Ilhabela faz grandes investimentos em serviços de água e esgoto

Investimentos permitirão um salto no saneamento básico em até seis anos, com antecipação de 75%.

A Sabesp e a Prefeitura de Ilhabela anunciaram nesta terça (30/6) a assinatura do contrato para a prestação dos serviços de água e esgoto do município. O acordo prevê investimentos de R$ 193 milhões para ampliar a oferta de água, além da coleta e do tratamento de esgoto. Após São Sebastião, Caraguatatuba e Ubatuba, Ilhabela fecha o ciclo de contratualizações no Litoral Norte pelos próximos 30 anos.

As principais obras estão previstas já nos primeiros seis anos de contrato, o que vai resultar em índices de cobertura de água e esgoto de 98%. Até 2022, a expectativa de investimentos é de R$ 66,9 milhões em abastecimento e R$ 74,2 milhões em sistemas de esgoto, somando R$ 141,1 milhões do montante previsto. A médio prazo, entre 2023 e 2030, serão investidos R$ 22,7 milhões em água e R$ 6 milhões em esgoto. E, de 2031 a 2048, os valores são de R$ 11,1 milhões e R$ 4,2 milhões respectivamente.

Em abastecimento, a Sabesp fará obras importantes, como a ampliação da captação e do tratamento do Sistema Produtor Água Branca, que passará de 100 para 150 litros/segundo; e do Sistema Produtor do Pombo, de 40 para 70 litros/segundo. Uma inovação prevista é a implantação do sistema de dessalinização com captação, tratamento e reservação, ampliando a segurança hídrica do município.

A Companhia prevê ainda reforço na reservação, com 5,1 milhões de litros em benefício das comunidades atendidas pelo sistema Água Branca, como Engenho D’Água, Piúva/Barra Velha e Siriúba, e mais 1,5 milhão de litros no sistema Pombo para os moradores das regiões Portinho/Feiticeira e Ponta da Sela, que, somados aos 3 milhões de litros de água dos reservatórios Green Park e Pombo, contribuirão para a melhoria no abastecimento do município.

No que se refere ao tratamento de esgoto, a região central ganhará uma Estação de Tratamento de Esgotos (ETE) em local a ser definido pela Prefeitura. Outros investimentos previstos são a ETE Siriúba e Portinho/Feiticeira – projeto do município. A Estação de Pré-Condicionamento (EPC) Itaquanduba será desativada e seus equipamentos destinados a outras instalações. Todo o esgoto dessas sub-bacias será encaminhado para o tratamento na nova ETE.

Com o contrato, Ilhabela também receberá ao longo dos 30 anos repasses previstos em R$ 26 milhões no Fundo Municipal de Saneamento, para investimentos em regularização fundiária, sistemas de drenagem, resíduos sólidos e educação ambiental. Será ainda incluída no PURA (Programa de Uso Racional da Água), com desconto de 25% nas contas de consumo de prédios públicos. Estima-se que o valor a ser economizado será equivalente a R$ 509,7 mil/ano. É importante destacar ainda que o ISS (Imposto Sobre Serviços) das obras que serão executadas pela Sabesp e que, portanto, retornará aos cofres públicos, chegando a R$ 44 milhões até 2028.

”Aqui no nosso Estado temos preocupação com o saneamento, colocando-o no mesmo nível da educação e da saúde. Ele é um insumo básico para a qualidade de vida e para a questão do sustento das famílias, porque nós temos que ter água tratada e um lugar saudável para morar. Isso é uma questão fundamental para nós: a questão do saneamento. Vamos trabalhar e melhorar o saneamento básico de Ilhabela”, disse Marcos Penido, secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo, que destacou ainda a eficiência dos trabalhos da Sabesp.

O diretor-presidente da Sabesp, Benedito Braga, destacou a parceria com o município. “É um prazer muito grande poder celebrar esse acontecimento. Foi um longo trabalho e, com esse contrato, a Sabesp está em todos os municípios do nosso litoral. Queremos trabalhar em parceria. A prefeita Gracinha é uma pessoa muito dinâmica e que com certeza estará conosco nessa parceria. Temos uma série de ações já previstas, incluindo as estações de tratamento de esgoto. A Sabesp está a postos para prover o melhor serviço de água e saneamento em Ilhabela”, afirmou.

Para a prefeita Maria das Graças Ferreira dos Santos Souza, trata-se de um “momento histórico” para a cidade. “Deixo registrado meu agradecimento à Sabesp. Foi uma discussão ampla. Nosso governo sempre lutou pelo saneamento básico. Concordo com o secretário Penido que o saneamento precisa estar nos mesmos níveis da educação e da saúde e essa é a nossa bandeira, porque havendo saneamento conseguiremos economizar em saúde e proporcionar mais qualidade de vida para a população. Essa contratualização me deixa feliz porque foi uma conquista que há muito tempo se buscava”, disse.

Foto por: Ronald Kraag

Ilhabela inicia obras para melhoria estrutural de suas trilhas

As ações nas trilhas visam manutenção, preservação e incentivo ao ecoturismo local. Serviço atende antiga reivindicação de monitores, jipeiros e trade turístico como um todo.

Nos próximos dias, a Prefeitura de Ilhabela, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e do Turismo, vai começar a atender uma antiga reivindicação dos monitores, jipeiros e trade turístico como um todo: a estruturação das trilhas da cidade. Os serviços reforçam o trabalho voltado a atender o aumento da procura pelo turismo de natureza, que no período pós-pandemia será ainda mais valorizado pelas pessoas, de acordo com representantes mundiais do setor.

O trabalho de manutenção das trilhas oficiais começará pelos caminhos da cachoeira de Três Tombos, Parque das Cachoeiras e servidão de acesso o Porto dos Frades, onde serão realizados serviços de manutenção em degraus e corrimões existentes nas escadas, guarda-corpo, pequenas passarelas, bancos, decks, entre outros. Outros acessos às cachoeiras e praias estão listados no planejamento das manutenções.

Todos os serviços serão executados em acordo com os procedimentos do Parque Florestal. A contratação dos serviços de manutenção das trilhas foi feita por meio de licitação (modalidade de concorrência pública) e os serviços contratados por RP (Registro de Preço), por meio do qual somente é pago o que for demandado, mediante a necessidade do poder público. 

Essa boa notícia foi confirmada nessa sexta-feira (26), pela prefeita Maria das Graças Ferreira dos Santos Souza, a Gracinha: “estou muito feliz pelo início da manutenção das trilhas do arquipélago, uma reivindicação antiga que recebemos em reuniões com os jipeiros e monitores. Precisamos estar atentos às nossas belezas naturais e para atender de forma sustentável a nossa população e visitantes, para que eles usufruam de nossas praias e cachoeiras com segurança”.

Destino de natureza

Nos últimos anos, Ilhabela ficou ainda mais reconhecida mundialmente como destino de natureza. O arquipélago é considerado patrimônio natural e reserva da Biosfera pela UNESCO – Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura. 

Por isso o governo municipal, visando avançar no ecoturismo local e na preservação dos recursos naturais, como a fauna e a flora, realizou o planejamento de ações para melhor atender os visitantes dessa modalidade turística, de apreciação de pássaros e florestas.

A secretária de Desenvolvimento Econômico e do Turismo, Bianca Colepicolo, falou sobre a iniciativa da manutenção das trilhas do município: “essas manutenções são necessárias para o nosso ecoturismo local. Temos que oferecer condições de segurança. Ilhabela é referência no setor do ecoturismo e a expectativa é que cidade se desenvolva ainda mais”.

Feira online de casamentos de Ilhabela acontece em junho

Com o apoio da prefeitura de Ilhabela, o grupo de fornecedores de casamentos do destino desenvolveu um portal e uma feira online.

O objetivo é aumentar a divulgação e proporcionar a entrada de dinheiro com negócios fechados durante o evento. A expectativa é que a feira alavanque as vendas com promoções para casamentos a partir de 2021. A feira também irá ajudar o setor hoteleiro, bares e restaurantes e todos os outros setores que trabalham nesse segmento.

O “Vou Casar na Ilha” é o primeiro evento virtual entre noivos e fornecedores de casamento e tem como propósito facilitar e viabilizar a organização de casamentos inesquecíveis.

A iniciativa reúne mais de 80 profissionais de Ilhabela e empresas selecionadas e experientes, com os maiores especialistas em casamentos no litoral e acontecerá nos dias 06, 07, 13 e 14 de junho, das 14h às 19h. Para participar, basta se logar no www.voucasarnailha.com.br e seguir o Instagram @voucasarnailha.

São fornecedores extremamente qualificados e preparados para lidar com qualquer necessidade que um casamento na praia abrange. Com apoio da Secretária de Turismo de Ilhabela, Bianca Colepicolo, a ideia da feira virtual é usar ferramentas online para dicas, apresentações, rodadas de negócios e promoções imperdíveis para os casamentos.

Mais informações em: www.voucasarnailha.com.br

Festival de Aves promete agitar o final de semana em Ilhabela (SP)

A cidade prepara intensa programação a partir desta sexta-feira (19) até segunda-feira (21), com passeios, palestras, minicursos e atividades infantis grátis.

A ação, promovida pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e do Turismo, é grátis e promove a Observação de Pássaros (Birdwatching) como nova modalidade turística no arquipélago que conta com uma das maiores reservas de Mata Atlântica conservada do mundo, com área de 27.025 hectares. O Festival de Aves de Ilhabela é mais um passo no caminho de posicionar o município como um dos principais destinos de ecoturismo do Brasil. Para isso, prepara estrutura para receber os turistas no Parque Estadual que ocupa 85% do território da ilha. No local, serão construídas seis torres dentro do espaço de preservação da Mata Atlântica, além de outras iniciativas que fazem parte do convênio assinado entre a Prefeitura e a Fundação Florestal.

Tiê-sangue (Divulgação / Sectur Ilhabela)
Tiê-sangue (Divulgação / Sectur Ilhabela)

A intensa programação do final de semana começa nesta sexta-feira (18) e tem atividades espalhadas pela cidade, com palestras, minicursos, fam-trips, cinema, oficinas e atividades infantis. As atividades do dia 18 começam a partir das 17h. São quatro palestras, no Centro Histórico da Vila, começando pelo tema “Aves do Parque Estadual de Ilhabela”. Na sequência é a vez das “Aves do meu quintal”, sobre paisagismo funcional e placas que atraem aves; seguida de “Aves pelágicas”, que vai abordar o universo das aves de mar aberto e as raridades que frequentam o litoral brasileiro e, para finalizar “Fotografia de aves – fotografar na natureza”. As atividades culturais terminam com o Cine no Píer, com mostras sobre observação e conservação, mas a noite só acaba a meia-noite, quando a Fam-Trip “Saída Pelágica – Plataforma” parte para dois dias de navegação para reconhecimento aos principais destinos de observação em mar aberto.

No sábado (19), o dia começa às 7h, com o passeio “Passarinhar nas trilhas de Ilhabela”, no Parque das Cachoeiras, para observação de aves. Na sequência, mais palestras e atividade infantis enchem a programação até a noite (confira abaixo).

O domingo (20) também começa cedo, com o passeio Passarinhar nas trilhas de Ilhabela (Visita técnica ASM Cambaquara), a partir das 7h. A tarde, às 14h, destaque para o minicurso ‘Ilustração de aves’, uma oficina de ilustração de aves com técnica de esferográfica, entre outras atividades. O Festival de Aves continua na segunda-feira (21), com a atividades escolar “Oficina de ilustração de aves com técnica de esferográfica”, ás 8h, e o minicurso “Jardim de beija-flores”, ás 9h, sobre como atrair beija-flores para jardins e quintais.

A estrutura tem como objetivo colaborar para que os visitantes tenham a oportunidade de observar, fotografar e catalogar espécies como o Tiê-sangue, símbolo da Mata Atlântica, Tangará, Papagaio-moleiro – eleita a ave símbolo da ilha, a Coruja-preta, ou a Jacutinga. “O Birdwatching é uma modalidade de turismo consolidada em outras partes do mundo e está crescendo no Brasil. Ilhabela sai na frente ao se posicionar, criar estrutura e investir em capacitação para receber mais turistas do Brasil e do mundo”, avalia Bianca Colepicolo,

Além do Festival de Aves, Ilhabela durante todo o mês de outubro receberá visitantes para cinco cerimônias de casamento programadas para este final de semana. Com isso, a ocupação da rede hoteleira da cidade está na casa de 88,4%, índice 13% superior em relação ao mesmo período do ano passado, quando chegou a 75,6%. Os dados são da Associação Comercial do município, em pesquisa feita nas regiões norte, central e sul da Ilha para o período a partir desta sexta-feira (18) até domingo (21).

Programação do Festival de Aves

Sexta-feira (18)
17h – Palestra Aves do Parque Estadual de Ilhabela, por Maria Inês (gestora do Parque)

18h – Palestra ‘Aves do meu quintal – parte1’ (Sobre paisagismo funcional e placas que atraem aves para uso em quintais e jardins, de casa, pousadas e chácaras, por Márcia Farias)

19h- Palestra ‘Aves pelágicas – o conhecimento de um profissional renomado’ (Fabio Olmos apresenta o universo das aves de mar aberto, falando das raridades que frequentam o litoral brasileiro)

20h – Palestra ‘Fotografia de aves – fotografar na natureza’, Silvia Linhares fala sobre sua experiência de fotografar mais de 1500 espécies brasileiras

21h – Cine no Píer – Mostras sobre observação e conservação (vídeos e filmes sobre aves e natureza)

24h – Fam-Trip ‘Saída Pelágica – Plataforma’ (Viagem de 2 dias para reconhecimento aos principais destinos de observação em mar aberto)

Sábado (19)
7h – Passarinhar nas trilhas de Ilhabela – Parque das Cachoeiras (Passeios abertos de observação de aves, com a guia Vilma)

14h – Atividades infantis ‘Trabalho de educação com tema de aves’, por Silvia Paraty

15h – Palestra ‘Aves do meu quintal – parte 2’ (Paisagismo funcional e placas que atraem aves para uso em quintais e jardins, de casa, pousadas e chácaras, por Márcia Farias)

16h – Palestra ‘Observação e comunidade’ (Como a observação de aves pode contribuir com o desenvolvimento sócio ambiental, por Daniel Cywinky)

17h – Palestra ‘Reintrodução e monitoramento’ (Conheça o trabalho da ASM Cambaquara na conservação de quatro diferentes espécies nativas da Ilha  – Papagaio-moleiro, Tiriba, Tucano-do-bico-verde e Periquito-rico, por Silvana Davino)

18h – Palestra ‘Observação e conservação’ (Como birdwatching contribui com a conservação, quais os benefícios e impactos? Quais as boas práticas do observador de aves, por Marco Silva)

19h – Palestra ‘Aves da minha Escola 1’ (Apresentação de um trabalho de educação com o tema das aves de Paraty, por Silvia Paraty)

20h – Cine no Píer – Mostras sobre observação e conservação (vídeos e filmes sobre aves e natureza)

Domingo (20)
7h- Passarinhar nas trilhas de Ilhabela (Visita técnica ASM Cambaquara, com Silvana Davino)

14h – Atividade infantil ‘Aves da minha escola 2’ (Apresentação de um trabalho de educação com o tema das aves de Paraty, por Silvia Paraty)

14h – Minicurso ‘Ilustração de aves’ (Oficina de ilustração de aves com Cristiane Gardim – Técnica de esferográfica)

16h – Palestra ‘Guia internacional, como iniciar?’ (Turistas estrangeiros tem uma grande exigência com relação aos guias de observação. Iniciar uma carreira nem sempre é fácil. Marco Silva apresenta sua recente experiência e dá algumas dicas a quem desejar começar)

17h – Relatos ‘Observação pelágica’ (Mesa redonda com os participantes do Fam-trip)

Segunda-feira (21)
8h – Atividades escolar – Oficina de ilustração de aves com técnica de esferográfica, por Cristina Gardim

9h – Minicurso ‘Jardim de beija-flores’ (Como atrair beija-flores para seu jardim sua varanda ou seu quintal? O que plantar e como construir bebedouros, por Zaga)

Sexta-feira (25)
8h – Fam-Trip Saída Pelágica (Viagem de reconhecimento aos principais destinos de observação em mar aberto, para Alcatrazes)

8h- Palestra ‘Fotografia embarcada’ (Octavio Campos Salles fala sobre a prática fotográfica embarcada, na busca por espécies pelágicas nos mares de Ilhabela)

18h00 – Aves de Alcatrazes: Projetos ICMBio em Alcatrazes, com Mayra Rocha

19h – Minicurso ‘Oficina de Fotografia’ (Os Irmãos Mello trazem sua oficina de fotografia com dicas para fotógrafos avançados e iniciantes)

21h – Cine no Píer – Mostras sobre observação e conservação (vídeos e filmes sobre aves e natureza)

Sábado (26)
7h – Vem passarinhar – Trilha Bananal (Passeios abertos de observação de aves, com Giulia D’Angelo e Sidney)

14h – Atividade infantil ‘Desenhando passarinho com esfero 1 (Formas e técnicas de desenho com a esferográfica pela artista Birgitte Tümmler)

14h – Minicurso ‘Oficina de Tratamento de Imagem’ (Ao longo de 10 anos, os Irmãos Mello foram se especializando em técnicas de tratamento digital de imagens e tornaram-se referência no Brasil. Nessa oficina apresentam as mais importantes ferramentas e suas dicas para melhor resultado)

16h – Palestra ‘Observação para Iniciantes’ (Como se iniciar no mundo da observação de aves? O que é preciso, quais equipamentos, livros e guias, por Giulia D’Angelo)

18h – Minicurso de guia de observação – parte 1 (orientações importantes para o profissional e para o trade, por Marc Egger)

20h – Cine no Píer – Mostras sobre observação e conservação (vídeos e filmes sobre aves e natureza)

Domingo (27)
7h – Minicurso de guia de observação – parte 2 – Fazenda Engenho D’Água, por Marc Egger

14h – Atividade infantil ‘Desenhando passarinho com esfero 2’ (Formas e técnicas de desenho com a esferográfica pela artista Birgitte Tümmler)

15h – Palestra ‘Observação Avançada’ (O que diferencia um observador experiente do iniciante? Técnicas de observação, história natural, comportamento das aves, uso de equipamentos, por Giulia D’Angelo)

Segunda-feira (28)
8h – Atividade Escolar A Arte da esferográfica e ilustração escola Paulo Renato, por Birgitte Tümmler)

 

Reserve sua hospedagem em www.booking.com/

Texto por agência com edição de Natalia Bastos

Sete cidades atingem nota A no Mapa do Turismo Brasileiro

Entre os municípios com a maior nota está Ilhabela, no litoral Norte de São Paulo.

Sete municípios atingiram conceito A na nova categorização do Mapa do Turismo Brasileiro. A nota mais alta do Ministério do Turismo foi dada para os municípios de Ilhabela (SP), Jericoacoara (CE), Pipa (RN), Pirenópolis (GO), Petrópolis (RJ), Tiradentes (MG) e Camanducaia (MG).

No caso de Ilhabela, no litoral Norte de São Paulo, os fatores determinantes para o município atingir a categoria A foram o aumento do fluxo turístico (doméstico e internacional), o crescimento do setor de hospedagem. As pousadas em Ilhabela estão entre as melhores do litoral Norte de São Paulo.

Pesaram ainda para Ilhabela ganhar a nota A, os empregos gerados, além dos investimentos na qualificação dos profissionais que atendem os viajantes. Com mais de 40 praias para serem exploradas pelo visitante, algumas desertas e outras com total infraestrutura, Ilhabela é um dos destinos mais visitados por turistas brasileiros e estrangeiros.

O centro histórico de Ilhabela (conhecido como “vila”), que reúne restaurantes e sorveterias. e lojas que vendem artesanatos, é o ponto de encontra dos turistas e moradores. É na vila que o turista encontra hostel Ilhabela e lojinhas que vendem artesanato produzido pela comunidade.

Ilhabela fica distante 210 km da capital paulista, e a 440 km da cidade do Rio de Janeiro. Está próxima das cidades de São Sebastião, Caraguatatuba e Ubatuba (no Litoral Norte de SP), e Paraty, Angra dos Reis e Ilha Grande (no Rio de Janeiro).

 

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com