Fórum Náutico Paulista assina compromisso para oceano sustentável

Fórum Náutico Paulista assina compromisso para oceano sustentável

O Fórum Náutico Paulista participou do Marina Week, em São Paulo, no último dia 3. Um evento da USP e Unesco, sobre o mar que envolve desenvolvimento, preservação e sustentabilidade.

A ex-secretária adjunta de Turismo do estado e membro do Fórum, Bianca Colepicolo, representando o presidente do FNP, Marco Antônio Castello Branco, apresentou as ações de desenvolvimento e preservação da entidade junto com o coordenador da Câmara Temática de Marinas e Meio Ambiente, Mario Fontes.

O FNP reúne mais de 600 profissionais envolvidos no desenvolvimento náutico do estado, dividindo o trabalho em quatro câmaras temáticas: Indústria Náutica, Marinas e Meio Ambiente, Segurança e Navegação, e a de Turismo.

Durante o evento, eles firmaram o Compromisso para O Futuro do Oceano que busca a mobilização dos diferentes setores da sociedade pela sustentabilidade, sendo o resultado da contribuição de vários parceiros que reúnem caminhos para a transformação em direção a um oceano sustentável.

A apresentação do Compromisso teve como moderador o professor titular do Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo e coordenador da Cátedra Unesco para Sustentabilidade do Oceano, Alexander Turra. Também foram signatários do Compromisso a Fundação O Boticário, Petrobras, além de outros importantes nomes.

“Era óbvio que tínhamos que assinar esse compromisso, pois além de saber da importância da preservação para a manutenção da vida, não existe desenvolvimento náutico sem água limpa, é de total interesse de toda a área e de todo profissional que a gente preserve e recupere os oceanos”, disse Bianca Colepicolo que também é coordenadora da Câmara Temática de Turismo do FNP.

Durante o evento também foi destacado a importância do setor para a economia que traz números expressivos onde cada embarcação gera em média oito empregos diretos e indiretos.

Entretanto, no Brasil ainda há um déficit no desenvolvimento náutico, comparando os números em relação aos países estrangeiros. Por isso, o Fórum também trabalha para expandir a área e assim gerar mais emprego e renda.

“Estamos trabalhando com ações efetivas para que cada vez mais o desenvolvimento náutico se dê de maneira sustentável. Não existe mais essa discordância como se pensava antigamente que a infraestrutura náutica prejudica o meio ambiente. Pelo contrário, trabalhamos para preservar, recuperar, gerar emprego e renda e buscar todos os benefícios que o setor pode trazer para a economia e população”, finalizou Bianca.

Foto destaque por: Divulgação

(Visited 18 times, 1 visits today)

Deixe um comentário

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com