Governo Federal decide não liberar voos com jatos da Pampulha para grandes cidades após TCU derrubar restrições

Na realidade, a BH Airport, que administra o Aeroporto de Confins, conseguiu barrar os voos na Pampulha depois de um lobby forte em Brasília. 

O Tribunal de Contas da União (TCU) decidiu nesta quarta-feira (13/03) derrubar todas as restrições que impediam o Governo Federal de libera voos com jatos do Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte, para as maiores capitais do Brasil. Em dezembro de 2017 o ministro Bruno Dantas acatou pedido do senador Antônio Anastasia (PSDB_MG) impedindo voos com jatos no aeroporto localizado a 9 km do Centro da capital mineira. (Veja decisão completa do TCU no final).

O Ministério da Infraestrutura informou que não pretende liberar jatos na Pampulha até a conclusão de um estudo de viabilidade técnica e econômica do Aeroporto da Pampulha. O ministério informou que o aeroporto deve ser privatizado no segundo semestre de 2020. (veja nota completa abaixo). Com essa decisão o aeroporto da capital mineira só pode ter voos regionais com jatos para aeroportos regionais. ou seja, com até 600 mil passageiros por ano. Isso significa que uma companhia não pode lançar voo direto de Belo Horizonte para Uberlândia, o que é um verdadeiro atraso.

Na realidade, a BH Airport, que administra o Aeroporto de Confins, conseguiu barrar os voos na Pampulha depois de um lobby forte em Brasília.  Pampulha tem somente voos para cidades do interior do estado de Minas Gerais em aviões com 9 assentos. Esses voos são do Voe Minas, projeto do governo do estado. A Gol (foto) suspendeu voos que partiam da Pampulha para Juiz de Fora (Zona da Mata) e seguiam para São Paulo (Congonhas) em 2018 após as restrições determinadas pelo TCU.

NOTA PAMPULHA

Tendo em vista a decisão do Tribunal de Contas da União (TCU), o Ministério da Infraestrutura esclarece que revogará as portarias anteriores e manterá o Aeroporto da Pampulha destinado exclusivamente às operações da aviação regional e geral, até que sejam concluídos os Estudos de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental (EVTEA) e definida a modelagem para a concessão do terminal. O aeroporto fará parte da 7ª rodada de concessões aeroportuárias, que será iniciada no segundo semestre de 2020.

Ministério da Infraestrutura

ACESSE AQUI A DECISÃO DO TCU

 

ACESSE AQUI AS PROMOÇÕES DE PASSAGENS AÉREAS NA SEMANA DO CONSUMIDOR

 

Gol inicia a venda de passagens da Pampulha para SP com escala em Juiz de Fora

Companhia conseguiu aprovação desta rota na Agência Nacional de Aviação Civil na próxima segunda-feira.

A Gol conseguiu uma alternativa para manter os voos com jatos no Aeroporto da Pampulha, a partir de segunda-feira (22/01). Em vez de lançar duas frequências sem escalas de Belo Horizonte para Congonhas (São Paulo), a aeronave fará uma escala no Aeroporto Regional da Zona da Mata, localizado entre Rio Novo e Goianá, antes de seguir para a capital paulista.


[read more=”Leia mais…” less=”Recolher”]

voos gol Pampulha

A solução encontrada pela Gol não vai descumprir nenhuma decisão dos órgãos que regulam a aviação brasileira. O motivo é que há uma portaria da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) que permite que a Pampulha tenha voos com jatos. Entretanto, essa portaria da agência determina que os voos só podem ser para aeroportos regionais. São considerados regionais os aeroportos que têm até 600 mil passageiros por ano.

Os voos da Gol serão operados pelos Boeings 737, com capacidade para 138 lugares. A companhia já montou toda estrutura para operar na Pampulha. Na segunda-feira o primeiro voo será recebido com jatos de água do Corpo de Bombeiros e no saguão da Pampulha os passageiros serão recebidos com banda de música.

A suspensão dos voos causaria prejuízo para a Gol. Toda estrutura para atendimento dos passageiros, além do balcão do check-in, foi montada na Pampulha. A empresa também contratou funcionários para a Pampulha.

VAI VIAJAR PARA SÃO PAULO OU OUTRO DESTINO? GARANTA AQUI ECONOMIA NAS PASSAGENS AÉREAS

 

[/read]

Avianca Brasil terá 22% dos voos no Aeroporto da Pampulha

As companhias Gol e Azul terão 20% das frequências, segundo critérios definidos pela ANAC.

Pelos critérios divulgados nesta segunda-feira pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), o Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte, terá 574 voos semanais operados pelas companhias Avianca Brasil, Gol, LATAM, Azul, Passaredo e VoeMinas.  A Avianca Brasil ficou com 22% dos voos, o que representa 170 por semana. São 70 partidas e 70 chegadas por semana.

[expander_maker id=”1″ more=”Leia mais” less=”Recolher”]

Em  seguida vem a Gol com 20%. totalizando 126 voos por semana (63 chegadas e 63 partidas). A Azul com ficou 20% cada sendo 62 partidas e 62 chegadas, totalizando 120 por semana. A Passaredo, que já opera na Pampulha, ficou com 17% dos voos, o que significa 119voos por semana. São 55 decolaqens e 55 chegadas.  A LATAM ficou com menor fatia (12%), uma média de 74 voos semanais. São 34 partidas e 34 chegadas.

A VoeMinas,  companhia que opera os voos regionais, e que atende cidades do interior de Minas Gerais com aviões com9 passageiros, terá 60 voos semanais, sendo 30 partidas e 30 chegadas, 9% do total.

As cidades com maior pedido de voos a partir da Pampulha são Brasília, Santos Dumont, Vitória, Congonhas e Goiânia. Estas rotas ainda podem ser alteradas pelas empresas. Com a definição dos slots no aeroporto, as empresas, agora, precisarão solicitar a aprovação do voo e, após isso, poderão começar a operar.

As empresas poderão antecipar os voos alocados para a temporada de verão, iniciando as operações conforme o interesse comercial de cada uma. A alta temporada começa em maio de 2018 e vai até outubro de 2018.

Veja o percentual de participação de cada Cia aérea abaixo.

 

avianca pampulha

    CONFIRA OS NÚMEROS DE VOOS POR SEMANA POR COMPANHIA

Two Flex é o nome da operadora VoeMinas

Compre e economize até 80% na MaxMilhas 

 

[/expander_maker]

Aeroporto da Pampulha ganha movimento para a liberação de jatos para voos comerciais

O Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte, ganhou o movimento “Liberação pra Ponte Aérea Já”.

 A volta dos jatos para voos comerciais é um dos principais objetivos dos organizadores. As companhias que operam no aeroporto usam o ATR-72, modelo turboélice com até 70 assentos. O movimento criou uma página que mostra uma contradição. O Airbus da Presidência da República é liberado para pousos e decolagens na Pampulha.
Iniciativa de Lucio Flavio, funcionário público, em especialização na área de Transportes e Trânsito, o Movimento recebeu 783 adesões. Faltam 217 para o envio de um abaixo-assinado para as autoridades aeroportuárias do Brasil. Em 2015, o movimento no Aeroporto da Pampulha caiu para 711 mil passageiros, ou seja, no ano passado a ocupação do Terminal da Pampulha foi de apenas 32% enquanto a ociosidade chegou a 68%.
Segundo o movimento, a Pampulha pode receber 30 jatos por dia, o que permite a criação de 15 novas rotas: sete para Congonhas (SP), cinco para o Santos Dumont (RJ) e três para Brasília. Uma enquete realizada pelo movimento ouviu a opinião dos passageiros sobre as rotas preferidas pelos passageiros. Congonhas ficou em primeiro (80%). Veja abaixo a pesquisa completa.

AZUL vai deixar o aeroporto da Pampulha

“O Aeroporto da Pampulha hoje está às moscas; ocioso, operando com menos de um terço de sua capacidade. De acordo com dados estatísticos da Infraero, em 2014 passaram pelo Terminal de Passageiros da Pampulha 945 mil passageiros, o que equivale a apenas 43% de sua capacidade total, que é de 2,2 milhões de passageiros ao ano”, diz trecho de uma nota publicada pelo movimento.

A partir de 4 de abril a Azul deixa de operar no Aeroporto da Pampulha. A companhia deixa de oferecer voos para o Santos Dumont (RJ) e Campinas (SP). O terminal localizado na capital mineira terá voos sem escalas da Passaredo para Ribeirão Preto (SP) e nos fins de semana para Porto Seguro (BA).

A Flyways, companhia que começou a operar em 27 de dezembro do ano passado, ainda não conseguiu Horário de Trânsito (Hotran) da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Com isso, a companhia só pode vender mês a mês as  passagens da Pampulha para o Galeão (RJ), Ipatinga e Uberaba. Os voos da Flyways são especiais (charters).

ACESSE AQUI A PÁGINA DO MOVIMENTO

300x600 - Azul

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com