Tudo viagem

Novas regras para viagem de criança e adolescentes no trem de passageiros da Vale começam a vigorar dia 1º de setembro

A partir do dia 1º de setembro deste ano começam a valer as as novas regras para embarque de crianças e adolescentes com idades entre 12 e 17 anos no Trem de Passageiros da Estrada de Ferro Vitória a Minas (EFVM). A nova regra faz parte de uma resolução estabelecida pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) recentemente.


Até 31 de agosto será possível embarcar apresentando a certidão de nascimento. Pela nova orientação, os usuários incluídos nessas faixas etárias só poderão embarcar mediante a apresentação de documento com foto, como Carteira de Identidade ou de Trabalho.
As regras para embarque de crianças menores de 12 anos, por sua vez, não sofreram alterações. Nesse caso, continua sendo necessário apresentar a autorização judicial e a certidão de nascimento original da criança no momento do embarque, ou de cópia autenticada do documento.
E por falar no trem de passageiros, quem pretende viajar no feriado da Independência deve ficar atento. Para embarque em Belo Horizonte, no dia 5 de setembro, sábado, não há mais passagens para as cidades mineiras ou Vitória. No retorno no dia 7 de setembro (segunda-feira) não há mais lugares disponíveis de Vitória para a capital mineira.
UM MILHÃO DE PASSAGEIROS
 
Na quinta-feira, dia 21 de agosto, o novo trem alcançou a marca de um milhão de passageiros desde que iniciou as suas operações, em 5 de agosto de 2014. Morador de Belo Horizonte, o jovem Douglas Yuri Mendes Silva fazia o trajeto entre a capital mineira e o município de Timóteo, também em Minas Gerais, onde encontra a esposa a cada 15 dias. A composição em que Douglas viajava, e que tem a estação Pedro Nolasco, em Cariacica (ES), como destino final, transportou mais de 1.250 pessoas nesta sexta-feira.

Para celebrar o marco histórico, a Vale anunciou a presença do viajante ilustre aos demais passageiros pelo sistema de som do Trem, numa homenagem singela ao “passageiro número 1 milhão”. Além da homenagem, Douglas também foi presenteado pela Vale com uma passagem de ida e volta, com direito a acompanhante, para um destino de sua escolha entre os 31 pontos de parada existentes ao longo da Estrada de Ferro Vitória a Minas (EFVM).

Banner 300x250

Vale suspende circulação do trem de passageiros por falhas na sinalização

As viagens do trem
de passageiros pela Estrada de Ferro Vitória a Minas (EFVM) estão
suspensas nesta a quinta-feira (30). São cerca de três mil pessoas
prejudicadas nos trens que partiriam as 7h30 de Belo Horizonte e as 7
horas de Vitória. O problema e que há poucas passagens de ônibus disponíveis de Belo Horizonte para
Vitória.


Segundo a Vale, foram identificados problemas no sistema de sinalização eletrônica
da estrada e para garantir a segurança dos passageiros a operação
foi suspensa. Quem tinha viagem marcada para a data tem a opção de
pedir o reembolso do bilhete comprado ou de remarcar a passagem, sem
custo adicional, no prazo de até 30 dias.


A Vale ressaltou
que está tratando a situação com a máxima prioridade e que a
circulação do trem. Ainda não há confirmação se na sexta-feira,
feriado de 1º de maio, haverá circulação do trem. A decisão será tomada após vistoria que será feita no trecho de Minas Gerais que apresentou o problema.
 

INFORMAÇÕES
PELO
Alô
Ferrovia

0800-285-7000

Vale coloca vagões extras para atender demanda do feriado de 7 de setembro e do aniversário de Vitória

Na terça-feira (2) mostramos que as passagens do trem de passageiros da Vale estavam esgotadas na classe executiva por causa do feriado de 7 setembro e do aniversário de Vitória, comemorado na segunda-feira (8). A Vale colocou um vagão extra na classe executiva e dois na econômica nas partidas de Belo Horizonte e de Vitória.

Os vagões extras foram colocados na sexta-feira e no sábado. Como a procura é grande por causa do feriado, a dica é garantir logo o seu lugar. A frota da linha Vitória/Minas está toda renovada desde 5 de agosto. A Vale comprou vagões na Romênia. Na classe executiva os vagões têm dispositivos individuais de fone de ouvido, mesinha de refeição e tomadas para você carregar seus acessórios eletrônicos.

A outra novidade é que agora na classe executiva tem uma fileira com poltronas individuais de um lado e do outro duas poltronas. As passagens não aumentaram. Custam R$ 91 na executiva e R$ 58 para o trecho completo. Na classe executiva são três vagões com 57 lugares partindo de Vitória e Belo Horizonte.

O trem que parte da capital mineira na sexta-feira tem 68 assentos, no sábado são 98 e domingo 76. Partindo de Vitória são 75 lugares na classe econômica na sexta-feira, no sábado são 75 e no domingo sobraram 87 lugares.

Para comprar sua passagem acesse aqui

Trem de luxo da Vale! Passagens esgotadas para o feriado do dia 15 de agosto

Vagão restaurante
Estão esgotadas as passagens do novo trem de luxo da Vale para embarque em Belo Horizonte na próxima quinta e sexta-feira (15). A grande procura ocorre em função do feriado de Assunção de Nossa Senhora Assunção no dia 15 de agosto em Belo Horizonte e em algumas cidades mineiras. Além disso, desde o dia 5 de agosto o trem Vitória/Minas está com a frota toda renovada. A Vale comprou vagões na Romênia para modernizar a linha.

Quem for embarcar em Belo Horizonte vai encontrar passagem somente no sábado (16) na classe econômica. Mas são poucos lugares livres. Para embarque em Cariacica, na Grande Vitória, só há assentos disponíveis na classe econômica na quinta e sexta-feira. Quem pretende viajar de algumas cidades para Belo Horizonte só vai encontrar passagens para viagem na classe econômica.

Na classe executiva o trem tem partido de Belo Horizonte com os assentos todos vendidos. Além de ser uma novidade, o transporte ferroviário é uma alternativa para fugir dos perigos da BR-381. A maior procura tem sido para as cidades de João Monlevade, Ipatinga e Governador Valadares, cidades que ficam às margens da rodovia.

Os novos vagões foram comprados na Romênia. Na classe executiva os assentos não perdem nada para os europeus. As poltronas têm mesinhas para refeições, dispositivo de controle da iluminação, fone de ouvido, além da disposição de uma poltrona de um lado e duas do outro.

Ainda há passagens para a primeira viagem do trem de luxo da Vale. Acesse aqui o vídeo dos novos vagões

Ainda há passagens
para a primeira viagem do trem de luxo da linha Vitória/Minas. No
dia 5 de agosto, próxima terça-feira, parte uma composição as 7
horas de Cariacica, na Grande Vitória, com destino a Belo Horizonte.
Quem embarcar neste trem fará uma viagem em vagões comprados na
Romênia, sem perder nada para os trens europeus.

O trem de luxo parte de
Belo Horizonte no dia 6 de agosto (quarta-feira) as 7h30. A Vale
colocará nos vagões funcionários com camisas “posso ajudar”
para dar informações sobre o funcionamento do novo trem. A passagem
de Belo Horizonte até Vitória custa R$ 91 na classe executiva e R$
58 na econômica. Mesmo com os investimentos, a passagem não será
reajustada.
Uma das novidades da
classe executiva são as mesinhas para refeições, instaladas atrás
das poltronas, dispositivo para os fones de ouvido (leve o seu. A
Vale não vai fornecer), além de controle da iluminação. Os vagões
terão uma fileira com poltronas individuais e do outro lado dois
assentos juntos.
Na classe econômica
todos os vagões serão climatizados e as poltronas também têm
mesinhas de refeição. Tomadas de energia e câmeras de vídeo foram
instaladas em todos os vagões. O vagão restaurante, todo novinho,
tem 70 assentos para você fazer suas refeições.

                           Acesse aqui vídeo sobre o trem de luxo da Vale

Acesse aqui mais informações sobre o trem

Compre aqui a sua passagem do trem da Vitória/Minas

Vale inicia a venda das passagens para viagem no novo trem de luxo Vitória/Minas

 
Será no dia 5 de agosto, numa terça-feira, a primeira viagem do novo trem de passageiros que faz a ligação dos estados de Minas Gerais e do Espírito Santo desde 1904. As passagens já estão sendo vendidas. A boa notícia é que não haverá aumento. A Vale investiu US$ 80,2 milhões para renovar a frota. Os vagões obedecem a padrões europeus de qualidade. Serão 56 novos vagões comprados na Romênia, sendo 10 executivos e 30 econômicos.


O trem é todo novinho. Além de vagões-restaurante, lanchonete, gerador e cadeirante (destinado a pessoas com dificuldade de locomoção), os novos carros também são equipados com monitores de vídeo para oferecer uma opção de entretenimento aos passageiros durante a viagem. Esse tipo de monitor é usado pelas companhias aéreas. 


Toda a composição conta com detector de fumaça, aumentando a segurança dos usuários. Cada carro executivo tem capacidade para transportar 60 passageiros. Os econômicos terão 79 lugares. Nas duas classes os vagões têm ar condicionado. A tradicional varanda que permitia você tirar fotos das belas paisagens não poderá ser mais usada. Com a climatização, elas serão fechadas.
Interior do vagão comprado pela Vale na Romênia para modernizar o trem de passageiros
 Os vagões terão ainda com tomadas elétricas individuais nas poltronas para possibilitar o carregamento de equipamentos eletrônicos, como notebooks e telefones celulares. Os banheiros receberam novo layout e tecnologias voltadas a priorizar o uso sustentável dos recursos naturais, como a substituição do papel toalha por ar quente para a secagem das mãos. O sistema de descarga é a vácuo, semelhante ao utilizado na indústria da aviação, o que reduz o consumo de água.

Os carros da classe executiva contam com sistema de som e iluminação individualizados para dar maior conforto e comodidade aos viajantes. Outro diferencial são as poltronas, mais largas, e com inclinação maior que as da classe econômica. As novidades contemplam também os carros-restaurante e cadeirante. O primeiro possui 72 lugares, o que representa um acréscimo de 56% em relação às composições que operam atualmente.
Ponte localizada entre as cidades de Caeté e Belo Horizonte
O investimento prevê ainda um novo sistema de abertura e fechamento das portas externas, bem como as localizadas entre um carro e outro, que é automático. A travessia entre os carros também mereceu melhorias e ficará ainda mais segura e confortável. Isso porque a conexão entre os vagões passa a ser vedada por um sistema de plástico emborrachado.

A viagem de Belo Horizonte até Vitória dura cerca de 12 horas. Você não precisa fazer o trajeto completo para conhecer o novo trem. Pode ir até Ipatinga, no Vale do Aço, e voltar no mesmo dia. A passagem na classe econômica custa R$ 28 e na executiva R$ 49. Até Vitória você vai gastar R$ 91 na executiva e R$ 58 na classe econômica

Banner 728x90

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com