Tudo viagem

Justiça de São Paulo suspende leilão da Avianca Brasil que estava marcado para terça-feira

A Avianca Brasil  teve que suspender voos em várias cidades depois que foi obrigada a devolver 18 aeronaves.

O Tribunal de Justiça de São Paulo suspendeu o leilão dos ativos da Avianca Brasil que estava marcado para essa terça-feira (07/05). A decisão é do desembargador Ricardo Negrão, da 2ª Câmara Reservada de Direito Empresarial do Tribunal de Justiça, que concedeu liminar para a Swissport Brasil. A empresa que atua com serviços de logística em aeroportos alega que a receber da Avianca a quantia de R$ 17 milhões.

Na mesma decisão, o desembargador suspendeu o plano de recuperação judicial da Avianca. O recurso foi proposto com o argumento de que o plano de recuperação se baseia na transferência de slots (termo usado para se referir ao direito de pousar ou decolar em aeroportos congestionados), o que seria vedado pela legislação.

Em sua decisão, o desembargador destacou ser preocupante a manifestação da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) no processo, “contrária às tratativas relacionadas à alienação de slots como se fizessem parte do ativo da empresa, uma vez que tal previsão afeta negativamente a competência da autarquia federal”. E completou: “Há relevância nos fundamentos recursais ao suscitar inviável a aprovação do plano de recuperação judicial”.

O mérito do Agravo de Instrumento será julgado pela 2ª Câmara Reservada de Direito Empresarial, com votos do desembargador Ricardo Negrão e mais dois magistrados. Atualmente a Avianca Brasil está operando voos em Congonhas (SP), Santos Dumont (RJ), Salvador e Brasília.

A Avianca Brasil  teve que suspender voos em várias cidades depois que foi obrigada a devolver 18 aeronaves. Está atualmente com sete aviões em sua frota. Será até quando a empresa vai conseguir manter suas operações?

Leia aqui a decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo

Pretende viajar por outra companhia? Garanta aqui suas passagens aéreas e fuja dos preços altos

LATAM vai usar em seus voos dez Airbus 320-200 que eram da Avianca Brasil

A maior parte destas aeronaves será usada nos voos domésticos da companhia no Brasil.

A LATAM está investindo pesado para recuperar o primeiro lugar no mercado doméstico. Dez das 18 aeronaves que a Avianca Brasil foi obrigada a devolver, os modelos A-323-20, já estão no centro de manutenção (MRO) da LATAM Brasil, em São Carlos (SP). A maior parte destas aeronaves será usada nos voos domésticos da companhia no Brasil. Agora a LATAM tem 65 modelos A-320-200 equipados com 174 assentos.

Modelo A-32-200 que era da Avianca Brasil e que agora faz parte da frota da LATAM.

A LATAM se habilitou para comprar os ativos da Avianca Brasil no leilão que acontece no dia 7 de maio. Os slots (autorização de pousos e decolagens) em Congonhas (SP), Santos Dumont (RJ) e Guarulhos (SP) estão sendo disputados por Gol, LATAM e Azul. Apesar de ter afirmado que não teria interesse em participar do leilão, a Azul continua habilitada para dar lances no processo que está 1ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais de São Paulo.

Leia abaixo nota da LATAM sobre o assunto

O Grupo LATAM Airlines informa que, após negociações iniciadas no começo deste ano, firmou um contrato com a Aircastle para o arrendamento de 10 aeronaves Airbus A320-200. Algumas destas aeronaves estão no centro de manutenção (MRO) da LATAM Airlines Brasil, em São Carlos (SP). As aeronaves serão operadas em mercados domésticos do Grupo LATAM Airlines, principalmente no Brasil, considerando a eventual aquisição dos ativos pela LATAM Airlines Brasil.

Pretende viajar? Garanta aqui suas passagens aéreas com descontos especiais

Ação na Justiça poderá obrigar empresa vencedora do leilão da Avianca a honrar com todas as passagens emitidas

Os autores da ação são a pela Associação Brasileira de Agências de Viagens e Associação Brasileira de Agências de Viagens Corporativas.

A companhia vencedora do leilão da Avianca Brasil, marcado para o dia 7 de maio,  em São Paulo, poderá ser obrigada a honrar as passagens já emitidas pela companhia. São milhares de passagens a serem utilizadas até o final do ano. Pedido neste sentido foi apresentado nesta sexta-feira (03/05) pela Associação Brasileira de Agências de Viagens (ABAV) e a Associação Brasileira de Agências de Viagens Corporativas (Abracorp).

Uma petição assinada pelas duas associações  foi apresentada na 1ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais de São Paulo onde está tramitando o processo de recuperação judicial da Avianca Brasil.  A ABAV e a  Abracorp também defendem que as agências e operadoras de viagens não sejam responsabilizadas solidariamente, já que recebem, em média, apenas 10% do valor total dos bilhetes aéreos, e não têm influência sobre a suspensão de operações e o descumprimento da companhia aérea na prestação de serviço aos consumidores.

Estão habilitadas para o leilão as companhias Gol, LATAM e Azul. Elas poderão arrematar ativos, a parte boa da Avianca Brasil, que inclui slots (autorização de pousos e decolagens) nos aeroportos de Congonhas (SP), Santos Dumont (RJ) e Guarulhos (SP), além do banco de dados do Amigo, programa de fidelidade da companhia.

A Avianca Brasil está operando voos em Congonhas, Santos Dumont, Salvador e Brasília, além de voos extras para Fortaleza e Salvador.  A companhia está usando em sua frota apenas sete modelos.

Pretende viajar por outra companhia? Garanta aqui suas passagens aéreas para fugir dos preços altos

Azul deixa a Associação Brasileira das Empresas Aéreas

A Azul divulgou comunicado nesta quarta-feira (1/05) informando que não faz mais parte da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR). A companhia não explica os motivos de sua decisão, mas o estopim foi a decisão da LATAM e Gol, que fazem parte da ABEAR, de entrar na disputa pelos slots (autorização de pousos e decolagens) da Avianca Brasil. No dia 7 de maio acontece leilão dos ativos da Avianca Brasil. (Veja comunicado da Azul no final).

A Azul foi a primeira a anunciar que pretendia comprar os ativos da Avianca Brasil, mas uma semana depois foi surpreendida pela decisão da Gol e LATAM de entrar na disputa. Na realidade, as duas gigantes querem evitar que a Azul tenha mais voos no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, Se a Azul for a vencedora do leilão, ficaria com os 21 slots da Avianca. Azul tem atualmente a Azul 13 slots no aeroporto localizado na cidade de São Paulo Gol possui  130 e LATAM 130.

Comunicado da Azul

São Paulo, 1º de maio de 2019 – A Azul anuncia hoje sua saída da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear). A companhia, que é uma das fundadoras da associação, criada em 2012, reconhece as importantes contribuições da Abear ao setor nesse período, porém, entende que a partir desse momento prefere representar seus interesses de forma direta.

“Estamos animados com nosso futuro. Vamos seguir com nossos planos de desenvolver cada vez mais cidades, mercados e frota, estimulando o acesso ao transporte aéreo para que ainda mais brasileiros possam voar pelo Brasil e pelo mundo. Já somos um grupo com mais de 12 mil pessoas, temos o maior número de destinos e voos diários no país e temos um caminho de muito crescimento pela frente. Por isso, entendemos que nosso diálogo com a sociedade civil, autoridades, órgãos competentes e demais stakeholders deve ser feito diretamente pela companhia”, diz John Rodgerson, presidente da Azul. 

Fotos:  Ebicalho.Photos

@ebicalho.photos

Concessionária que gerencia Confins vence leilão dos aeroportos de Vitória e Macaé por R$ 437 milhões

Somadas, as propostas vencedoras dos blocos Nordeste, Sudeste e Centro-Oeste renderam R$ 2,377 bilhões ao Governo Federal.

A Zurich Airport, operador do Aeroporto de Zurich, o principal hub aéreo da Suíça, venceu o leilão dos aeroportos de Vitória e Macaé por R$ 437 milhões, ágio de 830%. O leilão foi realizado na bolsa de valores de São Paulo nesta sexta-feira (15/3). A Zurich Airport administra também o Aeroporto de Florianópolis (SC).

Segundo a a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), o valor mínimo era de R$ 46,9 milhões. Já a outorga total estimada para os 30 anos da concessão é de R$ 435 milhões. Os 12 aeroportos leiloados pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) foram arrematados com ágio de R$ 2,158 bilhões em relação ao lance mínimo total de R$ 218,7 milhões.

Foi a primeira rodada de concessão com aeroportos agrupados em blocos. Somadas, as propostas vencedoras dos blocos Nordeste, Sudeste e Centro-Oeste renderam R$ 2,377 bilhões ao Governo Federal. O Bloco Nordeste, formado pelos aeroportos de Recife/PE, Maceió/AL, João Pessoa/PB, Aracaju/SE, Campina Grande/PB e Juazeiro do Norte/CE, foi arrematado pela AENA Desarrollo Internacional SME S/A por R$ 1,9 bilhão, com ágio de 1.010% em relação ao lance mínimo inicial (R$ 171 milhões).

Já o Bloco Centro-Oeste, integrado pelos aeroportos de Cuiabá, Sinop, Rondonópolis e Alta Floresta, todos no Mato Grosso, foi arrematado pelas empresas SOCICAM Terminais Rodoviários e Representações LTDA e SINART Sociedade Nacional de Apoio Rodoviário e Turístico LTDA, integrantes do consórcio Aeroeste. O grupo pagou R$ 40 milhões pelos quatro aeródromos, com ágio de 4.739% em relação ao lance mínimo inicial de R$ 800 mil.

Na segunda-feira (18/3), acontece a abertura dos documentos de habilitação dos proponentes vencedores. A assinatura dos contratos de concessão deverá ocorrer após a homologação do resultado pela Diretoria da ANAC.

Além da contribuição inicial a ser paga na assinatura dos contratos, as novas concessionárias deverão pagar também outorga variável sobre a receita bruta, estabelecida em percentuais crescentes do 6º ao 10º ano, tornando-se constante a partir de então até o final da concessão.

 No caso do Bloco Nordeste, o percentual escalonado da contribuição variável sobre a receita bruta da concessão será inicialmente de 1,63% no 6º ano, atingindo 8,16% no 10º ano e seguintes até o fim da concessão. Em relação ao Bloco Sudeste, o percentual será de 1,77% no 6º ano e de 8,85% no 10º ano e seguintes até a o fim da concessão. Para o Bloco Centro-Oeste, os percentuais sobre a receita bruta serão de 0,04% (6º ano) até 0,19% (10º ano e seguintes até o fim da concessão).

 

Exclusivo! Gol acaba com o leilão de passagens que era realizado desde 2006

O leilão de passagens que era realizado toda semana pela Milan Express, empresa de São Paulo, foi suspenso na última sexta-feira (17) pela Gol. Essa modalidade de compra por lance foi iniciada no dia 5/12/2006. Em apenas uma semana mais de 80 mil passagens da Gol chegaram a ser vendidas.

O leilão oferecia passagens por apenas R$ 87 de Recife para Confins (MG) e por R$ 67 de Vitória para o Santos Dumont (RJ). A decisão da Gol de suspender o leilão pegou os clientes da Milan de surpresa. Apesar de ser uma forma de compra por lances, na maioria das vezes era possível comprar uma passagem pelo menor valor.

Os lotes do leilão eram divulgados toda sexta-feira. Os passageiros tinha até terça-feira para dar um lance. Nas últimas semanas a Gol diminuiu a ofertas de passagens por essa modalidade de compra. Cada lote vinha com a data e horário do embarque. Não era possível mudar a data da viagem.

      TRECHO DA SEMANA PASSADA DE VITÓRIA PARA O RIO POR R$ 67



CÓDIGO PROMOCIONAL


Na semana passada a Gol não colocou no ar o código promocional de Imperatriz (MA). Toda vez que uma cidade atendida pela companhia fazia aniversário era divlgado um código que garantia 20% de desconto na compra das passagens. A decisão da Gol ocorre uma semana após a divulgação da nova logomarca da companhia, novas poltronas e serviço de internet.

A Gol foi procurada, mas não se manifestou sobre a suspensão do leilão e dos códigos promocionais.

Find-the-Perfect-Hotel 468x60

Passagem no leilão da Gol por R$ 87 de Confins para Recife. Confira outras ofertas!

Até as 21 horas de terça-feira (23) você pode comprar passagens para Recife (PE) por R$ 69 nos voos de Salvador (BA). Quem for embarcar em Confins, na Grande Belo Horizonte, encontra passagens para a capital pernambucana por R$ 87 na ida ou volta. No site da Gol o menor valor nesta rota é de R$ 151,90 (valor por trecho).

De Confins para Goiânia o leilão tem passagens por R$ 53. No sentido contrário não há passagens disponíveis para compra nesta modalidade de compra. De Juiz de Fora (Aeroporto Regional) para Confins o leilão oferece passagens por R$ 67. No sentido contrário o valor é o mesmo. A Gol é a única que oferece voos entre as duas cidades.

De Londrina para Curitiba você pode garantir um lugar no voo da Gol pagando apenas R$ 44. De Campinas para o Galeão o menor valor é R$ 87. Mesmo sendo um leilão, quase sempre a passagem é vendida pelo mesmo valor. O Tudo Viagem recomenda!

          TRECHO DE CONFINS PARA RECIFE POR R$ 87

OUTROS DESTAQUES DO LEILÃO

Londrina/Curitiba: R$ 44
Porto Alegre/Curitiba: R$ 45
Confins/Goiânia: R$ 53
Petrolina/Recife:
R$ 61
Belém/Macapá: R$ 80
Galeão/Confins: R$ 88
Santos Dumont/Confins: R$ 97
Foz do Iguaçu/Curitiba: R$ 76
Juiz de Fora/Confins: R$ 67
Salvador/Recife: R$ 69
Campinas/Galeão: R$ 87
Confins/Brasília: R$ 81
Recife/Confins: R$ 87
Congonhas/Confins:
R$ 81
Guarulhos/Confins: R$ 72
Ribeirão Preto/Congonhas: R$ 99
Uberlândia/Congonhas:
R$ 90

Guarulhos/Londrina: R$ 90
Goiânia/Congonhas: 94
Guarulhos/Goiânia: R$ 99
  
ACESSE AQUI A PÁGINA DO LEILÃO

Confira ofertas do leilão da Gol. Voos de Londrina por apenas R$ 44 e de Goiânia por R$ 53

As ofertas do leilão da Gol desta semana estão com ótimas opções para viagem nos meses de julho e agosto. Do Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins (MG) a companhia colocou passagens por apenas R$ 53 para Goiânia. No sentido inverso não é possível encontrar passagens por esse valor. O menor valor do leilão é o trecho Londrina/Curitiba. O lance inicial é de R$ 44.

Do Rio de Janeiro para Confins você pode viajar pagando R$ 97. Para o Galeão você pode garantir passagens nas férias de julho por R$ 88. De Confins para Congonhas o lance inicial do é de R$ 81. De Guarulhos para Belo Horizonte o menor valor é R$ 72. O trecho  Uberlândia/Congonhas está disponível neste leilão por R$ 90.

Já o trecho Congonhas/Goiânia custa no leilão R$ 94.  Os lances poderão ser dados até 20 horas de terça-feira (16). Cada lote vem com a data e horário da viagem. Não é possível mudar a data e horário da viagem.  Apesar de ser um leilão, na maioria das vezes você garante uma passagem pelo lance inicial. Abaixo desta lista você encontra um “verdadeiro feirão” de ofertas.
     TRECHO CONFINS/GOIÂNIA POR R$ 53

OS DESTAQUES DO LEILÃO

Londrina/Curitiba: R$ 44
Porto Alegre/Curitiba: R$ 45
Confins/Goiânia: R$ 53
Petrolina/Recife:
R$ 61
Belém/Macapá: R$ 80
Galeão/Confins: R$ 88
Santos Dumont/Confins: R$
97

Foz do Iguaçu/Curitiba: R$ 76
Juiz de Fora/Confins: R$
67

Salvador/Recife: R$ 69
Campinas/Galeão: R$ 87
Galeão/Curitiba: R$ 85
Confins/Brasília: R$ 81
Congonhas/Confins: R$ 81
Guarulhos/Confins: R$ 72
Ribeirão Preto/Congonhas: R$ 99
Uberlândia/Congonhas:
R$ 90

Guarulhos/Londrina: R$ 90
Goiânia/Congonhas: 94
Guarulhos/Congonhas:
R$ 99
  
ACESSE AQUI A PÁGINA DO LEILÃO

JPG Passagens 468x60 I

Confira as ofertas do leilão da Gol para viagem nas férias de julho! Passagens a partir de R$ 49

p { margin-bottom: 0.25cm; line-height: 120%; }

Se
você ainda não comprou as suas passagens para viajar nas férias de
julho, pode aproveitar as ofertas do leilão da Gol desta semana. Do
Aeroporto Regional da Zona da Mata (Juiz de Fora) a companhia colocou
várias opções por R$ 67. Quem
pretende viajar nas férias para curtir as praias do Espírito Santo
pode garantir um lugar nos voos da Gol pagando R$ 74.
As passagens são para viagem entre
11 de junho a 10 de agosto.

O Tudo Viagem fez uma pesquisa com dezenas de opções de compra pelo leilão por menos de R$ 100. O menor valor do leilão é o trecho Londrina/Curitiba. O lance inicial é de R$ 49. Do Rio de Janeiro para Confins o lance
inicial é R$ 90. Para o Galeão, você pode garantir passagens nas férias de julho por R$ 89. De
Confins para Congonhas o leilão tem passagens por R$ 89. De Guarulhos para Belo Horizonte o menor valor é R$ 70.
A Gol aumentou os preços da maioria dos destinos. Uma passagem de Confins para Montes Claros que custava R$ 46 no início de maio passou para R$ 121 no leilão desta semana. O trecho  Uberlândia/Congonhas que custava R$ 50 agora está disponível por R$ 209. Já o trecho Congomhas/Uberlândia por R$ 98 é uma ótima opção e compra.
            TRECHO JUIZ DE FORA/CONFINS POR R$ 67     
PORTO ALEGRE
De Congonhas para Porto Alegre o menor valor é R$ 89. Os
lances poderão ser dados até 20 horas de terça-feira (26). Cada
lote vem com a data e horário da viagem. Não é possível mudar a
data da viagem.  Apesar de ser um leilão, na maioria das vezes
você garante uma passagem pelo lance inicial. Abaixo desta lista você encontra um “verdadeiro feirão” de ofertas de hospedagem.

p { margin-bottom: 0.25cm; line-height: 120%; }a:link { }

OS
DESTAQUES DO LEILÃO
Londrina/Curitiba:
R$ 49
Porto
Alegre/Curitiba: R$ 56
Petrolina/Recife:
R$
61
Campinas/Curitiba:
R$ 75
Congonhas/Joinville:
R$ 63
Londrina/Guarulhos:
R$ 79
Belém/Macapá:
R$ 79
Galeão/Confins:
R$ 89
Santos
Dumont/Confins: R$ 90
Foz
do Iguaçu/Curitiba: R$ 70
Juiz
de Fora/Confins: R$ 67
Salvador/Recife:
R$ 91
Campinas/Galeão:
R$ 83
Galeão/Curitiba:
R$ 85
Londrina/Congonhas:
R$ 91
Confins/Brasília:
R$ 95
Vitória/Belo
Horizonte: R$ 74
Congonhas/Confins:
R$ 89
Guarulhos/Confins:
R$ 70
Vitória/Galeão:
R$ 83
Congonhas/Brasília:
R$ 98
Ribeirão
Preto/Congonhas: R$ 89
Fortaleza/Natal:
R$ 99
Uberlândia/Congonhas:
R$ 98
Congonhas/Porto
Alegre: R$ 89

 ACESSE
AQUI A PÁGINA DO LEILÃO

Confira as ofertas do leilão da Gol para viagem no mês de julho. Passagens a partir de R$ 46

O leilão de passagens da Gol desta semana incluiu várias
ofertas para viagem nas férias de julho. Um dos destaques são as passagens por
R$ 46 de Montes Claros (MG) para Confins e por R$ 89 de Uberlândia para São
Paulo. Quem pretende viajar nas férias para curtir as praias do Espírito Santo
pode garantir um lugar nos voos da Gol pagando R$ 72. As passagens são para
viagem entre 31 de maio e 13 de julho de 2015.

Nos voos da Zona da Mata (Juiz de Fora) para Confins,
aeroporto localizado na Região Metropolitana de Belo Horizonte, você encontra
passagens por R$ 67.A Gol começou a operar na Zona da Mata no dia 24 de março
deste ano. As passagens de Ribeirão Preto para Congonhas custam
R$ 76. Do Rio de Janeiro para Confins o lance inicial é R$ 66. Esse valor vale
para os voos da Gol do Santos Dumont ou Galeão.
De Confins para Congonhas o leilão tem passagens por R$
73, e de Congonhas/Brasília por R$ 80. Quem for viajar de Goiânia para Congonhas
pode comprar uma passagem no leilão por apenas R$ 81. Com um lance inicial de
R$ 82 você pode garantir um lugar nos voos da Gol do Santos Dumont para
Guarulhos ou Campinas.
       TRECHO BELO HORIZONTE/RIO PARA VIAGEM EM JULHO
CONFIRA A LISTA DE OFERTAS

Os lances
poderão ser dados até 20 horas de terça-feira (28). Cada lote vem com a data e
horário da viagem. Não é possível mudar a data da viagem.  Apesar de ser um leilão, na maioria das vezes
você garante uma passagem dando o lance inicial.


OS DESTAQUES DO LEILÃO

Montes
Claros/Confins: R$ 46

Petrolina/Recife:
R$ 50

Uberlândia/Confins:
R$ 50

Campinas/Curitiba:
R$ 53

Guarulhos/Curitiba:
R$ 58

Londrina/Curitiba:
R$ 63

Congonhas/Joinville:
R$ 63

Belém/Macapá:
R$ 65

Galeão/Confins:
R$ 66

Santos
Dumont/Confins: R$ 66

Porto
Alegre/Curitiba: R$ 67

Juiz de
Fora/Confins: R$ 67

Salvador/Recife:
R$ 67

Campinas/Galeão:
R$ 68

Galeão/Curitiba;
R$ 70

Londrina/Congonhas: R$ 71

Confins/Brasília: R$ 72

Vitória/Belo Horizonte: R$ 72

Congonhas/Confins:
R$ 73

Guarulhos/Confins:
R$ 74

Curitiba/Congonhas:
R$ 75

Vitória/Galeão: R$ 75

Ribeirão Preto/Congonhas: R$ 76

Congonhas/Brasília:
R$ 80

Goiânia/Congonhas:
R$ 81

Santos
Dumont/Guarulhos: R$ 82

Campinas/Santos
Dumont: R$ 82

Fortaleza/Natal:
R$ 84

Foz do
Iguaçu/Curitiba: R$ 85

Uberlândia/Congonhas:
R$ 89

Brasília/Santos
Dumont: R$ 90

Goiânia/Guarulhos: R$ 90

Vitória/Guarulhos:
R$ 92

Congonhas/Santos
Dumont: R$ 94

Congonhas/Porto Alegre: R$ 99

ACESSE AQUI A PÁGINA DO LEILÃO

Oferta da Semana 728x90

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com