Tudo viagem

Atrativos da Estrada Real serão reunidos em novo portal que estréia em maio

                                  Minas além das gerais
?

 
Ouro Preto é uma das cidades do circuito  Estrada Real (Tanaka)

??

                                 Com uma cachoeira no caminho
Cachoeira do Tabuleiro em Conceição do Mato Dentro
Os hotéis e pousadas
instalados nas cidades que fazem parte do circuito Estrada  Real estão
sendo cadastrados. Atualmente são 800 estabelecimentos existentes em
um banco de dados, mas esse número pode cair após a conclusão do
levantamento. As duas fotos mostradas no início desta matéria vão fazer você conhecer as cidades instaladas no circuito do ciclo do ouro de Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro.
  
Todas as opções de
hospedagem nos 1.631 quilômetros que fazem parte da Estrada Real vão
estar no novo portal que será lançado em 15 de maio. O
estabelecimento que não oferecer condições adequadas de hospedagem
ficará fora do cadastro.

O circuito tem 169
cidades de Minas Gerais, 22 em São Paulo e oito no Rio de Janeiro.
Em toda a extensão do Estrada Real são 75% de estradas de terra,
15% de asfalto e 5% de trilhas. “O novo portal terá todos os
trajetos, cachoeiras, rios e montanhas em um sistema
georreferenciado, permitindo que o turista monte seu passeio”, diz
a gerente do Estrada Real, karla Bittar.

Uma das novidades do
portal será a reformulação do SitGel. Por esta ferramenta o
turista poderá escolher, por exemplo, um trajeto que tenha igrejas,
fazendas e trilhas que acessam cachoeiras. “A pessoa poderá baixar
ou imprimir seu roteiro, tudo gratuitamente”, explica Karla Bittar.

     Daniel Cerqueira
A Vesperata de Diamantina é um dos atrativos do circuito Estrada Real
A Vesperata de
Diamantina, que acontece entre abril e outubro de 2013, faz parte do
calendário de eventos da Estrada Real. No mês de abril ela será no
dia 20 e em maio nos dias 4 e 25. Instalada na Rua da Quitanda, a
Vesperata acontece sempre depois da meia-noite, nas ruas do centro de
Diamantina, durante dois sábados por mês.

Em cada janela dos
casarões há um músico, que regido por maestros posicionados no
meio da rua, coordenam os artistas que apresentam vários estilos
musicais .Sentados em mesas ou mesmo em pé, o público é atendido
por garçons dos bares próximos, tornando a programação ainda mais
agradável, com a opção de degustar tira-gostos tipicamente
mineiros, uma cerveja gelada ou até mesmo um vinho. A banda é formada por
integrantes do 3º Batalhão da Polícia Militar de Minas Gerais e
por jovens músicos da Orquestra Mirim.

O Instituto Estrada
Real foi criado em 1999 com o apoio da Federação das Indústrias do
Estado de Minas Gerais (Fiemg). A ONG tem o apoio do Governo de
Minas. Segundo Karla Bittar, as operados de Minas Gerais vendem pacotes com todo tipo de passeio.

                          Conheça os quatro caminhos da
Estrada Real
                                    Tanaka
Diamantina: Caminho dos Escravos
  

Caminhos dos Diamantes:
Ele pode ser percorrido de Ouro Preto – Diamantina ou Diamantina –
Ouro Preto num total de 395 km divididos em 18 trechos





Caminho Velho: Ele pode
ser percorrido de Ouro Preto – Paraty ou Paraty – Ouro Preto num
total de 710 km divididos em 27 trechos




Caminho do Novo: Ele
pode ser percorrido de Ouro Preto – Porto Estrela ou Porto Estrela
– Ouro Preto num total de 515 km divididos em 18 trechos





Caminho do Sabarabuçu:
Ele pode ser percorrido de Cocais – Glaura ou Glaura – Cocais num
total de 160 km divididos em 6 trechos.




Acesse aqui o site da Estrada Real



(Visited 4 times, 1 visits today)

One thought on “Atrativos da Estrada Real serão reunidos em novo portal que estréia em maio

  1. Para que Minas ganhe mais espaço no turismo nacional e internacional é preciso que o Estado invista mais e com seriedade na recuperação de suas atrações. As estâncias hidrominerais morrem a cada dia sem que se sinta remorso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com