Voepass e MAP vão retomar voos no dia 3 de julho, veja quais cidades serão atendidas

A Voepass ainda não definiu quando pretende retomar os 26 voos diários no Aeroporto de Congonhas, localizado na região central de São Paulo.

A VoePass, antiga Passaredo, vai retomar os voos de forma gradual para analisar o mercado. Sem operar desde o dia 23 de março deste ano, a companha vai iniciar no dia 3 de julho voos de Ribeirão Preto para Guarulhos. Serão dois voos diários em cada sentido. Também serão retomados na mesta data as operações do Rio de Janeiro (Santos Dumont) para Ribeirão Preto. Inicialmente a VoePass vai oferecer um voo em cada sentido.

A Voepass ainda não definiu quando pretende retomar os voos em Congonhas, na cidade de São Paulo. A companhia pretende analisar o mercado para decidir quando retomará os voos. São 26 voos diários que a companhia tem direito de operar em Congonhas. Os slots (autorizações de pousos e decolagens) foram concedidos pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) em outubro do ano passado para a MAP e VoePass.

A MAP Linhas Aéreas, comprada pela Passaredo, hoje VoePass, em agosto do ano passado, vai retomar, também a partir de 3 de julho, 30 voos semanais. A venda das passagens dos voos que serão retomados deverá ser iniciada nesta terça-feira.

Confira os voos previstos para 3 de julho

Manaus/Carauari

Manaus/Coari

Manaus/Eirunepé

Manaus/Parintins

Manaus/Lábrea

Manaus/Itaituba

Altamira/Belém

Manaus/São Gabriel da Cachoeira.

Pretende viajar? Faça aqui a sua cotação e garanta passagens aéreas com descontos especiais

 

Azul vai reativar voos de Uberlândia para Campinas a partir de 31 de maio

A Azul é a única companhia que está operando em Uberlândia com voos para o Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins.

A partir do dia 31 de maio a Azul vai reativar os voos sem escalas de Uberlândia (MG) para o Aeroporto de Campinas, principal base das operações da companhia. Os voos entre as duas cidades estavam suspensos desde 27 de março deste ano, quando as companhias reduziram a malha aérea por causa do coronavírus.  A Azul é a única que está operando em Uberlândia com voos para o Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins.

Os voos da Azul vão decolar de Campinas às segundas, quintas, sextas e domingos e as  partidas de Uberlândia serão às segundas, terças, sextas e sábados. Nestes voos a Azul vai usar o ATR-72 com 70 assentos. As partidas de Campinas serão sempre às 22h05 e de Uberlândia às 5h30.

A retomada dos voos da Azul entre as duas cidades visa atender principalmente os clientes corporativos. O  parque industrial de Uberlândia ser um dos maiores de Minas Gerais. Lembrando que a Azul oferece ônibus de graça de Campinas para a cidade de São Paulo para os clientes.

Atualmente a Azul é a companhia com maior número de voos. Das 116 cidades atendidas antes da crise do coronavírus, a companhia manteve operações em 38. Até o final de maio serão 1.254 voos domésticos semanais em todo o Brasil operados pelas companhias, sendo 611 da Azul, 366 da LATAM e 277 da Gol.

Pretende viajar? Garanta aqui passagens aéreas com descontos especiais

Azul vai retomar voos em 4 cidades do Norte do Brasil; veja quais

Na quinta, 16, a companhia vai aumentar a capacidade na ligação Recife-Juazeiro do Norte e volta a operar Manaus-Belém.

A partir de 22 de abril a Azul vai retomar os voos em  Macapá (AP), Altamira (PA), Santarém (PA) e Boa Vista (RR). Essas cidades estavam sem voos da companhia deste o final de março deste ano, quando começou a vigorar a malha reduzida da companhia.

A Azul também adicionou novos voos nas rotas Campinas-Recife, Campinas-Salvador, Campinas-Florianópolis, Campinas-Santos Dumont, Campinas-Vitória e Recife-Salvador. Na quinta, 16, a companhia vai aumentar a capacidade na ligação Recife-Juazeiro do Norte e volta a operar Manaus-Belém.

Já no dia 22 de abril, a capital amazonense também contará com voos diretos da Azul para Boa Vista e Santarém. A Azul vem utilizando sua frota mista na operação dos cerca de 70 voos diários durante o mês de abril.

Segundo a Azul, a retomada e a ampliação dos voos vão permitir o transporte de cargas importantes, como as de medicamentos e equipamentos de proteção individual, assim como de clientes que necessitem viajar e profissionais de saúde.

Frase….

“Continuamos operando nossa malha essencial durante esse período, sem deixar de oferecer o modal aéreo, um serviço tão importante para o país, em diversas localidades. Fizemos adições importantes no Norte do país e queremos manter a conectividade, uma marca da Azul, para possibilitar que cargas e Clientes que necessitem viajar pelos mais diversos e importantes motivos tenham uma oferta de voos que permita o deslocamento por qualquer região do Brasil”

André Mercadante, gerente geral de planejamento de malha da Azul.

Precisa de viajar? Garanta aqui passagens aéreas com descontos especais

Empresário dos EUA compra a Flyways e já faz planos para retomar voos

Uma das primeiras providências do novo grupo será o de garantir a certificação da companhia na Anac, o que poderá demorar 220 dias.

A Flyways Linhas Aéreas, que deixou de operar desde outubro de 2016, acaba de ser comprada por um novo grupo liderado por Geoffrey John Hodgson, empresário dos Estados Unidos. Os outros sócios são os brasileiros Mauro Cesar KaniskiI Goginho e Carlos Alberto Mendes. (Veja documento abaixo). No dia 17 de março de 2018 a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) revogou o Certificado de Operador Aéreo (Coa), ou seja, a companhia ficou sem a concessão.


[read more=”Leia mais…” less=”Recolher”]

Já consta no site da Receita Federal os nomes dos novos sócios. O nome de Mariana de Magalhães Pedrosa, que fazia parte da composição quando a Flyways foi fundada, deixará de constar na lista de sócios em breve. Consta no site da Receita Federal que o capital social da companhia é de R$ 5,5 milhões.

Uma das primeiras providências do novo grupo será o de garantir a certificação da companhia na Anac, o que poderá demorar 220 dias. Além disso, os novos sócios prometem pagar as dívidas, principalmente as trabalhistas dos funcionários que perderam o emprego. A companhia chegou a ter 100 funcionários.

CONFIRA ABAIXO OS NOMES DOS NOVOS SÓCIOS DA FLYWAYS

Os novos sócios pretendem manter a marca Flyways e os mesmos modelos de aviões. A companhia chegou a ter dois ATRs-72 equipados com 70 assentos. Esses aviões ainda estão pintados com a marca da companhia e se encontram em um hangar no Aeroporto da Pampulha prestes para serem devolvidos às empresas que alugaram as aeronaves para a Flyways. A retomada destes contratos será prioridade dos novos sócios.

As novas rotas ainda não foram definidas, mas o grupo já sinalizou que tem interesse de operar na Pampulha. A Flyways chegou a operar voos sem escalas para Uberaba (MG), Ipatinga (MG) e Rio de Janeiro (Galeão).

CONHEÇA AQUI O SITE QUE VENDE PASSAGENS AÉREAS COM ATÉ 80% DE DESCONTO

[/read]

Flyways começa a vender passagens dos voos de Uberaba para Belo Horizonte

fly05

A Flyways Linhas Aéreas, que está sem operar desde 19 de junho deste ano, pretende retomar os seus voos no dia 10 de outubro, próxima segunda-feira. Inicialmente será oferecido um voo da Pampulha para Uberaba às segundas, quartas e sextas, e outro no sentido contrário.

O voo decola de Belo Horizonte às 6h30 e retorna ás 8 horas. Quem for viajar no mês de outubro encontra passagens por R$ 159 na ida ou volta. Ainda em outubro a Flyways pretende iniciar os voos da Pampulha para o Galeão (RJ). A companhia usa em seus voos o ATR-72, com 68 assentos.

A retomada das operações foi possível graças ao grupo Avemax, do Canadá, que decidiu investir na Flyways. O novo grupo vai incorporar à frota da Flyways os aviões da canadense Bombardier. A Avemax já investe na Amaszonas, empresa aera com sede na Bolívia e que também opera no Paraguai.

Um dos voos que a Flyways terá até novembro deste ano será de Belo Horizonte para o Rio de Janeiro (Santos Dumont). O novo grupo vai decidir se manterá as operações em Ipatinga (MG). O Grupo Avemax atua em leasing dos aviões Bombardier, principal concorrente da Embraer. Um dos aviões da canadense é o CRJ-200, além dos jatos de 98 lugares, modelo que a extinta Pluna usava em suas rotas a partir do Uruguai.

                                        PASSAGENS POR R$ 159 ENTRE BELO HORIZONTE E UBERABA

amanda04

ACESSE AQUI AS OFERTAS DA FLYWAYS

 

Azul começa a vender as passagens dos voos de Varginha. Tarifas a partir de R$ 159

A companhia Azul começou a vender as passagens dos voos diretos de Varginha, no sul de Minas Gerais, para Confins, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. As passagens promocionais estão sendo vendidas a partir de R$ 159,90 ou 5.000 pontos do TudoAzul. Serão ofertados pela Azul 400 voos por semana. Varginha estava sem voos comerciais desde março de 2014.

Os voos começam no dia 2 de março. Os ATR 72-600, de 70 assentos, serão usados nesta ta até o Aeroporto Internacional de Belo Horizonte às segundas, quartas e sextas-feiras. A operação será matinal, com saída de Belo Horizonte às 9h17 e retorno às 10h45. No Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, os Clientes de Varginha terão acesso a mais de 55 destinos, entre eles: Rio de Janeiro (Santos Dumont e Galeão), Uberaba, Uberlândia, São Paulo (Campinas, Guarulhos e Congonhas), Goiânia, Montes Claros, Salvador, Brasília, Vitória, Governador Valadares, Ipatinga, Recife, Vitória da Conquista, Teresina, Belém, Barreiras, Teixeira de Freitas, Ilhéus e Imperatriz.
As ligações de Varginha para a capital mineira ampliarão a forte presença da Azul no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte. No seu segundo maior hub, a companhia oferta mais de 90 voos diários. A operação entre a capital mineira e Varginha terá duração de aproximadamente uma hora. Via terrestre, o trajeto pode levar mais de quatro horas.
Com aproximadamente 120 mil habitantes, Varginha está a pouco mais de 300 quilômetros de Belo Horizonte e é uma das cidades mais importantes do sul mineiro. O novo destino da Azul tem especial relevância na cafeicultura – é a segunda maior praça do produto no Brasil –, além de ter grande força na indústria e comércio, o que a torna um polo regional.
A cidade também carrega uma curiosidade que recebeu atenção mundial: em janeiro de 1996 foi registrado o aparecimento de uma criatura humanoide, que atraiu a atenção de ufólogos, autoridades e curiosos.


HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com