Rota das Grutas de Minas Gerais terá investimento de R$ 12 milhões da iniciativa privada

Rota das Grutas de Minas Gerais terá investimento de R$ 12 milhões da iniciativa privada

Segundo o Governo de Minas, até o final deste ano outras 20 unidades de conservação devem operar sob regime de concessão.

A empresa Urbanes Parques, de Santa Maria (RS), assumiu no início de janeiro deste ano a gestão de três parques que fazem parte da Rota das Grutas Peter Lund. A gestão era de responsabilidade do Instituto Estadual de Florestas (IEF). Serão investidos R$ 12 milhões na Gruta de Maquiné, em Cordisburgo, no Monumento Natural Gruta Rei do Mato, em Sete Lagoas, e no Parque Estadual do Sumidouro, localizado nos municípios de Pedro Leopoldo e Lagoa Santa.

Segundo o Governo de Minas, até o final deste ano outras 20 unidades de conservação atualmente administradas pelo IEF devem operar sob regime de concessão. A iniciativa privada fará apenas a gestão de serviços e da visitação. Toda parte ambiental e a coordenação das unidades de conservação permanecem sob responsabilidade do IEF.

A gestão das três unidades será feita pela Concessionária Rota das Grutas Peter Lund, composta pelas empresas Urbanes e B21. As empresas foram as vencedoras do Programa de Concessão de Unidades de Conservação (Parc), do Governo de Minas. O contrato de licitação foi fechado no valor de R$ 294,6 milhões, com validade de 28 anos.

Economia de R$ 4 milhões e dois mil empregos indiretos

Segundo a Concessionária Rota das Grutas, as três unidades deverão gerar cerca de 120 empregos diretos, e dois 2 mil indiretos, proporcionando, também, uma economia na ordem de R$ 4 milhões anuais aos cofres do estado. Um dos projetos em andamento é o lançamento de um único site para o visitante agendar as visitas.

Fechamento do Parque Estadual do Sumidouro

O Parque Estadual do Sumidouro está fechado desde o dia 27 de dezembro de 2021. O fechamento foi necessário para obras de readequação da Estação de Tratamento de Efluentes (ETE), e realização de pequenas manutenções, limpezas e reparos em geral, como, por exemplo, nas áreas verdes. Ainda não há uma data definida para que a unidade de conservação seja reaberta ao público.

Segundo diretor da Urbanes Parques, Helio Militz Jr., a empresa é responsável pela gestão do Aldeia do Imigrante, no Rio Grande do Sul, e o Parque Estadual de Campos do Jordão, em São Paulo. Recentemente a Urbanes assumiu a concessão das Florestas Nacionais de Canela e São Francisco de Paula, no Rio Grande do Sul.

Investimentos para atrair turistas

Segundo o titular da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais, Leônidas Oliveira, o modelo de concessão que está sendo executado pelo Governo de Minas foi criado para melhorar a estrutura das grutas e parques, ajudando a atrair mais turistas para o estado.

Leônidas informou que um projeto para conceder a Rodoviária de Belo Horizonte para iniciativa privada está em andamento. O modelo prevê mais conforto e segurança para os passageiros.

Em Belo Horizonte o consórcio formado pela Urbanes em conjunto com o grupo mineiro Uai, Contata, Facile Gestão e Administração Eirelli e B21 Participações, vai administrar o Mercado do Cruzeiro, ponto de referência em comida mineira.

Como agendar as visitas

A Gruta de Maquiné, em Cordisbugo,  já está recebendo investimentos. (Foto: divulgação Urbanes).

As visitas para a Gruta de Maquiné e para a Gruta Rei do Mato estão sendo agendadas a partir de 3 de janeiro de forma remota. O público que desejar ir até a Gruta de Maquiné deve marcar por meio do WhatsApp: (31) 99564-6656 ou via e-mail, pelo grutadomaquine.mnpl@gmail.com.

Quem for visitar a Gruta Rei do Mato deve enviar um WhatsApp para o número (31) 99669-3886 ou via e-mail, pelo grutareidomato.mg@gmail.com.

 

 

(Visited 90 times, 1 visits today)

Deixe um comentário

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com