Exclusivo! Governo de Minas vai acabar com o projeto de voos regionais no dia 28 de junho

Em Teófilo foi criado um movimento para garantir que os voos para Belo Horizonte continuem sendo operados pela iniciativa privada.

O Voe Minas Gerais, projeto criado pelo ex-governador Fernando Pimentel (PT), tem data para acabar. O último voo será o dia 28 de junho. O projeto foi criado em 2016 com a intenção de integrar as regiões de Minas e fomentar o turismo no estado.

 

A informação sobre o fim do Voe Minas é do deputado estadual Neilando Pimenta (Podemos), empresário do setor de educação que tem sua base em Teófilo Otoni. O deputado lidera um movimento para que uma empresa do setor privado mantenha o projeto.

A partir do Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte, são oito destinos atendidos pela TWOFlex. Os voos de Teófilo são os mais rentáveis. Em alguns dias da semana a cidade é atendida com dois voos em cada sentido. Os outros voos com boa taxa de ocupação são os de Caratinga, Manhuaçu, Almenara e Patos de Minas. Nenhuma destas cidades possui voos comerciais de outra companhia.

As outras cidades que vão ficar sem voos do Voe Minas a partir de 28 de junho são Ipatinga, Governador Valadares e Diamantina. O projeto chegou a atender 18 cidades. O governador Romeu Zema (Novo) decidiu acabar com os voos por causa dos prejuízos dados aos cofres do estado. Em Governador Valadares e Ipatinga a aAzul oferece voos para Confins, na Grande Belo Horizonte.

A Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemge) já suspendeu a venda das passagens para viagem a partir de 28 de junho, mas oficialmente não confirma o fim do projeto. A Codemge afirma que está analisando os projetos.

A venda das passagens foi suspensa no site do projeto Voe Minas

Parceria

A Gol opera nos aeroportos de Belém e Manaus para seis cidades atendidas no Norte pela TwoFlex: Monte Dourado, Almeirim, Porto de Moz e Breves, no Pará; e Maués e Parintins, no Amazonas. Partindo de Cuiabá, no Centro-Oeste, os voos da TwoFlex em parceria com a Gol são para Água Boa, São Félix do Araguaia, Tangará da Serra e Juína.

A TWOFlex  poderá manter os voos em Minas Gerais em parceria com a Gol ou com outra empresa. A empresa tem sua frota os aviões Caravan com 9 assentos. a TWO tem certificação da ANAC, motivo que levou a Gol ter feito a parceria no Norte do Brasil.

Convocação da reunião que aconteceu no dia 20 de maio em Teófilo Otoni

Pretende viajar por outra companhia? Faça aqui a sua cotação e garanta descontos especais

Gol começa a vender em seu site as passagens dos voos operados pela TWOFlex e MAP Linhas Aéreas

 

Comissão do Congresso aprova proibição da cobrança das bagagens despachadas

A proibição da cobrança foi incluída na aprovação do relatório sobre a Medida Provisória (MP 863/2009) que autoriza a participação de até 100% de capital estrangeiro em empresas aéreas nacionais.

As companhias aéreas poderão ser proibidas em breve de cobrar pelo despacho de uma bagagem pesando até 23 quilos. Essa proposta foi aprovada nesta quinta-feira por uma comissão mista do Congresso Nacional. Os integrantes desta comissão aprovaram relatório do senador Roberto Rocha (PSDB-MA) que inclui um artigo sobre as bagagens.

Pela proposta, o passageiro pode despachar gratuitamente uma mala com até 23 kg nas aeronaves acima de 31 assentos; 18 quilos nos aviões de 21 a 30 lugares e 10 quilos nas aeronaves com 20 assentos. As companhias aéreas foram autorizadas pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) a cobrar pelo despacho das bagagens em 2017.

A proibição da cobrança foi incluída na aprovação do relatório sobre a Medida Provisória (MP 863/2009) que autoriza a participação de até 100% de capital estrangeiro em empresas aéreas nacionais. A proibição só passa a vigorar se o presidente Jair Bolsonaro (PSL) sancionar esse artigo da MP.

Veja nota do Ministério do Turismo sobre a MP

“O Ministério do Turismo vê com preocupação a alteração do texto da MP 863/2009 aprovada nesta quinta-feira (25) pela Comissão Mista do Senado Federal.

A inclusão de emendas alterando o conteúdo original pode ter um impacto perigoso na abertura do mercado de aviação nacional e afastar empresas estrangeiras que desejam operar no País, incluindo as low costs.

Nesta equação, a população brasileira é a grande prejudicada, uma vez que a ampliação do mercado — atendido atualmente por quatro empresas, sendo uma em processo de recuperação judicial — possibilitará o aumento de rotas com possibilidade de impacto na redução do custo da passagem aérea para os viajantes.

O Ministério do Turismo acredita que o setor de viagens reúne todas as condições necessárias para desenvolver o novo ciclo econômico do País, mas defende que isso só é possível por meio da abertura do mercado nacional e a adoção de medidas para desburocratizar o setor, não havendo mais espaço para retrocessos.”

Vai viajar de avião? Garanta aqui passagens aéreas com descontos especiais

Sete confirma fim de todos os seus voos comerciais. Anac fiscaliza atendimento aos passageiros

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) está monitorando e fiscalizando os procedimentos realizados pela Sete Linhas Aéreas na prestação de assistência aos passageiros. A companhia vai suspender todos os seus voos comerciais a partir de 1º de janeiro de 2016.

Segundo a Anac, a Sete informou que durante o período de suspensão das operações realizará estudos para a substituição das aeronaves atualmente utilizadas e para readequação da malha aérea atendida pela empresa. A decisão não afeta a prestação de serviços na modalidade de táxi-aéreo, realizada pela Sete Táxi Aéreo. 
Conforme comunicado divulgado pela Anac, os passageiros que já adquiriram bilhetes para voar após a data da suspensão das operações poderão optar entre ser acomodados em voos de outras companhias aéreas, caso estejam disponíveis e conforme a conveniência do passageiro, ou pelo reembolso integral dos trechos não executados. 

Caso o passageiro se sinta prejudicado ou tenha seus direitos desrespeitados, deverá procurar a empresa aérea contratada (contatos abaixo) para reivindicar seus direitos como consumidor. Se as tentativas de solução do problema pela empresa não apresentarem resultado, o usuário poderá encaminhar a demanda à Anac para análise do caso e eventual aplicação de penalidade à companhia por descumprimento de norma e aos órgãos de defesa do consumidor e ao Poder Judiciário para reivindicar algum tipo de reparação.
A Agência possui canais de comunicação destinados a receber manifestações pela internet (www.anac.gov.br/falecomaanac), pela central de atendimento telefônico 163 (que funciona 24 horas, sete dias por semana, inclusive com atendimento em inglês e espanhol) e também presencialmente nos maiores aeroportos do Brasil. O passageiro pode também entrar em contato para tirar dúvidas sobre a legislação e seus direitos.
        CONFIRA OS DESTINOS QUE VÃO PERDER VOOS DA SETE
SOBRE A SETE
Fundada em 1976 oferecendo fretamento executivo (Taxi Aéreo), tendo como base o Aeroporto Santa Genoveva em Goiânia. Em 2006 a companhia iniciou os voos regionais. Desde setembro de 2010, a frota da empresa começou a operar com o avião Embraer EMB-120, de 30 assentos. A Sete usava em suas rotas o Caravan com nove assentos.
Contatos SETE Linhas Aéreas
Telefones: (62) 3096-7000 / 0800 605 7000 
E-mail reservas@voesete.com.br

Jornal do Brasil

TAM vai acabar com o voo direto Confins/Miami. Grupo LATAM terá mais seis novas rotas internacionais

O Grupo LATAM Airlines acaba de divulgar seis novas rotas internacionais para o último trimestre de 2015 e o ano de 2016. Os novos destinos fortalecerão a malha internacional do Grupo entre a América Latina e a América do Norte, o Caribe, a Europa e a África. Já no Brasil, a TAM readequará a sua malha aérea internacional e vai privilegiar os mercados mais promissores para enfrentar o cenário econômico desafiador do país.
Nesse sentido, as mudanças da TAM no Brasil começarão pelo cancelamento da rota Belo Horizonte–Miami, que vinha sendo operada com três frequências semanais, a partir de março de 2016. A TAM seguirá oferecendo ao público mineiro opções de rápida conexão em outros hubs (centros de conexão internacional) do Grupo LATAM, sobretudo a partir de Brasília, que já conta com voos regulares e diretos para Buenos Aires, Miami e Orlando. Para melhorar a conectividade, o Grupo ainda aumentará de três para sete frequências semanais a rota Brasília-Orlando.
NOVO AIRBUS A350

Já o voo São Paulo-Orlando será reduzido de onze para sete frequências semanais e passará a ser operado pelo novo Airbus A350 XWB a partir do segundo trimestre de 2016. O voo Manaus-Miami também terá readequação a partir de abril de 2016, passando de cinco para quatro frequências, enquanto a rota Fortaleza-Miami será ampliada de uma para duas frequências, ambos semanais.

A partir de fevereiro de 2016, a TAM também vai passar a operar voos diretos entre São Paulo e Bogotá, aumentando de sete para 11 o número de frequências semanais das empresas do Grupo LATAM nesta rota. Essa mudança  ampliará também as opções de rápida conexão para os destinos caribenhos oferecidos a partir da capital colombiana. Paralelamente, a partir de janeiro do próximo ano, a empresa assumirá algumas operações do Grupo LATAM na rota São Paulo-Lima.

A partir de novembro de 2015, a LAN começa a operar a rota Santiago-São Paulo-Milão, e durante o ano já adicionou três novas frequências entre Santiago e Madri. Já a partir de junho de 2016, o recém-lançado voo da TAM entre São Paulo e Barcelona ganhará reforço e passará a ser diário, ampliando a conectividade entre a América do Sul e a Europa. E, finalmente, no próximo ano serão ampliadas de 14 para 17 o número de voos semanais da LAN Peru entre Lima-Miami, para reforçar a conectividade com todo o continente sul-americano a partir da capital peruana.

Como já anunciado, a TAM começará a voar entre Brasília e Punta Cana a partir de dezembro deste ano. Paralelamente, a TAM, aguarda a aprovação das autoridades para operar a rota entre São Paulo e Johannesburgo (África do Sul), que tornará o Grupo LATAM o único Grupo de empresas latino-americano com operações aéreas regulares para o continente africano.

As novas rotas internacionais do Grupo LATAM

O Grupo LATAM Airlines se prepara para aumentar a sua rede internacional de mais de 140 destinos em 2016 e fortalecer a conectividade da América Latina com outros mercados, operando pela primeira vez voos diretos da LAN Peru entre Lima e Washington D.C. Com este lançamento, a LAN Peru se tornará a única empresa aérea da região a ligar diretamente as capitais peruana e norte-americana.
A partir de dezembro de 2015, a LAN Peru também planeja lançar os voos diretos Lima-Montevidéu e Lima-Antofagasta. Adicionalmente, a LAN Colombia começará a operar a rota Bogotá – Punta Cana.
Confira abaixo os detalhes dos novos voos das empresas do Grupo LATAM Airlines em 2015 e 2016 já confirmados, aprovados pelas autoridades e no aguardo de aprovações:

“O Grupo LATAM tem o compromisso de ampliar a conectividade dos seus clientes em toda a América Latina. A dimensão do Grupo, presente em diversos países da América Latina, é o que nos permite combinar flexibilidade, capilaridade e conectividade para abrir novas rotas mais promissoras, realizar remanejamentos estratégicos em toda a nossa rede de voos e, ainda, promover readequações nos mercados onde há retração da demanda”, comenta Claudia Sender, presidente da TAM S.A.


Exclusivo! Avianca suspende operações em Porto Velho a partir de outubro

A partir de 17 de outubro a companhia Avianca não terá mais voos em Porto Velho. A venda das passagens já foi suspensa. Com a decisão de suspender as operações em Rondônia, a companhia não terá voos na região Norte do Brasil. A Avianca oferece ligação direta da cidade com Cuiabá. 


Nesta rota a empresa usa os antigos Fokker-100, com 100 lugares, modelo que consome mais combustível que os jatos mais novos, motivo de a companhia ter decidido aposentar essas aeronaves. Na maioria de suas rotas a Avianca usa o Airbus A-318, A-319 e A-320.

As cidades do Norte do Brasil são as que mais sofrem com os preços abusivos praticados pelas companhias. Com a saída da Avianca de Porto Velho, a tendência é de aumento das passagens. A cidade é atendida pela Gol, Azul e TAM.
A Avianca pretendia lançar voos no mês de agosto para Belém (PA), mas a companhia adiou para o início de 2015 o início das operações no Pará. Em 11 de agosto a companhia lançou voos diretos de Goiânia para Guarulhos e Brasília.
A partir de 20 de setembro a Avianca terá seu primeiro voo internacional. Fortaleza terá ligação direta com Bogotá aos sábados. As passagens já estão sendo vendidas, conforme mostrou com exclusividade o Tudo Viagem.

                           No site da Avianca a venda das passagens foi suspensa 

SERVIÇO
Aeroporto de Porto Velho: 69-3219-7451
Avianca no Aeroporto de Porto Velho: 69-3219-7472
HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com