South African Airways lança voos diretos de São Paulo para Joanesburgo

South African

A partir do dia 6 de novembro, a South African Airways facilitará o acesso à maior cidade sul-africana, próxima dos melhores safáris do país, através de voos diretos com nove horas de duração, saindo de São Paulo todas às segundas e quintas-feiras.

Parte da Star Alliance, a maior aliança de companhias aéreas do mundo, que foi criada para melhor atender as necessidades dos viajantes internacionais frequentes e oferecer aos clientes uma experiência de viagem aperfeiçoada, a South African Aiways, assim como todas as companhias da aliança, conta com os mais altos padrões de segurança e atendimento.

Ou seja, a garantia de todo conforto necessário para chegar disposto e com segurança em uma cidade que conta com mais de 5 milhões de habitantes e é chamada carinhosamente como Joburg, ou apenas Jozi, pelos seus admiradores. Além disso, o maior centro econômico da África do Sul é também a porta de entrada para países como Ilhas Maurício, Seychelles, Namíbia e Madagascar, mas isso não significa que o destino é somente uma passagem para outros lugares, Joanesburgo surpreende com a sua versatilidade.

Foi a corrida pelo ouro, descoberto há aproximadamente 130 anos, que fez com que Joanesburgo se transformasse nesse grande centro urbano com largas avenidas e grandes edifícios como o Carlton Center, um prédio de 50 andares conhecido como o Topo da África, com vista panorâmica da cidade. Um local perfeito para mergulhar na história de um país que se assemelha muito com o Brasil.

São 11 idiomas oficiais (mas quase todos falam inglês), uma pequena amostra da imensa mescla de etnias, crenças e sabores. Sua história é amarga, mas nos faz refletir sobre a importância da eterna luta contra a discriminação e da necessidade do respeito ao ser humano. Entre os passeios imperdíveis estão o Museu do Apartheid e a casa de Nelson Mandela, ex-prisioneiro e ex-presidente do país, que teve sua vida marcada pela oposição ao regime de segregação racial.

Imagem por Unsplash

O bairro Soweto é um dos mais famosos da periferia de Joanesburgo por ter sido o centro das manifestações contra o regime de segregação racial. Foi onde Mandela passou parte da sua vida e está localizada a sua antiga casa, que foi transformada em museu.

É em Joanesburgo também que se encontram os big five, os cinco grandes mamíferos mais difíceis de serem caçados. Entre os parques, vale destacar o Pilanesberg, localizado na cratera de um vulcão, que fica a apenas 220km do aeroporto de Joanesburgo e é famoso por ter uma grande quantidade de animais. No Lion King é possível ter contato com os bichos, acariciar filhotes de leão, alimentar girafas e até mesmo encontrar espécies raras como leões-brancos.

Para quem deseja ir às compras existem inúmeros shoppings e centros comerciais pela cidade como o Sandton City e o Mandela Square. Outra opção é ir ao Rosebank, bairro onde está o African Craft Market, um mercado cheio de lojas perfeito para comprar souvenirs e que também conta com artesanatos vindos de países como Zimbábue, Namíbia e Congo.

A variedade de restaurantes é grande e os preços são bem justos. Destaque para o The Orbit – Live & Music Bistro, onde é possível jantar e ao mesmo tempo aproveitar um show de música ao vivo. Apesar de não ser uma cidade próxima do litoral, o local tem muitos restaurantes de peixes e frutos do mar como o Pigalle, que conta com um ótimo atendimento e camarões inesquecíveis.

Outra boa notícia que facilita a viagem é o fato de brasileiros não precisarem de visto para entrar na África do Sul. Porém, deve-se apresentar passaporte e certificado internacional de vacinação contra febre amarela. Providenciado isso, é só programar o seu roteiro, fazer as malas, aproveitar o voo e ser feliz.

Para mais informações e reservas, consulte um agente de viagem ou visite flysaa.com.

Imagem destacada: Divulgação

Deixe um comentário Cancelar resposta

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com

Ação não permitida!