Exclusivo! Azul vai acabar com todos os voos da Pampulha para interior de Minas e Guarulhos

Uma
péssima notícia para o mercado.  A alta
do dólar obrigou a companhia Azul a suspender os voos diretos do Aeroporto da
Pampulha, em Belo Horizonte, para quatro cidades mineiras. A suspensão começa a
vigorar no dia 11 de maio. Os destinos que perdem as frequências sem escalas da
companhia são Governador Valadares, Ipatinga, Montes Claros e Uberlândia. O voo
direto da capital mineira para Guarulhos, na Grande São Paulo, também será
cancelado.

No
site da companhia não é possível comprar as passagens.  Os passageiros que telefonam para o guichê de
atendimento da Azul na Pampulha são informados pelos funcionários sobre a
suspensão. Os voos que partem da Pampulha são operados no ATR-72, modelo
turboélice com 70 assentos.  Essa
aeronave tem um custo operacional maior em relação aos jatos da Embraer, modelo
que transporta mais de 118 passageiros. Todas as cidades que perderam voos da
Pampulha são atendidas pela Azul em Confins. 

Governador
Valadares, no Leste do Estado, será a cidade mais afetada pela decisão da Azul.
Atualmente a companhia oferece três horários para a Pampulha. Para Confins a
companhia tem apenas um horário em cada sentido. Já Ipatinga perde três voos
para Belo Horizonte, mas a cidade terá em maio quatro horários para Confins. Juiz de Fora, Araxá e Uberaba não são atendidas com voos para a Pampulha.
    
        TRECHO CONFINS/GOVERNADOR VALADARES NÃO ESTÁ MAIS DISPONÍVEL

CAMPINAS

A
companhia Azul manteve os voos que partem da Pampulha para Campinas (SP) e Cabo
Frio (RJ), esse último operado aos sábados. A partir de abril a companhia terá
voos sem escalas para Vitória (ES). Em maio será a vez de Brasília ganhar
frequências sem escalas para Brasília. Para esses dois destinos a venda das
passagens foi mantida. 

VEJA ABAIXO POSIÇÃO DA AZUL

São
Paulo, 20 de março de 2015
– “ A
Azul Linhas Aéreas Brasileiras informa que essas mudanças fazem
parte de uma readequação de sua malha para o estado de Minas
Gerais. Esses destinos passarão a ser atendidos pelo aeroporto de
Confins após autorização da Agência Nacional de Aviação Civil
(Anac). Em Pampulha, a companhia continuará atendendo os destinos de
Campinas, Vitória e Brasília.

NOTA DO EDITOR: Todos os destinos citados na nota acima já são atendidos pela Azul em Confins. Segundo a companhia, os voos serão ampliados.


15 thoughts on “Exclusivo! Azul vai acabar com todos os voos da Pampulha para interior de Minas e Guarulhos

  1. Independente vamos ver pois a Azul se diz patriota da Aviação Regional no País e acha que a melhor maneira de economizar ou cortar gastos e deixar de servir os passageiros do interior e o Subsídio aereo e o programa de Aviãçao regional do governo federal??
    Valadares vai ficar com apenas 1 vôo

  2. Independente vamos ver pois a Azul se diz patriota da Aviação Regional no País e acha que a melhor maneira de economizar ou cortar gastos e deixar de servir os passageiros do interior e o Subsídio aereo e o programa de Aviãçao regional do governo federal??
    Valadares vai ficar com apenas 1 vôo

  3. Muito simples: a aviação regional precisa urgentemente de novas empresas. Não é esse programa que vai mudar a atitude da Azul em relação ao mercado. A Azul quer concentrar principalmente seus voos em Campinas e Confins, seus HUBs. Mudando também de aeronave, aumentando o número de assentos ocupados por voo com menor custo, os lucros também são maiores. Não se esqueçam, a Azul nasceu da cabeça de um Americano, veio pra ganhar com muito conhecimento de como fazer uma empresa aérea crescer dentro do sistema capitalista. Será a maior empresa brasileira do setor em pouco tempo e eles não estão nem ai para o chororô que vão provocar! É mercado, mercado, mercado, money, money , money!

  4. Por causa da distância de Confins a BH, muitas pessoas que vivem em cidades do interior de Minas vão preferir se deslocar à Capital pelas estradas. Principalmente Valadares, Ipatinga e Juiz de Fora. Com a duplicação das rodovias de acesso entre BH e essas cidades citadas, isso ficará mais evidente ainda. Pampulha é um aeroporto que deveria ligar a Capital ao interior do estado, deveria….

  5. Absurdo! Que nada. Absurdo é uma cidade do porte de Valadares ainda operar somente no visual. Absurdo é o prédio que dizem ser o saguão do recepção do aeroporto. Mas também né. Quem administra a cidade? PT. O tal partido dos trabalhadores. E digo mais. Se não conhecem Valadares. Não tenham o desprazer de conhecer. A cidade está um lixo. Nem aterro Sanitário nos temos. Nosso lixo vai parar em Ipatinga. Rsrsrsrs. Queria saber o que não se faz em Ipatinga né. Até parece que somos distrito de lá. Sabe porque? O dia que chove não tem vôo saindo daqui não. Todos são levados de Van até Ipatinga. VERGONHA. O prefeita sem noção essa nossa. Não tem uma obra significativa feita por essa verme. Não tem um grande empreendimento produzido por ela. Só fica construindo um tanto de pombal para depositarem um tanto de gente em uns tal de programa de habitação do Governo Federal. Também né as únicas coisas que dão votos são BOLSA FAMÍLIA E CONSTRUCAO DE POMBAIS….. O povo atrasado desse governo…… Depois criticam o regime militar. Tudo que tem de grandes obras que ainda sustentam esse país foram criados pelos militares. E mais não conheço nenhum deles que ficaram ricos….. Tá aí meu desabafo…..

  6. Calma Luciano, aqui é um blog sobre viagens e aviação! Sobre os voos que a Pampulha esta perdendo, cito o Serrinha, em Juiz de Fora como caso semelhante. Ficamos sem os voos para BH, o que nos obriga a fazer o trecho de ônibus ou de carro. No caso de Valadares e Ipatinga, pela distância de Confins a BH, vão perder voos em número total. Valadares hoje por ex. tem 3 voos diários, apenas por Confins provavelmente terá 2 voos e com Ipatinga não será diferente, vão diminuir os voos também. Outra questão é que parece que a Azul quer trocar sua frota de ATRs por jatos da Embraer e isso vai enxugar e concentrar ainda mais os voos. Não vai eliminar todos os ATRs mas esta mudando de estratégia, uma nova etapa nos seus planos.
    Celso, vou fazer um e-mail para manter contato com você. Com relação a voos da Pampulha para o Santos Dumont, não existe nada. É uma ótima opção para a Passaredo!

  7. "Os voos que partem da Pampulha são operados no ATR-72, modelo turboélice com 70 assentos. Essa aeronave tem um custo operacional maior em relação aos jatos da Embraer, modelo que transporta mais de 118 passageiros."

    Cagou pela boca agora. O custo operacional do ATR é muito menor e é o principal motivo de ser utilizado nas rotas regionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com