Feira online de casamentos de Ilhabela acontece em junho

Com o apoio da prefeitura de Ilhabela, o grupo de fornecedores de casamentos do destino desenvolveu um portal e uma feira online.

O objetivo é aumentar a divulgação e proporcionar a entrada de dinheiro com negócios fechados durante o evento. A expectativa é que a feira alavanque as vendas com promoções para casamentos a partir de 2021. A feira também irá ajudar o setor hoteleiro, bares e restaurantes e todos os outros setores que trabalham nesse segmento.

O “Vou Casar na Ilha” é o primeiro evento virtual entre noivos e fornecedores de casamento e tem como propósito facilitar e viabilizar a organização de casamentos inesquecíveis.

A iniciativa reúne mais de 80 profissionais de Ilhabela e empresas selecionadas e experientes, com os maiores especialistas em casamentos no litoral e acontecerá nos dias 06, 07, 13 e 14 de junho, das 14h às 19h. Para participar, basta se logar no www.voucasarnailha.com.br e seguir o Instagram @voucasarnailha.

São fornecedores extremamente qualificados e preparados para lidar com qualquer necessidade que um casamento na praia abrange. Com apoio da Secretária de Turismo de Ilhabela, Bianca Colepicolo, a ideia da feira virtual é usar ferramentas online para dicas, apresentações, rodadas de negócios e promoções imperdíveis para os casamentos.

Mais informações em: www.voucasarnailha.com.br

WZ Hotel Jardins continua com operações suspensas em junho

O WZ Hotel Jardins anuncia que a suspensão temporária de suas atividades vai seguir até 30 de junho.

Localizado na capital paulista, o hotel está fechado desde 23 de março, preocupado em garantir a segurança de seus hóspedes e colaboradores durante a pandemia do novo coronavírus.

Os espaços comuns e as acomodações do WZ Hotel Jardins têm passado por um rigoroso processo de higienização, além de pequenas manutenções. O hotel voltará a funcionar com seu alto padrão de qualidade de sempre assim que for possível e estará pronto para receber seus hóspedes.

O WZ Hotel Jardins é um dos maiores empreendimentos hoteleiros da cidade de São Paulo. Além de sediar eventos das mais variadas áreas em seu amplo centro de convenções, possui 320 apartamentos e tem localização privilegiada em bairro nobre de São Paulo.

Para o adiamento das reservas, os clientes podem entrar em contato pelo e-mail reservas@wzhoteljardins.com.br.

Mais informações: https://www.wzhoteljardins.com.br

Munhoz, no sul de Minas Gerais, investe em obras de infraestrutura para retomada do turismo local

A pequena e encantadora Munhoz tem aproveitado o momento da pandemia para avançar nas obras de infraestrutura do município a fim de poder retomar as atividades do turismo após a pandemia.
O Prefeito Otávio Souza decretou estado de emergência logo no início de março e estabeleceu diversas medidas para conter o avanço da contaminação pelo coronavírus no município. Inicialmente, foi permitido o funcionamento apenas dos serviços essenciais, como farmácias, supermercados, açougues e padaria. No entanto, todos os moradores receberam visitas da equipe de Saúde do Município e foram orientados sobre distanciamento social e higienização. Além disso foram instaladas barreiras sanitárias nas entradas da cidade e, em parceria com o setor empresarial local, procedeu a higienização de todas as vias públicas.
Na segunda quinzena de abril, o Prefeito Otávio reabriu os demais serviços e setor de alimentos e bebidas, com normas de distanciamento e número limitado de pessoas nos ambientes, variando para cada segmento e área do estabelecimento, tendo os prestadores de serviços e empreendimentos recebido orientações acerca dos protocolos de atendimento e higienização dos ambientes.
Foto via Divulgação
Com todo esse cuidado, o controle epidemiológico do município tem sido bem sucedido, estando na data de hoje com apenas 10 casos confirmados, sendo 3 casos com alta médica e não tendo nenhum óbito registrado. Mas mesmo em meio a toda essa situação, o Prefeito Otávio Souza tem preparado o município para a retomada da economia pós pandemia investindo na infraestrutura local. Prova disso é a pavimentação da Estrada Ribeirão Fundo, que sempre foi uma necessidade local de inclusão social e melhoria da qualidade de vida.
Foto via Divulgação
O Bairro Ribeirão Fundo e demais bairros no entorno são áreas rurais do município de Munhoz, onde vivem aproximadamente 2 mil pessoas, sendo um terço da população do município. Esses bairros ficam distantes da área urbana da cidade – aproximadamente  de 12 a 18 km – e o acesso é feito por estrada de terra, o que dificulta muito o escoamento dos produtos agropecuários e o acesso da população local para os mais variados serviços essenciais, como saúde, educação, lazer, etc. Outra dificuldade gerada pelo acesso exclusivo pela estrada de terra é o desenvolvimento turístico do Bairro Ribeirão Fundo e entorno, uma vez que a área do município concentra uma grande quantidade de atrativos naturais, como cavernas, cachoeiras, pedras para escalada, rapel e etc.
Foto via Divulgação
Dessa forma, essa obra agora torna-se uma realidade, irá ser um marco na história de Munhoz, possibilitando que o desenvolvimento econômico local e a melhoria da qualidade de vida da população sejam uma realidade. Atualmente o único setor que continua paralisado no município é o segmento de Turismo, e a previsão é que abertura seja gradativa entre a segunda quinzena de julho e primeira quinzena de agosto, seguindo os protocolos de segurança na hotelaria estabelecidos pela Vigilância Sanitária do Estado de Minas Gerais. Até lá, aproximadamente 80% da obra de pavimentação da Estrada do Ribeirão Fundo estará concluída, portanto, os turistas que visitarem Munhoz logo no início de sua retomada ao turismo, irão se surpreender com a facilidade de acesso aos atrativos locais.
Serviço

Prefeitura de Munhoz – munhoz.mg.gov.br

Portal do Turismo – minasgerais.com.br/pt/destinos/munhoz

Texto por Agência com edição

Imagem via Divulgação

Litoral Norte de São Paulo se une a operadoras para destacar Região Turística

Alinhado às estratégias da Secretaria de Turismo do Estado, o Circuito Litoral Norte de São Paulo lança a principal ação unindo os cinco municípios integrantes e fazendo conexão direta com o público dos principais operadores de viagens nacionais.

Litoral Norte
Foto por Maristela Colucci – MTUR

“O Circuito Litoral Norte tem como principal atuação a promoção e desenvolvimento do produto turístico regional. Essa ação foi desenvolvida junto com os municípios e foca no principal ator do turismo, o trade local, que vai poder desenvolver novos produtos, divulgá-los em destaque nos maiores canais de venda do mercado e gerar receita neste momento difícil. Estamos muito confiantes e vamos continuar empenhados na retomada regional”, ressalta o secretário Executivo do consórcio turístico, Gustavo Monteiro.

A campanha de antecipação de vendas oferece a oportunidade de hotéis, agências de receptivo e empresas de transporte turístico de Bertioga, Caraguatatuba, Ilhabela, São Sebastião e Ubatuba apresentarem seus produtos aos grandes operadores para criação de novos produtos e divulgação em destaque nos seus canais de venda.

“Apesar do atual cenário criado pela pandemia, nós já enxergávamos a necessidade de trabalhar melhor a venda do nosso Litoral Norte paulista. A situação só reforçou ainda mais a necessidade e a vontade de explorar novos produtos, diversificando e inovando com parcerias solidas e contando com bons profissionais. O Circuito Litoral Norte para nós, tem exatamente esse conceito, levantando uma bandeira de união entre os municípios, agregando valor e criando oportunidades para o turismo regional. Como uma grande operadora, a CVC Corp já participava ativamente do desenvolvimento de produtos turísticos na região, porém de forma menos abrangente. Agora, com o apoio e orientação do consórcio, temos a oportunidade de ampliar as nossas ofertas e consequentemente, aumentar a nossa demanda de vendas, influenciando positivamente a retomada do turismo local. Com essa ampliação de produtos, o Litoral Norte ganhará mais visibilidade dentro dos nossos canais de vendas focados no lazer como, CVC Viagens, Submarino Viagens, Visual Turismo e até a Trend Operadora que, apesar da força no corporativo, vende muito bem destinos de lazer”, diz o especialista em Distribuição de Produtos da CVC, Luciano Silva.

Grandes operadores recebem antecipadamente as buscas por destinos pela sua credibilidade, segurança e variedade de opções seguras. Mesmo com utilização futura, os produtos do Litoral Norte já vêm recebendo consultas em bom volume nesses canais.

“É um momento que o turismo regional ganhará mais atenção e maior adesão, nossos clientes podem focar em viagens do tipo: “Viaje com seu carro”, “Viaje pertinho”, circuitos rodoviários mais curtos, passeios locais ou somente diárias de hospedagens, utilizando os serviços de qualquer um de nossos parceiros”, completa Silva.

Por meio da inovação em produtos diferenciados, com foco no turismo de experiência, a ação vai atingir diretamente esses turistas que já estão buscando a região. Isso porque, após o período da pandemia, segundo pesquisas do setor e a estratégia de retomada da Secretaria de Turismo Estadual, a tendência é de que as pessoas optem pelo turismo doméstico e, principalmente, regional.

De acordo com estudo realizado em parceria com o Laboratório de Estudos em Sustentabilidade e Turismo da UnB (LETS) e a consultoria Amplia Mundo, locais no próprio país representam 60% das preferências dos brasileiros ainda para 2020. Além disso, a pesquisa aponta que o Sudeste, com 19,8%, é a segunda região alvo das escolhas, atrás apenas Nordeste.

“Eu venho acompanhando o consórcio desde o começo e acredito muito no potencial que nós temos em questão de atrativos culturais e naturais, não só sol e praia. A região contempla uma situação enorme de possibilidades principalmente com a união do empresariado, que é a base desse projeto. Vejo com bons olhos a ação principalmente porque ela será divulgada em grandes operadoras, o que nos garante um resultado mais eficaz. É muito importante essa parceria do Circuito Litoral Norte para fomentar a região com um todo. Abracei a ideia desde o começo, pois acredito muito no potencial desse trabalho em conjunto. Em parceria com receptivos das cinco cidades, fechamos pacotes com hospedagem, transfer, restaurantes e uma série de experiências em cada destino para oferecer o melhor aos turistas”, afirma Marcos Cará, da Maremar Turismo.

Após a fase do chamamento do trade regional, a ação será lançada nas principais operadoras, como CVC, Decolar, Abreutur, Orinter e Interep, e tem período de utilização a ser definido de acordo com as determinações de quarentena do Estado de São Paulo. Além disso, os pacotes terão flexibilização clara em suas regras de cancelamento sem custo.

Para participar, os empresários locais devem se inscrever diretamente na página de sua cidade:

Bertioga: https://forms.gle/3XqYPN6DPykXSQ3C8

Caraguatatuba:http://www.caraguatatuba.sp.gov.br/pmc/wp-content/uploads/2020/05/Edital_290.pdf

Ilhabela: https://forms.gle/9LzVwDxWtGS3y3xh7

São Sebastião: http://www.turismosaosebastiao.com.br/edital-retomada-economia

Ubatuba: http://prefeitura.ubatuba.sp.gov.br/seturCredenciamento/

Foto de chamada: Bruno Quartarone via pixabay

Monte Roraima: descubra paisagens exuberantes no pós-pandemia

Explorar, conhecer e visitar o Monte Roraima é uma das apostas para o mercado interno brasileiro. Descobrir fauna e flora exuberantes, fotografar, conviver com cenários paradisíacos e únicos e se desconectar totalmente dos momentos vividos pelo confinamento social são algumas das propostas turísticas mais completas e impactantes do mercado turístico interno.

Monte Roraima

O Monte Roraima marca a divisa de três países da América do Sul: Brasil, Venezuela e República Cooperativista da Guiana. É considerado um dos lugares geologicamente mais antigos do planeta e está catalogado como o sétimo ponto mais elevado do país, com 2.739 metros. O seu nome deu origem ao Estado de Roraima, a partir da expressão ROROI (verde azulado) e IMA (grande), na língua Pemon (de indígenas que vivem ao sul da Venezuela, da mesma etnia Taurepang, no Brasil).

Atraindo a atenção de turistas, aventureiros, cientistas, biólogos, antropólogos, esotéricos, fotógrafos, cineastas, místicos e todos aqueles que buscam nesta fascinante aventura o reencontro consigo mesmo e com a origem da vida, o atrativo leva a todos a repensarem sobre o verdadeiro sentido de se viver.

O primeiro homem a vislumbrar o Monte Roraima foi o inglês Sir Walter Raleigh em 1595, que chegou até a base, mas não conseguiu subir. Somente em 1884, o botânico Everard Im Thurn conseguiu a proeza. Seus impressionantes relatos inspiraram o escritor Arthur Conan Doyle na obra imortal “O Mundo Perdido”.

O tempo parece ter parado no alto de algumas montanhas do sudeste da Venezuela. Não são montanhas pontiagudas, verdejantes ou nevadas como as que estamos acostumados a contemplar, nem fazem parte de cadeias com alturas monumentais – como os Andes ou o Himalaia. As mais altas não superam os 3 mil metros, porém, não existem montanhas iguais em nenhum outro lugar do planeta.

Nascidas num tempo remoto em que a vida na Terra nem sequer engatinhava, há quase uma centena delas entre as florestas e savanas venezuelanas, invadindo a Amazônia brasileira e a Guiana. Elas têm formas curiosas, cilíndricas, com paredões radicais cor de terra que sustentam imensos platôs. Parecem mesas imensas e ficaram conhecidas como tepuis, palavra que significa montanha na língua dos índios Pemons – grupo ancestral que habitava aquela região. Com suas espécies vegetais e formações rochosas monumentais que chegam a lembrar dinossauros, o Monte Roraima é o mais complexo, desafiador e misterioso dos Tepuis.

Terra de lendas, plantas exóticas e endêmicas

Como todos os tepuis desta região, o Monte Roraima começou a ser desenhado há quase dois bilhões de anos, quando nem sequer os continentes apresentavam seus contornos atuais. O topo do Roraima é um lugar único, sem referências geográficas em qualquer outra região da Terra. O exército de pedras escuras do platô, com formas e dimensões distintas que variam conforme a luz seria capaz de instigar a imaginação até do mais duro e cético dos escritores.

Muitos trechos dos seus quase 90 km de área permanecem ainda intocados, seja pela dificuldade de acesso ou pelas crenças indígenas que os isolam. Para ser ter uma ideia, somente em 1976 é que o primeiro homem (o escritor venezuelano Charles Brewer-Carias) desvendou o impressionante Vale dos Cristais, local próximo ao ponto que marca a tríplice fronteira.

Já as lendas mantidas vivas pelos índios fazem com que visitantes e estudiosos jurem ter visto criaturas pré-históricas, ou ouvido urros estranhos quando alojados na área do Monte Roraima. Mas os únicos seres vivos devidamente registrados no topo do Monte são alguns pássaros, insetos e anfíbios – entre eles a peculiar borboleta-tigre e o sapo preto da barriga vermelha, do tamanho de uma unha.

Estima-se que pelo menos 400 tipos de bromélias e mais de 2 mil tipos de flores e samambaias compõem a diversidade da flora. Isoladas ao longo de milhões de anos, forçadas a adaptar-se por causa da falta de nutrientes do solo, elas evoluíram em novas espécies – as bromélias, por exemplo, criaram surpreendentes hábitos carnívoros, alimentando-se de insetos.

Clima de mistério e o maior salto de cachoeira do mundo

A partir da aldeia Paraitepuy, distante 26 km da base do Monte Roraima, são dois ou três dias de caminhada pela savana, subindo e descendo a todo instante até o alto da montanha. Às margens do Rio Tek (5 horas desde a aldeia) já se tem uma bela vista do Monte Kukenan, irmão do Roraima, mas de exploração muito mais difícil, possível apenas em período de poucas chuvas.

No verão, estação mais seca, é comum a fumaça das queimadas invadirem os acampamentos da trilha. A estiagem, porém, é um fenômeno raro. Chove regularmente ali durante pelo menos oito meses do ano. E mesmo de setembro a abril, época de menos chuvas, o local vive envolto em nuvens, que criam um microclima especial, contribuindo com a atmosfera misteriosa.

Além disso, as águas proporcionam a existência de cachoeiras espetaculares na região, como o famoso Salto Angel, no Ayuan Tepui, o maior salto de água do mundo em queda livre.

Respeito à montanha dos cristais: Turismo de experiência e contemplativo são base do tour

O marco piramidal que define a tríplice fronteira, um elemento totalmente estranho à paisagem, fica numa espécie de arena, cercado por impressionantes formações. De um lado, o Vale dos Cristais, extenso e bonito (na Venezuela); do outro, o temido Labirinto (na Guiana).

Próximo, outro caminho cheio de fendas e lagoas leva ao paredão do lado brasileiro. Muito além do Labirinto fica o Lago Gladys. Muitos índios dizem que o local não existe. Alguns que já estiveram por lá criam dificuldades para encarar mais dois dias de trilha “suicida” a partir do ponto tríplice. O caminho ao Lago é apenas um entre os muitos temores dos índios Pemons, que exercem um estranho controle sobre a montanha.

Sozinho ou em grupo, trilhar os caminhos que levam ao topo do Monte Roraima é sempre uma aventura inesquecível, mas para que isso aconteça, é preciso alguns cuidados especiais e, sobretudo, um bom planejamento.

Serviços:

Como chegar – O Monte Roraima fica ao norte do estado de Roraima, na fronteira com a Venezuela e Guiana. A melhor forma de chegar é de avião até Boa Vista. A partir da capital, são necessárias 2,5h de estrada pela BR 174 até Santa Elena de Uairén, totalmente asfaltada. Depois, mais 68 km até a entrada da vicinal que conduz à Comunidade Indígena de Paraitepuy, localizada no Parque Nacional Canaíma.

Quando ir – A melhor época é no período menos chuvoso, que compreende os meses de setembro a abril, mas cada ano é muito singular. Melhor contatar a agência antecipadamente para saber as condições climáticas da região, que é muito particular. Nesse período sugerido, as trilhas são menos escorregadias, a travessia de alguns rios é menos complicada e há um pouco mais de “conforto” nos acampamentos. As viagens nos outros períodos representam uma aventura maior, compensada também pelo espetáculo das cachoeiras mais densas. A temperatura na base oscila em torno dos 20 graus, e no topo fica por volta de zero graus à noite.

Quem leva – A Roraima Adventures é uma das principais operadoras de turismo da região amazônica e a maior de Roraima. Nesses quase 18 anos de operações, já levou para esse belo destino mais de 7 mil turistas de praticamente todos os Estados brasileiros, e dos mais variados países, como Estados Unidos, França, Alemanha, Inglaterra, Argentina e Chile.

A Roraima Adventures é dirigida pelo experiente Magno Souza, casado, 58, administrador de empresas, que se especializou no turismo ecológico, de natureza e de aventura.

Mais informações e reservas: www.roraimaadventures.com.br ou (95) 3624-9611

*Foto de chamada: Luiz Brito

Emirates realiza voo de repatriação para São Paulo

A Emirates operou um voo especial de repatriação de Dubai para São Paulo no dia 20 de maio de 2020. Esse voo permitiu a viagem de brasileiros que estavam nos Emirados Árabes Unidos e queriam voltar para casa. O voo prosseguiu de São Paulo para Buenos Aires no dia 21 de maio, levando cidadãos argentinos para casa.

O voo EK 2567 partiu de DXB às 07h25, horário local, em 20 de maio e chegou em São Paulo às 15h20, horário local, no mesmo dia.

Somente clientes que atenderam às exigências de entrada na Argentina e no Brasil foram autorizados a embarcar no voo e tiveram que seguir todas as medidas de saúde e segurança exigidas pelas autoridades dos Emirados Árabes Unidos e pelo país de destino.

Segurança é a palavra de ordem na Emirates

A segurança e o bem-estar de passageiros e funcionários são a principal prioridade da Emirates; por isso, a companhia aérea aprimorou várias medidas de precaução durante todo o processo de voo do cliente.

No aeroporto internacional de Dubai, a temperatura de clientes e funcionários é verificada usando medidores térmicos. Barreiras de proteção foram instaladas nos balcões de check-in para fornecer mais segurança durante a interação. Luvas e máscaras são obrigatórias para todos os clientes e funcionários do aeroporto. Todos os tripulantes de cabine, agentes de embarque e funcionários em solo que interagem diretamente com os viajantes usam equipamento de proteção individual (EPI), incluindo avental de proteção descartável e um visor de segurança. Também foram implementados protocolos de distanciamento social, incluindo indicadores físicos no chão e nas áreas de espera do aeroporto para garantir uma distância segura entre os viajantes.

Por motivos de saúde e segurança, o serviço de bordo da Emirates foi modificado para reduzir o risco de contato e infecção a bordo. Revistas e materiais impressos não estão disponíveis durante esse período. Os clientes devem despachar a bagagem da cabine e só podem levar a bordo itens essenciais, como notebook, bolsa de mão, maleta ou itens de bebê.

Voos de repatriação e retomada dos serviços

A Emirates tem trabalhado com embaixadas e consulados para facilitar os voos de repatriação de visitantes e residentes que desejam voltar para seus países. A companhia aérea também anunciou a retomada de voos para nove destinos a partir de 21 de maio, incluindo conexões entre o Reino Unido e a Austrália.

Para obter mais informações sobre a Emirates e reserva de voos, visite emirates.com.

Hotel em São Paulo faz doação de produtos de higiene

No último dia 15, o Century Paulista, hotel localizado em São Paulo, realizou a doação de suprimentos de higiene.

O novo gerente geral do hotel, Fabio Souza, junto com integrantes do Rotary, esteve no 16º DP para acompanhar a ação, que contemplou a doação de sabonetes, papel toalha e papel higiênico em nome do Century Paulista.

Atualmente, o Century Paulista está com as operações temporariamente suspensas devido à pandemia do novo coronavírus e depende de novas determinações do governo do estado para retomar suas atividades. Durante a quarentena, as áreas sociais e acomodações do hotel passarão por um rigoroso processo de higienização, além de pequenas manutenções.

Com localização privilegiada na região do Paraíso, a 500 metros da Avenida Paulista, maior centro financeiro e de negócios da América do Sul e polo cultural da cidade de São Paulo, o Century Paulista atende com excelência tanto o público corporativo quanto o de lazer. Além de estar a poucos quarteirões da estação Brigadeiro do metrô, o hotel oferece fácil acesso a aeroportos, centros de convenções, cinemas, teatros, shoppings, museus e restaurantes.

Hotel Century Paulista

Rua Teixeira da Silva, 647 – Paraíso, São Paulo/SP

Telefones: (11) 3882-9977 / 0800-179977

Reservas e informações em: www.centuryflat.com.br

Consórcio Intermunicipal Turístico do Litoral Norte de São Paulo se manifesta a respeito dos feriados antecipados

O Consórcio Intermunicipal Turístico Circuito Litoral Norte de São Paulo, composto pelos municípios de Bertioga, Caraguatatuba, Ilhabela, São Sebastião e Ubatuba, manifesta grande preocupação sobre a antecipação dos feriados do segundo semestre anunciados ontem pelo Governo do Estado de São Paulo.

Litoral Norte

No ponto de visita dos prefeitos e secretários de turismo locais, tal ação prejudica as medidas sanitárias de cada uma das cidades impostas contra a proliferação do vírus na região pelo consequente aumento do fluxo de pessoas. Além disso, a antecipação dos feriados prejudicará de maneira impactante o setor de turismo, que conta com esses feriados do calendário do segundo semestre no fortalecimento e desenvolvimento econômico de cada município num momento mais seguro. Além disso, essa decisão vai contra o programa de retomada proposto pela Secretaria de Estado do Turismo.

Para a garantia e segurança da população dos municípios, o Consórcio Intermunicipal Circuito  Litoral Norte, que integra ações e decisões na área de turismo nessa região turística, afirma que, se for mantida essa decisão, deve-se ocorrer o fechamento imediato das rodovias que dão acesso à região e a inclusão de barreira sanitária, garantindo a continuação do sucesso das políticas de segurança sanitária adotadas até o presente momento pelas cinco cidades.

Esse bloqueio envolve as rodovias: Tamoios, Rio Santos, Mogi Bertioga e Oswaldo Cruz.

Cientes dos riscos e necessidades dessa importante região turística,  e alinhados na mesma preocupação com o bem estar da população local, representados pelos Secretários de Turismo dos cinco municípios, os prefeitos se manifestaram via ofício ao Governo do Estado, liderados pelo presidente do Consórcio Intermunicipal Circuito Litoral Norte, Felipe Augusto, que também é prefeito do município de São Sebastião.

Hotel Century Paulista anuncia novos gerentes

Próximo à Avenida Paulista, em São Paulo, o Hotel Century Paulista anuncia nova administração a partir de junho, que ficará a cargo dos gerentes do WZ Hotel Jardins.

Ambos os empreendimentos, pertencentes ao Grupo W Zarzur, terão Fabio Souza como gerente geral e Marco Quioratto como gerente comercial. Também está prevista uma integração entre as equipes de vendas, reservas e eventos dos dois hotéis.

Com localização privilegiada na região do Paraíso, a 500 metros da Avenida Paulista, maior centro financeiro e de negócios da América do Sul e polo cultural da cidade de São Paulo, o Century Paulista atende com excelência tanto o público corporativo quanto o de lazer. Além de estar a poucos quarteirões da estação Brigadeiro do metrô, o hotel oferece fácil acesso a aeroportos, centros de convenções, cinemas, teatros, shoppings, museus e restaurantes.

Estrutura

Há 190 apartamentos projetados para a conveniência e o conforto dos hóspedes, nas categorias executivo e luxo e layouts com camas de casal ou camas individuais. Todos os quartos são equipados com ar-condicionado, frigobar, TV Led a cabo, telefone, cofre digital, banheiro privativo, mesa de centro, secador de cabelo e wi-fi gratuito. As diárias incluem café da manhã.

No quesito gastronomia, o Century Paulista oferece dois restaurantes, um com cardápio internacional e outro de culinária japonesa, além de um bar americano, que serve drinques, petiscos e sanduíches. Concierge e room service 24h e estacionamento também são alguns dos serviços disponíveis aos hóspedes.

O Centro de Convenções comporta todos os tipos de eventos e compreende seis salões com flexibilidade de uso. Há salas modulares com capacidade para até 500 pessoas em auditório, mezanino exclusivo para coffee break e espaço para eventos festivos e sociais com pista de dança.

Quarentena em São Paulo

No momento, o Century Paulista está com as operações temporariamente suspensas devido à pandemia do novo coronavírus e depende de novas determinações do governo do estado para retomar suas atividades. Durante a quarentena, as áreas sociais e acomodações do hotel passarão por um rigoroso processo de higienização, além de pequenas manutenções.

Hotel Century Paulista

Rua Teixeira da Silva, 647 – Paraíso, São Paulo/SP

Telefones: (11) 3882-9977 / 0800-179977

Reservas e informações em: www.centuryflat.com.br

Reservas com desconto já podem ser feitas na Jardim da Mantiqueira

Destacada por seu estilo minimalista, a Pousada Jardim da Mantiqueira, no distrito de Monte Verde, oferece desconto especial para a retomada e pagamento em 5 vezes sem juros no cartão de crédito. Além disso, o empreendimento conta com novidades como novo jardim com fonte e boulevard e rua pavimentada com bloquetes totalmente restaurada.

Localizada em meio à mata nativa de Monte Verde, em um amplo bosque de araucárias centenárias, a Jardim da Mantiqueira fica a menos de cinco minutos de caminhada da principal rua do distrito mineiro. O turista pode desfrutar de uma natureza quase intocada que cerca toda a propriedade, além de um atendimento impecável.

Nesse período de distanciamento social, a pousada passou por ampla manutenção, ganhou um boulevard com fonte e a rua da Mantiqueira, onde está instalada, está sendo totalmente pavimentada com fortes bloquetes de cimento, facilitando o acesso e proporcionando mais comodidade aos turistas.

Sua estrutura conta com 12 chalés luxuosos e suítes com hidromassagem e lareira com vista para o bosque – todas as acomodações são em estilo minimalista que se integram de forma harmônica à paisagem ao redor.

Há ainda wi-fi e um farto café da manhã, com bolos, tortas, geleias e pães especiais, tudo com um toque caseiro e servido dentro de todas as normas de segurança orientadas pela vigilância sanitária. Entre as receitas exclusivas estão a coalhada natural, o pão de pinhão e o café cremoso, feitos diariamente pela equipe de alimentos e bebidas.

O casal Ruppel tem mais de duas décadas dedicadas a hotelaria. Eles procuraram idealizar uma proposta de hospedagem marcante, onde o cliente é sempre o centro das atenções. A localização também é perfeita, pois está há três quadras da avenida mais movimentada da cidade.

A pousada preparou uma promoção especial para reservas futuras, incluindo café da manhã, internet e estacionamento, com pagamentos agora a partir de 5 vezes sem juros, em qualquer cartão de crédito e 10% de desconto para pagamentos à vista. Os valores da Jardim da Mantiqueira estão a partir de R$ 990,00 para o casal nos finais de semana de maio – chalé térreo com hidromassagem

Serviço

Pousada Jardim da Mantiqueira

pousadajardimdamantiqueira.com.br

Reservas e informações: (35) 3438-1912 / (35) 99173-9361 (WhatsApp)

Rua da Mantiqueira, 473 – Monte Verde, Camanducaia-MG

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com