Louveira é destino rural em destaque

Louveira é uma cidade atrativa e aconchegante com um setor gastronômico rico em produtos artesanais, à base dos quais são cultivados nos sítios.

Certamente, quando pensamos em destinos rurais a nossa imaginação viaja para trajetos longos e lugares bem distantes, mas você sabia que em apenas 70 km de São Paulo se encontra um dos destinos rurais mais aconchegantes e tradicionais? Louveira, com apenas 55 km² consegue ser uma cidade atrativa, accessível e hospitalaria.

O turismo rural começou a destacarse no interior de São Paulo a partir da criação do Circuito das Frutas, que reúne vários municípios do estado. A cidade de Louveira reúne em um ótimo roteiro para finais de semana, cerca de 10 atrativos ligados à produção agrícola com destaque para a produção de frutas e hortaliças. Os passeios permitem que as famílias se desconectem do badalado ritmo metropolitano, da mesma forma, saborear produtos naturais e regionais.

Foto por Natalia Bastos (Chácara Alvorada)

 

Imperdível a Festa da Uva de Louveira

Uma das mais fortes produtoras de uva do interior de São Paulo, a cidade vai receber no próximo sábado 30 de novembro a 52ª edição da Festa da Uva na Área de Lazer do Trabalhador Vereador José Finamore – Rodovia Romildo Prado, km 1, Louveira/SP. Serão três finais de semanas lotados de shows, atrações infantis, baile da melhor idade, artesanatos e exposição e leilão de frutas.

Uma programação completa onde a diversão não tem idade.

A festa acontecera nas sextas-feiras (das 18h às 21h), sábados e domingos (das 10h às 22h) de 30 de novembro a 15 de dezembro de 2019. Às sextas-feiras, a Festa da Uva tem entrada gratuita, sendo que nos sábados e domingos após as 17h os ingressos vão custar R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia).

Ou seja, será entrada livre das 10h às 17h e para os que tem o Cartão Cidadão de Louveira é gratuito.

Mais informações: (19) 97167-6955 e www.festadauvadelouveira.com.br

 

Fundada por imigrantes italianos, a pequena cidade oferece várias opções de fazendas e propriedades rurais de famílias tradicionais, que viram no turismo rural uma oportunidade de resgatar as origens e proporcionar aos visitantes experiências únicas. As famílias abrem as portas de suas propriedades aos fins de semana e feriados, onde você será recebido pelos próprios donos.

Segue uma lista de sete locais para você visitar.

Sítio Santa Rita

Foto por Natalia Bastos
Um pedaço da Itália no Brasil, onde o visitante pode fazer um passeio por dentro dos parreirais, recebendo informações do plantio da uva e da história da família Micheletto, que cuida com carinho da propriedade. O tour continua até a vinícola, para conhecer o processo de elaboração dos diferentes tipos de vinhos. Depois, uma passagem pela loja, onde são vendidos os produtos artesanais. O Sítio Santa Rita também oferece passeios especiais para grupos e, no período de safra, que vai de dezembro a maio, é possível colher as frutas que vão ser levadas para casa, no sistema “colha e pague”. Uma dica importante para garantir o melhor momento da colheita é agendar a sua visita. O empresário Luiz Antônio dos Santos, conhecido como Lee, conta como tudo começou: “no início as pessoas visitavam a propriedade apenas para comprar o vinho, aos poucos veio a ideia de criar um espaço para desfrutarem das paisagens e da vida no sítio”. Lee recebe a todos com muita atenção e simplicidade. “É esse calor humano que falta nas capitais, recebo todo mundo do mesmo jeito que gostaria de ser recebido em algum lugar”, completa. Agora em dezembro acontece o projeto Natal Iluminado, com a presença do Papai Noel e mais de 10 mil luzes enfeitando a propriedade. E o melhor tudo: grátis.
Endereço: Estr. Mun. Tereza Bizeto Cestarolli, S/N – Cestarolli. Horário: de segunda a sábado, das 9h às 18h, e domingo, das 9h às 13h. Telefones: (19) 99732-5953 e (19) 99624-3663.

Sítio Registro

Divulgação Sitio Registro

Ambiente acolhedor e com traços históricos, visto que a estrada de terra que era usada na década de 1920 para transportar mercadorias de Goiás ao porto de Santos passa por dentro da propriedade. O nome do lugar vem daí, pois a mercadoria valiosa era registrada no sítio. Hoje a tradicional família Gothardi oferece aos visitantes uma grande variedade de vinhos, licores e cachaças, onde se pode também acompanhar de perto o processo de produção. Além das bebidas, o sítio oferece uma variedade de geleias e compotas artesanais, além do tradicional suco de uva. O Sítio Registro também dá opção de café da manhã para grupos com agendamento prévio e uma linda trilha ecológica, frequentada por ciclistas que buscam a paisagem rural.
Endereço: Rod. Romildo Prado, km 6 – Bairro Abadia. Horário: todos os dias, das 8h às 18h. Telefone: (19) 3878-1673.

Chácara Alvorada – Restaurante Comida de Sítio

Foto por Natalia Bastos

Nada melhor do que almoçar em um lugar muito agradável, com uma comida deliciosa feita no fogão à lenha pela simpática Vera Daroz. Descendente de uma das famílias mais tradicionais da cidade, a Dona Vera cuida com muito carinho da propriedade e do restaurante. O visitante poderá comer à vontade pratos das culinárias mineira e italiana. Além do restaurante, o turista poderá visitar os pomares de frutas como os de uva, caqui, pêssego, ameixa, goiaba e morango. O Comida de Sítio também oferece serviços de café da manhã e agendamento para eventos.
Endereço: Estrada Atílio Biscuola, 1.628 – Bairro Ipiranga. Horários: café da manhã das 8h30 às 10h, almoço das 11h às 15h​, e jantar das 18h às 21h. Reservas pelo telefone: (19) 3878-1373.

Restaurante e Fazenda Luiz Gonzaga

Divulgação Restaurante Luiz Gonzaga

Outra boa opção para almoçar em um ambiente hospitaleiro, onde há a opção de comer ao ar livre aproveitando a paisagem rural, é a fazenda Luiz Gonzaga. Com um cardápio variado, o restaurante oferece refeições com ingredientes orgânicos, produzidos na propriedade. Nada de chegar com hora marcada – a ideia do local é o “slow food”: aproveitar o momento com a família ou amigos, enquanto os pratos personalizados são feitos. Todos são recebidos pela proprietária Dalva Anna, carinhosamente conhecida como Vovó Anna. Depois da refeição, ela leva os visitantes para conhecer a fazenda, que ainda conserva alguns traços arquitetônicos da época da escravidão. Além do alambique, o lugar conta com um empório, onde são vendidas as cachaças temperadas e várias opções de doces e compotas feitas por ela.
Endereço: Rodovia Romildo Prado, km 5,5, Estrada Tereza Cestarolli – Bairro Luiz Gonzaga. Horário: sábado, domingos e feriados, das 11h30 às 17h. Telefone: (19) 3878-2425.

Casa San Fior

Foto por Natalia Bastos

A Casa San Fior é praticamente uma parada obrigatória. O espaço preserva a tradição da família Pagotti, que veio da Itália em 1903 e está no mesmo lugar desde então. Embora seja a mais urbana das atrações turísticas de Louveira, o local oferece a venda de vinhos artesanais, frutas fresquinhas e geleias, onde os visitantes podem provar essas delícias ouvindo as divertidas histórias do proprietário Nelson Pagotti. São 73 anos dedicados à produção de vinho, resguardando a tradição familiar. O local produz o suco da uva niágara, único na região, e o famoso vinagre de caqui. Também são vendidas frutas, doces e geleias produzidas pela família e a exclusiva geleia de pimenta com uva, apelidada de “piúva”.
Endereço: Av. Ricieri Chiqueto, 1015 – Bairro Santo Antônio. Horário: de terça a domingo, das 8h às 18h. Telefone: (19) 3878-1330.

Cantina do Aldo

Foto por Natalia Bastos

Na casa ao lado, a Cantina do Aldo oferece um cardápio com o que há de melhor na culinária italiana, em um ambiente familiar e acolhedor. A cantina conta com as tradicionais massas e deliciosa panquecas, sempre com aquele molho caseiro. Aldo conta que sempre se dedicou ao plantio da uva, isso até abrir o restaurante. Experimente as deliciosas massas caseiras, o saboroso frango à parmegiana e, de sobremesa, coma a panqueca de uva, receita exclusiva.
Endereço: Av. Nossa Senhora da Abadia, 705 – Bairro Abadia. Horário: todos os dias, das 8h às 18h. Cantina do Aldo: quinta e sexta-feira, das 19h às 22h, sábado e domingo, das 11h às 22h. Telefone: (19) 3878-2767.

Mais informações: (19) 97167-6955 e www.festadauvadelouveira.com.br

Cose Dell’Abadia

Divulgação Cose Dell’Abadia

Para encerrar o dia, nada melhor do que uma visita ao bairro da Abadia, fundado por descendentes italianos da família Biazzi. Em um ambiente caseiro, os irmãos Marco Antônio e Aldo Biazzi resgatam um pouco das origens italianas, principalmente na parte culinária.
Marco Antônio cuida da Cose Dell’Abadia, um local agradável onde os visitantes podem comprar produtos como pães, doces e geleias, além de frutas frescas e dos tradicionais vinho e sucos de uva. “Os turistas procuram produtos sem conservantes e com aquele toque italiano”, explica.

Se você está pensando em visitar Louveira, não perca tempo procurando hospedagem, clique aqui e reserve!

Confira as passagens aéreas promocionais 

Texto de Natalia Bastos com informações de agência

Explore Indaiatuba dentro do Circuito das Frutas

Indaiatuba acaba de entrar no Mapa do Turismo Brasileiro 2019-2021. Incorporação atribuída à sua participação no Circuito das Frutas, atrairá novos turistas.

Listada entre as melhores cidades de São Paulo pela sua qualidade de vida e considerada um importante polo empresarial do interior, Indaiatuba está localizada a cerca de 110 quilômetros da capital. Também se encontra próxima de cidades como Campinas, Itu e Jundiaí. Conta com diversos atrativos para explorar em um fim de semana com a família e uma estrutura de bares e restaurantes que atrai jovens de toda a região à noite.

O Circuito das frutas pasa por outras cidades da região, como Jundiaí, Itupeva, Atibaia e Louveira, Indaiatuba tem uma produção de frutas bastante relevante. A cidade é 3ª maior produtora de uva de mesa no Estado, além de 6ª e 7ª na produção de goiaba e acerola, respectivamente. Algumas de suas propriedades rurais, como os sítios Bela Vista e São José, estão abertos à visitação.

Visite o Casarão Cultural Pau Preto

Essa construção, que data do início do século XIX, se destaca principalmente por sua arquitetura, baseada em taipa de pilão. Hoje, o casarão funciona como Museu Municipal e Biblioteca Pública e tem entrada gratuita. Seu acervo conta a história da cidade com exposições de objetos históricos do universo doméstico, trabalho rural e urbano. Além disso, seus entornos contam com um bosque com mais de cem arvores, inclusive um jatobá centenário.

Foto: Rubens Chiri

Parques e áreas verdes

O Parque ecológico foi inaugurado em 1992, o parque tem projeto de Ruy Ohtake e cobre 80% da cidade, em um espaço que conta com 15 quilômetros de pista para caminhada, cooper e passeio de bike. Além de bosques, lagos, jardins, pedalinho no lago, também abriga o Parque da Criança, com atrações para os pequenos como escorregadores, cachoeira com balde gigante, tirolesa e playground temático de animais.

Rubens Chiri

Outro local interessante é o Parque do Mirim foi construído em torno da barragem do rio Capivari-Mirim. Como foco na educação ambienta conta com painéis informativos que explicam sobre fauna, flora e o ecossistema local. Ideal para um passeio em contato com a natureza e como fonte de aprendizado creativo tanto para os mais pequenos.

Como chegar

Indaiatuba está localizada a cerca de 110 quilômetros de São Paulo, na região de Campinas e Jundiaí. A cidade tem fácil acesso via Rodovia dos Bandeirantes.

Se você está pensando em viajar para Indaiatuba, clique aqui para passagens promocionais 

Onde ficar

O Number 1 Residence, administrado pela rede The World Hotels, tem localização privilegiada em Indaiatuba, com fácil acesso ao Aeroporto Internacional de Viracopos, parques da região, clubes, shoppings e museus.

Considerado único apart-hotel da cidade, o empreendimento é ideal para quem busca uma hospedagem a trabalho ou lazer. Em sua estrutura, o hotel conta com 47 apartamentos amplos – com 52 metros quadrados -, modernos e confortáveis, contemplando dois ambientes separados com total privacidade.

Reserve já no Number 1 Residence

Outros dos atrativos que você pode visitar são:

Museu Ferroviário

Localizado em um complexo da antiga estação ferroviária, o museu conta com uma exposição permanente da Locomotiva nº10, fabricada em 1874 nos EUA. O espaço reúne 400 objetos relacionados ao tema ferroviário, oferecendo uma viagem no tempo aos seus visitantes.

A entrada é gratuita.

Feira das Artes

A tradicional feira que ocorre na Praça Rui Barbosa é o ponto de parada para adquirir as famosas lembrancinhas. Com cerca de 50 expositores, oferece produtos desde artesanato até artigos de cama, mesa e banho e opções gastronômicas.

Igreja Matriz de Nossa Senhora da Candelária

A igreja matriz de Indaiatuba foi construída por volta dos anos 1830 e tem grande importância para a história local, já que representa o local onde a cidade se formou. Segundo contam, a partir da fundação da capela é que foram erguidas as casas dos fazendeiros nos entornos. Além disso, a construção se destaca pela sua arquitetura colonial paulista, já que é uma das poucas preservadas no interior de São Paulo com estrutura em taipa. No largo da igreja ocorre, em fevereiro, a tradicional Festa da Padroeira, que já tem mais de 150 anos.

 

Texto de Natalia Bastos com informações de agência

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com