Norwegian começa a vender as passagens dos voos de baixo de custo do Rio de Janeiro para Londres

A companhia vai usar nesta rota as aeronaves Boeing 787-9 Dreamliner com até 344 assentos de couro.

A Norwegian começou a vender nesta terça-feira (27/11) as passagens dos primeiros voos low-cost ligando Brasil ao Reino Unido. Os voos entre Rio de Janeiro e Londres começam a ser operados em 31 de março de 2019 sempre às segundas-feiras, quartas, sextas e domingos. A companhia vai usar nesta rota as aeronaves Boeing 787-9 Dreamliner com até 344 assentos de couro.


Leia mais

Aeroporto de Recife oferece cabines de 5 metros quadrados para hospedagem rápida

Passageiros do Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes contam desde a última sexta-feira (6) com um um serviço pago de hospedagem rápida para descanso enquanto não chega a hora do embarque.O serviço consiste na disponibilização de quatro cabines particulares com cerca de 5 metros quadrados cada. O Aeroporto de Recife é o primeiro do Brasil a fornecer o serviço. 

Para ficar duas horas em uma das cabines é cobrada tarifa de R$ 49,90, por três horas o custo é de R$ 65. Por quatro horas de permanência o valor cobrado é de R$ 80. Se a hospedagem for por sete horas o custo da hospedagem será de R$ 125. A cama é para uma pessoa, mas a empresa que fornece o serviço não impede que duas pessoas fiquem no espaço.
Entre os serviços oferecidos estão estão wi-fi, tomada universal, saídas USB, iluminação interna, mesa de apoio para laptop, uma televisão com 150 canais, ar-condicionado e painel de controle interno com funções de alarme e despertador, além de roupa de cama e móveis. As cabines não têm banheiros, mas do lado o aeroporto fornece o serviço.

O acesso às cabines é controlado por meio de senha individual de quatro dígitos, sendo que o usuário pode entrar e sair do módulo quando desejar até o término do período pago para hospedagem.

COMO FUNCIONA

O usuário pode fazer o controle mecânico de abertura e fechamento da persiana interna, permitindo assim acesso visual à área externa da cabine.

A disponibilização do serviço foi feita por meio de processo licitatório, vencido pela empresa Siesta BOX Serviços de Hospedagem EPP. O contrato comercial tem duração de 60 meses, com valor global de R$ 403,8 mil. 

Segundo a Infraero, a implantação do serviço atende a uma demanda do público por serviços de hospedagem rápida no aeroporto, oferecendo uma opção diferenciada para os usuários que aguardam por voos de conexão e desejam um espaço confortável para repouso ou trabalho.
 
Contato da empresa Box Serviços: 81-8491-4328

Relatório da Anac mostra que 15% das passagens vendidas em 2014 custaram menos de R$ 100

A 30ª Edição do Relatório de Tarifas Aéreas Domésticas, da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac),  referente ao primeiro semestre de 2014, revela que a tarifa média praticada foi de R$ 324,45, valor 0,53% superior à tarifa média do mesmo período de 2013, em termos reais.

Segundo o relatório, a maioria dos assentos comercializados no primeiro semestre de 2014 (mais de 60%) corresponderam a tarifas inferiores a R$ 300, enquanto 14,5% do total de assentos comercializados ao público adulto em geral corresponderam a valores inferiores a R$ 100. Tarifas superiores a R$ 1.500 responderam por 0,54%.
Segundo a Anac, após 10 anos de forte redução das tarifas aéreas domésticas e de crescimento da oferta, da demanda e do aproveitamento das aeronaves, o setor vem passando por ajustes na estrutura de tarifas e de oferta. O primeiro semestre de 2014 foi o quarto semestre consecutivo em que o indicador de tarifa média registra variação positiva. No entanto, os meses de janeiro, março, maio e junho registraram redução no primeiro semestre deste ano em relação aos mesmos meses de 2013.
A valorização do dólar em relação ao Real, observada desde o segundo semestre de 2011, e a alta histórica do preço do barril de petróleo têm impactado o transporte aéreo, por serem diretamente relacionados aos custos com combustível, arrendamento, manutenção e seguro de aeronaves. Tais custos representaram mais da metade (56%) dos custos e despesas de voo totais da indústria no primeiro semestre de 2014.
O Yield Tarifa Aérea Média Doméstica Real – valor médio que o passageiro paga por quilômetro voado em território brasileiro –, no primeiro semestre de 2014, foi apurado em R$0,30802. Este valor representou alta de 1,62% em relação ao mesmo período de 2013. 

O Relatório de Tarifas Aéreas Domésticas foi elaborado com base em dados de mais de 25 milhões de assentos vendidos no primeiro semestre de 2014 e de mais de 52 milhões em 2013, que corresponderam à totalidade das vendas efetivamente realizadas pelas companhias aéreas junto ao público adulto em geral, para mais de 7.500 linhas aéreas domésticas nos períodos analisados. 
Tais dados são mensalmente registrados na ANAC e submetidos a procedimentos de auditoria para assegurar a sua consistência, nos termos da Resolução ANAC nº 140/2010 e da Portaria ANAC nº 804/SRE/2010.
HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com