Tudo viagem

Baixa temporada! Azul vai suspender 12 voos na Pampulha entre dezembro e janeiro

A companhia Azul vai reduzir o número de voos no Aeroporto da Pampulha entre 22 de dezembro e 1º de fevereiro de 2015. Esse período é considerado baixa temporária em função da queda no número de passageiros que viajam da capital mineira para o interior, e também no sentido inverso. Serão cancelados seis partidas e seis chegadas das cidades de Governador Valadares, Ipatinga, Uberlândia e Montes Claros.

Do Aeroporto da Pampulha para Governador Valadares a Azul oferece três voos em cada sentido. A partir de 22 de dezembro a empresa terá uma partida da capital as 21h35 e retornando da maior cidade do Vale do Rio Doce as 6 horas. Montes Claros tem três frequências para Belo Horizonte. A redução vai afetar o voo que parte 13h55 da Pampulha e que decola as 15h30 de Montes Claros.
De Ipatinga para Belo Horizonte a Azul vai reduzir de três para um voo em cada sentido. Já a cidade de Uberlândia vai perder apenas um dos três horários em cada sentido. Até agora os voos do interior de Minas para Confins não sofreram mudanças. O Aeroporto Regional da Zona da Mata tem três voos para Campinas. Entre 22 de dezembro e 1º de fevereiro a companhia Azul vai cortar um voo em cada sentido.
Segundo a Azul, os ajustes temporários em sua malha aérea são  em virtude da variação da demanda durante o verão. A partir de fevereiro de 2015 a companhia promete retomar os voos. A partir de 15 de setembro a Azul não terá mais voos diretos do Aeroporto Regional da Zona da Mata para Confins.
O Tudo Viagem apurou que as aeronaves que vão deixar de fazer os voos no interior de Minas serão usadas para reforçar os voos e para os fretamentos para regiões consideradas alta temporada, como o Nordeste.
(Visited 1 times, 1 visits today)

3 thoughts on “Baixa temporada! Azul vai suspender 12 voos na Pampulha entre dezembro e janeiro

  1. Duvido que os voos para Pampulha volte. O motivo não é só demanda, eles querem estes slots para serem usados em linhas mais lucrativas com aeronaves maiores. Campinas, Guarulhos e Santos Dumont é uma opção. Quanto ao Regional da Zona da Mata, não tem demanda de 3 horários para Campinas. Saiu uma vez de lá para o Serrinha por falta de demanda de crescimento. Voltou por pressão política, pois não queriam que um empreendimento tão caro, feito pelo Itamar Franco, ficasse abandonado em um ano eleitoral. Pode escrever: este voo não volta.

  2. E a SETOP que esta propondo uma PPP para o Aerofante de Goianá. A empresa que pegar vai ter que ampliar a pista em 500 metros! Os 2500 metros atuais não são suficientes para grandes aviões de carga saírem lotados. Aliás, algum dia vai ter mesmo voo de carga naquele fim de mundo? Fico imaginando caminhões de carga subindo aquela serra com rodovia simples pra chegar até a BR 040, só rindo mesmo! Vamos ver agora que esta minguando tudo, por quanto tempo a Azul ainda aguenta ficar lá! Quero ver com a PPP quem vai querer essa batata quente!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com