Somente LATAM terá voos na ponte aérea Rio/São Paulo

Após acordo com o Governo Federal, as três maiores empresas aéreas garantiram que todos os estados terão voos de pelo menos uma empresa.

As companhias Gol, LATAM e Azul estão com ótimas iniciativas para enfrentar uma das piores crises da aviação mundial. Após acordo com o Governo Federal, as três maiores empresas aéreas assumiram compromisso ]de garantir que todos os estados tenham voos de pelo menos uma empresa. Algumas rotas serão atendidas por apenas uma companhia. Na ponte aérea Rio/São Paulo somente a LATAM terá voos diretos no período de crise.

A Azul decidiu manter os voos de Tefé (AM) para Manaus e de Montes Claros para Belo Horizonte (Confins). A Gol decidiu suspender os voos para Montes Claros para Guarulhos. Boa Vista e Aracaju são capitais que tiveram voos mantidos pela Gol e LATAM. A Azul não voará para essas duas capitais no período de crise.

As decisões de Gol, LATAM e Azul são exemplos que devem ser seguidos por outros setores. No período de isolamento social não haverá passageiros suficientes para todas as empesas. Não concorrer em uma mesma rota é uma forma de sobrevivência em tempos difíceis.

A Gol divulgou detalhes de como serão os seus voos entre sábado 28/03) até 3 de maio.  A Gol vai concentrar neste período os seus voos para o Aeroporto de Guarulhos, na Grande São Paulo. A redução da Gol no mercado doméstico será de 92%. Todos os voos internacionais da Gol já foram cancelados.

Confira abaixo todas as rotas da Gol

Gol decide reduzir 92% de seus voos nacionais a partir de sábado

Segundo comunicado da companhia, todas as operações regionais e internacionais regulares da companhia estarão suspensas.

Entre os dias 28 de março (sábado) a 3 de maio (domingo), em resposta à menor demanda durante a pandemia do coronavírus, a Gol terá apenas 50 voos diários entre o Aeroporto Internacional de São Paulo em Guarulhos (GRU) e as demais 26 capitais.

Leia também: Azul terá voos em 25 cidades; veja quais

Segundo a Gol, todas as operações regionais e internacionais regulares serão suspensas. Alguns destinos que só eram atendidos pela Gol vão ficar isolados. É o caso de Cruzeiro do Sul, no interior do Acre. A capital deste estado, Rio Branco, também ficará sem voos da Gol.

Montes Claros, no Norte de Minas, também ficou sem voos para Guarulhos da Gol. Por outro lado, a Azul decidiu manter os voos de Montes Claros para Belo Horizonte.

Veja nota da Gol

Com mais de vinte anos de serviços prestados à população brasileira, a GOL permanece comprometida em fazer tudo o que estiver ao seu alcance para ajudar o Brasil na superação dessa pandemia. Provendo esse serviço essencial, a Companhia será capaz de transportar itens vitais como medicamentos e órgãos, assim como aqueles Clientes que necessitam viajar. A GOL tem papel fundamental na infraestrutura de transporte aéreo e na cadeia de fornecimento do Brasil, e continuará a buscar soluções e disponibilizar sua ajuda ao governo no combate a esse desafio sem precedentes no país.

A Companhia ajustará sua oferta de serviços conforme a demanda específica dessas capitais, e realizará voos extras de acordo com a necessidade para destinos regionais e internacionais. A GOL também flexibilizará o tempo limite das conexões, que assegurará a interligação entre capitais em até 24 horas.

A GOL flexibilizou as regras e os procedimentos para alterações de passagens, para que os Clientes com voos reservados entre 28 de março e 3 de maio tenham a opção de alterar suas viagens sem nenhuma cobrança de taxa, evitando assim possíveis restrições nessas acomodações. A Companhia estimula os Clientes a realizarem as alterações de voo em seus canais digitais para maior conveniência, agilidade e segurança, evitando assim ambientes públicos.

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com