Tudo viagem

Acesse o guia com dicas de como explorar as belezas e o encanto de Havana

CUBA01

A viagem para Cuba do aposentado José Roberto Prata e do servidor público Ricardo Murta abre a nova fase do Tudo Viagem. Um guia com tudo o que você precisa saber sobre a ilha caribenha, que aos poucos abre suas portas para o mundo, especialmente sobre Havana, você terá nesta publicação. Sob a ótica desses viajantes, além de dicas práticas de como economizar, sem deixar de conhecer os pontos turísticos mais belos de Havana, você terá ainda de segurança, onde visitar, o que comer, moeda, vistos e das opções de cruzeiros marítimos em Cuba e Caribe saindo de Havana.

A viagem foi pela Copa Airlines, que atualmente tem uma parceria com a Gol. A conexão é rápida no Panamá e é uma ótima opção voar via Belo Horizonte.  A Copa Airlines sempre tem ótimas opções de preços, além de possibilitar um “stop over” na Cidade do Panamá. Você pode aproveitar para fazer um city tour de um dia.O city tour pode ser comprado no próprio aeroporto e custa 30 dólares. As agências de viagem vendem esse city tour no Brasil, mas preferi comprar no aeroporto, mesmo correndo o risco de não ter vaga, pois o preço é três vezes mais barato do que se for comprado por uma agência no Brasil.

CUBA02

VISTO

Cuba exige visto de entrada para os brasileiros. Há a opção de adquirir o visto “tarjeta del turista” pessoalmente ou via correios na embaixada em Brasília ou no consulado de São Paulo, mas a opção mais prática é de tirar o visto junto à companhia aérea, na hora do check-in. O valor a pagar é de US$20. Confirme antes com a sua companhia aérea. Caso você decida fazer algum cruzeiro marítimo de Cuba para outros países e se o seu voo de volta é em Cuba, é necessário um novo visto para reentrar em Cuba. A MSC, que atualmente opera cruzeiros marítimos a partir de Havana lhe providenciará a “tarjeta de turista” ao preço de 15 Euros.

 

MOEDA

Em Cuba há duas moedas, os pesos cubanos – CUP e os pesos conversíveis – CUC. A moeda do turista é o CUC. Um Euro equivale a 1,05. Com o CUC, o turista paga praticamente todas os gastos (hospedagem, restaurantes, passeios etc). Pode-se também trocar uma parte de CUC em CUP para comprar uma fruta, um suco, um sanduíche e para pagar o táxi coletivo. Você não conseguirá comprar mais do que isso, pois o CUP é muito desvalorizado. É melhor levar Euro para o câmbio por ser mais valorizado.

O Dólar também pode ser trocado, mas é mais desvalorizado por lá. Logo no aeroporto você já deve trocar parte do seu dinheiro em CUC para pagar o táxi do aeroporto até o local de sua hospedagem.

Depois você pode trocar de acordo com a sua necessidade nas casas de câmbio chamadas de Cadeca espalhadas pela cidade. Não se preocupe com a variação, pois a taxa de câmbio é uma só em qualquer Cadeca. O preço do taxi do Aeroporto José Martí até o centro de Havana é praticamente fixo: 25 CUC.

CUBA03

ONDE FICAR

Uma bela opção é ficar em casas particulares. O governo dá uma licença permitindo que o cubano possa hospedar turistas em suas casas. Além da diária ser mais barata, em média 30 CUC para duas pessoas, você tem a maravilhosa experiência de conviver com uma família cubana. O povo cubano é muito comunicativo, alegre, culto e adoram brasileiros. Então é o momento de falar sobre o regime, o embargo, a relação de amor e ódio entre os Estados Unidos e Cuba dentre outros assuntos que possam agregar conhecimento, assim você pode até mesmo desmistificar certos preconceitos.

Você também terá um guia, pois o seu anfitrião terá o maior prazer em lhe dar as melhores dicas e sempre abordando o passeio sugerido de forma histórica e cultural. É prudente levar papel higiênico, sabonete, pasta de dente, álcool gel etc., pois esses produtos são controlados pelo governo e em geral quando há, a qualidade deixa a desejar. É também uma ótima opção de presentear o seu anfitrião.

Segue algumas sugestões de sites de casas particulares em Cuba: http://www.casaparticularcuba.org/default_sp.asp
http://havanacasaparticular.com/
https://www.airbnb.com.br/s/Havana–Cuba?s_tag=pMyHh3RG

 

SEGURANÇA

Havana é muito segura, monitorada e a punição para crimes contra o turista é coisa séria por lá. Quando cheguei, no primeiro dia, passeando por Havana Vieja fiquei tenso, mas logo percebi que era paranoia minha porque aquele cenário me lembrou um pouco do ambiente exótico encontrado no Brasil. Aqui no Brasil o risco do turista ser furtado ou até mesmo agredido é muito alto. Já em Havana, com raridade pode acontecer, mas sem armas. É muito comum ver os turistas portando câmaras fotográficas possantes sem medo de serem assaltados.

A propósito, Havana é um cenário maravilhoso para os fotógrafos. O seu povo em meio a uma belíssima arquitetura que contrasta com a decadência por parca manutenção e que ao mesmo tempo exibe uma exuberância e imponência é uma infinita gama de possibilidades de ângulos, expressões, emoções para os olhares mais sensíveis dos fotógrafos amadores e profissionais.

Há muitas restaurações concluídas e em andamento. Havana hoje é um canteiro de obras.
Tenha cuidado ao criticar o regime, pois o assunto é polêmico.  Lembre-se que apesar do embargo econômico e suas consequências, todos os cubanos têm acesso a uma educação de alto nível, saúde humanizada, segurança, assistência alimentar e moradia. Não há, como nas nações capitalistas, boa parte da população excluída.

Em Cuba todos têm acesso ao básico.. Portanto, fale sobre o regime, sobre política de forma mais empática e de modo que isso possa te enriquecer. Você terá uma grande oportunidade de ouvir do cubano e in-loco. Diferente de ouvir aqui de uma mídia capitalista burguesa e manipuladora.  Outras dicas: comprar charutos na rua tem grande chance de serem falsificados. Tome sempre água engarrafada.

CUBA04

ONDE COMER

Havana tem uma gama de restaurantes famosos, de alto padrão gastronômico. Mas, para comer bem e barato os restaurantes chamados Paladar (esse nome foi inspirado na novela Vale Tudo em que a personagem da Regina Duarte tinha um restaurante chamado paladar. Aliás, os cubanos adoram as novelas brasileiras e atualmente estão encantados com a novela Império).

Os paladares são empreendimentos dos cubanos que se viram para melhorar a renda por meio do turismo. O atendimento é bom e personalizado, além de você poder comer em ambientes inusitados como varandas com muitas plantas e de decoração colorida. O prato por pessoa sai em média de 6 a 10 CUC. Você pode experimentar um prato típico chamado congris que é feijão com arroz preparado de uma forma diferente da nossa.

Pode pedir a receita do congris que eles explicam com prazer. A população cubana também, como a brasileira, tem o delicioso hábito de comer feijão com arroz. A comida também é muito boa em La Bodeguita del Medio, em Havana Vieja, que você poderá degustar deliciando-se com um refrescante mojito. Já no bar El Floridita você pode degustar um saboroso daiquiri. Aliás, foi na Floridita que o daiquiri foi inventado.

O bar tem boa música, ótimos petiscos, está sempre lotado e todos tiram foto junto à estátua do Hemingway que ali frequentou e escreveu O Velho e o Mar. Outra opção romântica e nostálgica é o hotel Nacional. Avista-se dos seus jardins o Malecon -avenida beira mar, você pode saborear sob doce brisa deliciosos petiscos e bebidas ao som da música caribenha apreciando a deslumbrante vista de Havana.

CUBA05

O QUE FAZER

No primeiro dia sugiro pegar o bus tour, assim você terá uma visão geral da cidade. Você pode parar e explorar a região e em seguida pegar o ônibus novamente. Dentre essas paradas destaco o Aquário Nacional de Havana, lá você poderá almoçar no Gran Azul http://cuba-explore.com/es/restaurante-Restaurante-Gran-Azul ao lado de um grande aquário com golfinhos brincando enquanto você degusta deliciosos frutos do mar.

Havana Vieja é o nome da área central de Havana. É a parte mais antiga da cidade e onde situa-se os pontos históricos mais relevantes desde a colonização espanhola. Após o bus tour, como você já vai ter uma ideia geográfica da cidade, pode iniciar o tour do dia seguinte por Havana Vieja, caminhando pela calle Obispo, praça de armas, capitólio, teatro Alice Alonso, bairro chinês, Praça da Catedral, Praça Vieja . É em Havana Vieja que estão a maioria dos museus, dos quais destaco o museu da Revolução, Museu de Belas Artes, Museu de História Natural. Outras opções icônicas são o Museu do Rum e Fábrica de Tabacos Partagás.

Havana é uma cidade multicultural. Há diversos museus, teatros e shows musicais. Destaco o show do Trocpicana http://www.cabaret-tropicana.com/ que é um típico show de cabaret. Há também no hotel Nacional o show Cabaré Parisién. http://www.hotelnacionaldecuba.com/en/entertainment.asp Você pode explorar o clássico indo ao teatro Alice Alonso assistir ao balé de Cuba, ver a apresentação da orquestra sinfônica nacional de Cuba.  Ou ouvir a contagiante música popular cubana enquanto toma uns mojitos em muitos bares como os da calle Obispo.

Visite a região de Vedado, um bairro vizinho à Havana Vieja com diversas opções de restaurantes e bares. Em Vedado você pode aproveitar a Fábrica de Arte Cubano, um fábrica desativada que se tornou num espaço multicultural com vários ambientes bares e com muita arte, http://www.fac.cu/.  E próximo a Vedado está a Praça da Revolução que você pode ir de coco taxi que é um taxi típico de Havana. É uma motocicleta de três rodas com uma cobertura parecida com um coco. Pechinche antes, pois os preços são combinados antes. Faça também um passeio nos carros antigos.

Você pode contratar um passeio ou pegar um táxi coletivo, os chamados almendron. Veja o mapa das rotas dos taxis coletivos: https://www.google.com/maps/d/viewer?mid=zcq7B1ap1CZM.kDulKBa2zZY4&hl=en_US

CRUZEIROS MARÍTIMOS

Com uma maior abertura de Cuba nos últimos anos, o terminal marítimo de Sierra Maestra em Havana está operando navios de cruzeiros. A temporada de 2016/2017 terá dois navios da companhia italiana MSC partindo semanalmente de Havana para outros destinos pitorescos no Caribe.

 



(Visited 10 times, 1 visits today)

4 thoughts on “Acesse o guia com dicas de como explorar as belezas e o encanto de Havana

  1. Celso, parabéns pela bela reportagem. Fico muito feliz em ter contribuído.
    Além dos encantos de Havana, Cuba tem destinos muito badalados. Os destinos mais badalados são: Varadero, Cayo Coco, Cayo Guilhermo, Cayo Largo, Villa Clara, Baracoa, Holguin, Santiago de Cuba, Trinidad, Vinales, Camaguey, Cienfuegos etc. Para aquele turista que deseja conhecer mais o país há como viajar de ônibus, pela Via Azul, http://www.viazul.com/ ou de avião pela Cubana de Aviación, http://www.cubana.cu/. Pode-se também usar a opção de hospedagem em casas particulares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com