Cidade mineira recebe título de

Cidade mineira recebe título de “Capital Nacional do Rocambole”

Reconhecimento foi dado a Lagoa Dourada, que tem tradição na fabricação do quitute

A cidade mineira de Lagoa Dourada, no Campo das Vertentes, agora é detentora do título de “Capital Nacional do Rocambole”. O reconhecimento foi dado por meio da lei federal 14.646, publicada em 3 de agosto deste ano no Diário Oficial da União. A produção do quitute na cidade é uma tradição que remonta à família local descendente de libaneses. O doce teria começado a ser feito por lá em 1907.

Lagoa Dourada já era conhecida como a “Capital Mineira do Rocambole”. Quem viaja de Belo Horizonte para São João del-Rei ou Tiradentes de carro, inevitavelmente, passa pelo centro da cidade, onde se avista a Igreja do Rosário e, em seguida, três tradicionais lojas dedicadas à iguaria que há anos atrai visitantes e é responsável pela manutenção da saborosa fama da cidade.

Para o gestor da Instância de Governança Regional Trilha dos Inconfidentes e presidente da Federação dos Circuitos Turísticos do Estado de Minas Gerais (Fecitur), Marcus Vinícius da Costa Januário, a notícia fortalece ainda mais o principal produto de Lagoa Dourada, promovendo a cidade como um destino gastronômico em Minas Gerais.

“O rocambole agora vai estar numa vitrine nacional, e quem vier nos visitar poderá apreciar mais de 17 sabores desse doce tradicional, que já era famoso e se tornará ainda mais conhecido”, diz.

O título concedido à cidade mineira favorece todo o entorno e também todo o Estado. “Isso contribui para atrair pessoas, aumenta a nossa economia e gera mais renda. Outro aspecto é que esse título pode estimular o desenvolvimento de produtos no mercado gastronômico regional, e valoriza ainda mais a cozinha e a gastronomia mineiras”, diz o gestor.

A cidade

Localizada a apenas 150 km de Belo Horizonte, Lagoa Dourada tem mais de 300 anos de história. A receita do rocambole é de cerca de um século atrás e fruto do casamento do libanês Miguel Youssef com a lagoense Dolores.

O casal começou a produzir o doce e outros quitutes em um estabelecimento que ficava ao lado do ponto de ônibus da linha São João del-Rei/Lagoa Dourada. Daí em diante, o gosto pelo rocambole passou de geração em geração e se disseminou pela cidade.

Outras referências

Além de Lagoa Dourada, outros municípios brasileiros carregam títulos que demonstram o empenho em desenvolver ou se especializar em alguma atividade. Seja por meio da gastronomia, da natureza, da agricultura, do comércio, das artes ou de tradições e costumes, os locais que são reconhecidos com o título de Capitais Nacionais são importantes indutores do turismo local e fazem com que o viajante conheça, de perto, o que há de melhor na cultura brasileira.

GASTRONOMIA
– São Joaquim (RS) – Capital Nacional da Maçã
– Atibaia (SP) – Capital Nacional do Morango
– Cerro Azul (PR) – Capital Nacional da Ponkan
– Gramado (RS) – Capital Nacional do Chocolate Artesanal
– Blumenau (SC) – Capital Nacional da Cerveja
– Salinas (MG) – Capital Nacional da Cachaça

LITERATURA
– Passo Fundo (RS) – Capital Nacional da Literatura
– Taubaté (SP) – Capital Nacional da Literatura Infantil

CULTURA
– Parintins (AM) – Capital Nacional do Boi Bumbá
– São Luís (MA) – Capital Nacional do Bumba Meu Boi
– Olímpia (SP) – Capital Nacional do Folclore
– Barretos (SP) – Capital Nacional do Rodeio

MÚSICA
– Campo Grande (MS) – Capital Nacional do ritmo Chamamé
– Joinville (SC) – Capital Nacional da Dança

NATUREZA
– Urupema (SC) – Capital Nacional dos Botos
– Holambra (SP) – Capital Nacional das Flores
– Ipê (RS) – Capital Nacional da Agricultura Ecológica
– Ijuí (RS) – Capital Nacional das Etnias

Deixe um comentário Cancelar resposta

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com

Ação não permitida!

Sair da versão mobile