Tudo viagem

Mesmo com a alta do dólar, companhias aéreas registram aumento de 21,9% nos voos internacionais

A alta do dólar não está refletindo nos resultados negativos das
companhias aéreas brasileiras. Com as promoções para atrair passageiros para os
seus voo internacionais, a demanda (em passageiros-quilômetros pagos
transportados – RPK) do transporte aéreo internacional de passageiros das
empresas aéreas brasileiras apresentou crescimento pelo 17º mês consecutivo.

O aumento foi de 21,9% em julho de 2015, quando comparado
com o mesmo mês de 2014. A oferta internacional (em assentos-quilômetros
oferecidos – ASK) registrou o 12º mês consecutivo de crescimento, com alta de
25,2% em comparação ao mês de julho de 2014. Ambas foram recordes para um mês
nos últimos dez anos.
Segundo a Anac, no acumulado de janeiro a julho de 2015,
a demanda internacional aumentou 14,7% em relação ao mesmo período de 2014. A
oferta internacional cresceu de 15,5% no período.
A Gol foi a aérea brasileira que registrou maior alta na demanda por transporte
aéreo internacional de passageiros em julho de 2015, na ordem de 11,9% quando
comparada a julho de 2014. O indicador da TAM registrou alta de 11,7%.

O número de passageiros pagos transportados por empresas brasileiras no mercado
internacional em julho de 2015 atingiu 697,1 mil, aumento de 21,7% em relação a
julho de 2014. Trata-se da maior quantidade de passageiros transportados em
voos internacionais por empresas brasileiras registrada para um mês nos últimos
dez anos.

No período de janeiro a julho de 2015 a quantidade de
passageiros transportados acumulou aumento de 15,9% em relação ao mesmo período
do ano anterior, foram 4,2 milhões em 2015 contra 3,6 milhões em 2014. 

Transporte Doméstico
 
A demanda (RPK) por transporte aéreo doméstico de passageiros registrou crescimento de 8,6% em julho de 2015, comparada com o mesmo mês de 2014, enquanto a oferta (ASK) registrou aumento de 6,2% no mesmo período. Com o resultado de julho de 2015, a demanda doméstica completou 22 meses consecutivos de crescimento e alcançou o seu maior nível para o mês desde o início da série.

Já a oferta doméstica apresentou o décimo primeiro mês consecutivo de crescimento, tendo sido recorde para o mês nos últimos dez anos. Com o resultado de julho, a demanda doméstica acumulou alta de 4,7% no ano e a oferta acumulou aumento de 3,5% no mesmo período.

Entre as principais empresas aéreas brasileiras, Gol e Azul destacaram-se com as maiores taxas de crescimento da demanda doméstica em julho de 2015, quando comparadas com o mesmo mês de 2014, da ordem de 10,7% e 10,0%, respectivamente. A Avianca apresentou crescimento de 6,9% e a TAM de 5,7%. Avianca, TAM, Gol e Azul aumentaram a oferta, em termos de ASK, em 10,6%, 7,2%, 4,8% e 3,7% respectivamente.

Considerando dados recentemente apurados junto à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), verificou-se que o modal aéreo continua ampliando a sua participação no transporte interestadual de passageiros de longa distância (acima de 75 km) em comparativo com o modal rodoviário. O avião foi o meio de transporte utilizado por 63,5% dos passageiros deste mercado no primeiro trimestre de 2015, frente a 62% em igual período do ano passado, o que representou uma variação positiva de 2,5%.

Os dados mencionados acima estão disponíveis no Relatório de Demanda e Oferta do Transporte Aéreo, divulgado hoje pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), que também contempla informações sobre carga transportada, todas ilustradas por meio de gráficos e considerações. O relatório pode ser acessado por meio do link a seguir:http://www2.anac.gov.br/estatistica/demandaeoferta/


Descubra BR 500x500

(Visited 5 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com