Entrada da TAM em Jaguaruna força redução dos preços das passagens da Azul em Criciúma

Entrada da TAM em Jaguaruna força redução dos preços das passagens da Azul em Criciúma

A
decisão da TAM de iniciar os voos em Jaguaruna, no Sul de Santa
Catarina, a partir de 27 de abril, já está trazendo benefícios
para os passageiros da região. A companhia Azul reduziu os preços
das passagens dos voo de Criciúma, que fica 45 quilômetros de
Jaguaruna, para Campinas. Quem for viajar no mês de maio vai
encontrar passagens por R$ 69,90 na ida ou na volta.

Os
voos da TAM em Jaguaruna serão diretos para Congonhas, aeroporto
localizado no Centro de capital paulista. Quem for viajar em maio
encontra passagens por R$ 75 na ida ou na volta. A TAM
vai usar no voos para São Paulo o Airbus A319, cuja capacidade total
é de 144 passageiros. A companhia está emitindo passagens de
Jaguaruna para Congonhas com 5 mil pontos. No retorno a pontuação é
a mesma.
MAIOR PISTA
O
Aeroporto de Jaguaruna vai atender 48 cidades que totalizam 1 milhão
de habitantes. Entre as cidades mais importantes está Tubarão, que
fica localizado a 25 quilômetros de Jaguaruna. Inaugurado em abril
deste ano, o aeroporto tem a maior pista do Sul do
Brasil. São 2.500 metros de extensão, além de contar com três
taxiways, pistas que acessam os pontos de decolagem e pouso.
A
Azul usa nos voos de Criciúma para Campinas o ATR-72 com 70
assentos. Os jatos da Embraer não são usados na cidade pelo fato de
a pista do aeroporto não ter condições de receber esse tipo de
aeronave. Quem desembarca em Campinas nos voos da Azul conta com
ônibus de graça para a capital paulista a cada meia hora.

A MEGA PROMO DA TAM VOCÊ ACESSA AQUI


AS PROMOÇÕES DA AZUL SÃO ENCONTRADAS AQUI

(Visited 83 times, 1 visits today)

2 comentários sobre “Entrada da TAM em Jaguaruna força redução dos preços das passagens da Azul em Criciúma

  1. Se lá os voos da Azul permaneceram em Criciúma porque não pode acontecer o mesmo na Zona da Mata? Azul no Serrinha (Juiz de Fora) e Gol no Aeroporto Regional em Goianá a 47 km. Existe uma demanda reprimida em Juiz de Fora que não é atendida por Goianá. Lá pode aqui não, porque?

  2. O problema do aeroporto de Criciúma talvez seja o peso das aeronaves, porque o cumprimento da pista e a altitude do aeroporto que é praticamente zero, são suficientes para os aviões da Embraer. Outra questão é o equipamento e número de bombeiros disponíveis, essa questão também existe no Serrinha em Juiz de Fora.Mas nos anos 90 o Serrinha chegou a receber os Foker 100 da TAM,

Deixe um comentário

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com