Confira os novos valores das taxas de embarques de Confins e Galeão

Reajuste foi autorizado pela Agência Nacional de Aviação Civil e começa a vigorar no dia 10 de junho.

A taxa de embarque do Aeroporto do Galeão passará dos atuais R$ 27,82 para R$ 29,41. Já o valor para quem for embarcar em Confins (MG) passa de R$ 27,82 para 29,13. A tarifa máxima de embarque internacional, por sua vez, passará de R$ 111,96 para R$ 114,79 para o Aeroporto de Galeão.

1-575327_428694267159246_193247178_n

Já a taxa de embarque internacional de Confins que hoje é de R$ 111,96 passará a custar R$ 114,28.  Segundo a Anac, esses valores incluem o Adicional do FNAC de US$ 18,00, criado pela Lei nº 9.825/99 e que atualmente corresponde a R$ 62,70, conforme estabelecido pela Portaria ANAC n° 23/SRA/2017.

Os novos valores começam a vigorar em 10 de junho. A taxa de embarque é paga pelo passageiro no momento da compra das passagens. Caso tenha desistido da viagem, tem até um ano para pedir o dinheiro de volta para a companhia aérea.

 VAI VIAJAR? GARANTA AQUI SUA PASSAGEM DE AVIÃO COM DESCONTO

300x600

São João Del Rei recebe o primeiro voo fretado da Two Taxi Aéreo

SAO02

São João Del Rey, no Campo das Vertentes, porta de entrada dos turistas que visitam Tiradentes, foi a primeira cidade a receber voos fretados da Two Taxi Aéreo Ltda. O voo fretado decolou na manha desta quarta-feira (17/08) do Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte, levando convidados, além do primeiro passageiro, Paulo Henrique, turista de Belo Horizonte.

Os voos na modalidade fretamento são operados nos aviões Cessna Grand Caravan 208 B, com nove assentos. Ainda nesta quarta-feira decolam voos da Pampulha para Varginha, Juiz de Fora e Curvelo. O projeto da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig) prevê na primeira etapa voos para 11 cidades localizadas no interior do estado.

As outras cidades que serão atendidas são Diamantina, Divinópolis, Muriaé, Patos de Minas, Ponte Nova, Teófilo Otoni, Ubá e Viçosa. Em vez de comprar os bilhetes aéreos, os passageiros terão que fazer a aquisição de vouchers com pelo menos 48 horas antes da data do embarque. Um bilhete de Juiz de Fora ou Patos de Minas para Belo Horizonte vai custar de R$ 450 a 500, valor por trecho. Da Pampulha para São Jão Del Rei cada trecho custa R$ 200, podendo ser parcelado em 12 vezes sem juros.

No site criado para divulgar os voos fretados, o http://www.voeminasgerais.com.br/você já pode consultar todas as informações do projeto. Na primeira fase do projeto serão 60 voos semanais ligando o interior à capital.

SAO03

PRIMEIRO VOO

Os passageiros da Two Taxi Aéreo Ltda foram recebidos em São João Del Rei por Aline Flavia Resende, gerente Aeroportuária da SOCICAM Aeroportos. Os outros passageiros do voo inaugural foram Fernanda Medeiros Azevedo Machado, diretora Codemig Fomento a Indústria Criativa, Emílio César Ribeiro Parolini, presidente Federaminas e João Batista Nunes Nogueira, presidente Fiemg Regional Alto Paranaíba

SAO02

SAO04

SAO06

SAO08

INFORMAÇÕES PELO TELEFONE:  (31) 3207 8888



Companhias podem ser obrigadas a indenizar os passageiros pelos atrasos

O
Projeto de Lei n° 101/2015, de autoria do Senador Reguffe (PDT-DF),
altera o Código Brasileiro de Aeronáutica, que atualmente prevê
que a Companhia Aérea, em caso de atraso superior a 4 horas, deverá
apenas reacomodar o passageiro em outro voo ou devolver o valor da
passagem. De acordo com a proposta, além de disponibilizar as
referidas opções, a Companhia Aérea deverá indenizar o
passageiro.

Segundo
as novas regras, se o voo for superior a duas horas, a indenização
deve ser de 10% do valor da passagem. Se a viagem durar mais de
quatro horas, o transportador deve indenizar o passageiro em 20% do
valor pago pelo bilhete aéreo. Se for superior a oito horas, a
indenização sobe para 50%. Por fim, em caso de voo superior a 12
horas, a indenização deve ser de 100% do valor da passagem.

no caso de atraso ou interrupção do transporte em aeroporto de
escala por período superior a quatro horas, o passageiro também
deverá receber uma indenização de 100% do valor da passagem. As
Companhias Aéreas somente não estarão obrigadas a pagar as
indenizações caso o atraso, cancelamento ou interrupção de voo
ocorra em razão de más condições climáticas.
O
texto ainda irá tramitar nas Comissões de Meio Ambiente, Defesa do
Consumidor e Fiscalização e Controle (CMA) e de Constituição,
Justiça e Cidadania (CCJ).
Artigo produzido pelo advogado Bruno Lewer
Quer
saber mais sobre os seus Direitos enquanto consumidor? Visite o Blog
https://consumaseusdireitos.wordpress.com/
Curta
também a Página “Consuma seus Direitos” no Facebook e receba
todos os dias dicas, orientações, notícias e vídeos relacionados
aos direitos do consumidor.

Lanchonete Popular do Aeroporto de Belém já está funcionando

A lanchonete de preços controlados do Aeroporto Internacional de Belém/Val-de-Cans – Júlio Cezar Ribeiro (PA) já está em pleno funcionamento. O objetivo é oferecer opções de alimentação a preços mais acessíveis aos usuários do terminal belenense. O estabelecimento oferece, entre suas opções, 15 produtos com preços tabelados, além de serviços de cyber cafe.


A lanchonete – cujo nome fantasia é “Café Elite” – está instalada em uma área de 59,1 m² na praça de alimentação, localizada no piso superior do terminal de passageiros. A iniciativa da Infraero em implantar lanchonetes com preços mais acessíveis teve início no Aeroporto Internacional de Curitiba/São José dos Pinhais – Afonso Pena (PR).

Os outros terminais da empresa que contam com os estabelecimentos são Congonhas (SP), Santos Dumont (RJ), Salvador (BA), Fortaleza (CE), Recife (PE), Porto Alegre (RS), Manaus (AM), Londrina (PR) e Joinville (SC). Nesses aeroportos, há também a campanha informativa “Lanche Popular”, que facilita a identificação e acesso às lanchonetes com banners explicativos e uma identidade visual padronizada para esses estabelecimentos.

“Com a implantação da lanchonete, buscamos oferecer opções de alimentação mais barata para os usuários do Aeroporto de Belém, além de estimular a competição no mix comercial do Val-de-Cans”, disse o gerente Comercial do terminal paraense, Francisco Ferreira.

TAM e Gol vendem passagens por R$ 90 de Confins para Congonhas!. Azul começou a operar com 26 voos na capital paulista

Nesta quinta-feira (6) a Azul começou a operar em Congonhas
com voos para Confins, Curitiba e Porto Alegre. Dia histórico para a aviação
comercial brasileira. A entrada da Azul no aeroporto paulista com apenas 5% dos
voos já começa a dar resultados em favor do passageiro. A Azul começou a vender
em seu site, na semana passada, passagens por R$ 129,90 de Curitiba, Porto
Alegre e Confins para Congonhas. Gol e TAM também colocaram tarifas pelo mesmo
valor. Nesta quinta-feira as duas maiores companhias reduziram ainda mais os
preços.

Na TAM e na Gol é possível encontrar passagens por R$ 90,90
para viagem no mês de dezembro de Congonhas para Confins ou no sentido
contrário. Na Azul as passagens estão sendo vendidas por R$ 105,90 para viagem
no mês de dezembro. Quem for viajar de Curitiba para Congonhas vai pagar R$
86,90 nas três companhias. Na TAM encontramos passagens por R$ 79 de Curitiba
para capital paulista para viagem nos dias 12 e 13 de dezembro deste ano.
As passagens estão sendo vendidas por R$ 128,90 na Azul, Gol
e TAM de Porto Alegre para Congonhas, e também no sentido contrário.  Você só encontra esses valores se comprar a
ida e a volta com pelo menos 20 dias antes da viagem.  As taxas de embarques não estão incluídas.  
             VALOR PESQUISADO NA TAM NO DIA 6 DE NOVEMBRO
A TAM está com ótimos preços na ponte aérea para viagem nos
meses de dezembro e janeiro. Na capa do site da companhia a tarifa prometida de
Congonhas para o Santos Dumont é de R$ 85, mas encontramos passagens por R$ 81
para embarque em janeiro. Já na Gol o menor valor é R$ 90,90. Já na Avianca,
que a partir de 24 de novembro aumenta de 10 para 12 o número de voos do Santos
Dumont para Congonhas, o menor valor para viagem em janeiro é R$ 95.

Criada em dezembro de 2008, a Azul não tinha slots
(autorização de pousos e decolagens) para operar em Congonhas em dias úteis. A
companhia tinha um voo nos fins de semana para o Santos Dumont.  O aeroporto paulista tinha voos da Gol, TAM e
Avianca.

Azul vende por R$ 129,90 passagens de Congonhas para Confins, Curitiba e Porto Alegre. Voos começam no dia 6 de novembro!

A companhia Azul começou a vender nesta sexta-feira (31/10) por R$ 129,90 o trecho as passagens para os voos diretos do Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, para Curitiba, Porto Alegre e Confins. Os voos começam na próxima quinta-feira (6 de novembro). A Azul não tinha slots (autorização de pousos e decolagens) em dias úteis em Congonhas.

A intenção da Azul era iniciar os voos em Congonhas no dia 1º de novembro, mas foi obrigada a adiar a estreia no aeroporto paulista em dias úteis pelo atraso pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) na aprovação das novas frequências.
Serão cinco voos em cada sentido de Confins para Congonhas e quatro para Porto Alegre e Curitiba. Em vez de entrar na briga com a TAM, Gol e Avianca pelo mercado da ponte aérea, a Azul resolveu investir nas três rotas onde terá condições de concorrer com as duas gigantes brasileiras.
De Confins para Congonhas oferecem voos diretos as companhias Gol e TAM. Com a entrada da Azul nesta rota, a tendência é de redução dos preços. Em nossas pesquisas foi possível emitir no site da Azul passagens com seis mil pontos no Tudo Azul.

                                                            CONFINS/CONGONHAS PELA AZUL

                                             
        CONGONHAS/CURITIBA PELA AZUL

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com