Tudo viagem

Gol vai acabar com o voo direto Bauru/ Congonhas e vai lançar frequência diária para Guarulhos

A Gol vai acabar com o
voo direto de Bauru (SP) para Congonhas, na capital paulista.
Atualmente a companhia oferece um horário em cada sentido. A partir
de 2 de março de 2015 o voo que parte de Bauru será direto para
Guarulhos, na Grande São Paulo. Os horários serão os mesmos que a
Gol oferece para Congonhas. A decolagem de Guarulhos será sempre as
22h10 e de Bauru a aeronave parte as 6h30.

As passagens do novo
voo de Bauru para Guarulhos estão sendo vendidas por R$ 84,90 na ida
ou na volta. Já quem for viajar em fevereiro de Bauru para Congonhas
vai pagar R$ 114,90. Bauru fica a 331 quilômetros da capital
paulista. O aeroporto localizado entre Bauru e Arealva tem dois voos
diários e sem escalas da Azul para Campinas e um para Marília (SP).
A partir de 2 de março
a Gol terá dois voos diretos de Ribeirão Preto para Congonhas. As
passagens por trecho estão sendo vendidas por R$79,90. A companhia
vai oferecer um horário em cada sentido. Ribeirão Preto é o
principal centro de distribuição de voos da Passaredo. Em junho de
2014 deixou de existir um acordo de compartilhamento de voos entre
Passaredo e Gol. 
      VALOR DO TRECHO BAURU/GUARULHOS A PARTIR DE 2 DE MARÇO







SERVIÇO

AEROPORTO BAURU/AREALVA: 14-3277-6633
GOL: 14-3237-2797
AZUL: 14-3237-3953
(Visited 2 times, 1 visits today)

One thought on “Gol vai acabar com o voo direto Bauru/ Congonhas e vai lançar frequência diária para Guarulhos

  1. Infelizmente as Aéreas priorizam Congonhas para obter mais lucros com rotas mais rentáveis. Outro fator importante deve ser o número de conexões possíveis em Guarulhos para quem embarca em Bauru.O correto seria Congonhas ser reservado para cidades mais próximas e até um determinado raio de por ex. 700 km. Porque São Paulo pode embarcar num aeroporto central para um voo de longa distância e BH não? Especificamente em BH fica claro que por ser Confins muito longe, ninguém iria querer embarcar por lá. Mas é preciso pensar que o mercado hoje é outro, cresceu muito, não é o mesmo de anos atrás. Outra questão que deveria ser pensada e nem foi cogitada é a privatização de Confins e Pampulha para a mesma empresa operadora. Com certeza assim haveria uma solução mais interessante para todos. Do jeito que ficou realmente não é nem razoável, tem pessoas que precisam viajar 70 km ou mais na grande BH pra conseguir embarcar em Confins. Absurdo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com