Rio de Janeiro volta a sediar eventos de turismo de negócios

Rio de Janeiro volta a sediar eventos de turismo de negócios

Rio de Janeiro conta com excelente infraestrutura para receber eventos técnicos-científicos, o que faz da cidade um local certo para sediar os encontros

O setor de turismo de negócios voltou a movimentar o Rio de Janeiro. O segmento já apresenta sinais de recuperação após a pandemia da Covid-19. Assim, com a retomada, a Cidade Maravilhosa voltou a ser sede de diversos eventos técnicos-científicos.

Um levantamento mostrou que no período entre janeiro e outubro de 2022, a capital fluminense recebeu 112 eventos entre congressos, simpósios e conferências. Deste total, 40% deles foram encontros voltados na área de saúde. Os eventos movimentaram a economia local e injetaram cerca de US$ 217 milhões (R$ 1,1 bilhão) na cidade, e recolheram US$ 10 milhões (R$ 54 milhões) em Imposto sobre Serviços (ISS).

Para se ter ideia sobre o potencial do turismo de negócios, apenas o Congresso Mundial de Cardiologia, que teve início na última quinta-feira (13), no RioCentro, deve gerar US$ 11 milhões (R$ 60 milhões) em receita para a cidade. O principal evento da especialidade médica volta a acontecer no Rio após 24 anos. A expectativa é receber 11 mil pessoas entre congressistas e palestrantes.

Um outro importante encontro sediado pela cidade foi o Congresso da International Pig Veterinary Society (IPVS). O evento, que ocorreu em junho, é o maior encontro da suinocultura mundial. A retomada destes seminários é um alívio para a cidade após dois anos duramente afetados pela pandemia.

“Embora ainda não tenhamos alcançado o número pré-pandemia, estamos entusiasmados com a perspectiva de logo voltarmos a esse patamar. O setor está se recuperando e toda sua estrutura já se adaptou para receber os turistas após esses dois anos afetados pela pandemia”, disse a diretora-executiva do Rio CVB, Roberta Werner.

Em 2019, em um cenário pré-pandemia, foram realizados 278 eventos técnico-científicos no Rio de Janeiro, que geraram cerca de US$ 1 bilhão. Desses, cerca de um terço foram de medicina. Em 2021, ano ainda bastante afetado pela pandemia, pelo surgimento da variante omicron, a cidade contou com 19 eventos técnico-científicos na cidade.

Os eventos técnicos-científicos, em especial os da área médica, são um dos focos de trabalho do Rio CVB. No fim do ano passado, a entidade promoveu um jantar que reuniu representantes de 25 federações, associações e sindicatos médicos, entre eles comissões das sociedades brasileiras de Cardiologia e Oftalmologia e das sociedades de Pediatria e Pneumologia do Rio de Janeiro.

“A escolha do Rio como sede para esses eventos nos enche de orgulho, pois chancela a cidade como um importante polo de discussão científica”, comemorou Roberta.

(Visited 17 times, 1 visits today)

Deixe um comentário

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com