Cinco motivos para visitar a Califórnia no inverno

Para além da praia, Califórnia traz diversas opções de lazer para os brasileiros que querem fugir do verão e conhecer o inverno do hemisfério norte.

A Califórnia possui uma área muito maior do que países como a Islândia e a Grécia. Os seus mais de 400 quilômetros quadrados vão além do verão e de praias paradisíacas. Cada curva do terceiro maior estado dos Estados Unidos guarda atividades de inverno que passam pelo luxo, aventura e atividades em família. Tudo isso combinando neve, montanha e até o deserto, prometendo experiências marcantes a quem conhece as suas atrações. Confira abaixo cinco motivos para surpreender-se com o inverno da Califórnia.

1. É possível curtir neve e deserto em uma viagem só

Parque Nacional Joshua Tree

Além de ter sido recanto das celebridades hollywoodianas nos anos 50, por conta de sua proximidade com Los Angeles – é possível visitar as mansões de algumas celebridades – Palm Springs combina neve e deserto no mesmo local, no inverno. Na cidade, é possível embarcar em um teleférico, o Palm Springs Aerial Tramway, e realizar caminhadas na neve em San Jacinto Mountains. Na mesma viagem, também é possível incluir a visita ao deserto, indo ao Joshua Tree National Park, que fica a apenas 60 quilômetros de Palm Springs.

2. Há locais com neve para toda a família e para esquiadores profissionais

Mount Shasta. Foto por Marco Bicca – Unsplash

O estado possui destinos de neve que já são tradicionais, como Lake Tahoe e Big Bear City. Além dessas regiões, existem verdadeiros paraísos para famílias e até para esquiadores profissionais. A cidade de Tuolumne, em Sierra Nevada, abriga Dodge Ridge, a área de ski mais próxima de San Francisco – a uma distância de 200 quilômetros. O local é excelente para os novatos na prática do esporte e oferece aulas para crianças e adolescentes. Já na região de Mammoth Lakes, June Mountain é conhecida como “a montanha para famílias da Califórnia” e crianças menores de 12 anos não pagam. Outro ponto importante sobre Mammoth Lakes é que, no final de 2019, o local já contou com tempestades de neve, que devem garantir a diversão aos visitantes, que contarão com cerca de 2 metros de neve nas montanhas. Já Mount Shasta, e os seus cerca de 4 mil metros de altura, fica no extremo norte do estado e atrai os amantes de aventura por ser conhecido como um dos cinco melhores locais para a prática de ski no mundo.

3. Existe um inverno para quem não quer muito frio

Parreiras de Napa Valley no inverno. Foto por Visit Napa Valley

Se o objetivo for curtir o inverno, mas evitar temperaturas congelantes, o destino oferece opções para aqueles que procuram o melhor da culinária e do requinte e esperam vivenciar experiências únicas. As regiões de Napa e Sonoma, que ficam a cerca de 100 quilômetros de San Francisco, são clássicos para os amantes de vinhos e gastronomia, além de apresentarem temperaturas próximas dos 21⁰C e céu azul, em fevereiro. Entre 26 de janeiro e 1 de fevereiro, em Napa, e 21 de fevereiro a 1 de março, em Sonoma, os locais oferecem as suas “Restaurant Weeks”, quando restaurantes com estrelas Michelin, como Single Thread, French Laundry e Kenzo, apresentam menus especiais e mais acessíveis.

4. Há atrações disponíveis para quem gosta de ter muito (ou nem tanto) contato com a natureza

Tenda de Mendocino Grove. Foto por Mendocino Grove

Para aqueles que querem curtir a natureza, mas não abrem mão do conforto, o “glamping” pode ser uma opção para fugir do lugar comum. Na costa norte do estado, na região de Mendocino, é possível acampar com conforto em meio ao verde e bem próximo da praia em Mendocino Grove. A propriedade oferece lindas e confortáveis cabanas para casais, famílias e pets, além de contar com uma programação que inclui a preparação de marshmallows em fogueiras, aulas de yoga e ainda é possível assistir ao pôr-do-sol na praia.

O norte da Califórnia guarda outras surpresas aos seus visitantes. A cerca de 140 quilômetros de Mendocino, na costa norte do estado, no parque estadual Humboldt Redwoods, é possível praticar o “snowshoe”, atividade típica de neve, que consiste basicamente em fazer caminhadas com calçados adequados ao terreno. Nessa floresta de sequoias, vivem as sequoias albinas, uma rara espécie desse tipo de árvore, que não possui clorofila. A vegetação albina paira pela floresta com sua folhagem branca, dando um ar fantasmagórico. São conhecidas apenas 50 sequoias albinas no mundo.

5. Preços acessíveis

Downtown LA. Foto por Discover Los Angeles

Los Angeles é, em geral, parada obrigatória dos brasileiros que chegam à Califórnia, principalmente por conta da maior quantidade de conexões de voos para outros destinos (dentro e fora do estado), além de ser a única cidade que possui voos diretos a partir de São Paulo. Com a sua conhecida e agitada agenda cultural e por estar próxima de cartões-postais famosos, como Venice Beach, Santa Mônica e Hollywood, a cidade ainda foi listada pelo Booking.com como um dos seis destinos internacionais que ficam mais baratos em dezembro, mês de festividades no Brasil e do início do inverno nos Estados Unidos.

Texto por agência com informações.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com