Tudo viagem

Exclusivo! Flyways recebe certificado da Anac para começar a operar

O Certificado de Operador Aéreo (COA) da Flyways Linhas Aéreas foi publicado nesta segunda-feira (9/11) no Diário Oficial da União. A portaria 2.971, da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), era uma das etapas exigidas pelas autoridades brasileiras para que a nova companhia aérea brasileira inicie voos comerciais. A companhia pretende começar a operar ainda neste mês.

Com sede no Rio de Janeiro, a Flyways Linhas Aéreas terá voos de Belo Horizonte (Pampulha) para o Galeão (RJ), um em cada sentido, além de duas frequências diárias da capital mineira para Uberaba e Ipatinga. Nos próximos dias a companhia vai pedir à Anac pedido de Horário de Transportes (Hotran), mas antes precisa ser expedida a autorga pela Anac.
Vencida essa etapa, a Flyways poderá iniciar a venda das passagens. A empresa já contratou pilotos, comissários e pessoal para trabalhar nos aeroportos. Com 60 funcionários, a Flyways pretende ocupar as rotas deixadas pela Azul. Voos da Pampulha para Cabo Frio e Porto Seguro, nos fins de semana, estão nos planos da companhia.
As outras cidades que terão voos são Juiz de Fora, Governador Valadares, Araxá e Patos de Minas. A Flyways vai usar o ATR-72-500, com 68 assentos. Nesta fase inicial a companhia terá duas aeronaves, mas ainda neste ano serão comprados mais dois modelos. O ATR-72 é usado no Brasil pela Azul, Passaredo e MAP Linhas Aéreas.

                                  VEJA ABAIXO DOCUMENTO DA ANAC

ACESSE AQUI O SITE E TELEFONE DA FLYWAYS


Advertisement

Airbus A-350-900 que será usado pela TAM recebe certificado da Anac

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) emitiu, o Certificado de Tipo de aeronave importada para o modelo A350-900, o mais novo avião comercial da Airbus. A aeronave está sendo adquirida pela TAM Linhas Aéreas, que planeja iniciar suas operações com o equipamento no início de 2016. 

A TAM já encomendou 27 aeronaves. A entrega deve ser concluída até 2019, com uma média de 8 por ano a partir de 2016. Além da TAM, outras companhias aéreas brasileiras já fizeram encomendas do Airbus A350-800. A Avianca solicitou 10 aeronaves e a Azul 5 aviões. Os modelos para essas empresas, no entanto, só devem ser entregues a partir de 2018.
O jato incorpora as mais recentes tecnologias existentes, tais como materiais compostos de última geração, controles de voo fly-by-wire e iluminação a LED (Light Emitting Diode) com variação de cores — além de baixo ruído de cabine.
Capaz de transportar 440 passageiros (ou 268 toneladas) em sua capacidade máxima, a aeronave possui alcance de até 8.000 milhas náuticas e conta com 84.000 libras de empuxo voltados para a melhor eficiência em consumo de combustível — isso graças ao uso de mais de 50% de materiais não metálicos em sua estrutura.
 Com uma configuração interna capaz de acomodar até três classes diferentes, a aeronave tem dois motores Trent WXB de última geração da Rolls-Royce, e já esteve em exposição estática em duas ocasiões distintas no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo (SP). O processo de certificação na ANAC durou treze meses e envolveu pelo menos oito especialistas da Agência, durante oito meses contínuos. 
HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com