Tudo viagem

Gol vai atingir 30% de sua capacidade com o lançamento de 250 voos diários em julho

A Gol vai reativar os voos diretos de Salvador para Recife, João Pessoa, Natal, Fortaleza, Vitória, Belo Horizonte, Rio de Janeiro/Santos Dumont.

A Gol terá no mês de julho 250 voos diários que vão atender 100 diferentes mercados domésticos, o que representa 30% de sua capacidade operacional. Antes da pandemia a companhia chegou a oferecer 800 voos diários. Quando comparado com o mês de junho, que contempla 100 voos diários, em julho o aumento será de 150% nas decolagens da Gol.

Em julho os  aeroportos de Brasília (BSB), Galeão (GIG), no Rio de Janeiro, e Guarulhos (GRU), em São Paulo,  serão destaque no número de rotas reativadas da Gol. Brasília volta a ser um dos hubs da companhia, passando a se comunicar com 14 novos mercados (11 operados pela Gol, e 3 pela companhia parceira VoePass), entre eles, Florianópolis (FLN), Vitória (VIX) e Campo Grande (CGR).

A Gol é a única que terá em julho voos sem escalas de Brasília para  Aracaju (AJU), Goiânia (GYN), Florianópolis, Maceió (MCZ), Natal (NAT) e Vitória. Brasília vai receber voos de Palmas (PMW), Boa Vista (BVB), Rio Branco (RBR), Porto Velho (PVH), Belém (BEL), Manaus (MAO) e Macapá (MCP).

A Gol vai reativar os voos diretos de Salvador para Recife, João Pessoa, Natal, Fortaleza, Vitória, Belo Horizonte, Rio de Janeiro/Santos Dumont, além de inaugurar serviços para Viracopos (Campinas) e Vitória da Conquista da capital baiana. Fortaleza voltará a ter voos para Belém, Manaus, Teresina, São Luis e Santarém.

Confira as 8 bases regionais que serão reativadas pela Gol

Sinop (OPS), no Mato Grosso

Vitória da Conquista (VDC), na Bahia

Passo Fundo (PFB), no Rio Grande do Sul

Joinville (JOI), em Santa Catarina

Cascavel (CAC), no Paraná

Uberlândia (UDI), em Minas Gerais,

Santarém (STM), no Pará

Viracopos (VCP), em Campinas (SP)

Confira os 6 destinos regionais da Gol que serão operados pela VoePass

Barreiras (BRA), na Bahia

Araguaína (AUX), no Tocantins

São José do Rio Preto (SJP), em São Paulo

Dourados (DOU), no Mato Grosso do Sul

Rio Verde (RVD), em Goiás

Araçatuba (ARU), em São Paulo

Frase….

“O transporte aéreo é um serviço essencial para o País, principalmente em um momento como o atual. Na Gol, a demanda dos Clientes é parte da importante decisão de oferecer o serviço de uma rota, sempre levando em conta as medidas de Segurança, em conformidade com os órgãos competentes tanto no Brasil como no Exterior”

Celso Ferrer, vice presidentes de Operações da Gol.

Pretende viajar? Garanta aqui passagens aéreas com descontos especiais

Gol vai reativar voos em Porto Seguro e mais 4 cidades; veja quais

A empresa estabelece o retorno das decolagens do aeroporto paulista para Florianópolis (FLN), Navegantes (NVT) e Salvador (SSA), com quatro saídas na semana, e Recife (REC), com seis.

A Gol vai aumentar em junho de 68 para 100 o número de voos diários, um acréscimo de 47% em relação ao mês de maio. Serão reabertas a partir do dia 10 de junho as bases de Chapecó (XAP), em Santa Catarina, Ilhéus (IOS) e Porto Seguro (BPS), na Bahia, Juazeiro do Norte (JDO), no Ceará, e Petrolina (PNZ), em Pernambuco.

Todos os voos da Gol serão para o Aeroporto internacional de São Paulo, em Guarulhos (GRU). Com exceção de Juazeiro, com quatro saídas semanais, os demais destinos têm três frequências.

“Comparando-se com as operações vigentes no período que antecedeu a chegada do coronavírus ao Brasil, essa centena representa uma redução ainda marcante da capacidade da companhia, de 87%”, diz trecho de um comunicado da Gol.

O Aeroporto de Congonhas, um dos mais importantes do Brasil, passará a complementar as ofertas do aeroporto de Guarulhos, que deixa de concentrar todas as atividades da Gol. A empresa estabelece o retorno das decolagens do aeroporto paulista para Florianópolis (FLN), Navegantes (NVT) e Salvador (SSA), com quatro saídas na semana, e Recife (REC), com seis.

Congonhas terá  horários para atender os clientes corporativos que precisam viajar para Belo Horizonte (CNF), Curitiba (CWB) e Porto Alegre (POA). Todos esses trechos entram em vigor no dia 10 de junho.

O aeroporto internacional de Brasília, que desde maio atende primordialmente ao Norte do País, ganha reforço com novos voos para essa região, assim como para o Sul, o Sudeste e o Nordeste. Na capital federal, a GOL resgata ainda operações para Recife (REC), com três frequências semanais de ida e volta – além do Galeão, no Rio de Janeiro, de segunda a sábado, também no dia 10 de junho.

Mais voos no Galeão

A Gol vai ampliar o número de voos do Galeão para o Nordeste, cujos destinos estão sendo contemplados desde maio. As novidades nesse aeroporto internacional são a rota para Aracaju (AJU) – às terças, quintas e domingos – e as partidas para Curitiba e Porto Alegre (ambas de segunda a sexta e domingo), e Vitória (segunda, terça, quarta, sexta e domingo). Esses voos também terão início em 10 de junho.

Segundo a Gol, a bases reabertas em maio – Navegantes, em Santa Catarina, e Foz do Iguaçu, no Paraná – mantêm-se em atividade em junho, período para o qual a empresa não tem planos de reaver seus voos internacionais.

A Gol alerta que a austes pontuais na malha aérea poderão ocorrer face a mudanças de cenários da pandemia ou exigências regulatórias. As passagens dos novos voos já estão sendo vendidas no site da Gol.

Pretende viajar? Garanta aqui passagens aéreas com descontos especais

Gol vai aumentar de 51 para 68 o número de voos em Guarulhos

O aeroporto do Galeão, que em abril tinha voos apenas para Guarulhos, começa a operar em 24 de maio com frequências para as capitais do Nordeste.

A partir de 24 de maio a Gol vai aumentar de 51 para para 68 o número de voos diários operados no Aeroporto de Guarulhos, principal hub da companhia. A Gol está ampliando o número de frequências em várias cidades entre 4 e 31 de maio. A redução de voos começou e março deste ano, quando começaram a aumentar os casos de coronavírus. A ampliação de voos ocorre em função do aumento da demanda em função da liberação das atividades comerciais em algumas cidades.

A ponte-aérea Rio/São Paulo terá voos que vão proporcionar comodidade àqueles que precisam desembarcar em pontos mais centrais das duas capitais. Os voos entre o Santos Dumont e Congonhas, suspensos em março, serão retomados no dia 24 de maio deste ano.

Os aeroportos de Congonhas e do Santos Dumont passam a contar com oferta de decolagens para Brasília (BSB). Segundo a Gol,  todas essas rotas serão dois horários de ida e volta nos dias úteis e um aos domingos, a partir de 24/05. Ainda a partir dessa data, o aeroporto de Santos Dumont contará com voos para Vitória aos domingos, segundas, quintas e sextas, e para Porto Alegre às segundas, quintas e sextas.

O aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, que em abril estava se conectando apenas com o de Guarulhos, começa a operar em 24 de maio com frequências para as capitais do Nordeste. As cidades atendidas são Recife, Salvador, com três frequências semanais, Natal e João Pessoa com quatro frequências semanais, e Fortaleza (FOR), com cinco.

A Gol vai voltar a oferecer três voos do Galeão para Florianópolis, em Santa Catarina. Brasília mantém seu foco para a região Norte, com operações semanais para todas as capitais da região, e passa a atender algumas cidades do Nordeste, do Sul e Sudeste, como Fortaleza, Recife, Salvador, Belo Horizonte, Curitiba e Porto Alegre. Todos esses voos também começam a ser operados a partir de 24 de maio, com três frequências semanais.

Regras para remarcações e cancelamentos

A Gol flexibilizou as regras e os procedimentos para que não haja cobrança de taxa de alteração de voos agendados até 30/9, garantindo o uso integral do valor pago pela passagem em outras viagens. Informações podem ser obtidas no site www.voegol.com.br, nas redes sociais, no aplicativo e pelo telefone da Central de Relacionamento: 0300 115 2121.

 

Pretende viajar? Garanta aqui passagens aéreas com descontos especiais

Veja vídeo dos aviões da Azul parados na Pampulha

No Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, estão 41 aeronaves que não estão sendo usadas pelas companhias aéreas.

As companhias Azul, Gol e LATAM estão operando com apenas 10% de sua capacidade operacional. o Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte, que atualmente não tem voos comerciais, está com 30 aeronaves da Azul que não estão sendo usadas nos voos da companhia.

Ao todo a Azul está com 120 aeronaves paradas. No Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, estão 41 aeronaves que não estão sendo usadas pelas companhias aéreas. A maioria dos aviões são da Azul e Gol. Veja vídeo abaixo feitos por Antônio Paulo.

Vídeo do Aeroporto da Pampulha

Redução de 85%

A crise da pandemia do coronavírus causou uma redução de até 85% no número de voos e de 90% no de passageiros registrados no Aeroporto de Confins. A BH Airport,m concessionária do aeroporto,  preparou toda a infraestrutura necessária para receber mais 29 aeronaves estacionadas.

Frase….

“Para garantir a segurança operacional e preservar as aeronaves, foram definidas posições contingenciais de estacionamento compatíveis com os modelos de aeronaves operados no Brasil. Essas posições são fiscalizadas diariamente pelas equipes de pátio, além de monitorarmos 24 horas por dia por câmeras. Em alinhamento com as companhias aéreas, já disponibilizamos as posições para a utilização e ainda há posições disponíveis para o estacionamento em longa permanência”

Robson Freitas, gestor de Operações Aeroportuárias

Companhia surpreende e lança voos de ida e volta por apenas R$ 60,32 para superar crise

Cada trecho, sem a taxa, custa apenas R$ 30,16 nos voos da Azul de São Paulo para Curitiba para quem pretende viajar no mês de maio deste ano.

Em tempos de crise a redução dos preços é a melhor forma de fazer caixa para seguir em frente. As companhias aéreas reduziram os preços das passagens para quem pretende viajar no mês de maio deste ano, quando quase toda a malha aérea será reativada. Nos voos da Azul de São Paulo (Guarulhos) para Curitiba os bilhetes de ida e volta custam apenas R$ 60,32. Mas atenção! Não é fake news!. Confira na imagem abaixo.

As passagens aéreas de ida e volta de São Paulo para Curitiba custam R$ 161,58 considerando todas as taxas cobradas pela companhia. Cada trecho, sem a taxa, custa apenas R$ 30,16. Na ponte aérea Rio/São Paulo, em voo direto da Azul, as passagens de ida e volta custam R$ 186,46. E olha que estamos falando em uma viagem de Congonhas para o Santos Dumont, uma das rotas mais rentáveis do mundo.

Os valores de São Paulo (Congonhas) para Belo Horizonte (Confins) são surpreendentes: R$ 181,74. Já quem for precisar viajar da capital paulista para Vitória ou Brasília vai pagar apenas R$ 215, valor de ida e volta com todas as taxas incluídas. Também encontramos ida e volta de São Paulo para Porto Alegre por R$ 226,34.

Garanta aqui as passagens para Curitiba a partir de R$ 161

Maioria das ofertas é da MaxMilhas

Passageiros de outras cidades também podem viajar para São Paulo e outras cidades pagando preços incríveis. Basta fazer a pesquisa que se encontra no link abaixo. Os preços citados neste texto são da MaxMilhas, empresa especializada em voos baratos.

A nossa equipe decidiu fazer esse post considerando que muitas pessoas vão precisar de viajar nos próximos meses. Prestar serviço é nosso compromisso em tempos de crise!

Gostou deste post? Repasse para os amigos para que mais pessoas fiquem sabendo desta notícia positiva. Se você encontrou valores ainda menores, repasse para a nossa equipe que vamos divulgar!

Passagens aéreas de ida e volta com taxas incluídas

Está em outra cidade? Garanta aqui descontos especiais na compra das passagens aéreas

Atitude que merece aplausos! Azul, Gol e LATAM estão transportando de graça profissionais de saúde

A taxa de embarque deverá ser paga pelo profissional e cada companhia divulgou as regras para o uso dos assentos gratuitos.

Todos os profissionais de saúde poderão viajar de graça a partir desta segunda-feira (23/03) nos voos das três maiores companhias aéreas do Brasil. A iniciativa é para ajudar no tratamento dos pacientes do coronavírus. A  primeira a anunciar essa medida foi a Gol e em seguida a Azul também divulgou que faria o mesmo. A LATAM também está transportando os profissionais de saúde.

A LATAM em reconhecimento por toda dedicação nesse período, decidiu oferecer mil pontos do LATAM Pass por trecho voado. Quem viajar pela Gol vai ganhar  mil milhas Smiles por cada trecho voado. Confira abaixo regras de todas as  companhias.

A taxa de embarque deverá ser paga pelo profissional e cada companhia divulgou as regras para o uso dos assentos gratuitos. Os documentos que comprovam a atividade na área de saúde fazem parte das exigências.

O que você achou desta iniciativa? É um tipo de atitude em momento de crise que merece aplausos de todos! Compartilhe essa notícia”

Comunicado da Gol

Como forma de contribuição ao combate da Covid-19, a GOL disponibilizará, a partir do dia 23 de março, passagens aéreas sem a cobrança de tarifa aos médicos e demais profissionais de saúde, que precisam se deslocar pelo Brasil para prestar atendimento aos doentes vítimas do coronavírus. Os bilhetes estão sujeitos à disponilidade nos voos.

Smiles também está nessa empreitada e dará mais 1000 milhas por cada trecho voado, como forma de agradecimento e reconhecimento por todo o empenho desses profissionais.

Profissionais da saúde de todo o país podem participar da iniciativa.

Para participar, qualquer profissional da saúde deve se apresentar nas lojas da GOL, localizadas nos aeroportos, com até duas horas de antecedência aos voos para viabilizar, sem custos nas tarifas e pagando apenas a taxa de embarque, o seu deslocamento até à localidade demandada.

Reservas prévias de bilhetes aéreos não são permitidas aos interessados em utilizar o serviço.

• É indispensável a apresentação de:

– Carteirinha de credenciamento profissional validada pelo conselho regional competente;

– Carta emitida por empresas ou instituições de saúde que comprove o motivo da viagem: o cuidado às pessoas enfermas ou com suspeita de contaminação pelo Covid-19.

A solicitação da passagem deve ser realizada no momento da viagem, não podendo ser efetuada dias antes do embarque.

Essa emissão será feita somente nos aeroportos e não poderão ser criadas reservas com trechos de ida e volta.

Essa é a nossa forma de reconhecer o trabalho dos heróis que estão lutando pela vida de todos nós, sem pensar em parar.

Esse vírus também se enfrenta com empatia e solidariedade.

Por isso, a GOL entende que, mesmo no momento mais delicado da história da aviação comercial, precisa dar sua contribuição à sociedade e ao País.

Não existe nada mais importante no momento do que levar a medicina aonde ela precisar chegar. E no que depender da GOL, ela vai chegar.

NOTA À IMPRENSA DA AZUL

A partir do dia 23 de março, a Azul permitirá que médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, farmacêuticos e nutricionistas, que estejam viajando em função do combate ao Covid-19, embarquem em assentos disponíveis nos voos da companhia pagando apenas a taxa de embarque. Para usufruir do programa, o profissional deve comparecer à loja Azul do aeroporto no mesmo dia do voo de interesse, com no mínimo 2 horas de antecedência do embarque. Será necessário apresentar:

Carteira de identificação oficial do Conselho Regional competente (CRM, COREN, CREFITO, CRF ou CRN.)

Declaração por escrito comprovando que o motivo da viagem se dá pelo cuidado a pessoas enfermas contaminadas ou suspeitas de contaminação pelo Covid-19.

Importante: O embarque está sujeito à disponibilidade de assento livre na aeronave. Caso o embarque não seja possível no voo pretendido ou nos demais voos do dia, a taxa de embarque paga será reembolsada no próprio aeroporto.

Programa válido para voos domésticos de 23/3/2020 a 30/4/2020. Será emitido apenas o trecho pretendido de ida, não sendo possível emitir a volta na mesma reserva. Não inclui acompanhante. Inclui 1 volume de bagagem despachada.

Nota da LATAM

A LATAM Airlines, companhia aérea mais pontual do Brasil e que transporta mais passageiros no País, vai transportar a partir de 23 de março os profissionais de saúde para atuar no combate ao Covid-19. Os médicos, enfermeiros e demais especialistas envolvidos no combate à pandemia terão isenção total da tarifa aérea, pagando apenas a taxa de embarque.

Como forma de reconhecimento por toda dedicação nesse período, também ganharão da LATAM Pass mais mil pontos por trecho voado.

O objetivo da LATAM com essa atividade é facilitar o acesso dos profissionais aos locais mais impactados com essa crise sem precedentes. Além disso, a companhia disponibilizará às autoridades de saúde a possibilidade de transportar suprimentos clínicos, amostras e equipamentos médicos necessários para combater o coronavírus.

Essa ação faz parte do programa Avião Solidário que, durante o ano todo, realiza ações com foco em saúde e também em ajuda humanitária.

 

 

Gol suspende todos os voos internacionais até 30 de junho por causa do avanço coronavírus

Segundo a companhia, a suspensão é para é para a companhia se adequar ao novo cenário de demandas por transporte aéreo, dado o advento do coronavírus.

A partir de segunda-feira (23/03) todos os voos internacionais da Gol serão suspensos. As operações serão suspensas até 30 de junho, como forma de garantir a segurança dos seus passageiros e colaboradores.

Segundo a Gol, a suspensão é para é para a companhia se adequar ao novo cenário de demandas por transporte aéreo, dado o advento do coronavírus (covid-19) em nível global.

“Somado a isso, está acatando as restrições de viagem impostas pelas autoridades dos países nos quais opera, na América do Sul, na América Central e no Caribe, além de recomendações das autoridades dos Estados Unidos”, diz nota da companhia.

Os voos domésticos terão redução de 50% a 60% de sua malha aérea. “Trata-se de um processo mais flexível e paulatino, que visa oferecer aos seus Clientes a possibilidade de replanejar suas viagens com comodidade. No total, entre operações nacionais e internacionais, a companhia espera diminuir entre 60% e 70% suas operações até meados de junho”, diz outro trecho do comunicado da companhia,

Desde o surgimento do covid-19, a Gol acompanha de perto as recomendações dos órgãos responsáveis não só com relação à saúde e bem-estar de quem a escolhe para voar, mas também ligadas à flexibilização das políticas de remarcação e cancelamento de viagens nacionais e internacionais, em seus voos próprios ou realizados em conexão com as companhias parceiras.

Confira os voos que serão suspensos

Argentina

Galeão (GIG)-Córdoba (COR): voo 7613 – última operação – 22/3.

Galeão (GIG)-Rosário (ROS): voo 7617 – última operação – 22/3.

Galeão (GIG)-Ezeiza (EZE): última operação 20/3.

Guarulhos (GRU)-Ezeiza (EZE): última operação 21/3.

Guarulhos (GRU)-Mendoza (MDZ): última operação 19/3.

Recife (REC)-Ezeiza (EZE): última operação 14/3.

Natal (NAT)-Ezeiza (EZE): última operação 16/3.

Salvador (SSA)-Ezeiza (EZE): última operação 14/3.

Fortaleza (FOR)-Ezeiza (EZE): última operação 14/3.

Bolívia

(Guarulhos) GRU-Santa Cruz de La Sierra (VVI): última operação 19/3.

Chile

Guarulhos (GRU)-Santiago (SCL): diurno (voos 7660 e 7663): última operação 20/3.

Guarulhos (GRU)-Santiago (SCL): voo 7662 – última operação 20/3; e voo 7661 (SCL-GRU) – última operação 21/3.

Santiago (SCL)-Guarulhos (GRU): última operação 21/3.

Recife (REC)-Santiago (SCL): última operação 14/3.

Equador

Guarulhos (GRU)-Quito (UIO): última operação 15/3.

Estados Unidos

Brasília (BSB)-Orlando (MCO): última operação 20/3.

Fortaleza (FOR)-Orlando (MCO): última operação 20/3.

Manaus (MAO)-Orlando (MCO): última operação 14/3.

Brasília (BSB)-Miami (MIA): última operação 19/3.

México

Brasília (BSB)-Cancún (CUN): última operação 20/3.

Paraguai

Assunção (ASU)-Guarulhos (GRU): última operação 20/3.

Peru

Guarulhos (GRU)-Lima (LIM): última operação 15/3.

República Dominicana

Guarulhos (GRU)-Punta Cana (PUJ): última operação 21/3.

Suriname

Belém (BEL)-Paramaribo (PBM): última operação 07/3.

Uruguai

Recife (REC)-Montevidéu (MVD): última operação 21/3.

Guarulhos (GRU)-Montevidéu (MVD): voo 7632 – última operação 20/03; e voo 7727 – última operação 21/3.

Guarulhos (GRU)-Montevidéu (MVD): voos 7630 e 7631 – última operação 21/3.

Galeão (GIG)-Montevidéu (MVD): última operação 19/3.

Azul pede ao CADE suspensão da parceria entre Gol, VoePass, MAP e TWOFlex em Congonhas

Azul alega que permitir que acordos entre as empresas para a exploração comercial dos slots em Congonhas distorce o processo promovido pela ANAC em prol da concorrência.

A Azul entrou com uma representação no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) questionando a parceria da Gol  com as empresas VoePass,  MAP Linhas Aéreas e TWOFlex no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo. O processo  número 08700.005131/2019-16 começou a ser analisado em outubro de 2019.

A Azul pede ao CADE a suspensão imediata da venda das passagens pela Gol dos voos referentes aos slots (autorização de pousos e decolagens) concedidos à VoePass, TwoFlex e MAP em Congonhas. Na quinta-feira o Tudo Viagem mostrou com exclusividade que a Gol está vendendo toda as passagens dos voos operados pela VoePass.

Entenda o caso

Em julho de 2019 a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) redistribuiu os slots que eram da Avianca Brasil. A Azul ficou com 15 slots, VoePass com 14, MAP com 12 e TWOFlex teve o direito de usar 14 slots na pista auxiliar de Congonhas. Gol e LATAM não receberam novas autorizações no aeroporto localizado na região central de São Paulo.

A Gol é representada no CADE pelo escritório Lefosse. Na defesa apresentada ao CADE a Gol alega que a Azul é a companhia que vende as passagens mais caras do Brasil e nega que a parceria seja uma concentração de mercado, conforme alega a Azul.

“Ressalte-se que, além de não haver qualquer possibilidade de abuso de poder de mercado por parte da GOL em suas operações no aeroporto de Congonhas, em decorrência da celebração de acordos com as companhias VoePass/MAP e TWOFIex, na realidade, a Azul se vale de argumentos vagos e desprovidos de lastro fático e, para além de não ser capaz de sustentar sua acusação, a Azul ignora seu próprio abuso de poder de mercado” diz trecho da defesa da Gol.

A Azul é representada neste processo pela Pinheiros Neto Advogados. No processo a Azul afirma que não questiona o acordo codeshare entre a Gol e VoePass/MAP, mas sim a venda das passagens de Congonhas, onde Gol e LATAM possuem 90% dos slots.

Na sua defesa a Azul alega que: “permitir que acordos de codeshare sejam firmados entre as incumbentes para a exploração comercial dos slots em Congonhas é distorcer o racional do
processo promovido pela ANAC em prol da concorrência, permitindo que uma
ferramenta legítima como o codeshare seja utilizada para um fim ilícito, qual seja,
concentração indevida de mercado”

O que diz a Azul

19. Não se questiona aqui a legalidade de um acordo de codeshare entre operadores aéreos como forma de conferir maior capilaridade às suas respectivas malhas. Ocorre que o processo de redistribuição promovido pela ANAC, ao excluir as empresas incumbentes, GOL e LATAM, que juntas dispõem de praticamente 90% (noventa por cento) dos slots disponíveis no Aeroporto de Congonhas, teve como objetivo justamente promover a concorrência e dar espaço para que as
companhias aéreas de menor porte pudessem atuar no mais disputado aeroporto
brasileiro.

Permitir que acordos de codeshare sejam firmados entre as incumbentes para a exploração comercial dos slots em Congonhas é distorcer o racional do processo promovido pela ANAC em prol da concorrência, permitindo que uma ferramenta legítima como o codeshare seja utilizada para um fim ilícito, qual seja,  concentração indevida de mercado.

O que diz a Gol

Por outro lado, cabe lembrar – até para evidenciar a desfaçatez da acusação – que a Azul é a companhia aérea com o maior preço médio de passagens no Brasil e pratica, sistematicamente, tarifas maiores que a GOL no setor:

3.24 Ainda, ressalte-se que a Representante é a líder absoluta de mercado (com aproximadamente 80% de participação) na oferta de assentos em aeronaves com capacidade de até 75 assentos. Nesse sentido, VoePass/MAP e Two FIex são concorrentes da Azul nesse nicho de mercado. Ora, é no mínimo de se suspeitar se seriam desinteressadas as razões que levaram o maior concorrente do segmento a questionar parcerias firmadas por seus competidores diretos.

3.25 Corroborando com a suspeita de que de fato as intenção da Azul na presente Representação não são nobres e em nada se relacionam com uma preocupação legítima, veja-se que a Azul recentemente firmou acordo para a aquisição da Two Flex.

3.26 Isso posto, ressalte-se que, além de não haver qualquer possibilidade de abuso de poder de mercado por parte da GOL em suas operações no aeroporto de Congonhas, em decorrência da celebração de acordos com as companhias VoePass/MAP e Two FIex, na realidade, a Azul se vale de argumentos vagos e desprovidos de lastro fático e, para além de não ser capaz de sustentar sua
acusação, a Azul ignora seu próprio abuso de poder de mercado – historicamente praticando as tarifas médias mais altas do Brasil – e busca a atuação desse e. CADE para intervir em uma situação sem qualquer repercussão concorrencial.

 

Pretende viajar? Garanta aqui passagens aéreas com descontos especiais

Aeroporto de Montes Claros recebe Boeing 737-800 com 186 passageiros

O Aeroporto do Norte de Minas registra cerca de 280 mil usuários por ano, mas a sua capacidade anual é de 800 mil passageiros. 

O Aeroporto de Montes Claros, no Norte de Minas, recebeu no último sábado (30/11) o Boeing 737-800 da Gol. O voo G3 1370/1371 realizou o voo do Aeroporto Internacional de Guarulhos, na Grande São Paulo. A Gol usa em Montes Claros o Boeing 737-700 com 134 assentos. A operação do Boeing 737-800 em Montes Claros só foi possível porque em março deste ano a Infraero investiu mais de R$ 6,3 milhões no recapeamento na pista de do Mário Ribeiro.

Recentemente a Infraero concluiu os serviços de manutenção da sinalização horizontal da pista do Aeroporto de Montes Claros/Mário Ribeiro (MG). Foram investidos cerca de R$ 130 mil na obra. A companhia Azul, que também opera na cidade, poderá realizar voos em Montes Claros com o A320neo com 174 assentos.

O Aeroporto de Montes Claros registra cerca de 280 mil usuários por ano, mas a capacidade é de 800 mil. Atualmente, o terminal opera diariamente das 5h à 1h, e conta com seis voos diários das companhias Azul e Gol. Esses voos interligam Montes Claros a Confins (MG) e Guarulhos (SP).

Com 38 anos de operações, o terminal é o único da região Norte de Minas Gerais com voos comerciais, sendo fundamental para o deslocamento de passageiros, já que o local abriga universidades e o polo industrial do estado, atraindo principalmente executivos, empresários, professores e universitários

Ampliação do terminal de passageiros

O Aeroporto de Montes Claros também será ampliado. O edital de licitação para início das obras, com o projeto da reforma já foi lançado! A previsão é que as obras se iniciem no primeiro semestre de 2020 e sejam concluídas no final de 2021. A  entrega das obras será parcialmente, conforme o lote que ficar pronto.

Os investimentos vão aumentar a capacidade dos atuais 800 mil passageiros por ano para 1,5 milhão de viajantes anuais. Serão criados espaços, instalados novos assentos e os sanitários serão ampliados. Já a sala de desembarque terá área expandida em 66%. As áreas de circulação e de disposição dos carrinhos de bagagem serão reformuladas e o terminal receberá um espaço para a instalação de balcões de apoio às companhias aéreas.

O projeto da Infraero prevê que a área de check-in será ampliada em 90%,. O espaço ganhará dois novos balcões, além de totens de autoatendimento das companhias aéreas, bem como um conjunto de balança e esteira por balcão.

O projeto prevê ainda que  saguão de passageiros terá área 114% maior do que a atual, ganhará espaços distintos e adequados para circulação e formação de filas e uma porta de acesso exclusiva para o desembarque.

Pretende viajar? Garanta aqui passagens aéreas com descontos especiais

Azul terá voo direto de Guarulhos para Jericoacoara na alta temporada

A Lagoa de Jijoca, também conhecida como Lagoa do Paraíso , é um dos locais mais belos em Jericoacoara, no litoral cearense.

A Azul terá voos de Guarulhos para Jericoacoara (CE) na alta temporada que começa em dezembro e vai até o final de janeiro de 2020. os voos serão às quartas-feiras e sábados.  Nesta rota a Azul vai usar o Airbus A320neo com 174 assentos. A companhia oferece voo direto de Belo Horizonte (Confins) para esse Belo destino localizado no litoral cearense. (Confira ofertas de passagens para esse destino no final).

A Gol também vai reforçar os voos em janeiro de 2020 de Guarulhos com voos todos os dias, exceto às quintas-feiras, de Guarulhos para Jericoacoara. Nossa equipe preparou uma lista com os menores preços para quem pretende viajar no verão de 2020. O menor preços de ida e volta é para quem está em Salvador: R$ 1.003,80, valor com as taxas incluídas.

A Lagoa de Jijoca, também conhecida como Lagoa do Paraíso , é um dos locais mais belos em Jericoacoara. A lagoa é formada pelo barramento dos Córregos do Paraguai e do Mourão, que se deu em decorrência da migração de dunas móveis na planície costeira. Com 57 km de perímetro, as peculiaridades ambientais da Lagoa de Jijoca, como suas águas doces, mornas e cristalinas e sua areia clara, além das diferentes espécies animais e da vegetação diversificada presente no local, a tornam refúgio biológico de grande valor.

Passagens de ida e volta com taxas incluídas nos voos para Jericoacoara

Chegando em Jericoacoara
Garanta aqui as passagens partindo de Guarulhos a partir de R$ 1154
Garanta aqui as passagens partindo de Belo Horizonte a partir de R$ 1514
Garanta aqui as passagens partindo de Rio de Janeiro a partir de R$ 1466
Garanta aqui as passagens partindo de Brasília a partir de R$ 1381
Garanta aqui as passagens partindo de Vitória a partir de R$ 1376
Garanta aqui as passagens partindo de Porto Alegre a partir de R$ 1896
Garanta aqui as passagens partindo de Salvador a partir de R$ 1003
Garanta aqui as passagens partindo de Curitiba a partir de R$ 1435
Garanta aqui as passagens partindo de Uberlândia a partir de R$ 1871

 

Comprou as passagens aéreas? Garanta aqui hospedagem em Jericoacoara

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com