TAM não tem mais acordo code-share com a Trip

O acordo previa venda de passagens para os voos das duas companhias

Celso Martins

A
TAM foi a companhia que mais perdeu com a fusão entre Azul e Trip. O
code-share (voos compartilhados) que a TAM mantinha com a Trip foi
suspenso no início de janeiro de 2013. Com isso, os clientes da TAM
não conseguem mais comprar passagens para Fernando de Noronha,
destino atendido pela Gol e Trip, e dezenas de cidades.
O
acordo permitia ainda a compra de passagens no site da TAM para todos
os destinos atendidos pela Trip. O passageiro já desembarcava em
alguns aeroportos e tinha as bagagens despachadas para as aeronaves
da Trip.
Com
a fusão, quem mais ganhou foi a Azul. Além de voar para Fernando de
Noronha, a Azul passou a ter ligações diretas de Confins para
Guarulhos (SP), Santos Dumont (RJ), e para as cidades mineiras onde
apenas a Trip tinha voo. Vale destacar Ipatinga, um dos mercados mais
rentáveis da Trip.
A
TAM tinha intenção de comprar a maior parte das ações da Trip. Em
função do sucesso na época do acordo com a Trip, a companhia
suspendeu no início de 2012 os voos diretos de Confins para Vitória
e Campinas.
Agora,
o cliente da TAM que embarcar em Confins para estas duas cidades faz
uma conexão no Rio de Janeiro ou Brasília.

(Visited 3 times, 1 visits today)

local_offerevent_note janeiro 5, 2013

account_box Celso Martins


local_offer