Companhias aéreas brasileiras registram prejuízo de R$ 1,8 bilhão no segundo semestre

O levantamento da ANAC mostra que a receita operacional líquida de Azul, Avianca, Gol e Latam cresceu 15,1% no acumulado até o 2° trimestre de 2018 (para R$ 18,6 bilhões), na comparação com o mesmo período de 2017.

As companhias Gol, LATAM, Azul e avianca Brasil somaram, no segundo trimestre de 2018, prejuízo de R$ 1,8 bilhão, em relação aos R$ 964 milhões negativos apurados no mesmo período do ano passado, segundo resultado consolidado do setor apurado nesta sexta-feira (5/10) pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC).


Leia mais

Terminal 3 de Confins começa a funcionar no dia 16 de setembro

O Terminal 3 do
Aeroporto Internacional Tancredo Neves, localizado em Confins (MG),
começa a funcionar na próxima quarta-feira (16 de setembro).
Batizado de “puxadinho”, o novo espaço terá capacidade para
receber até 4,3 milhões de passageiros/ano dos voos internacionais.
Somada à capacidade do Terminal 1 (já existente), o aeroporto
poderá processar mais de 14 milhões de passageiros por ano.

A transferência dos
voos para o Terminal 3 irá beneficiar também os passageiros de voos
domésticos. Com o início das operações no novo espaço, a BH
Airport, concessionária do aeroporto, começará a realizar
imediatamente obras de melhorias no Terminal 1, adequando-o para dar
mais conforto e comodidade aos usuários.

Atualmente, as
operações internacionais representam cerca de 4% do volume total de
passageiros, mas ocupam aproximadamente 40% das áreas de embarque e
desembarque do Terminal 1. O primeiro voo a ser operado no Terminal 3
será o da companhia aérea Aerolíneas Argentinas, com destino a
Buenos Aires, com partida prevista para às 5h45.

Atualmente, o
Aeroporto Internacional de Belo Horizonte opera voos regulares para
os seguintes destinos internacionais: Lisboa (TAP Portugal), Miami
(American Airlines e TAM), Cidade do Panamá (Copa Airlines) e Buenos
Aires (Aerolíneas Argentinas). Em novembro de 2015, está prevista
uma nova operação internacional para Orlando da Azul a partir de 16
de novembro deste ano.

Os passageiros que
utilizarem o Terminal 3 passarão a contar com 19 balcões de
check-in, três esteiras maiores e capazes de processar um maior
número de bagagens e um maior número de pontos de controle de
passaporte e alfândega, além de estacionamento exclusivo e próximo
ao Terminal, com a oferta de 400 novas vagas.

TRANPORTE

O transporte de
passageiros entre os terminais do aeroporto será feito por meio de
um serviço de ônibus gratuito oferecido pela BH Airport. – um
transfer. Os passageiros em conexão que chegarem ao Aeroporto
Internacional Tancredo Neves em voos domésticos deverão desembarcar
no Terminal 1 e se dirigir ao Terminal 3. Para isso, deverão
utilizar o serviço de transfer ou seguir pela travessia de pedestres
na área externa (cerca de 800 metros ou 12 minutos, em média, de
caminhada).

Já os passageiros
que desembarcarem de um voo internacional no Terminal 3 – e que
seguirem viagem em voo doméstico – devem retirar a bagagem, fazer
a verificação da Receita Federal e a conferência de passaporte no
Terminal 3. Na sequência, devem fazer o check-in do voo doméstico e
o despacho das bagagens no Terminal 1. A transferência entre os
Terminais 3 e 1 também pode ser feita por meio do transfer gratuito.
Os ônibus que saem do Centro de Belo Horizonte e das cidades da
Região Metropolitana farão uma parada no Terminal 3 para embarque e
desembarque.

Banner 728x90

Mesmo com a alta do dólar, companhias aéreas registram aumento de 21,9% nos voos internacionais

A alta do dólar não está refletindo nos resultados negativos das
companhias aéreas brasileiras. Com as promoções para atrair passageiros para os
seus voo internacionais, a demanda (em passageiros-quilômetros pagos
transportados – RPK) do transporte aéreo internacional de passageiros das
empresas aéreas brasileiras apresentou crescimento pelo 17º mês consecutivo.

O aumento foi de 21,9% em julho de 2015, quando comparado
com o mesmo mês de 2014. A oferta internacional (em assentos-quilômetros
oferecidos – ASK) registrou o 12º mês consecutivo de crescimento, com alta de
25,2% em comparação ao mês de julho de 2014. Ambas foram recordes para um mês
nos últimos dez anos.
Segundo a Anac, no acumulado de janeiro a julho de 2015,
a demanda internacional aumentou 14,7% em relação ao mesmo período de 2014. A
oferta internacional cresceu de 15,5% no período.
A Gol foi a aérea brasileira que registrou maior alta na demanda por transporte
aéreo internacional de passageiros em julho de 2015, na ordem de 11,9% quando
comparada a julho de 2014. O indicador da TAM registrou alta de 11,7%.

O número de passageiros pagos transportados por empresas brasileiras no mercado
internacional em julho de 2015 atingiu 697,1 mil, aumento de 21,7% em relação a
julho de 2014. Trata-se da maior quantidade de passageiros transportados em
voos internacionais por empresas brasileiras registrada para um mês nos últimos
dez anos.

No período de janeiro a julho de 2015 a quantidade de
passageiros transportados acumulou aumento de 15,9% em relação ao mesmo período
do ano anterior, foram 4,2 milhões em 2015 contra 3,6 milhões em 2014. 

Transporte Doméstico
 
A demanda (RPK) por transporte aéreo doméstico de passageiros registrou crescimento de 8,6% em julho de 2015, comparada com o mesmo mês de 2014, enquanto a oferta (ASK) registrou aumento de 6,2% no mesmo período. Com o resultado de julho de 2015, a demanda doméstica completou 22 meses consecutivos de crescimento e alcançou o seu maior nível para o mês desde o início da série.

Já a oferta doméstica apresentou o décimo primeiro mês consecutivo de crescimento, tendo sido recorde para o mês nos últimos dez anos. Com o resultado de julho, a demanda doméstica acumulou alta de 4,7% no ano e a oferta acumulou aumento de 3,5% no mesmo período.

Entre as principais empresas aéreas brasileiras, Gol e Azul destacaram-se com as maiores taxas de crescimento da demanda doméstica em julho de 2015, quando comparadas com o mesmo mês de 2014, da ordem de 10,7% e 10,0%, respectivamente. A Avianca apresentou crescimento de 6,9% e a TAM de 5,7%. Avianca, TAM, Gol e Azul aumentaram a oferta, em termos de ASK, em 10,6%, 7,2%, 4,8% e 3,7% respectivamente.

Considerando dados recentemente apurados junto à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), verificou-se que o modal aéreo continua ampliando a sua participação no transporte interestadual de passageiros de longa distância (acima de 75 km) em comparativo com o modal rodoviário. O avião foi o meio de transporte utilizado por 63,5% dos passageiros deste mercado no primeiro trimestre de 2015, frente a 62% em igual período do ano passado, o que representou uma variação positiva de 2,5%.

Os dados mencionados acima estão disponíveis no Relatório de Demanda e Oferta do Transporte Aéreo, divulgado hoje pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), que também contempla informações sobre carga transportada, todas ilustradas por meio de gráficos e considerações. O relatório pode ser acessado por meio do link a seguir:http://www2.anac.gov.br/estatistica/demandaeoferta/


Descubra BR 500x500

Flyways Linhas Aéreas recebe aeronave e contrata tripulação para iniciar voos comerciais

A Flyways Linhas Aéreas está prestes a iniciar suas operações de voos comerciais. Atraída pelo Plano de Desenvolvimento da Aviação Regional, a empresa já realizou o processo seletivo para comissários de bordo e agora está em busca de comandantes, copilotos e Instrutores para sua base localizada no Rio de Janeiro.

A Flyways já recebeu da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) a licença para funcionamento jurídico, restando agora as demonstrações e inspeções da aeronave, e por último, voo operacional. Os voos da companhia serão do Rio de Janeiro para São Paulo e Minas Gerais, mas as cidades ainda não foram definidas.
Juiz de Fora é uma das fortes candidatas de ganhar voos para Guarulhos, segundo um executivo da companhia. Os pedidos de voos ainda não foram pedidos. Juiz de Fora está sem voos desde o ano passado.
                               ANÚNCIO DA FLYWAYS NAS REDES SOCIAIS
AERONAVE
A primeira aeronave da  Flyways está desde abril deste ano no Aeroporto de Foz de Iguaçu (PR), para o processo de liberação.  ATR- 72-500, prefixo PR-TKN (cn 580), que será o primeiro avião da nova companhia, já pertenceu a Trip e Azul. Essa aeronave tem 70 assentos. No Brasil as companhias que usam o ATR são a Azul, Passaredo e MAP Linhas Aéreas, essa última instalada em Manaus.

Banner 728x90

Promoção deste fim de semana garante passagens a partir de R$ 35 em duas companhias

As companhias áreas Gol e Azul estão vendendo passagens a
partir de R$ 35 nas promoções deste fim de semana. Nos voos de Curitiba para
Guarulhos ou Congonhas é possível encontrar passagens por R$ 35 na ida ou na volta.
Com as taxas de embarques, uma passagem de ida e volta da capital paranaense
custa R$ 120 nas duas companhias. Na TAM cada trecho custa R$ 37 de Curitiba
para Congonhas.

Na Azul é possível encontrar passagens por R$ 58,90 nosvoos do Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte, para o Santos Dumont, no Rio
de Janeiro. Esses voos sem escalas começam no dia 11 de maio. Quem optar viajar
do Santos Dumont para Confins vai encontrar passagens por R$ 58,90 nos voos da
Azul. Na promoção da Gol você viaja pagando R$ 52 na ida ou na volta.

Na Gol é possível viajar pagando apenas R$ 47 nos voos deVitória para Confins, enquanto na Azul a promoção deste fim de semana oferece
passagens por R$ 57,90 da capita capixaba para Confins. De Confins para Recife,
ou no sentido contrário, a viagem pela Gol custa R$ 263,91. De Vitória para o Santos Dumont o menor valor está disponível na promoção da Azul (R$ 187,79).

MARANHÃO

De Confins para São Luís (MA) cada trecho está sendo vendido
por R$ 69,90. A viagem sai por R$ 187,81 com as taxas de embarques. É quase de
graça! Na Gol é possível encontrar as tarifas promocionais para viajar até nas
férias de julho. Para São Luís não há passagens por esse valor para embarque em
julho. As promoções da Gol e Azul valem para compra até 8 horas de
segunda-feira (4).
 

728x90 Gol

Azul terá voos de Araxá para Uberaba e Patos de Minas terá três frequências semanais para BH

A partir de 20 de março a Azul não terá voos de Juiz de Fora para Confins e Varginha ficará sem voos comerciais desta mesma empresa. A companhia aguarda autorização da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para iniciar em 7 de abril a rota Governador Valadares/Confins. Conforme o Tudo Viagem mostrou nesta semana, a Azul vai suspender os voos de Araxá para a Pampulha, em Belo Horizonte, e lançar uma frequência em cada sentido para Confins.

As mudanças em Araxá estão previstas para 7 de maio. A partir desta data a cidade de Patos de Minas deixa de ter voos diários para a Pampulha. A cidade será atendida pela Azul às segundas, quartas e sextas para Belo Horizonte. Uberaba e Araxá vão ganhar voos circulares. (Veja tabela abaixo). Na prática, os horários partindo ou chegando de Confins terão uma parada em uma das cidades. Nesta rota a companhia vai usar o ATR-72 com 70 lugares.

A companhia informou que nesta sexta-feira vai enviar para a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) a autorização para realizar as mudanças. As passagens ainda não estão sendo vendidas. A partir de 20 de março a Azul inicia voos do Aeroporto Regional da Zona da Mata, localizado entre Goianá e Rio Novo, para Confins.

No meses de março e abril a Azul vai reduzir um voo de Montes Claros para a Pampulha, e outro no sentido inverso. Isso também ocorrerá nas ligações diretas das cidades de Uberlândia, Ipatinga, e Governador Valadares. Em maio esses voos voltam para a malha da Azul.

Confira os
horários dos voos que a Azul pretende implantar em Uberaba e Araxá
Origem
Saída
Destino
Chegada
Frequência
Belo
Horizonte / Confins
8h15
Araxá
9h20
Segunda
a sábado
Araxá
9h45
Uberaba
10h10
Segunda
a sábado
Uberaba
10h35
Belo
Horizonte / Confins
11h47
Segunda
a sábado
Belo
Horizonte / Confins
16h18
Uberaba
17h40
Domingo
a sexta
Uberaba
18h05
Araxá
18h35
Domingo
a sexta
Araxá
19h00
Belo
Horizonte / Confins
20h18
Domingo
a sexta

TAM e Ibis lideram o ranking de queixas no site Reclame Aqui

A
TAM foi a companhia campeã de reclamações em 2013, segundo o site
Reclame
Aqui
.
No ano passado 9,9 mil passageiros fizeram queixas contra a
companhia. No ano anterior esse número chegou a 7,1 mil, o que
representa um crescimento de 39,4%. A TAM lidera o mercado de voos
domésticos.

A
Gol aparace em segundo lugar com 6 mil queixas no Reclame
Aqui
.
Em relação ao ano de 2012 a companhia teve um crescimento de 46,3%
no número de reclamações. As queixas contra a Azul passaram de
1.009 para 3.300, um crescimento de 227%. As queixas do ano passado
incluem as dos passageiros da Trip.
A
companhia Avianca teve o segundo maior índice de crescimento de
reclamações. Enquanto em 2012 o Reclame
Aqui

recebeu 441 queixas contra a Avianca, no ano passado esse número
passou para 843, uma elevação de 91,15%. Dados da Agência Nacional
de Aviação Civil (Anac) revelam que as companhias Azul e Avianca
foram as que mais cresceram em 2013.
Entre
os hotéis o campeão de queixas no Reclame Aqui foi o Ibis (462),
seguido pelo Rio Quente Resorts (266) e em terceiro pelo Pestana
Vacation Club (187). As informações são do site Panrotas.
HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com