio da integração nacional, também conhecido como Velho Chico, foi descoberto em 1501, por Américo Vespúcio, com nome dado em homenagem ao santo, Francisco de Assis. Números que impressionam são de seus afluentes: 90 pela margem direita e 78 pela margem esquerda.

A cidade alagoana de Penedo, que fica do lado esquerdo de quem desce o rio em direção à foz ao longo do passeio e onde foram filmadas cenas do filme “Deus é Brasileiro”, com o ator global Antônio Fagundes, foi fundada em 1522, às margens do rio, como primeiro núcleo povoador das margens.

O passeio náutico é bastante confortável. As paisagens que descortinam o horizonte são lindas e inesquecíveis! O catamarã vai até o ponto máximo permitido pelos órgãos fiscalizadores do Meio Ambiente, pois a região é uma APA – Área de Proteção Ambiental, e leva uns 45 minutos até lá. Ele atraca num enorme banco de areia formado por dunas. De um lado, temos o Rio São Francisco e o estado de Sergipe e, do outro lado, temos o Oceano Atlântico, que banha parte de Alagoas.

Na verdade, uma hora é pouco para apreciar tanta beleza! Reunindo rio, dunas, coqueiros, lagoa e mar, sinceramente é o paraíso perfeito. Nesse local das dunas, há vendedores com artesanato e também algumas barracas que oferecem bebidas e comidinhas locais. Algumas barracas comercializam artesanato e outras oferecem cocadas fresquinhas e coloridas de diversos sabores.

O retorno também é bem interessante, pois você pode banhar-se com as águas doces do Velho Chico nos chuveiros do catamarã para se refrescar enquanto aprecia a bela paisagem do rio e dos coqueiros. Quase chegando à foz, preste bastante atenção, pois é comum ver o balé dos golfinhos que nos brindam com seus saltos elegantes. O roteiro leva o dia inteiro e chegamos a Aracaju já de noite.

O legal para quem faz esse passeio para a foz do São Francisco e também o passeio do Cânion do Xingó é poder comparar esses dois trechos. Embora façam parte do mesmo rio, são super diferentes, desde a tonalidade das cores até o tipo de correnteza. Na foz do São Francisco, a correnteza é mais intensa, há ilhotas no meio do caminho e até mesmo coqueiros solitários. Inclusive, para tomar banho no rio na foz do São Francisco, eles orientam entrar somente um pouco, primeiro porque afunda muito rápido, segundo por causa da correnteza. Já o rio que se apresenta na região do Cânion do Xingó é mais calmo, com cores diferentes, cercado de rochas e uma vegetação mais agreste.

A Nozestur é a maior empresa de receptivo de Sergipe e uma das mais atuantes do Nordeste brasileiro. Estima-se que nos meses de alta temporada a empresa chega a transportar diariamente entre 5.000 a 6.000 turistas, nos mais de oito roteiros que ficam à disposição de quem chega a Sergipe, principalmente a Aracaju.

O Diretor Executivo da Nozestur é Hamilton Nascimento, que tem mais de 30 anos de experiência no turismo receptivo de Sergipe e atualmente comanda uma equipe de mais de 130 colaboradores, entre diretos e indiretos. A importância da Nozestur para o turismo sergipano é inegável. Mais de 65% das operações terrestres são executadas pela empresa, que continua em contínuo processo de investimento.

Onde ficar: Radisson Hotel Aracaju

Bem localizado em plena Orla de Atalaia, o Radisson Hotel Aracaju oferece diversos atrativos para melhor atender aos públicos mais exigentes. Conta com 148 apartamentos bem equipados, restaurante, copa baby, lobby bar, SPA, salão de beleza, piscina, estacionamento coberto e room service 24h, entre outros benefícios. Disponibiliza também o serviço de transfer cortesia entre o hotel e o aeroporto, mediante agendamento. Além disso, o hotel é pet friendly. Mais informações em: www.atlanticahotels.com.br

Texto por: Cláudio Lacerda Oliva

Fotos: Raquel Megiolaro

 Estada revigorante na Serra da Mantiqueira – (MG)

Monte Verde convida ao sossego e à contemplação da natureza em um ambiente acolhedor e romântico. Se você quer desacelerar, temos uma dica para você.

Descobrir o que há nas belezas de Monte Verde, cercada pela Serra da Mantiqueira, é um passeio e tanto para quem busca um pouco de sossego durante as “mini-férias” de Carnaval. Localizada na Sul de Minas Gerais, na divisa com São Paulo, o destino é um mundo de paisagens verdes, cheio de romance e deliciosa gastronomia. As esverdeadas montanhas convidam a realizar caminhadas nas trilhas ecológicas ou se aventurar na prática de esportes radicais. O fresco clima do local e a segurança das ruas fazem com que o turista se sinta à vontade para passear tranquilamente pela vila.

Divulgação

Inserida ao redor de um bosque de araucárias e bem próximo ao centro, a Pousada Jardim da Mantiqueira convida a desfrutar do feriado de uma forma completamente inusitada. Em um ambiente mais familiar e acolhedor, o som da natureza faz com que você consiga desacelerar. Totalmente equipados para o conforto de seus visitantes, os chalés possuem muita luz natural e decoração de estilo minimalista; com lareira, hidromassagem, vista para as montanhas e varanda privativa.

Para o Carnaval, os pacotes são de quatro diárias, do dia 21 a 25 de fevereiro com o café da manhã incluso – um verdadeiro show de quitutes da culinária mineira e têm valores a partir de R$ 3420,00 à vista via depósito ou transferência ou até duas vezes sem juros a partir de R$ 3600,00, para o casal.

Mais informações www.pousadajardimdamantiqueira.com.br

Desfrute a dois do feriado de Carnaval em Monte Verde

Eleito recentemente um dos 10 lugares mais acolhedores do mundo o distrito de Monte Verde proporciona um ambiente romântico e revitalizante.

Um paraíso espera por você neste feriado de Carnaval. Eleito recentemente um dos 10 lugares mais acolhedores do mundo pelo Traveller Review Awards, o prêmio anual da Booking, o distrito de Monte Verde proporciona um ambiente romântico e revitalizante. As moderadas temperaturas e o ar fresco da montanha acalmam a qualquer pessoa que visita o local, garantindo uma estada revigorante. O distrito tem ainda ampla oferta de restaurantes e bons lugares para se hospedar, com destaque para a Pousada Pedras e Sonhos, um recanto que combina a exclusividade, o luxo e o romanticismo em um mesmo lugar.

Divulgação

O empreendimento possui cinco chalés em alvenaria equipados com banheira de hidromassagem dupla e uma decoração intimista. O Chalé da Pedra é o sexto componente, construído em cima da pedra e feito totalmente de madeira, com uma varanda de 360º. Acomoda até quatro pessoas e dispõe de tudo o que for necessário para o conforto de seus hóspedes, com sala, cozinha, banheira de hidromassagem dupla e claro, uma vista inesquecível.

Os pacotes de Carnaval incluem quatro diárias (de 21 a 25 de fevereiro) e café da manhã. O valor para casal vai a partir de R$ 4860,00 à vista ou R$ 5400,00 no cartão de crédito em três vezes sem juros.

Mais informações www.pousadapedrasesonhos.com.br

 

Texto por agência com edição de Natalia Bastos.

Conheça a cidade mineira que aparece entre os 10 lugares mais acolhedores do mundo

Os vencedores fazem parte do Traveller Review Awards 2020, prêmio anual da Booking.com que homenageia os parceiros de acomodação e que, nesta oitava edição, conta com quase 1 milhão.

A  Booking.com acaba de divulgar a lista dos 10 destinos mais acolhedores do mundo. A seleção foi realizada com base nas experiência dos viajantes do mundo inteiro. O distrito de Monte Verde, em Camanducaia, no Sul de Minas Gerais, é o único do Brasil que aparece entre os 10 mais. (Veja lista completa no final).

Os vencedores fazem parte do Traveller Review Awards 2020, prêmio anual da Booking.com que homenageia os parceiros de acomodação e que, nesta oitava edição, conta com quase 1 milhão (986.449) de prêmios distribuídos em 220 países e territórios.

Pela primeira vez, a Booking.com também homenageia os parceiros que oferecem serviços de transporte. A premiação é uma forma de reconhecer e valorizar os parceiros pela fantástica hospitalidade oferecida, possibilitando aos viajantes terem uma experiência incrível ao reservar uma acomodação, alugar um carro ou pedir um táxi para o aeroporto.

Em 2020, os países com o maior número de vencedores incluem: Itália (130.253), Espanha (66.755), França (61.492), Alemanha (49.777), Croácia (42.763), Estados Unidos (42.112), Reino Unido (41.848), Polônia (36.793), Rússia (36.296) e Grécia (33.259). No Brasil, 30.449 parceiros de acomodação foram reconhecidos.

Conheça os destinos mais acolhedores

1. Goreme (Turquia)
2. Tatranska Lomnica (Eslováquia)
3. Phong Nha (Vietnã)
4. Kobarid (Eslovênia)
5. Cochem (Alemanha)
6. Doolin (Irlanda)
7. Taitung City (Taiwan)
8. Schenna (Itália)
9. Monte Verde (Brasil)
10. Lake Tekapo (Nova Zelândia)

Transporte

É a  primeira vez que a Booking.com está incluindo os parceiros que oferecem serviços de aluguel de carro e de táxi para o aeroporto no Traveller Review Awards, para garantir que os viajantes tenham a melhor experiência possível, não importa qual seja o meio de transporte que eles escolham.

O prêmio homenageia neste ano 2.931 locais onde é oferecido o serviço de aluguel de carros, englobando 160 países e territórios. Os locais mais premiados no mundo todo incluem: Aeroporto de Alghero, Itália (13); Aeroporto de Menorca, Espanha (12); Aeroporto de Cracóvia, Polônia (12); Aeroporto de Adelaide, Austrália (12); Aeroporto de Christchurch, Nova Zelândia (12); Aeroporto de Stuttgart, Alemanha (11); Aeroporto de Paphos, Chipre (11); Aeroporto de Cairns, Austrália (11); Aeroporto de Budapeste, Hungria (11); e o Aeroporto de Coolangatta em Gold Coast, Austrália (11).

Os táxis dos aeroportos, que estão disponíveis em mais de 750 destinos em todo o mundo, também estão sendo reconhecidos por seu excelente serviço pela primeira vez, com 2.114 motoristas em 27 fornecedores vencedores do Traveller Review Awards. Com o início deste novo ano de 2020, os viajantes podem contar com este serviço de táxi nos aeroportos em sua próxima viagem.

Como é feita a avaliação

Para ser premiada a acomodação e o serviço de aluguel de carros precisam ter uma nota de avaliação média igual ou superior a 8 (de 10), com base nas últimas 5 avaliações recebidas até às 23h59 (Horário da Europa central) de 31 de outubro de 2019.

Para ganhar um prêmio, os fornecedores de táxi do aeroporto precisam ter uma nota de avaliação média igual ou superior a 4.5 (de 5) além de terem concluído 2.000 corridas até às 23h59 (Horário da Europa Central) de 31 de outubro de 2019.

Pode deixar uma avaliação somente os clientes que de fato se hospedaram em uma acomodação ou alugaram um carro. A avaliação é feita no site da Booking.com. Como essas avaliações não são editadas ou corrigidas, os visitantes do site podem tomá-las como uma referência autêntica da experiência de um viajante real ao se hospedar em uma acomodação ou utilizar o serviço de transporte terrestre fornecido pelos parceiros da Booking.com.

Garanta aqui sua hospedagem em Monte Verde

 

Radisson Aracajú dá dicas de passeios na capital sergipana para o verão

Entre rios caudalosos, manguezais e o mar, Aracaju é a capital mais tranquila do Nordeste. Confira as principais atrações de Aracaju e monte seu roteiro.

A cidade combina belos atrativos naturais com parques, praias bem estruturadas e um clima muito hospitaleiro. O Radisson Aracajú dá dicas de passeios nas principais atrações da capital sergipana. Monte seu roteiro para as férias de janeiro!

Praia e Orla de Atalaia

Praia de Atalaia – foto por iStock / Wagner Tarso

É na Praia de Atalaia que se concentra a zona hoteleira de Aracaju, um dos locais mais bonitos da cidade. Ali fica o Radisson Hotel Aracaju, que tem a melhor avaliação da cidade. A orla é muito bem cuidada e tem boa estrutura, com calçadões, ciclovia, bares, quiosques e restaurantes. Uma das atrações em Atalaia é o Oceanário, o primeiro do Nordeste, criado e mantido pelo Projeto TAMAR.

Crôa do Goré

Crôa do Goré – foto por Cleverton Ribeiro.

Da Orla do Pôr do Sol partem os catamarãs que levam à Crôa do Goré, um banco de areia no Rio Vaza Barris que é formado na maré baixa. Para quem visita o local, há guarda-sóis, redes coloridas, mesas e cadeiras para relaxar. Ali, é possível aproveitar a refrescante água do rio em um trecho bem rasinho, além de bebidas e petiscos. O passeio leva ainda à Ilha dos Namorados.

Museu da Gente Sergipana

MTur; Museu da Gente Sergipana – foto por Cleverton Ribeiro

No centro de Aracaju, esse é um museu premiado, que mostra a cultura sergipana por meio de exposições criativas. Os espaços são dedicados a vários aspectos da cultura e das tradições locais, como o cordel, as festas populares e os ritmos do estado.

ONDE FICAR: Radisson Hotel Aracaju

Divulgação.

O Radisson Hotel Aracaju tem a melhor avaliação entre os hotéis da capital sergipana. Com 10 anos de funcionamento, faz parte da rede Atlântica Hotels e oferece diversos diferenciais para melhor atender aos públicos mais exigentes. Conta com 148 apartamentos, todos equipados com Smart TV, chaleira elétrica com opções de café e chás, secador profissional, ferro e tábua de passar e amenities diferenciados da marca Rituals.

A piscina é rodeada por espreguiçadeiras e um convite ao descanso. De lá é possível observar o movimento no calçadão da Orla de Atalaia. O Radisson Hotel Aracaju dispõe de restaurante, copa baby, lobby bar, SPA, salão de beleza, estacionamento coberto, piscina e room service 24h, entre outros benefícios. Disponibiliza também o serviço de transfer cortesia entre o hotel e o aeroporto, mediante agendamento. Além disso, o hotel é pet friendly.

Para o mês de janeiro de 2020, as tarifas estão a partir de R$ 400,00 (mais taxas) em apartamento para duas pessoas.

Rua Dr. Bezerra de Menezes, 40 – Aracaju/SE

Telefone: (79) 3711-3300

Mais informações: www.atlanticahotels.com.br

Reserve aqui sua hospedagem. 

Praia de Aruana

Esta é uma das melhores praias do destino, com ótima balneabilidade, areia clara e mar com um lindo tom azul. É mais tranquila, além de ter uma boa estrutura turística, com barracas de praia. Fica a menos de 5 km de Atalaia.

Centro histórico

Junto ao Rio Sergipe, o centro histórico de Aracaju proporciona um ótimo passeio a pé. Com antigas construções bem preservadas, é uma viagem ao passado da cidade. Além do Museu da Gente Sergipana, visite também a bela Catedral Metropolitana, do século XIX, o Palácio Museu Olímpio Campos, o Palácio Fausto Cardoso e os três mercados municipais, onde você pode encontrar artesanato, doces típicos, frutas, castanhas, peixes e muito mais.

Destinos próximos

No entorno de Aracaju, há outras cidades que valem a visita, localizadas a poucos quilômetros de distância. Uma delas é Pirambu, que, além de uma linda praia de areias douradas, guarda a primeira base do TAMAR instalada no Brasil. Fora da faixa litorânea, São Cristóvão e Laranjeiras são duas cidades históricas de Sergipe, ambas a menos de 30 km de Aracaju. Considerada a quarta cidade mais antiga do Brasil, São Cristóvão tem mais de 400 anos de história e arquitetura colonial.

Texto por agência com edições de Natalia Bastos. Imagem destacada: Radisson Aracaju. Divulgação.

Férias em Saint-Martin, o lugar ideal para as férias de verão

Saint-Martin, no Caribe Francês, mescla a hospitalidade caribenha com a l’art de vivre francesa e oferece muitas atrações e clima tropical.

 Parte norte da ilha paradisíaca franco-holandesa no Caribe, Saint-Martin é o lugar ideal para passar as férias de verão. Praias belíssimas, ambiente descontraído, ótima rede hoteleira, gastronomia de primeira e super variada e muitas atividades para fazer – seja sozinho, em casal, família ou grupo de amigos. Com clima tropical, a temperatura média anual alcança os 27º C.

Região Ultramarina da França, Saint-Martin tem nas praias o principal cartão-postal. No total há 26 opções para o turista, no mínimo, curtir o sol do Caribe. O mar é ótimo também para a prática de esportes como surfe, kitesurfe e canoagem e para passeios de catamarã, com opções de mergulho livre ou com snorkel. A visibilidade embaixo d’água permite, praticamente todos os dias, a observação privilegiada da fauna e flora marinhas.

Em relação à gastronomia, os restaurantes e bares mesclam as cozinhas francesa, caribenha e de vários outras origens, e a excelência da culinária local conduziram o destino à posição de Capital Gastronômica do Caribe.

Baie Longue-Saint Martin. Divulgação

Vale a pena provar o drinque típico local, o ti’punch, feito com rum branco, limão e xarope de cana-de-açúcar. O Caribe é o lar do rum – bebida alcoólica obtida do destilado de melaço de cana-de-açúcar, envelhecida em barris de carvalho.

A variedade na culinária pode ser explicada também pela população. “É uma ilha pequena, com 87 km2 de área – sendo 53 km2 na parte francesa e 34 km2 na parte holandesa, Sint Maarten –, e que reúne uma população simpática e acolhedora de 85 mil pessoas com uma ampla diversidade de origens: mais de 100 nacionalidades estão representadas”, destaca a diretora da Secretaria de Turismo de Saint-Martin, Aida Weinum.

Em Saint-Martin, o francês é o idioma oficial e outras línguas são faladas como o inglês e o espanhol. As lojas são dutyfree, portanto dá para recuperar as taxas e os impostos na hora de voltar ao Brasil. Para brasileiros não é exigido visto de entrada.

 

Em relação à hotelaria, Saint-Martin oferece uma boa variedade com estabelecimentos charmosos até hotéis de luxo, como o La Samanna, da rede Belmond, e o La Playa – que investiu € 5 milhões em uma ampla modernização. Em fevereiro do próximo ano será inaugurado o Secrets St. Martin Resort & Spa, da rede AMResorts. Para viajar ao destino é necessário fazer uma conexão na Cidade do Panamá ou em Miami.

 Serviço:

Passeios/Eventos

Catamarã – A Blue Beard e a Scoobidoo fazem passeios regulares e privativos
Kitesurfe – A B52 Kiteschool oferece curso, navegação supervisionada e aluguel
Paraquedas – A SXM Parachute faz saltos acompanhados
Reserva Natural – Local protegido e regulamentado, pode ser visitado para mergulho, passeios (barco e canoas) e praias, sempre via agência de receptivo
SXM Festival – O festival de música eletrônica ocorre nos lados da ilha e será de 11 a 15 de março de 2020
Salsa Festival – Em 2020, o evento será de 23 a 27 de abril

Restaurantes

Bacchus – Em um mesmo lugar loja de vinho, restaurante e café
Kontiki Beach – Este “pé na areia” em Orient Bay oferece serviço de praia, drinques, petiscos e refeições
L’Atelier – Casa especializada em carnes e peixes em Orient Bay
La Villa – Opção para jantar na baía de Grand Case
Le Piment – Massas, saladas, carnes, peixes, frutos do mar em Orient Bay
Le Pressoir – Elegante restaurante, tem mais de 150 rótulos de rum
Rainbow Café Beach – “Pé na areia” em Grand Case, tem serviço de praia, petiscos, almoço e jantar
Rhum Island – Fábrica e loja de rum

Para mais informações acesse www.st-martin.org

Texto por agência com edições. Imagem destacada por  Laurent Benoit.

Voe com Alitalia e conheça a magia do Natal italiano

Viajantes que querem curtir este momento no destino, podem contar com os voos diretos da Alitalia do Rio de Janeiro e de São Paulo para Roma.

O Natal se aproxima e já é possível ver pelas cidades ao redor do mundo as luzes como enfeites, árvores de natal e presépios. E embora a data seja a mesma para todos, cada um tem seu jeito particular de celebrá-la. Na Itália, são muitas as tradições e costumes típicos da época.

Divulgação.

Maior árvore de Natal do mundo

No centro da Itália, uma pequena cidade medieval chama a atenção do mundo por montar a maior árvore de Natal do mundo. Em Gubbio, na encosta do Monte Ingino a árvore se ergue a mais de 700 metros de altura e mais de 400 de largura. São mais de 500 lâmpadas de várias e diferentes cores que cintilam e transformam o local. Há além da árvore uma iniciativa chamada “Adote uma Luz” e com uma pequena taxa é possível adotar uma lâmpada e fazer uma singela homenagem para alguém querido, deixando no site alguma mensagem na sua lâmpada.

Mulheres no Natal

No dia 25 de dezembro o Papai Noel tem um árduo trabalho em visitar as crianças no mundo todo. Porém a Itália possui a tradição de duas mulheres que também visitam os pequenos. A Santa Lucia, a mártir cristã que perdeu a vista e trás presentes às crianças na noite de 12 para 13 de dezembro. E no dia 06 de janeiro Befana, uma velha senhora que voa de casa em casa para encher as meias das crianças que se comportaram de doces e para quem não se comportou deixa carvão. Como faz parte do folclore, a sua origem se perdeu no tempo, mas permanece na cultura popular. Há quem diga que a bruxa foi junto com os três magos visitar o Menino Jesus e por isso é comemorado no dia 06 de janeiro, o dia da Epifania.

Presépios

Os presépios são criações da Itália para o mundo. Tudo começou quando em 1223 São Francisco de Assis aproveitou a data e fez um cenário para representar o Nascimento de Cristo e assim ensinar para os cristãos sobre a importância da data. Com os anos outros locais foram aderindo à prática, até que em 1700 Nápoles transformou a manifestação artística em competição, e os presépios napolitanos chamam atenção até hoje.

 

No Brasil, a Alitalia tem voos diários saindo do Rio de Janeiro e dois voos por dia saindo de São Paulo, todos com destino ao aeroporto de Roma Fiumicino, o hub da companhia.

Sobre a Alitalia

A Alitalia – Società Aerea Italiana (www.alitalia.com.br) é a maior companhia aérea italiana. Como parte de sua programação de verão europeu de 2019, a Alitalia voa para 94  destinos, incluindo 26 destinos italianos e 68 internacionais, com mais de 4.000 voos semanais. A Alitalia possui uma das frotas mais modernas e eficientes do mundo. A companhia é membro da aliança SkyTeam e faz parte da Transatlantic Joint Venture, juntamente com a Air France-KLM e a Delta Air Lines.

Texto por agência com edições

Cinco motivos para visitar a Califórnia no inverno

Para além da praia, Califórnia traz diversas opções de lazer para os brasileiros que querem fugir do verão e conhecer o inverno do hemisfério norte.

A Califórnia possui uma área muito maior do que países como a Islândia e a Grécia. Os seus mais de 400 quilômetros quadrados vão além do verão e de praias paradisíacas. Cada curva do terceiro maior estado dos Estados Unidos guarda atividades de inverno que passam pelo luxo, aventura e atividades em família. Tudo isso combinando neve, montanha e até o deserto, prometendo experiências marcantes a quem conhece as suas atrações. Confira abaixo cinco motivos para surpreender-se com o inverno da Califórnia.

1. É possível curtir neve e deserto em uma viagem só

Parque Nacional Joshua Tree

Além de ter sido recanto das celebridades hollywoodianas nos anos 50, por conta de sua proximidade com Los Angeles – é possível visitar as mansões de algumas celebridades – Palm Springs combina neve e deserto no mesmo local, no inverno. Na cidade, é possível embarcar em um teleférico, o Palm Springs Aerial Tramway, e realizar caminhadas na neve em San Jacinto Mountains. Na mesma viagem, também é possível incluir a visita ao deserto, indo ao Joshua Tree National Park, que fica a apenas 60 quilômetros de Palm Springs.

2. Há locais com neve para toda a família e para esquiadores profissionais

Mount Shasta. Foto por Marco Bicca – Unsplash

O estado possui destinos de neve que já são tradicionais, como Lake Tahoe e Big Bear City. Além dessas regiões, existem verdadeiros paraísos para famílias e até para esquiadores profissionais. A cidade de Tuolumne, em Sierra Nevada, abriga Dodge Ridge, a área de ski mais próxima de San Francisco – a uma distância de 200 quilômetros. O local é excelente para os novatos na prática do esporte e oferece aulas para crianças e adolescentes. Já na região de Mammoth Lakes, June Mountain é conhecida como “a montanha para famílias da Califórnia” e crianças menores de 12 anos não pagam. Outro ponto importante sobre Mammoth Lakes é que, no final de 2019, o local já contou com tempestades de neve, que devem garantir a diversão aos visitantes, que contarão com cerca de 2 metros de neve nas montanhas. Já Mount Shasta, e os seus cerca de 4 mil metros de altura, fica no extremo norte do estado e atrai os amantes de aventura por ser conhecido como um dos cinco melhores locais para a prática de ski no mundo.

3. Existe um inverno para quem não quer muito frio

Parreiras de Napa Valley no inverno. Foto por Visit Napa Valley

Se o objetivo for curtir o inverno, mas evitar temperaturas congelantes, o destino oferece opções para aqueles que procuram o melhor da culinária e do requinte e esperam vivenciar experiências únicas. As regiões de Napa e Sonoma, que ficam a cerca de 100 quilômetros de San Francisco, são clássicos para os amantes de vinhos e gastronomia, além de apresentarem temperaturas próximas dos 21⁰C e céu azul, em fevereiro. Entre 26 de janeiro e 1 de fevereiro, em Napa, e 21 de fevereiro a 1 de março, em Sonoma, os locais oferecem as suas “Restaurant Weeks”, quando restaurantes com estrelas Michelin, como Single Thread, French Laundry e Kenzo, apresentam menus especiais e mais acessíveis.

4. Há atrações disponíveis para quem gosta de ter muito (ou nem tanto) contato com a natureza

Tenda de Mendocino Grove. Foto por Mendocino Grove

Para aqueles que querem curtir a natureza, mas não abrem mão do conforto, o “glamping” pode ser uma opção para fugir do lugar comum. Na costa norte do estado, na região de Mendocino, é possível acampar com conforto em meio ao verde e bem próximo da praia em Mendocino Grove. A propriedade oferece lindas e confortáveis cabanas para casais, famílias e pets, além de contar com uma programação que inclui a preparação de marshmallows em fogueiras, aulas de yoga e ainda é possível assistir ao pôr-do-sol na praia.

O norte da Califórnia guarda outras surpresas aos seus visitantes. A cerca de 140 quilômetros de Mendocino, na costa norte do estado, no parque estadual Humboldt Redwoods, é possível praticar o “snowshoe”, atividade típica de neve, que consiste basicamente em fazer caminhadas com calçados adequados ao terreno. Nessa floresta de sequoias, vivem as sequoias albinas, uma rara espécie desse tipo de árvore, que não possui clorofila. A vegetação albina paira pela floresta com sua folhagem branca, dando um ar fantasmagórico. São conhecidas apenas 50 sequoias albinas no mundo.

5. Preços acessíveis

Downtown LA. Foto por Discover Los Angeles

Los Angeles é, em geral, parada obrigatória dos brasileiros que chegam à Califórnia, principalmente por conta da maior quantidade de conexões de voos para outros destinos (dentro e fora do estado), além de ser a única cidade que possui voos diretos a partir de São Paulo. Com a sua conhecida e agitada agenda cultural e por estar próxima de cartões-postais famosos, como Venice Beach, Santa Mônica e Hollywood, a cidade ainda foi listada pelo Booking.com como um dos seis destinos internacionais que ficam mais baratos em dezembro, mês de festividades no Brasil e do início do inverno nos Estados Unidos.

Texto por agência com informações.

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com