Primeira rota doméstica da SKY Airline no Peru vai ligar Arequipa a Cusco

Após seis meses no mercado peruano a SKY Airline  acrescenta a rota entre Arequipa e Cusco. O início dos voos reduzirá até um 20% a tarifa média de passagens.

 

Desde o início das operações no Peru, a companhia aérea anuncia a nova rota doméstica que vai ligar Arequipa a Cusco.  As passagens já estão à venda e os valores são até 20% mais baratos do que os oferecidos hoje pela concorrência. No início de 2020 a SKY Peru iniciará os voos e planeja transportar mais de 5.000 passageiros por mês, alcançando cerca de 40% do total de passageiros que voam nessas rotas, entre os quais se destacam turistas nacionais e estrangeiros, além de empresários e viajantes corporativos . O voo de Cusco para Arequipa partirá às segundas, quartas, sextas e domingos às 17h05, horário local. Além disso, o voo de Arequipa para Cusco partirá às terças, quintas e sábados às 16h50.

Na coletiva de imprensa o gerente geral da SKY Peru, José Raúl Vargas, declarou: “Estamos muito felizes pelo lançamento do nosso primeiro voo inter-regional, através do qual podemos conectar Arequipa e Cusco, dois dos destinos com o maior número de passageiros no país. Graças ao nosso modelo de baixo custo, podemos oferecer taxas até 20% inferiores às existentes no mercado hoje ”.

Vale ressaltar que, até o momento, a SKY Peru opera voos a partir de 10 cidades peruanas para o Chile, com conexão para destinos no Brasil e  na Argentina. Com isso, já transportou mais de 650 mil passageiros e vendeu quase 900 mil passagens aéreas entre os 10 destinos que oferece. Além disso, a companhia aérea espera exceder um milhão de passageiros transportados até o final do ano.

Se você está planejando visitar o Peru reserve com antecedência a sua hospedagem em www.booking.com

Texto por agência com edição de Natalia Bastos, imagens por divulgação.

Quatro companhias low cost querem operar voos internacionais no Brasil

A Sky Airline pretende começar a operar em novembro deste ano com voos ligando o Brasil ao Chile.

A empresa chilena Sky Airline, que opera na modalidade low cost, entrou com pedido na Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) no dia 30 de agosto pedido para operações regulares internacionais no Brasil.

Segundo a ANAC, a empresa já possui autorização de funcionamento jurídico desde 2013, mas nunca chegou a operar voos regulares no país. E necessária a autorização para iniciar as rotas regulares, operacional.

A Sky Airline pretende começar a operar em novembro deste ano com voos ligando o Brasil ao Chile. A primeira rota deverá ser entre Santiago e Guarulhos.

A europeia Norwegian e a argentina Avian, subsidiaria da Avianca, deram início à vinda das empresas aéreas denominadas de baixo custo (low cost) autorizadas juridicamente a iniciar suas operações no Brasil.

Além das duas empresas, a aérea Flybondi recebeu autorização do governo argentino recentemente para operar no país. Após esse passo, a Flybondi deve entrar com o pedido de autorização jurídica e operacional na ANAC.

As empresas low cost oferecem passagens aéreas mais baratas, principalmente durante a black friday por ter um custo operacional menor em relação às companhias gigantes do setor.

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com