Gol terá voo direto para Cabo Frio partindo de Guarulhos

Atualmente a companhia Azul é a única que opera em Cabo Fio com voos que decolam às sextas, sábados e domingos do Aeroporto Internacional de Confins, na Grande Belo Horizonte.

Cabo Frio, porta de entrada dos turistas que viajam para a Região dos Lagos, terá a partir de 26 de dezembro deste ano voos da companhia Gol.  Será a 62º base da companhia no Brasil. O novo voo será operado sazonalmente durante as altas temporadas, com início no verão de 2019. Os voos diretos vão decolar do aeroporto internacional de Guarulhos, em São Paulo.

Atualmente a companhia Azul é a única que opera em Cabo Fio com voos que decolam às sextas, sábados e domingos do Aeroporto Internacional de Confins, na Grande Belo Horizonte. Nas férias de julho os voos da Azul são diários.

Com os voos concentrados no aeroporto internacional de Guarulhos, em São Paulo, os passageiros da Gol de outras cidades brasileiras poderão fazer conexões rápidas no terminal paulista para aproveitar o verão na região dos Lagos.

A cidade de Cabo Frio é o nono destino regional anunciado pela Gol somente este ano. Recentemente a companhia anunciou a entrada nos mercados de  Cascavel, Passo Fundo, Vitória da Conquista, Sinop, Franca, Barretos, Araçatuba e Dourados.

Nos voos de Guarulhos para Cabo Frio a Gol vai usar as aeronaves Boeing 737-700 Next Generation, que serão aviões com a maior capacidade a operar nestes aeroportos, para até 138 passageiros. As passagens dos novos voos já estão sendo vendidas no site da Gol.

Frase….

“A Gol é a empresa responsável por democratizar o acesso e transporte aéreo no país, por isso estamos sempre atentos às oportunidades de oferecer voos para destinos muito procurados pelos nossos Clientes – proporcionando comodidade e conforto as viagens. As nossas operações serão realizadas de 26 de dezembro a 12 de abril e, seremos a primeira companhia a oferecer voos diretos da capital paulista para a Região dos Lagos, que concentra alta demanda de turistas que viajam para aproveitar as belas praias da cidade no verão”

Eduardo Bernardes vice-presidente Comercial e Marketing da Gol.

Veja abaixo detalhes de como serão os voos

Voos diários – de 26/12/2019 a 20/1/2020

4 frequências semanais (quinta, sexta, sábado e domingo) – de 21/1/2020 a 20/2/2020

6 frequências semanais (segunda/quarta/quinta/sexta/sábado/domingo)- de 21/2/2020 a 2/3/2020

3 frequências (quarta/sábado/domingo)- de 3/3/2020 a 12/4/2020

Veja abaixo os horários dos voos:

 Voo Origem Destino
G3 4000 Guarulhos (SP) 09:50 Cabo Frio (RJ) 11:00
G3 4001 Cabo Frio (RJ) 11:30 Guarulhos (SP) 12:40

Acesse aqui a página da Gol

Comprou suas passagens? Faça aqui a sua reserva de hotel em Cabo Frio

Sky Airline recebe autorização da ANAC para operar no Brasil; primeiro voo será dia 5 de novembro

A europeia Norwegian e as argentinas Avian (subsidiaria da Avianca) e Flybondi são as outras aéreas em tratativas com a ANAC para ofertarem voos de longo curso no país.

A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) concedeu autorização operacional para a empresa chilena Sky Airline. A companhia será a primeira aérea estrangeira denominada low cost (baixo custo) a operar um voo regular internacional de passageiros no Brasil. A autorização de de operação foi publicada nesta sexta-feira (26), no Diário Oficial da União. (Veja no final a decisão).


[read more=”Leia mais…” less=”Recolher”]

A autorização de de operação foi publicada nesta sexta-feira (26), no Diário Oficial da União. O primeiro voo regular da companhia está previsto para o dia 5 de novembro. Essa operação sairá do Aeroporto Internacional Comodoro Arturo Merino Benítez, em Santiago, no Chile, com destino ao Aeroporto Internacional do Galeão, no Rio de Janeiro. Em seguida, a empresa fará a rota no destino inverso.

A Sky Airline pretende oferecer cinco frequências semanais com uma aeronave modelo Airbus 320, com capacidade para 186 passageiros. Segundo a ANAC, até o primeiro trimestre de 2019, existem operações previstas para os terminais de Guarulhos, em São Paulo, e Hercílio Luz, em Florianópolis.

A autorização operacional é a última das três etapas que uma empresa estrangeira necessita para operar voo regulares no Brasil. As duas primeiras autorizações, a de funcionamento no país e a jurídica, foram emitidas pela ANAC em maio de 2013. A solicitação para início da última etapa foi protocolada na Agência em 30 de agosto deste ano.

Além das Sky Airline, outras três empresas low cost  estão com processos em andamento na ANAC. A europeia Norwegian e as argentinas Avian (subsidiaria da Avianca) e Flybondi são as outras aéreas em tratativas com a ANAC para ofertarem voos de longo curso no país.

ACESSE AQUI A AUTORIZAÇÃO DADA PARA A SKY 

PRETENDE VIAJAR? GARANTA AQUI DESCONTOS ESPECIAIS NA COMPRA DAS PASSAGENS AÉREAS

[/read]

Trens que vão levar passageiros até o Aeroporto de Guarulhos começam a operar gratuitamente no sábado

No segundo mês, ainda operação assistida e gratuita, a linha começará a operar, ainda no mesmo horário, porém todos os dias da semana.

A partir de sábado (31/03) os trens da Linha 13-Jade, que ligarão a cidade de São Paulo ao Aeroporto de Guarulhos, começam a operar gratuitamente aos sábados e domingos. No primeiro mês, a linha operará somente aos sábados e domingos, das 10h às 15h, com intervalos de 30 minutos.


[read more=”Leia mais…” less=”Recolher”]

No segundo mês, ainda operação assistida e gratuita, a linha começará a operar, ainda no mesmo horário, porém todos os dias da semana. Já em junho, a linha começa a operar nos mesmos moldes das demais, com cobrança e com funcionamento das 4h à meia noite.

A Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) informou que começará a funcionar no terceiro mês o serviço Connect, da estação Brás até a estação Aeroporto-Guarulhos nos horários de pico, sem a necessidade de baldeação na estação Engenheiro Goulart. Com 35 minutos de duração, o preço da arifa será de R$ 4.

O serviço Airport-Express, a partir da estação da Luz, entra em operação em julho. O trajeto será feito em 35 minutos, em quatro horários programados, nos dois sentidos, com tarifa diferenciada em relação à norma. O valor ainda não foi definido pelo governo paulista.

ESTÁ EM BUSCA DE DESCONTOS PARA VIAJAR? FAÇA AQUI A SUA COTAÇÃO E GARANTA PASSAGENS AÉREAS PROMOCIONAIS

[/read]

Saiba qual melhor época para viajar e dicas de passeios em Lençóis Maranhense

Um cenário singular no mundo e um deserto gigantesco à beira-mar cercado por dunas! Nossa dica de destino de hoje é o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses (MA), um cenário singular no mundo, um deserto gigantesco à beira-mar, mas o visitante também pode se refrescar com banhos de lagoas e em torno do Rio Preguiça. Uma das dúvidas na hora de planejar a viagem é descobrir qual a melhor época para visitar a região e quais os melhores passeios. Nesta matéria especial você terá todas as informações!


[read more=”Leia mais…” less=”Recolher”]

O melhor período para visitar Lençóis Maranhenses vai de maio a setembro, mas a unidade está aberta a visitação o ano inteiro, de segunda a segunda, das 08:00 às 18:00. O litoral oriental do Maranhão possui duas estações características ao longo do ano. A chuvosa, de fevereiro a maio, e a seca, de junho a janeiro. Após a estação chuvosa o parque apresenta seu mais belo cenário, pois as lagoas estão cheias.

O Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses está localizado no litoral oriental do estado do Maranhão, sendo o principal destino indutor do turismo no estado. De São Luis até o parque são 265 quilômetros. Está inserido no Cerrado mas apresenta forte influência da Caatinga e da Amazônia, sendo encontradas espécies comuns destes 3 biomas. Em seus 155 mil hectares, abriga ecossistemas diversos e frágeis, como a restinga, o manguezal, e um campo de dunas que ocupa 2/3 da área total da unidade, sendo o principal atrativo do Parque Nacional devido as lagoas que se formam no período chuvoso da região. parque está inserido em 3 municípios maranhenses, que dispõem de estrutura para recepção e condução de visitantes, Barreirinhas, Santo Amaro e Primeira Cruz.

Em Barreirinhas:
• Circuito da lagoa Azul – Trata-se do atrativo mais visitado da Unidade de Conservação. Após 12 Km de trilhas na restinga, o passeio segue pelo campo de dunas em uma trilha de aproximadamente 02 km. Ao longo do trajeto o visitante poderá visitar a lagoa da Preguiça, lagoa da Esmeralda, lagoa Azul e a lagoa do Peixe, a única perene e que se mantém com água ao longo de todo o ano. Este atrativo é o único onde há permissão para acesso em veículo tracionado até os limites da lagoa da Preguiça, mas apenas para visitantes com dificuldade de locomoção e mediante comunicação e obtenção de autorização junto à administração do Parque Nacional.

• Circuito da lagoa Bonita – Localizada a 15km de Barreirinhas, o atrativo apresenta grau médio de dificuldade de acesso, pois é necessário subir uma duna íngreme de cerca de 30 metros de altura. Há uma corda para auxiliar a subida. Mas o esforço é recompensado com a bela vista que se tem tanto do campo de dunas como da vegetação de restinga do Parque Nacional. Após a subida o visitante percorre algumas centenas de metros até a lagoa Bonita. Neste atrativo é possível visitar também a lagoa do Clone, batizada com este nome pois foi onde foram gravadas cenas da novela ‘O Clone’ da Rede Globo.

• Lagoa da esperança – Trata-se da interrupção do curso do Rio Negro provocado pelo encontro com o campo de dunas. Desta forma esta lagoa é perene e não se situa dentro do campo de dunas, mas sim na borda do mesmo. Desta forma é possível também percorrer o campo de dunas. Por ser perene esta lagoa é ideal para ser visitada durante os meses de estiagem, quando as lagoas dos outros atrativos estão secas. A lagoa da esperança faz o limite geográfico dos municípios de Barreirinhas e Santo Amaro.

• Atins – O povoado de atins fica localizado em frente a foz do rio Preguiças, fora do Parque Nacional, mas bem próximo, possibilitando facilmente a realização de caminhadas pela praia, restinga, dunas e campos. O povoado possui estrutura simples, sendo procurado por visitantes que buscam tranquilidade e um contato mais íntimo com a natureza e a comunidade local. No atins é possível praticar esportes como kite-surf, wind-surf, caiaque, stand up padlle, passeios de bicicleta, surf entre outros.

• Canto dos Lençóis – Localizado dentro do Parque Nacional, o canto dos lençóis, antigamente chamado de Canto do Atins, é um pequeno povoado formado por pescadores tradicionais. Apresenta uma bela vista do campo de dunas e é próximo a praia. O povoado não tem energia mas há restaurantes comunitários que servem comida típica e oferecem hospedagem simples. É um ótimo ponto de apoio para iniciar o trekking e cruzar o campo de dunas até o município de Santo Amaro.

• Foz do Rio Negro e lagoa Verde – O roteiro da foz do rio Negro é realizado pela praia do Parque Nacional, saindo do Atins. O encontro do rio Negro com o mar é o principal atrativo, onde o visitante pode se banhar nas pequenas cachoeiras a beira mar. Este atrativo fica disponivel apenas quando o rio Negro tem água, portanto, informe-se antecipadamente com a administração ou com o receptivo local. No circuito é possível visitar também a lagoa Verde, próxima a praia, a lagoa fica a 30 min de caminhada pelo campo de dunas, e permanece com água em boa parte do ano.

Em Santo Amaro:
 • Lagoa da Gaivota – Distante 2 km da sede de Santo Amaro é o principal atrativo no município e é considerada a mais bela paisagem do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses. Esta lagoa está localizada em uma área de nidificação de gaivotas, possibilitando a observação das aves. O acesso pode ser realizado por meio de caminhadas ou em veículo 4×4. No caminho ao atrativo é possível observar o lago de Santo Amaro.

• Lagoa da Betânia – Assim como a lagoa da Esperança, trata-se de um curso de rio interrompido pelo campo de dunas. O atrativo é no povoado da Betânia que oferece alguns serviços básicos. A variação das cores da água e a paisagem com o campo de dunas ao fundo, torna a visitação neste atrativo uma experiencia única.

• Lagoa das Emendadas  Acessível apenas por meio de caminhada, são várias lagoas interdunares (no interior do campo de dunas) que se ligam e chegam a somar quilometros em extensão. Por ser um atrativo no interior do campo de dunas, permite ao visitante ter uma dimensão do tamanho dos lençóis maranhenses.

• Praia da Travosa – Localizada próxima do povoado Travosa, uma comunidade pesqueira, a praia da Travosa apresenta grande extensão possui o campo de dunas ao fundo. Em abril ocorre um campeonato de surf na praia da Travosa.

 

Zona Primitiva:
• Queimada dos Britos e Baixa grande – Localizadas no interior do campo de dunas do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, essas duas manchas de vegetação de restinga são verdadeiros oasis e um perfeito abrigo para pernoite para aqueles que buscam realizar o trekking de travessia do parque.

Segundo o zoneamento do Parque Nacional, estas regiões são a Zona Primitiva, onde a visitação só pode ocorrer em níveis de mínimo impacto. Desta forma é proibido a realização de passeios turísticos ou visitar a localidade em veículos motorizados de qualquer natureza. A despeito disso, cerca de 30 famílias residem no local, sendo permitido a elas, e somente elas, o trafego em veículos motorizados por questões de salva guarda a vida e transporte de pessoas, alimentos e materiais.

É sem dúvida o melhor atrativo da unidade! As caminhadas, que chegam a durar 5 dias, são realizadas pela praia e pelas dunas, com banhos nas lagoas para refrescar. As pernoites são realizadas nas comunidades, sendo uma ótima experiência de interação com a população tradicional.

ORIENTAÇÕES
A portaria ICMBio nº 63 de 10 de agosto de 2010 e o Plano de Manejo do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses disciplinam as principais normas de visitação. Essas normas são necessárias para garantir a segurança do visitante e dos ambientes protegidos, portanto, siga sempre as orientações dos condutores de visitantes e a sinalização. Abaixo listamos as principais informações para quem pretende visitar o Parque Nacional:

• Os serviços de transporte e condução de visitantes devem ser realizados por veículos, condutores de veículos e condutores de visitantes credenciados. Para evitar problemas, observe se o veículo está adesivado com a logomarca do Parque Nacional e número de credenciamento e se os condutores portam os crachás de identificação.
• Quem pretende visitar o Parque Nacional em veículo 4×4 próprio precisa solicitar autorização para a administração do ICMBio em Barreirinhas.
• É proibido a venda, porte e consumo de bebidas alcoólicas e drogas ilícitas no Parque Nacional.
• É proibido o trânsito de veículo motorizado sobre o campo de dunas livre.
• É proibido fazer fogueiras, ascender churrasqueiras ou fogareiro.
• É proibido entrar no parque Nacional em quadriciclos, motos, bugres, bem como realizar enduros e/ou rallys.

As fotos e informações são do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade – ICMBio, do Ministério do Meio Ambiente, responsável pelo parque.

  GOSTOU DAS DICAS? NO SITE DA MAXMILHAS VOCÊ ENCONTRA PASSAGENS AÉREAS PROMOCIONAIS PARA SÃO LUIS

[/read]

Santa Catarina vai sediar etapa do maior evento náutico do mundo

Competição acontece em Itajaí entre 5 a 22 de abril deste ano e deve reunir quase meio milhão de pessoas.

A etapa de Itajaí da Volvo Ocean Race (VOR), a maior regata do mundo, acontece entre 5 a 22 de abril de 2018, quando a Vila da Regata começa a receber as embarcações. A competição é a mais longa e mais dura no esporte profissional e como um dos três grandes eventos no mundo da vela, ao lado dos Jogos Olímpicos e da America’s Cup.

O Volvo Ocean Race é considerado a Fórmula-1 dos Mares. A edição 2017-2018 será a distância mais longa de sua história, navegando por quatro oceanos e com paradas em 12 cidades de cinco continentes, num total de 45 mil milhas náuticas.

Única cidade da América Latina a sediar a regata, Itajaí receberá as equipes após a perna mais longa e mais difícil da competição, após sair de Auckland, na Nova Zelândia, e cruzar o Cabo Horn, no hemisfério Sul do planeta e considerado o mar mais radical do mundo.

Na edição 2014-2015, Itajaí recebeu novamente o evento e foi a segunda maior etapa em público, com mais de 300 mil pessoas. Para essa temporada a previsão é de quase meio milhão de pessoas. Itajaí será o oitavo porto da regata. Após largar em Alicante, os barcos passarão por Lisboa (Portugal), Cidade do Cabo (África do Sul), Melbourne (Austrália), Hong Kong, Guangzhou (China), Hong Kong novamente e Auckland (Nova Zelândia).

A previsão é que os primeiros barcos cheguem ao Litoral catarinense no dia 8 de abril. Muitas embarcações vão chegar pela capital, movimentando os hoteis em Florianopolis e os voos das companhias aéreas.
No dia 20 de abril será realizada a In-Port Race, uma competição que é realizada nos locais de parada. No dia 21, os barcos estarão abertos ao público e, no dia 22, será a partida das sete equipes competidoras para o próximo porto.

Após a parada catarinense, as embarcações seguirão a Newport (Estados Unidos), Cardiff (País de Gales), Gotemburgo (Suécia) e Haia (Holanda). Há uma semana, os barcos saíram da Cidade do Cabo em direção à Austrália. A chegada à última estação está prevista para 20 de junho do ano que vem.

Itajaí fica a 98 quilômetros de Florianópolis. O Volvo Ocean Race vai movimentar o turismo de várias cidades de Santa Catarina. Além de uma rede de hotéis de luxo, a ilha se destaca pela expansão de hostel Florianopolis.

Tarifa de entrada na ilha Morro de São Paulo de R$ 15 começa a ser cobrada no dia 1º de novembro

O valor é único e estão isentos do pagamento crianças menores de 5 anos e pessoas maiores de 60 anos. Estudantes pagam metade.

A ilha de Morro de São Paulo, que fica no município de Cairu, na Bahia, começa a cobrar na quarta-feira (1/11), tarifa única no valor de R$ 15,00 Tarifa por Uso do Patrimônio do Arquipélago (TUPA). Na próxima etapa, emn data a ser dfefinida, a tarifa será aplicada também a quem visitar Boipeba, Garapuá, Moreré e a própria sede da cidade.

[expander_maker id=”1″ more=”Leia mais” less=”Recolher”]

Os recursos da tarifa serão utilizados para melhoria dos serviços turísticos e preservação do patrimônio do Arquipélago de Tinharé, que inbclui Morro de São Paulo. Segundo a Prefeitura de Cairu, objetivo da cobrança é assegurar a manutenção, restauração, e preservação do patrimônio histórico, cultural, ambiental e estrutural do arquipélago, bem como as condições ambientais e ecológicas da APA Tinharé.

O pagamento da tarifa deverá ser feito logo ao acessar a ilha, em dois postos distintos, um no principal portal de entrada do Morro, e outro no entreposto de embarque para os passeios volta à ilha. Inicialmente o pagamento não poderá ser feito pela internet ou cartão de crédito.

Crianças menores de 5 anos e pessoas maiores de 60 anos não pagam a tarifa. Terão direito à meia entrada, estudantes, pessoas com necessidades especiais e pessoas cadastrados em programas sociais de baixa renda, desde que comprovem tais condições.

Se você pretende viajar para Morro de São Paulo pode garantir passagens aéreas baratas para Salvador. Para chegar até a ilha são quase quatro horas de viagem em lancha. A Azul oferece voos sem escalas aos sábados para Valença, que fica a 15 minutos de Morro de São Paulo,

GARANTA AQUI ECONOMIA NA COMPRA DAS PASSAGENS DE AVIÃO

[/expander_maker]

Tarifa para entrada em Morro de São Paulo e Boipeba será de R$ 15

Cobrança começa em outubro deste ano e vale para os turistas que chegarem no o Arquipélago de Tinharé de barco,  avião ou helicóptero.

A intenção da Prefeitura de Cairu, onde ficam as ilhas de Morro de São Paulo, Boipeba, Garapuá e Moreré, que fazem parte do o Arquipélago de Tinharé, é iniciar a cobrança da taria de entrada nestas localidades no dia 15 de outubro deste ano.

[expander_maker id=”1″ more=”Leia mais” less=”Recolher”]

Os turistas terão que pagar a tarifa única que pode variar de R$ 15 a R$ 20 para ter direito de acessar uma das quatro ilhas. O valor da taxa será definido de acordo com o fluxo de turistas. Quanto mais turistas nas ilhas, maior será o valor. Para o mês de outubro a tarifa será de R$ 15.

Segundo a Prefeitura de Cairu, a cobrança é para ajudar a pagar as despesas para manutenção do patrimônio, limpeza das praias, além da recuperação dos impactos ambientais causados pelo grande número de turistas nas ilhas durante a alta temporada. Morro de São Paulo recebe cerca de 300 mil turistas por ano. Com mais turistas e queda na arrecadação, a Prefeitura de Cairu precisou criar a tarifa para manter as quatro ilha em bom estado.

O decreto que regulamenta a cobrança da Tarifa por Uso do Patrimônio do Arquipélago (TUPA) será publicado nos próximos dias pela Prefeitura de Cairu. Os moradores das cidade estão isentos do pagamento. O decreto vai detalhar a isenção ou descontos para pessoas com necessidades especiais e idosos.

A Prefeitura de Cairu investiu R$ 19 milhões para restaurar a Fortaleza de Morro de São Paulo. A inauguração será no dia 5 de dezembro deste ano. Além de toda estrutura para receber o turistas, incluindo guichês para pagamento da tarifa, a um museu que a conta história da vila foi todo revitalizado.

A Fortaleza de Tapirandú de Morro de São Paulo, atualmente conhecida como o Forte pelos moradores e visitantes, começou a ser construída em 1630 as obras. Na construção foi feita de pedras e óleo de baleia.

Lembrando que a companhia Azul oferece voos aos sábados para Valença, localidade que fica a 15 minutos de Morro de São Paulo. A outra forma de chegar a uma das quatro ilha e por Salvador. A viagem de barco até a ilha custa cerca de três horas.

VAI VIAJAR? FAÇA AQUI SUA PESQUISA E GARANTA PASSAGENS AÉREAS PROMOCIONAIS

 

 

[/expander_maker]

Azul pretende iniciar voos fretados para Jericoacoara no dia 16 de julho

jeri11

Jericoacoara fica a 300 quilômetros de Fortaleza, na costa Oeste do Ceará. A região é cercada por belezas naturais.

 

Os voos da Azul serão operados pelos jatos da Embraer aos domingos. As decolagens serão a partir do Aeroporto do Recife, mas passageiros de outras cidades poderão aproveitar essa conexão.

Apesar de ser um fretamento, a Azul vai colocar as passagens a venda em seu site assim que o voo for aprovado pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC).  Os voos da Azul vão decolar do Recife às 13 horas e o retorno será às 15h10, um bate e volta.

Os voos da Gol fretados para Jericoacoara partem aos sábados de Congonhas. A companhia realizou voos fretados para a CVC nos dias 17 e 24 de junho. A intenção da Gol é iniciar voos regulares partindo de Congonhas às quartas-feiras.

Os voos fretados serão operados por fretamento até a aprovação dos voos regulares pela ANAC. A intenção da Azul é lançar frequências sem escalas a partir do Recife e Campinas ainda neste ano. O Aeroporto de Jericoacoara ainda precisa de receber uma certificação da ANAC, processo que está em fase final.

Localizada na vila do município de Jijoca, Jericoacoara fica a 300 quilômetros de Fortaleza, na costa Oeste do Ceará. A região é cercada por belezas naturais, onde o povo adora receber. Além do mar, Jericoacoara tem dunas, lagoas e mangues.

VAI VIAJAR DE AVIÃO? GARANTA AQUI ECONOMIA NAS PASSAGENS DE AVIÃO

250x250

 

Veja como ficou o Aeroporto de Jericoacoara que será inaugurado em 24 de junho

jeri1

O destino fica a 300 quilômetros de Fortaleza. O tempo de viagem vai passar de 4 horas de carro para 35 minutos de voo a partir da capital cearense.

O Aeroporto Jericoacoara, no litoral Oeste do Ceará, recebeu no último dia 18 de maio a certificação da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) para operar voos regulares comerciais. O aval foi dado após visita técnica de técnicos do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea).  A inauguração do aeroporto será no dia 24 de junho com um voo da Gol fretado pela operadora CVC.

Os voos regulares da Gol estão previstos para julho, em data a ser definida, a partir de São Paulo (Congonhas). Os voos serão aos sábados. A partir do dia 2 de julho a companhia Azul começa a oferecer voos de Recife para Jericoacoara. As frequências serão operadas às sextas-feiras e domingos. A partir de 2 de agosto a Azul terá voos para o destino cearense às quartas e quintas-feiras. Já em 12 de agosto a companhia pretende oferece voos aos sábados de Campinas para Jericoacoara. As passagens só começam a ser vendidas quando a ANAC autorizar esses voos.

jeri2

CAPACIDADE

O Aeroporto de Jericoacoara terá capacidade de receber 1,2 mil voos por ano e será fundamental para o turismo do Litoral Oeste do Estado.  O destino fica a 300 quilômetros de FortALeza. O tempo de viagem vai passar de 4 horas de carro para 35 minutos de voo. Em relação ao acesso ao aeroporto, o Governo do Ceará pretende duplicar  os trechos da CE-085, que dá acesso às praias do Litoral Oeste do estado.

O novo aeroporto recebeu investimento de R$ 73,9 milhões do Governo do Ceará e do Ministério do Turismo. O terminal está em fase final e já recebeu equipamento de raio x. As empresas responsáveis pelas obras são: AMP Engenharia (terminal); Construtora E&J (acesso) e Consórcio SBS Contern (pista). As instalações são simples, mas que oferecem um embarque e desembarque com conforto.

jeri3

FRASE…..

“É um aeroporto que vai atender não só os nossos turistas, mas também os municípios vizinhos: Acaraú, Camocim, Marco, Cruz. Não tenho dúvida de que será um aeroporto com fluxo muito importante para a região e para o desenvolvimento do turismo”

Camilo Santana- governador do Ceará, em visita ao aeroporto.

Compre e economize até 80% na MaxMilhas 

300x600

Terminal 2 de Confins será aberto ao público em dezembro

airpor01
O Terminal 2 do Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins (MG), será inaugurado no dia 5 de dezembro deste ano

 A BH Airport, concessionária do aeroporto, iniciou as obras em outubro de 2015. A previsão inicial de conclusão era para os primeiros meses de 2016.  O novo terminal vai permitir a curto prazo que atual capacidade do aeroporto vai chegar a 22 milhões de passageiros/ano, suficiente para suportar o incremento de demanda até 2023. Os investimentos previstos são de R$ 750 milhões.

Paralelamente às obras do Terminal 2, a BH Airport iniciou as obras de reconfiguração das salas de embarque do Terminal 1 (existente), antes utilizadas pelas operações internacionais que foram transferidas para o Terminal 3.

O Terminal 2 foi construído com estrutura metálica em aço, revestimento interno e externo com isolamento termo-acústico e uma grande área de pele de vidro com performance termo-acústica. O projeto prevê também a interligação do novo Terminal 2 ao Terminal existente (Terminal 1).

ELEVADORES

O novo Terminal terá 17 novas pontes de embarque, o que irá ampliar o número total de pontes no Aeroporto para 26. Para maior conforto no deslocamento de passageiros e usuários, estão em fase final de instalação seis esteiras rolantes, nove escadas rolantes, além de 18 elevadores.

O acesso ao Terminal será construído em dois níveis, para facilitar o embarque e o desembarque de passageiros. Além do Terminal 2, a concessionária BH Airport irá ampliar o pátio de aeronaves em cerca 29 mil metros quadrados e readequar os acessos para um mix de aeronaves mais atual.

Principais Características do Terminal 2

-49 mil metros quadrados de área construída;
-17 pontes de embarque, sendo três exclusivas para operações internacionais;
-6 esteiras rolantes para passageiros;
-9 escadas rolantes;
-18 elevadores;
-1,8 mil vagas de estacionamento adicionais;
-Capacidade ampliada para 22 milhões de passageiros/ano.

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com