Companhia Amaszonas suspende todos os seus voos no Brasil

A empresa boliviana usava em suas rotas os jatos Bombardier CRJ-200 que transportam até 50 passageiros. 

Sem nenhum aviso ao mercado, a Amaszonas Linhas Aéreas suspendeu todos os voos de Assunção para o Brasil. A companhia criada na boliviana, com subsidiárias no Uruguai e Paraguai, chegou a operar em Guarulhos, Porto Alegre, Campo Grande, Campinas, Rio de Janeiro e Curitiba.


[read more=”Leia mais…” less=”Recolher”]

O motivo da saída do mercado brasileiro foi a falta de passageiros em todas as suas rotas. Nos voos de Assunção para o Brasil a Amaszonas usava os jatos Bombardier CRJ-200 que transportam até 50 passageiros. Por ser uma aeronave pequena, não permite a venda de passagens promocionais.

No site da Amaszonas o número o telefone da companhia em Campo Grande não funciona mais: (67) 3368 6095. A Amaszonas Paraguai continua oferecendo voos a partir de Assunção para Buenos Aires e Montevidéu, além de outros destinos regionais (veja mapa de rotas abaixo).

CONFIRA AS ROTAS DA AMASZONAS

CONHEÇA AQUI O SITE QUE VENDE PASSAGENS AÉREAS COM DESCONTOS ESPECIAIS

[/read]

Companhia Amaszonas suspende voos em Campinas para operar em Guarulhos

A empresa usa em seus voos o jato da canadense Bombardier equipado com 50 assentos.

A companhia Amaszonas não está mais oferecendo voos de Campinas (SP) para Assunção, no Paraguai. A suspensão ocorreu no dia 16 de mio, mas só agora foi divulgada pela empresa. A Amaszonas está oferecendo voos diários a partir de Guarulhos para a capital paraguaia desde 16 de maio deste ano.


[read more=”Leia mais…” less=”Recolher”]

A Amaszonas oferece voos de Assunção para o Galeão (RJ), Curitiba (PR), Porto Alegre (RS) e Campo Grande (MS). Ainda neste ano a empresa planeja lançar voos do Paraguai para Belo Horizonte e Florianópolis. A data ainda não foi definida.

A companhia tem subsidiárias no Uruguai e na Bolívia. A Amaszonas usa em suas rotas o Canadair Regional Jet (CRJ) (fotos abaixo), fabricado pela Bombardier Transportation, uma empresa canadense. O CRJ-200, como é conhecido o avião, tem 50 assentos.

 GARANTA AQUI PASSAGENS AÉREAS COM DESCONTOS ESPECIAIS

[/read]

Amaszonas já está vendendo as passagens dos voos de Campinas, Galeão, Curitiba, Porto Alegre e Campo Grande

No dia 14 de dezembro a companhia sediada no Paraguai fará o primeiro voo para o Brasil com os jatos Bombardier de 50 assentos.

 

Na próxima quinta-feira (14/12) a Amaszonas inicia voos de Assunção (Paraguai) para Porto Alegre (RS). As frequências serão operadas às terças, quintas e sábados. No domingo (17/12) será a vez de Curitiba ganhar quatro frequências semanais para a capital paraguaia. As operações serão às segundas, quartas, sextas e domingos.


[read more=”Leia mais…” less=”Recolher”]

Na segunda-feira (16/12) a Amaszonas começa a oferecer voos de Assunção para Campo Grande (MS) às segundas, quartas e sextas. No dia 18 de janeiro de 2018 será a vez de Campinas (SP) ganhar voo diários e sem escalas para Assunção. Também no dia 18 a Amaszonas começa a oferecer voos do Galeão para a capital paraguaia sempre às terças, quintas e sábados.

A companhia já está vendendo as passagens para os seus destinos no Brasil. Os valores podem ser parcelados seis vezes sem juros. Os voos da Amaszonas serão operados pelos jatos da canadense Bombardier CRJ-200 com 50 assentos. A boa notícia é que a companhia tem o programa de fidelidade Jet Class que permite o acúmulo de milhas.

BAGAGEM

Cada passageiro pode despachar uma mala de até 20 quilos gratuitamente. Crianças de 2 a 12 anos têm direito de despachar uma bagagem de até 10 quilos. Como a aeronave da Amaszonas é médio porte, no interior da cabine cada passageiro pode levar uma mala de até 5 quilos.

A Amaszonas é uma companhia boliviana que criou empresas no Uruguai e Paraguai. O grupo pretende transformar Assunção em um hub (centro de distribuição de voos) para vários destinos na América do Sul. No Brasil a companhia´é representada pela Aviareps. O telefone para venda das passagens no Brasil é o 11-4861-2448.

VAI VAI VIAJAR PARA OUTROS DESTINOS? GARANTA AQUI SUAS PASSAGENS AÉREAS COM DESCONTOS

[/read]

Amaszonas recebe autorização da ANAC para operar voos internacionais para o Brasil

ama01

As primeiras rotas da companhia serão de Montevidéu para as cidades de Porto Alegre e Florianópolis em jatos com 50 assentos. 

 

A companhia Amaszonas Linhas Aéreas recebeu autorização da Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) para operar voos internacionais no Brasil. A autorização permite ainda que a empresa explore serviço de carga e mala postal. Após essa publicação da autorização no Diário Oficial da União, o que deverá ocorrer nesta semana, a Amaszonas poderá solicitar horários de voos (HOTRAN) destinados às novas operações.

Os primeiros voos da Amaszonas serão de Montevidéu para Porto Alegre e Florianópolis. Também estão nos planos da empresa as cidades de Curitiba, Belo Horizonte, Rio de Janeiro e São Paulo. Segundo a ANAC, a Amaszonas já possui autorização, desde dezembro de 2015, para operar voo não regular. Nessa modalidade, a empresa já realizou voos para Florianópolis, Porto Alegre, Curitiba e Belo Horizonte.

A autorização para voos regulares da Amaszonas foi concedida pela ANAC com base nas exigências legais previstas no Código Brasileiro de Aeronáutica (CBA), Lei nº 7.565/1986. Os requisitos regulamentares para obtenção da autorização foram comprovados pelas superintendências de Acompanhamento de Serviços Aéreos (SAS), de Infraestrutura Aeroportuária (SIA) e de Padrões Operacionais (SPO) da Agência.

A Amaszonas é companhia boliviana, mas tem subsidiárias no Uruguai e Paraguai. A empresa tem em sua frota oito jatos Bombardier CRJ-200 que transportam até 50 passageiros. Acesse aqui o site da companhia.

 VAI VIAJAR? GARANTA AQUI SUAS PASSAGENS AÉREAS COM ECONOMIA

970-x-90

Amaszonas lança voos em Montevidéu e planeja rotas para o Brasil

amaszonas-uruguay

A companhia Amaszonas é a nova promessa de fazer as ligações do Uruguai com as principais cidades da América do Sul. Em 2015 a companhia com sede na Bolívia se associou à holding Los Cipresas, dona da linha aérea uruguaia BQB, que suspendeu operações no mesmo ano. A Amaszonas já está operando com voos diários de Montevidéu para Buenos Aires (Aeroparque), Assunção, Cidade del Este, além dos destinos bolivianos já atendidos pela companhia.

Em seus voos a Amaszonas usa os jatos Bombardier CRJ–200, com 50 assentos. A pintura é a tradicional da companhia, mas leva as cores da bandeira do Uruguai. Em Abril desse ano, a empresa uruguaia BQB quase foi à falência, tendo sido adquirida pela boliviana Amaszonas. De lá para cá, os bolivianos trataram de manter uma pequena parcela dos funcionários e trabalhou na aquisição do Certificado de Operador Aéreo da BQB, já que esse lhe permitiria ser designada como uma empresa uruguaia e lhe garantir direitos de vos.

A intenção da Amaszonas é operar com três aeronaves para destinos regionais como Porto Alegre, São Paulo, Rio de Janeiro, Buenos Aires, Rosário, Córdoba e Santiago do Chile. Lembrando que o grupo Avemax, do Canadá, é o novo investidor da Flyways Linhas Aéreas, do Brasil, tem também participação na Amaszonas. A Flyways em breve terá em sua frota os aviões da Bombardier.

A companhia foi fundada em Março de 1999 na Bolívia, mas iniciou operações em Janeiro de 2001. Em 2012 iniciou um novo conceito de operação regional, incorporando jatos Bombardier. A Amaszonas tem oito modelos, mas pretende chegar 20 aeronaves até 2018. O nome da companhia é Amaszonas (com s mesmo)!

Fonte: LaRede21

Acesse aqui o site da Amszonas


HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com