Tudo viagem

Visitas ao Parque da Serra da Canastra onde fica nascente do rio São Francisco estão proibidas há 7 meses

No dia 1° de outubro foi liberado ao acesso a parte baixa do Parque Nacional da Serra da Canastra, onde fica a cachoeira da Casca D’anta.

A parte alta do Parque Nacional da Serra da Canastra, em São Roque de Minas, está fechada desde março deste ano, quando começou a pandemia do novo coronavírius. A reabertura ainda não ocorreu por falta de funcionários para realizar a limpeza e higienização dos banheiros e do Centro de Visitantes. É na parte alta que fica a nascente o rio São Francisco,. além de várias cachoeiras de água cristalina e animais da fauna brasileira.

Segundo o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), os funcionários da limpeza estão afastados por pertencerem ao grupo de risco do coronavírus. No dia 1° de outubro foi liberado ao acesso a parte baixa do Parque Nacional da Serra da Canastra, onde fica a cachoeira da Casca D’anta, a primeira do Rio São Francisco.

Nascente do rio São Francisco no Parque Nacional da Serra da Canastra, em São Roque de Minas. (fotos: João Henrique Heringer)

O acesso à cachoeira Casca D’anta é pela portaria 4, passando pela cidade de Vargem Bonita. A entrada será por agendamento de ingressos. O parque só pode receber 424 pessoas por dia para evitar aglomerações. Brasileiros pagam R$ 11 para visitar o parque.

Proprietários dos hotéis e pousadas de São Roque de Minas e de Vargem Bonita alegam que a reabertura vai atrair turistas para a região. Os guias e empresas especializadas nos passeios na Serra da Canastra também reclamam da queda no número de turistas na região por causa do fechamento do parque.

Veja nota do ICMBio sobre a situação do parque

No momento, a equipe responsável pela limpeza da Parte Alta está afastada por pertencer ao grupo de risco da Covid-19. O ICMBio está providenciando a contratação de equipe substituta para atender às condições impostas pelo Estado e Município para reabertura deste setor do Parque.

 

Garanta aqui hospedagem em São Roque de Minas

 

Confira nosso especial de viagem sobre a Serra da Canastra

 

Gramado ganha título de Capital Nacional do Chocolate Artesanal

O título dado ao município gaúcho é resultado Lei 13.990, de 2020, sancionada nesta semana pelo presidente da República Jair Bolsonaro.

Gramado, no Rio Grande do Sul, é a Capital Nacional do Chocolate Artesanal ao município de Gramado, no Rio Grande do Sul.  O título é resultado Lei 13.990, de 2020, sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro. Gramado conta com 19 fábricas do produto. A maioria possui chefs chocolatiers que elaboram os mais finos chocolates, de diversas variedades, qualidades e preços.

Localizado na Serra Gaúcha, na região das Hortênsias, Gramado tem o turismo como a principal atividade econômica. O setor é responsável por 90% das receitas do município. A produção de chocolate artesanal na cidade gaúcha foi iniciada em 1979, pelo odontólogo de formação Jaime Prawer.

Além de contar com a melhor estrutura turística no Rio Grande do Sul, a geografia da região é marcada por relevo bastante acidentado e abundante hidrografia, que contrastam harmonicamente com as criações humanas.

Cidade mais florida do Rio Grande do Sul

Petúnias, flor de mel, cravinas, verbenas, boca de leão e amor perfeito de várias cores e formatos. Essas são as flores que estão sendo plantadas em Gramado para receber o turistas. No ano de 2019 foram plantados aproximadamente 700 mil mudas de flores e para 2020 até o momento já foram abertas novas áreas de plantio onde há uma projeção de chegar à 800 mil mudas produzidas para plantio.

A equipe de jardinagem da cidade segue em constante manutenção de aproximadamente 500 espaços públicos, em uma área de 10.800 metros quadrados. Todo trabalho é coordenado pelo Horto Municipal.

No ano passado foram plantados cerca de 700 mil mudas de flores e para 2020 até o momento já foram abertas novas áreas de plantio onde há uma projeção de chegar à 800 mil mudas produzidas para plantio.

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com