Tudo viagem

Atraso para Minas Gerais! Belo Horizonte não poderá ter voos sem escalas para as capitais

11990414_1027721310601423_7906557724089889085_n
Decisão do Conselho Nacional de Aviação Civil foi publicada no Diário Oficial do União. Decisão é um retrocesso para os mineiros que precisam fazer viagens rápidas para os grandes centros urbanos.

Na próxima terça-feira (16/05) o colegiado da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) pretendia aprovar a liberação de voos comerciais no Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte. O Conselho Nacional de Aviação Civil (CONAC) aprovou uma portaria que impede voos sem escalas de Belo Horizonte para outras capitais.

A portaria 376 do CONAC tem vários absurdos. Um dos argumentos para a proibição dos voos no Aeroporto da Pampulha é o de que as passagens aérea na região Metropolitana de Belo Horizonte (não cita Confins) poderiam aumentar com a liberação de jatos na Pampulha. Cita ainda perda de conectividade. Na realidade os passageiros terão mais opções de conexões.

A decisão do conselho não impede que a ANAC libere voos operados por jatos mais 100 passageiros na Pampulha. Entretanto, quando ficaria impedido de liberar voos de Belo Horizonte para o Rio de Janeiro, São Paulo, Vitória e Brasília, por exemplo.

Os voos com os jatos da Gol, Azul, LATAM e Avianca poderiam ser aprovados pela ANAC para aeroportos regionais, como os de Montes Claros, Uberlândia, Juiz de Fora, Ipatinga. Essas rotas não são consideradas atrativas para as companhias com aviões de grande porte.

O que você achou da decisão? Deixe aqui sua opinião

VEJA ABAIXO TRECHO DA DECISÃO

conac

LEIA AQUI A PORTARIA COMPLETA

 

 970-x-90

 

(Visited 1 times, 1 visits today)

3 thoughts on “Atraso para Minas Gerais! Belo Horizonte não poderá ter voos sem escalas para as capitais

  1. Na verdade poderá voar para aeroportos com movimentação inferior a 600 mil passageiros anuais. Assim poderá voar para Rio Branco, Macapá e Boa Vista. Ao transferir voos para o aeroporto do Pampulha, além de perder o voo propriamente tal, também perderá passageiros que iriam fazer somente conexão em Confins. Com isso, seriam menos passageiros para alimentar outros voos, causando a redução de voos que necessariamente não foram transferidos para a Pampulha. Consequentemente aumento de preços. A reportagem claramente não é nada imparcial e mostra que não intende muito de aviação.

  2. Decisão mais que correta do Ministério. A abertura da Pampulha seria o maior atraso para Minas Gerais. Ficaríamos todos novamente presos a voos caros com destino a SP, RJ e BSB. Ao invés de pegar um carro por 30 minutos ate CNF, ficaríamos tendo que pegar conexões nos outros aeroportos por horas! OBRIGADO MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES POR SALVAR MINAS GERAIS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com