Conheça as 10 melhores companhias aéreas do mundo

O TripAdvisor, site de viagens com informações relacionadas ao turismo, acaba de divulgar a lista das 10 melhores companhias aéreas do mundo na opinião dos viajantes. A Singapore Airlines ficou com o primeiro lugar, seguida pela Qatar Airways e EVA Air.  A Azul alcançou a 7ª posição, sendo a única companhia da América Latina a aparecer no ranking.

Serviço de bordo da Singapore Airlines

Pelo terceiro ano consecutivo a Azul ficou no topo da classificação na América do Sul, e, assim como em 2018, também levou outros três prêmios: de Melhor low cost, Melhor Classe Executiva e Melhor Classe Econômica da América do Sul. A Azul é a única aérea brasileira a marcar presença no TOP 10 das melhores desde a criação do ranking do Tripadvisor.

FRASE…

“Esses prêmios são resultado do esforço diário dos nossos mais de doze mil Tripulantes que fazem da Azul a melhor companhia aérea do mundo. Eles cuidam da nossa empresa e de quem voa conosco com todo carinho, dedicação e paixão. Assim fica fácil para nossos Clientes reconhecerem a excelência dos produtos e serviços ao voar com a Azul. Sou feliz por fazer parte desse Time, e não vejo a hora de poder mostrar a experiência Azul para cada vez mais pessoas”

John Rodgerson-presidente da Azul

CONFIRA O RANKING COMPLETO 

1-Singapore Airlines

2-Qatar Airways

3-EVA Air

4-Emirates

5-Japan Airlines (JAL)

6-Southwest Airlines

7-Azul

8-Air New Zealand

9-Jet2.com

10-ANA (All Nippon Airways)

Para mais detalhes sobre os prêmios que a Azul conquistou pelo Tripadvisor, clique aqui.

VAI VIAJAR? GARANTA AQUI PASSAGENS AÉREAS COM DESCONTOS DE ATÉ 50%

Aproveite as promoções de passagens aéreas e de hospedagem para Salvador

Se você é desses que prefere uma praia calma, com poucos visitantes e uma paisagem encantadora, então a dica é conhecer a praia de Itapoã.

Impossível imaginar uma bela praia no Nordeste sem que a cidade de Salvador venha à nossa mente! A queridinha dos brasileiros e também dos estrangeiros, não tem essa fama atoa. A capital da Bahia tem a mistura perfeita de diversão e, claro, de relaxamento! Nos meses de outubro e novembro, exceto nos feriados, é possível conseguir passagens aéreas para baratas para a capital baiana.

A cidade é um reflexo perfeito da miscigenação brasileira: a arquitetura colonial portuguesa, a cultura afro-brasileira e as praias tropicais são de tirar o fôlego. O bairro do Pelourinho é o coração histórico da cidade, com prédios coloridos e igrejas no estilo barroco, na época do Brasil colonial. É impossível ir à Salvador sem conhecer o famoso “Pelô”

E opções de praia é o que não falta, tem para todos os tipos e gostos! Se você é desses que prefere uma praia calma, com poucos visitantes e uma paisagem encantadora, então a dica é conhecer a praia de Itapoã. A praia é um verdadeiro reduto dos surfistas. Já para quem gosta de muito agito, com um mar bem refrescante, a praia da Barra é uma parada obrigatória!

Para curtir ainda mais a viagem, é muito importante ter uma boa hospedagem. A cidade conta com uma enorme variedade de hotéis e, o mais especial é claro, é ficar em um resort em Salvador e nas cidades da região, entre eles os localizados na Praia do Forte e na Costa do Sauípe. Assim, você consegue ter a praia como um quintal de sua casa! Os resort oferecem muita comodidade e praticidade, além de oferecer pacotes que podem até mesmo ser all inclusive.

Saiba quais são as companhias campeãs de voos cancelados

O estudo mostra que a companhia Azul foi a que mais cancelou voos no ano passado: 39 mil.

Em 2017 foram registrados mais de 72 mil voos cancelados, segundo levantamento realizado pela startup NãoVoei.com. O estudo mostra que a Azul foi a que mais cancelou voos no ano passado. Em 2017, mais de 39 mil voos da companhia foram cancelados, o que representa 17,25% do total de cancelamentos. O levantamento da startup foi realizado de acordo com os números da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC).


[read more=”Leia mais…” less=”Recolher”]

A segunda posição é da empresa Passaredo. Apesar da quantidade de voos da empresa ser bem menor do que a de grandes companhias, o montante de cancelamentos da empresa chega a 11,6% do total de voos cancelados. Gol e LATAM aparecem praticamente empatadas, com 6% dos cancelamentos, uma média de 26 mil voos das duas companhias juntas.

A Avianca cancelou 3.589 voos em 2017, 4,73% do total. Entre as companhias internacionais a TAP Portugal foi que a mais cancelou voos no ano passado. Foram 410, o que representa 7,09&% do total. (Veja tabela completa abaixo).

Ainda de acordo com a pesquisa da NãoVoei.com, os passageiros que tiveram voos cancelados podem receber indenização pelo transtorno causado. A média de valores recebidos para cancelamentos é de R$ 3.500 e, para atrasos superiores a 4 horas pode chegar a R$ 3.000.

O passageiro que deseja recorrer em casos de voo cancelado deve reunir o máximo de documentos e informações que comprovem o cancelamento ou atraso da viagem. Para saber mais sobre o Não.voei.com acesse aqui.

CONFIRA A LISTA COMPLETA DOS CANCELAMENTOS E ATRASOS

Empresa Aérea A tempo Atraso
+30 min.
Atraso
+60 min.
Cancelado % Cancelamento
Azul 59734 123823 7726 39863 17,25%
GOL 166313 21046 7593 14392 6,87%
LATAM 148410 25465 10091 12263 6,25%
Avianca 44637 23566 4091 3589 4,73%
Passaredo 9864 1770 1032 1666 11,62%
Copa Airlines 12425 115 290 60 0,47%
American Airlines 8171 385 1052 198 2,02%
Aerolíneas Argentinas 8896 93 140 310 3,28%
TAP Portugal 4910 288 172 410 7,09%
United Airlines 3511 130 311 81 2,01%
TOTAL 466871 196681 32498 72832 9,47%

QUER VIAJAR? GARANTA AQUI DESCONTOS ESPECIAIS NAS PASSAGENS AÉREAS

 

[/read]

Contradições da Anac sobre o Aeroporto da Pampulha prejudicam a Passaredo e a Flyways

As companhias Flyways Linhas Aéreas e Passaredo estão enfrentando dificuldades de aprovar novos voos no Aeroporto da Pampulha, localizado a 9,5 quilômetros do Centro de Belo Horizonte. A situação da Flyways é mais séria. A companhia começou a operar com voos charter (horários provisórios) no dia 28 de dezembro de 2015. Até agora a Flyways não conseguiu Hotran (Horário de Transportes) na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Nas reprovações dos voos a Anac alega “restrições” no Aeroporto da Pampulha. Sem Hotran, a Flyways não tem como planejar suas operações. A venda das passagens só pode ser feita de um mês para o outro. Quem pretende viajar em março não consegue comprar os bilhetes no site da Flyways. Entre as rotas que estão sendo operadas com voos charters da companhia estão Pampulha/Galeão, Ipatinga/Pampulha e Uberaba/Pampulha.
Ainda neste mês a Flyways pretende lançar voos às terças e quintas de Belo Horizonte para Patos de Minas e Araxá. Na Anac já estão os pedidos de HoTrans de todas essas rotas citadas, além dos trechos Pampulha/Santos Dumont (RJ) e Brasília/Pampulha, previstos para o mês de março.

A Passaredo teve os pedidos de voos negados no ano passado da Pampulha para Brasília, e de Uberlândia para a Pampulha. A companhia pretendia lançar dois voos em cada sentido. Como pode a Anac alegar restrições ou falta de capacidade da Pampulha? Essas foram as alegações, mas o absurdo é que a Azul suspendeu os voos destas rotas, não ocupando os slots (autorização de pousos e decolagens) na Pampulha.
Em janeiro de 2016 a Anac negou pedido da Passaredo para lançar dois voos da Pampulha para o Galeão. Isso é uma vergonha! As novas rotas dariam mais opções de voos a partir da capital mineira, além de forçar a redução dos preços das passagens em função da concorrência. A Passaredo oferece dois voos de Belo Horizonte para Ribeirão Preto e um nos fins de semana para Porto Seguro (BA).
O curioso é que a Flyways e a Passaredo vão usar nos voos pedidos à Anac o ATR-72, modelo turboélice que é liberado pela Anac para operar no aeroporto da capital mineira. A Azul oferece três voos sem escalas da Pampulha para o Santos Dumont e três de Campinas (SP) para a Pampulha. No sentido contrário o número de voos é o mesmo. A Azul suspendeu no ano passado os voos da Pampulha para Governador Valadares, Brasília, Ipatinga, Vitória, Uberlândia e Montes Claros. Quais são as restrições? Com a resposta, a Anac…



TAM e Azul aparecem na lista de companhias mais pontuais do mundo

A TAM é a segunda companhia mais pontual do mundo em agosto deste ano, segundo o levantamento da FlightStats, especializada em dados globais de viagens. Os índices de pontualidade foram publicados pela consultoria internacional no Airline and Airport On-time Performance Report. Em abril do deste ano a TAM ocupava a terceira posição num total de 50 companhias.

A companhia russa S7 é a mais pontual do mundo. A segunda colocação mundial da TAM em agosto foi obtida com uma pontualidade de 90,7%, considerando os atrasos acima de 15 minutos nos pousos no Brasil e no exterior. No período, foram mais de 22 mil voos operados pela companhia nos mercados doméstico e internacional.

A consultoria FlightStats é mundialmente reconhecida por oferecer diversos serviços de controle aéreo, incluindo dados públicos e análise completa da performance operacional de toda a indústria aérea mundial. Entre as companhias low cost (de baixo custo) a Iberia Express é a mais pontual do mundo, seguida pela Azul. A Gol aparece na quarta posição entre 40 companhias avaliadas.

Seis novas companhias aéreas brasileiras pedem autorização para lançar voos comerciais

Sterna, Flyways, Latin Air e Modern.  Esses são os nomes das companhias aéreas que pretendem lançar voos comerciais no Brasil, todas atraídas pelo Plano de Desenvolvimento da Aviação Regional.  Duas empresas do Rio de Janeiro, duas de Brasília, e uma da Paraíba e outra de São Paulo já receberam da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) licença para funcionamento jurídico. Uma das companhias, a Latin Air, do Rio de Janeiro, tem planos de lançar voos para a América do Sul.

A Sterna Linhas Aéreas, de Brasília, já recebeu um Boeing 737-300, mesmo modelo da extinta Webjet. A aeronave da companhia já está em um hangar de Campina Grande, na Paraíba, onde receberá as cores da nova companhia (foto acima). A Maria da Glória Transportes Aéreos LTDA, com sede em João Pessoa (PB), recebeu licença de funcionamento no dia 14 de outubro deste ano. É a autorização mais recente.

Uma das cidades que deve receber voos das novas companhias é Varginha, no Sul de Minas. A Azul deixou de operar na cidade em março deste ano. As cidades de Juiz de Fora e São João Del Rei, que também deixaram de receber voos da Azul, estão na lista de prioridade das novas companhias. Os aviões ATR-42, com 45 lugares, e o EMB-120, popularmente conhecido por Brasília, com 30 assentos, são as aeronaves que as empresas estudam comprar.

Segundo a Anac, o próximo passo é dar início ao processo de certificação operacional, e, terminada essa fase, as companhias precisam de autorização para exploração de serviços aéreos públicos, ou seja, operar. A Modern, de São Paulo, recebeu licença para o transporte de cargas, mas poderá alterar o pedido para operar voos comerciais.

O PLANO

O plano do Governo Federal prevê subvenção de 50 por cento dos assentos de aeronaves, até o limite de 60 lugares, em rotas que tenham como origem ou destino os chamados aeroportos regionais, que atendam até 600 mil passageiros por ano, com exceção da Amazônia Legal, onde esse limite anual será de 800 mil passageiros e a subvenção não terá teto de 50 por cento.

Uma Medida Provisória do governo amplia a margem de utilização de recursos do Fundo Nacional da Aviação Civil (Fnac) para o custeio da subvenção de 25 para 30 por cento. Para 2015, a previsão de orçamento desse fundo é de 4,3 bilhões de reais.

CONFIRA OS NOMES E OS LINKS DAS APROVAÇÕES
1.       FLYWAYS LINHAS AÉREAS LTDA – Rio de Janeiro/RJ
– PORTARIA
ANAC Nº 1366/SRE, DE 11 DE JUNHO DE 2014
2.       STERNA LINHAS AÉREAS LTDA. – Brasília/DF – PORTARIA
ANAC Nº 2197/SRE, DE 16 DE SETEMBRODE 2014
3.       LINHAS AÉREAS DE TRANSPORTES INTERNACIONAIS LTDA (LATIN AIR) – Rio de Janeiro/RJ – PORTARIA
ANAC Nº 1736/SRE, DE 30 DE JULHO DE 2014
.
4.       MARIA DA GLÓRIA TRANSPORTES AÉREOS LTDA. – João Pessoa/PB – PORTARIA
ANAC Nº 2445/SRE, DE 17 DE OUTUBRO DE 2014
5.       MODERN TRANSPORTE AÉREO DE CARGA S.A – Barueri/SP – PORTARIA
ANAC Nº 1096/SRE, DE 9 DE MAIO DE 2014.

6.       GABANNA LINHAS AÉREAS LTDA. – Brasília/DF – PORTARIA
ANAC N° 2467/SRE, DE 14 DE NOVEMBRO DE 2012
. (Obs: A Portaria encontra-se vencida, mas a empresa já requereu a emissão de
nova Portaria, da qual o processo está em análise pela Agência
).

ACESSE AQUI CÓDIGO QUE GARANTE 20% DE DESCONTO PARA MACAPÁ E CHILE

Novo Aeroporto Internacional do Rio Grande do Norte começa a receber voos no dia 22 de maio

O Aeroporto Internacional de São Gonçalo do Amarante, localizado a 40 quilômetros de Natal (RN), começa a receber voos no dia 22 de maio. Será o sexto aeroporto brasileiro administrado pela iniciativa privada. As companhias Avianca, Azul, Gol, TAM e TAP vão deixar de operar no Aeroporto Severo Augusto, localizado a 18 quilômetros de Natal.

A inauguração do novo aeroporto do Rio Grande do Norte estava prevista para 15 de abril, mas teve que ser adiada por causa de um atraso na conclusão a infraestrutura de tecnologia da informação do aeroporto. As companhias poderão iniciar a transferência em 30 de abril.
Os detalhes da transferência foram acertados durante reunião realizada na terça-feira 22) na Secretaria da Aviação Civil (SAC). Participaram do encontro o ministro da aviação civil, Moreira Franco, e representantes da Agência Nacional da Aviação Civil (Anac), da Inframérica, da Associação Nacional das Empresas Administradoras de Aeroportos (Aneaa), Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear).
O consórcio Inframérica, formado pela construtora Engevix do Brasil e pela empresa argentina Corporación América, foi o vencedor da concessão.  Estão sendo investidos R$ 792 milhões. O novo aeroporto terá capacidade de receber 6 milhões de passageiros.
Veja como será o saguão do novo aeroporto
HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com