Setor hoteleiro pede ajuda para evitar a demissão de 4,5 mil em Minas Gerais

Hotéis das cidades turísticas como Ouro Preto, Diamantina, Serra do Cipó, e Marina foram afetados diretamente pelo coronavírus e suspenderam as atividades.

Um levantamento realizado pela Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Minas Gerais (ABIH-MG) mostra que 4, 5 mil funcionários dos estabelecimentos do estado poderão perder o emprego por causa da crise causada pelo coronavírus. Segundo a entidade, 42 hotéis de Belo Horizonte suspenderam suas atividades e a estimativa é de que 1800 funcionários sejam demitidos na Grande Belo Horizonte.

O levantamento da ABIH-MG,  referente ao mês de abril deste ano, mostra que dos 32% hotéis de Belo Horizonte suspenderam suas atividades. A entidade alerta que as incertezas que ainda rondam o setor podem fazer que os, 90 hotéis que estão operando na cidade poderão suspender as atividades. Um dos melhores estabelecimentos da capital mineira, o Ouro Minas, está aberto desde o início da pandemia.

Leia também: Prefeitura de Gramado autoriza reabertura de hotéis, parques e museus

Segundo o presidente da ABIH-MG, Guilherme Sanson, o número de estabelecimentos de hotéis em Minas Gerais é de 3.971 e desses, estima-se que 65% estão fechados, ou seja, em torno de 2581 hotéis. Hotéis das cidades turísticas como Ouro Preto, Diamantina, Serra do Cipó, e Marina foram afetados diretamente pelo coronavírus e suspenderam as atividades.

O que a ABIH-MG sobra do poder público

Isenção do IPTU e ICMS, redução do ISS e fim da cobrança da taxa mínima da água. Essas solicitações já foram feitas ao Governo de Minas e aos prefeitos, mas até agora somente o de Belo Horizonte, Alexandre Khalil, informou ao setor que está analisando o pedido da entidade.

MP 948 contra a cobrança injusta de taxa do ECAD 

Os hotéis lutam contra a cobrança de taxa do ECAD pelo direito autoral das música dentro dos apartamentos, mesmo sem o cliente usar. O segmento precisa da aprovação da MP 948( que foi desmembrada da MP 907), que prevê a cobrança do Direito Autoral em áreas comuns dos hotéis e não nos apartamentos (área privativa do hospede).

“É fora de propósito esta cobrança de direito autoral dentro dos apartamentos, é como pagar pela música na sua residência ou pagar pelo frigobar sem usar. Estamos confiantes que os deputados vão colocar em pauta para votação e serão sensíveis à esta questão diante dos graves efeitos gerados pela COVID-19, mas sobretudo pelo bom senso”, disse o presidente da ABIH-MG.

Hotéis de Belo Horizonte e da RMBH que estão fechados

Fasano, Mercure Lourdes, BHB, Quality Pampulha, Classic, BH Plaza, Bristol Merit, ESuites Lagoa dos Ingleses, San Diego Barro Preto, Intercity BH Expo, Boulevard Express e Boulevard Park.

RAIO X

· 132 hotéis de Belo Horizonte, 32% dos hotéis suspenderam suas atividades

· Em 2019, os serviços turísticos apresentaram um total de 2.962.951 trabalhadores no país segundo a pesquisa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Destes 1,9 milhão, cerca de 66, 1%, atua na hotelaria e alimentação.

· Minas é o segundo da federação com o maior número de estabelecimentos ligados à atividade, 127 mil empresas;

· Terceiro com o maior número de empregos na área, 401 mil pessoas atuando no setor;

· Número de estabelecimentos para o setor de hospedagem em Minas Gerais: 3.969;

· Representatividade do Setor de Turismo em Minas Gerais: 3,09%.

Pretende viajar para Gramado? Garanta aqui passagens aéreas com descontos

Garanta aqui hospedagem em Gramado

A foto da capa deste post é do Ouro Minas. A foto com a mensagem de esperança é de Edy Fernandes.

 

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com