LATAM vai usar em seus voos dez Airbus 320-200 que eram da Avianca Brasil

A maior parte destas aeronaves será usada nos voos domésticos da companhia no Brasil.

A LATAM está investindo pesado para recuperar o primeiro lugar no mercado doméstico. Dez das 18 aeronaves que a Avianca Brasil foi obrigada a devolver, os modelos A-323-20, já estão no centro de manutenção (MRO) da LATAM Brasil, em São Carlos (SP). A maior parte destas aeronaves será usada nos voos domésticos da companhia no Brasil. Agora a LATAM tem 65 modelos A-320-200 equipados com 174 assentos.

Modelo A-32-200 que era da Avianca Brasil e que agora faz parte da frota da LATAM.

A LATAM se habilitou para comprar os ativos da Avianca Brasil no leilão que acontece no dia 7 de maio. Os slots (autorização de pousos e decolagens) em Congonhas (SP), Santos Dumont (RJ) e Guarulhos (SP) estão sendo disputados por Gol, LATAM e Azul. Apesar de ter afirmado que não teria interesse em participar do leilão, a Azul continua habilitada para dar lances no processo que está 1ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais de São Paulo.

Leia abaixo nota da LATAM sobre o assunto

O Grupo LATAM Airlines informa que, após negociações iniciadas no começo deste ano, firmou um contrato com a Aircastle para o arrendamento de 10 aeronaves Airbus A320-200. Algumas destas aeronaves estão no centro de manutenção (MRO) da LATAM Airlines Brasil, em São Carlos (SP). As aeronaves serão operadas em mercados domésticos do Grupo LATAM Airlines, principalmente no Brasil, considerando a eventual aquisição dos ativos pela LATAM Airlines Brasil.

Pretende viajar? Garanta aqui suas passagens aéreas com descontos especiais

Saiba como funciona o sistema de manutenção de aeronaves da Azul na Pampulha

Além da troca de peças, limpeza e pintura, a equipe da Azul também faz a reposição das poltronas, do sistema de iluminação.

A aviação brasileira é considerada uma das mais seguras do mundo graças aos investimentos na manutenção preventiva das aeronaves. A equipe do Tudo Viagem foi conhecer o complexo de oficinas da Azul no Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte, onde uma equipe de quase 300 profissionais fazem a manutenção dos modelos ATR-72 e os jatos da Embraer.


[read more=”Leia mais…” less=”Recolher”]

Na Pampulha fomos recebidos por Antônio Augusto Eick, Gerente Geral de manutenção dos hangares da Azul. Em Belo Horizonte a Azul tem quatro hangares onde são realizadas as manutenções. Os aviões que chegam para manutenção “revirados” para que todos os problemas sejam resolvidos. Na quinta-feira, quando ocorreu a visita, quatro modelos estavam passando por uma manutenção.

Apesar de ser um trabalho muito técnico, com tarefas diárias para cada profissional, conhecer o hangar da Azul foi uma experiência muito agradável. É que os funcionários fazem questão de mostrar como são bem tratados pela empresa e mostram o que estão fazendo para deixar o avião novo, como se tivesse saído da fábrica.

Só para cuidar de um ATR-72, com 70 assentos, são escalados 43 profissionais. Além da troca de peças, limpeza e pintura, a equipe da Azul também faz a reposição das poltronas, do sistema de iluminação. Todas as tarefas são divididas por dia, garantindo que o avião menor tempo possível sem atender as rotas da companhia.

Feito isso, são realizados os testes com motores e do sistema eletrônico. Só depois do aval dos engenheiros é que o avião é liberado para as rotas comerciais da Azul. A cada dois anos os aviões da Azul precisam passar por essa “revisão geral”. Tudo é desmontado na parte interna.

Atualmente os jatos Aitbus da Azul (A-320 e A-330) são levados para esse tipo de manutenção no hangar da TAP Portugal, no Galeão do Rio de Janeiro. A partir de setembro de 2019 esse trabalho será realizado pela própria Azul em Campinas. O novo espaço terá condições de fazer a manutenção ao mesmo tempo em oito A-320 ou de um A-330 e mais quatro A-320.

Segundo Antônio Augusto Eick, atualmente o complexo de manutenção da Azul na Pampulha é a única no Brasil. Em função do crescimento rápido da companhia, foi necessário investir na construção do hangar de manutenção de Campinas, que também poderá receber os ATRs e jatos da Embraer.

FOTOS: CARLOS ROBERTO

 

CONHEÇA AQUI O SITE QUE VENDE PASSAGENS AÉREAS COM DESCONTOS DE ATÉ 80%

 

[/read]

Amaszonas lança voos em Montevidéu e planeja rotas para o Brasil

amaszonas-uruguay

A companhia Amaszonas é a nova promessa de fazer as ligações do Uruguai com as principais cidades da América do Sul. Em 2015 a companhia com sede na Bolívia se associou à holding Los Cipresas, dona da linha aérea uruguaia BQB, que suspendeu operações no mesmo ano. A Amaszonas já está operando com voos diários de Montevidéu para Buenos Aires (Aeroparque), Assunção, Cidade del Este, além dos destinos bolivianos já atendidos pela companhia.

Em seus voos a Amaszonas usa os jatos Bombardier CRJ–200, com 50 assentos. A pintura é a tradicional da companhia, mas leva as cores da bandeira do Uruguai. Em Abril desse ano, a empresa uruguaia BQB quase foi à falência, tendo sido adquirida pela boliviana Amaszonas. De lá para cá, os bolivianos trataram de manter uma pequena parcela dos funcionários e trabalhou na aquisição do Certificado de Operador Aéreo da BQB, já que esse lhe permitiria ser designada como uma empresa uruguaia e lhe garantir direitos de vos.

A intenção da Amaszonas é operar com três aeronaves para destinos regionais como Porto Alegre, São Paulo, Rio de Janeiro, Buenos Aires, Rosário, Córdoba e Santiago do Chile. Lembrando que o grupo Avemax, do Canadá, é o novo investidor da Flyways Linhas Aéreas, do Brasil, tem também participação na Amaszonas. A Flyways em breve terá em sua frota os aviões da Bombardier.

A companhia foi fundada em Março de 1999 na Bolívia, mas iniciou operações em Janeiro de 2001. Em 2012 iniciou um novo conceito de operação regional, incorporando jatos Bombardier. A Amaszonas tem oito modelos, mas pretende chegar 20 aeronaves até 2018. O nome da companhia é Amaszonas (com s mesmo)!

Fonte: LaRede21

Acesse aqui o site da Amszonas


Primeiro voo com a nova marca LATAM será no dia 1º de maio

LATAM03

No próximo dia 1º de maio a LATAM Airlines, novo nome TAM e da LAN Chile, fará o primeiro voo de um Boeing 767 pintado com a nova marca e cores das aeronaves do grupo. O jato fará o transporte da tocha olímpica de Genebra, na Suíça, até Brasília. A LATAM é a companhia patrocinadora oficial dos Jogos Olímpicos de 2016 no Rio de Janeiro. O novo design foi apresentado em seus aviões em eventos simultâneos nos países onde o Grupo opera ao redor do mundo.

A TAM também apresentou novos elementos que começarão a ser visíveis a partir de maio, como os uniformes de seus funcionários, a nova sinalização nos aeroportos, os balcões que receberão os passageiros nos aeroportos, e o novo site da companhia.  A primeira aeronave com imagem LATAM a entrar em operação, um Boeing 767, decolará do Rio de Janeiro em 1º de maio com destino a Genebra, para buscar a Tocha Olímpica.

O avião será preparado especialmente para a ocasião e retornará a Brasília, local onde terá início o tour de Revezamento da Tocha dos Jogos Olímpicos Rio 2106, que passará por mais de 300 cidades do Brasil.  No dia 5 de maio, irão decolar os três primeiros voos comerciais das aeronaves com a nova imagem LATAM nas seguintes rotas: São Paulo-Santiago (um Boeing 767 com saída de Guarulhos às 09h05, horário local); Santiago-Lima (um Airbus A319 com saída de Santiago às 09h10, horário local); e São Paulo-Brasília (um Airbus A319 com saída de Guarulhos às 14h20, horário local).

A LATAM espera finalizar a pintura exterior de mais de 50 aeronaves em 2016, e concluir a alteração de toda a frota até 2018. A pintura das aeronaves leva, em média, de 6 a 12 dias cada, e será realizada durante a manutenção de rotina das aeronaves para obter a maior eficiência possível do processo. Também no dia 5 de maio, terá início a evolução para a imagem LATAM em 13 dos aeroportos onde as companhias do Grupo LATAM operam, nas cidades de Santiago, São Paulo/Guarulhos, São Paulo/Congonhas, Rio de Janeiro/Galeão, Brasília, Buenos Aires/Ezeiza, Lima, Bogotá, Quito, Miami, Madri, Guayaquil e Nova York (JFK). A mudança inclui a sinalização dos balcões de check-in, Salas VIP, cartões de embarque e informações nas telas.

LATAM04

NOVOS UNIFORMES

Ainda nos primeiros dias de maio, a LATAM lançará seu novo site, www.latam.com, disponível em seis idiomas. Por meio dessas plataforma, os passageiros poderão reservar suas passagens, fazer o check-in, visualizar o Status de Voo em tempo real, receber alertas e acessar informações úteis sobre sua viagem.  Além disso, hoje a LATAM apresentou seus novos uniformes, que serão utilizados por 23 mil funcionários, e espera implementar a mudança em nível global até o final de 2016. Os uniformes LATAM – que refletem a essência do Grupo por meio das formas e cores da nova imagem, o Índigo e o Coral – foram desenhados pelo estilista brasileiro mundialmente reconhecido Pedro Lourenço, em cooperação com grupos de trabalho dos quais participaram mais de 80 funcionários de diferentes áreas da empresa.

FRASE…..

“Nos próximos dias, os passageiros verão as aeronaves das companhias do Grupo LATAM no ar com a nova imagem LATAM, o que será um marco histórico para o maior grupo aéreo da América Latina. Será uma mudança gradual, cujo principal objetivo é simplificar e melhorar a experiência de viagem dos nossos passageiros”.
 Enrique Cueto, CEO do Grupo LATAM Airlines

ACESSE AQUI AS OFERTAS DA TAM

_468x60_CGH_SDU.jpg

Novos sócios da TAP anunciam 10 rotas para os EUA e compra de 53 aeronaves

O empresário David Neeleman, fundador da Azul Linhas Aéreas,
assinou nesta quarta-feira o contrato de compra de 61% das ações do
grupo TAP. Em Lisboa, durante coletiva de imprensa, Neeleman anunciou
que a TAP vai lançar até o i início de 2016 dez novas rotas para
os Estados Unidos. Entre os novos destinos estão Washington, Boston,
e Chicago. Atualmente a companhia opera voos diretos para Newark,
em Nova York, e para Miami, enquanto, no Brasil, voa para pouco mais
de 10 destinos.

Na coletiva de imprensa de apresentação do plano estratégico do
consórcio Gateway, que integra igualmente o dono da portuguesa
Humberto Pedrosa, o norte-americano naturalizado brasileiro,
descartou o lançamento de voos para a China, prometendo lançar de
oito a dez novas rotas para o Brasil, salientando que a TAP recebe
26% dos passageiros provenientes do maior país sul-americano com
destino à Europa.
David Neeleman revelou quie o novo grupo vai adquirir 53
aeronaves, sendo 14 Airbus A330-900 NEO e 39 Airbus A320 ou A321,
aparelhos que considera mais baratos e eficientes para viagens de
longo curso. O empresário adiantou ainda que vai ser feita a
reconfiguração das cabinas dos A330-200 em uso atualmente na TAP
para melhorar o conforto dos passageiros. Na Azul os modelos A330 ganharam na classe econômica assentos que se transformam em sofás (foto abaixo). Os aviões da TAP também vão ganhar esses assentos, segundo uma fonte da TAP.
INVESTIMENTOS
A Gateway vai investir 345 milhões de euros em capital permanente
da TAP, dos quais 270 milhões serão injetados quando a empresa
tiver as autorizações regulatórias definitivas e o restante ao
longo de 2016. Até o final de 2016, vai investir 150 milhões de
euros em compromissos financeiros de pagamentos antes da entrega de
novos aviões, mais cerca de 100 milhões de euros até meados de
2017.
No Brasil as equipes da Azul que trabalham nos aeroportos já
estão realizando reuniões informais com os colegas da TAP. Na foto
acima uma das marcas que deve ser adotada pelo grupo. Atualmente a
TAP tem acordo com a Gol para o compartilhamento de voos, mas a
imprensa portuguesa informou que tudo indica que essa parceria deve
acabar. A Azul passaria a alimentar as rotas da TAP.

Banner 728x90

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com