Tudo viagem

Azul vai manter voos em apenas 25 cidades; veja quais

Os aeroportos das cidades de Congonhas e Guarulhos, em São Paulo, terão os voos suspensos até 30 de abril deste ano.

A Azul terá a partir de quarta-feira (25/03)  apenas 70 voos diretos em 25 cidades, uma redução de 90% em sua malha. A redução foi causada pela queda de passageiros em função do isolamento social que reduziu drasticamente o volume de passageiros transportados. A suspensão vai até 30 de abril. Veja a lista completa das cidades abaixo.

A Azul chegou a oferecer 916 voos diários em 116 destinos. Os aeroportos de Congonhas e Guarulhos, em São Paulo, e do Galeão, no Rio de Janeiro, terão os voos suspensos até o final de abril. As operações da companhia serão concentradas em Campinas, seu principal centro de distribuição de voos.

A Azul vai manter voos em Orlando em Fort Lauderdale, nos Estados Unidos. Em Minas Gerais apenas Belo Horizonte (Confins) e Montes Claros terão voos. Segundo a Azul, o programa de licença não-remunerada teve a adesão de mais de 7.500 solicitações aprovadas até hoje, mais da metade do total de nossa força de trabalho.

Cidades que terão voos da Azul

1-Campinas

2-Belo Horizonte

3-Recife

4-Belém

5-Brasília

6-Cuiabá

7-Campo Grande

8-Florianópolis

9-Fernando de Noronha

10-Fort Lauderdale

11-Florianópolis

12-Goiânia

13-Manaus

14-Orlando

15-Montes Claros

16-Palmas

17-Porto Alegre

18-Porto Velho

19-Rio de Janeiro (Santos Dumont)

20-São Luis

21-Salvador

22-Tabatinga

23-Tefé

24-Uberlândia

25-Vitória

Comunicado da Azul

As medidas de contenção e quarentena que estão sendo implementadas em todo o país estão limitando significativamente a mobilidade de nossos clientes, Tripulantes e parceiros, o que torna inviável a operação de
várias rotas que servimos.

Como resultado, de 25 de março a 30 de abril de 2020, esperamos operar 70 voos  diretos por dia, para 25 cidades, o que representa uma redução de 90% da capacidade total em relação ao planejado. Estamos trabalhando com o governo brasileiro para garantir que a infraestrutura da aviação permaneça favorável para operarmos uma malha reduzida de maneira confiável, permitindo o movimento crítico de pessoas e produtos.

Iniciativas de redução de custos
Além das iniciativas de redução de custos fixos anunciadas em 16 de março, a Companhia está reduzindo os custos e despesas com folha de pagamento em aproximadamente 65% em abril de 2020, a partir das seguintes iniciativas:
 Aumento na quantidade de Tripulantes que aderiram ao programa de licença não-remunerada da Companhia, totalizando mais de 7.500 solicitações aprovadas até hoje, mais da metade do total de nossa força de trabalho
 Redução salarial de 50% para os membros do comitê executivo (diretores e diretores estatutários) e de 25% para gerentes
Balanço e fluxo de caixa
Além de tomar medidas agressivas para reduzir os custos operacionais, a Companhia também está trabalhando para fortalecer sua posição de liquidez com a preservação de caixa, o que inclui:
 Gestão ativa de todas as despesas de capital de giro
 Eliminando todos os gastos de capital não críticos
 Negociação de novas condições de pagamento com seus parceiros
 Avaliação de uma nova linha de crédito com instituições financeiras
A Companhia está confiante de que irá superar o impacto do Covi-19 através de seu modelo de negócios
rentável, sua forte posição de caixa e sólido balanço.
A Azul manterá o mercado informado sobre quaisquer desenvolvimentos relevantes.

(Visited 10 times, 2 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com