Booking.com revela o ranking dos lugares mais acolhedores do Brasil

Minas Gerais e Rio de Janeiro são os estados com mais cidades no ranking brasileiro; porém Monte Verde (MG) figura no Top ten mundial.
A Booking.com é uma das principais plataformas digitais de viagem do mundo que premia todos os anos, por meio do Traveller Review Awards, as propriedades parceiras que oferecem os melhores serviços aos hóspedes e, portanto, receberam as melhores notas pelo atendimento prestado. Com base no volume de propriedades que receberam o prêmio este ano e considerando apenas o território brasileiro, as dez cidades do brasileiras mais acolhedoras são:

1. Monte Verde (MG)
2. Serra do Cipó (MG)
3. Penedo (RJ)
4. Fernando de Noronha (PE)
5. Nova Petrópolis (RS)
6. Ilha do Mel (PR)
7. Itaipava (RJ)
8. Lumiar (RJ)
9. Santo Antonio do Pinhal (SP)
10. Urubici (SC)

Para entrarem no ranking local, as cidades tinham que ter pelo menos 40 parceiros de acomodação vencedores dentro do Traveller Review Awards e foram classificadas pela maior proporção de vencedores por cidade. Do mesmo modo, dentre os 50 principais vencedores no Brasil, a Booking.com elencou as 10 propriedades que tiveram as maiores notas de avaliação — para isso, as propriedades tinham que ter pelo menos 50 comentários e uma média de 8,5:

• Rancho Otto — Rancho Queimado (SC)
• Villa do Ser – Hospedagem Residencial — Florianópolis (SC)
• Adriana Hostel — Itacaré (BA)
• Pousada Quarto Crescente — Trancoso (BA)
• Pousada Perfume de Canela — Canela (RS)
• Pousada A Mangueira — Ilha de Boipeba (BA)
• Suítes em Perdizes — São Paulo (SP)
• Casa Colina do Sol — Nova Petrópolis (RS)
• Casa da Vila Moura — Paraty (RJ)
• Pousada Em Cantos do Mundo — Guarujá (SP)

Apesar de, globalmente, os hotéis ainda aparecerem como o segundo tipo de acomodação mais premiado, três quartos (75%) de todas as propriedades vencedoras incluem casas, apartamentos e outros lugares únicos para ficar – desde barcos e iglus, a hospedagens domiciliares e hotéis-fazenda. Uma pesquisa recente da Booking.com, que envolveu mais de 22.000 entrevistados, revelou que quase dois quintos (39%) dos viajantes globais prefeririam se hospedar em uma casa de temporada ou em um apartamento em vez de em um hotel. Justamente por isso, a Booking.com se orgulha em oferecer tantos lugares únicos para ficar e que superam as expectativas dos hóspedes.

Vontade de viajar? Não perca seu tempo, as melhores passagens aéreas promocionais estão em um só click!

Texto por agência com edições de Natalia Bastos.

Confira os 11 estados que registraram aumento de turistas estrangeiros

Na linha de frente, São Paulo (2,2 milhões), Rio de Janeiro (1,3 milhão) e Rio Grande do Sul (1,1 milhão) ainda permanecem como os que mais recebem estrangeiros no país.

O Anuário Estatístico do Turismo, elaborado com base em informações da Polícia Federal, mostra que o Brasil registrou crescimento de 0,5% em relação a 2017, com 32.606 turistas internacionais a mais em destinos brasileiros. Foram 6,62 milhões de turistas em 2018, contra 5,92 milhões do ano anterior.

Todas as regiões do país registraram estados em que a entrada de turistas estrangeiros cresceu. Segundo o anuário do Ministério do Turismo, os maiores índices de crescimento foram Pernambuco (45,7%), Minas Gerais (44,8%), Ceará (44,1%) e Amapá (31,2%) correspondem aos estados que mais registraram crescimento de turistas internacionais no ano passado, se comparado com 2017.

Na linha de frente, São Paulo (2,2 milhões), Rio de Janeiro (1,3 milhão) e Rio Grande do Sul (1,1 milhão) ainda permanecem como os que mais recebem estrangeiros no país. O modal aéreo ocupa a 1ª posição no Amazonas, Bahia, Ceará, DF, Minas Gerais, Pará, Pernambuco, Rio de Janeiro, Santa Catarina, São Paulo e Rio Grande do Norte.

Perfil dos turistas

Já o meio terrestre lidera as chegadas de viajantes estrangeiros no Acre, Paraná, Rio Grande do Sul, Roraima e Mato Grosso do Sul. No segmento marítimo, Amapá aparece como o estado que mais contabiliza chegadas internacionais pelo meio fluvial.

O anuário revela que os Estados Unidos aparecem como um dos principais países emissores de turistas para os estados do Amapá, Amazonas, Distrito Federal e Minas Gerais. Já na América do Sul, Argentina ocupa a primeira posição na Bahia, Distrito Federal, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo e Rio Grande do Norte. Acesse aqui a anuário.

Frase…

“No fundo, o ponto central é a priorização do turismo brasileiro nos municípios e estados em uma gestão integrada e uniforme. Nesse sentido, vivemos um momento único, que oferece uma excelente oportunidade ao nosso país. O presidente Jair Bolsonaro tem colocado o setor de viagens no centro da agenda estratégica do Brasil e temos atacado gargalos históricos para o setor como a isenção do visto e a abertura do mercado às companhias aéreas internacionais. Tudo isso contribui para estes resultados”

Marcelo Álvaro Antônio- ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio

Vai viajar? Conheça aqui o site que vende passagens aéreas com descontos especiais

 

Saiba qual é a praia mais segura do Brasil

PORTO01

Porto de Galinhas. no litoral  de Pernambuco, se destaca pelas suas piscinas de água cristalina e com uma temperatura agradável. Agora o pequeno lugarejo tem mais um título que o credencia como endereço cativo dos viajantes brasileiros. De acordo com a segunda edição do Ranking Connected Cities, o município do Ipojuca, onde está situado o destino turístico, foi classificado em primeiro lugar no quesito segurança em relação a todas as outras cidades do país.

Ainda segundo a classificação, o distrito pernambucano também ocupa a liderança do ranking por região e por população de até 100 mil habitantes. O ranking, idealizado pela consultoria Urban Systems em parceria com a Sator Eventos, visa a mapear as cidades com maior potencial de desenvolvimento no Brasil, por meio de indicadores que retratam inteligência profissional e intelectual, conectividade e sustentabilidade. A cerimônia de premiação aconteceu no dia 8 de junho, no Rio de Janeiro.

Além de oferecer uma natureza privilegiada e contar com belos resorts pé na areia, o destino vale-se também de uma localização privilegiada. Está a menos de uma hora do Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes – Gilberto Freyre. Porto de Galinhas se destacou no ano passado pelo número recorde de 1,2 milhão de visitantes recebeu no ano passado e que o promoveu à posição de 10º destino mais visitado do país, segundo pesquisa realizada pela Geofusion e divulgada pelo Ministério do Turismo.

Outro fator que o torna ainda mais atrativo é a facilidade de acesso, proporcionada por uma boa malha aérea e rodoviária.  Está a apenas 49 quilômetros do Aeroporto Internacional de Recife. A viagem dura cerca de 50 minutos em Porto de Galinhas pela Rota do Atlântico

PORTO04

PORTO05

FAÇA AQUI A COTAÇÃO DE SUA PASSAGEM PARA RECIFE E GARANTA 80% DE ECONOMIA

LATAM-ofertas

Acesse as ofertas da LATAM

Na frente do EUA! Brasil fica em quarto lugar no mundo em segurança operacional da aviação

O Brasil está em quarto lugar no ranking de segurança operacional da aviação em todo o mundo, ficando atrás apenas da Coreia do Sul, de Cingapura e dos Emirados Árabes Unidos. A nota oficial da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac)  será comunicada pela OACI em 2016. Esse é o resultado preliminar da auditoria presencial da Organização de Aviação Civil Internacional (OACI.

Na última sexta-feira (13/11), que a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) alcançou 96,49% de conformidade no Universal Safety Oversight Audit Programme – Continuous Monitoring Approach (USOAP CMA), programa lançado em resposta às preocupações sobre a adequação da vigilância da segurança operacional da aviação civil em todo o mundo. 
A nota obtida pela Anac neste ano demonstra a evolução da Agência, a evolução de sua maturidade institucional e o aprimoramento da segurança operacional da aviação civil no país. Terceiro maior mercado de aviação do mundo, o Brasil deu um salto de 17 posições no ranking de segurança operacional da aviação civil em relação à última auditoria realizada pela OACI. Em 2009, a Agência obteve nota de 87,6% e passou a ocupar a 21ª posição nessa avaliação. A próxima auditoria da OACI no Brasil deve ocorrer em 2017.
O USOAP tem como objetivo promover a segurança operacional da aviação global por meio de auditorias e missões presenciais regulares dos sistemas de vigilância de segurança em todos os 191 Estados-Membros da OACI. A auditoria foi realizada na sede da Anac, em Brasília na última semana (9 a 13/11). Esses resultados demonstram o empenho dos servidores da Agência na regulação e gerenciamento da segurança operacional.  
Vale lembrar que em julho passado a Anac também obteve bom desempenho na auditoria do USAP (Universal Security Audit Program), programa similar da OACI direcionado à área de security (segurança contra atos de interferência ilícita), alcançando 97% de conformidade. Por se tratar de segurança contra atos de interferência ilícita, a OACI não divulga ranking nesse caso. 
*Informações da Anac



HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com