A primeira viagem no trem de luxo Vitória/Minas! Vale estuda criação de programa de fidelidade para atrair passageiros

A primeira viagem no trem de luxo Vitória/Minas! Vale estuda criação de programa de fidelidade para atrair passageiros
Vale (divulgação)
O Tudo Viagem
embarcou no trem de luxo Vitória/Minas e divulga as principais
novidades, além de uma avaliação dos vagões que começam a
trafegar nos trilhos da Vale em 5 de agosto deste ano. A criação de
um programa de fidelidade para atrair mais passageiros está sendo
estudada pela direção da empresa. A cada viagem realizada o
passageiro vai acumular pontos que poderão ser trocados por
passagens, como já acontece nas companhias aéreas.


Na terça-feira (22) a
Vale convidou um grupo de jornalistas para uma viagem de Belo
Horizonte até Dois irmãos, em Barão de Cocais. A viagem durou
pouco mais de uma hora, mas foi suficiente para conhecermos todas as
novidades e fazer uma avaliação. Os vagões foram comprados na Romênia. Além de mais conforto, a viagem
será mais segura. Cada vagão tem seis câmeras de vídeo
monitoradas por uma central. As portas de um vagão para outro tem um
botão que precisa ser acionado para que elas abram.

As janelas têm vidros
duplos, o que diminui o ruído durante a viagem. Antes os
vagões tinham uma proteção de alumínio. Toda vez que o trem
estava se aproximando de Belo Horizonte e Vitória o sistema de som
avisava para que elas fossem fechadas. A medida é para evitar que as
pedras atiradas por vândalos atinjam os passageiros. Até um cartão
co dicas de seguranças, igual tem nos aviões, foi criado pela Vale
e ficará disponível em cada assento.
MESAS PARA REFEIÇÃO
Na classe executiva os
vagões terão uma fileira com uma poltrona individual e uma outra
com dois assentos, totalizando 57. Antes cada carro levava 75. As
poltronas são mais confortáveis, com bom grau ede inclinação,
amplo espaço de uma para outra. Uma redinha para você gaurdar suas
coisas durante a viagem também foi instalada.
Um painel na lateral
instalado no braço da poltrona tem dispositivo para fone de ouvido e
controle da iluminação. A outra novidade são as tomadas
disponíveis em cada assento. Nas classe executiva e econômica foram
instaladas mesinhas atrás de cada poltrona para você fazer suas
refeições. A Vale não vai fornecer fone de ouvido.
FIM DAS VARANDAS
Oito aparelhos de tevê
foram instalados em cada vagão, inclusive na classe econômica. A
Vale está estudando que tipo de filme exibirá nas viagens e planeja
implantar um sistema de tevê ao vivo. Na classe econômica cada
vagão tem duas fileiras de assentos, totalizando 70. No antigo são
75 lugares em cada vagão.
As poltronas não
inclinam, mas o espaço é bom. Os bagageiros das duas classes são
de vidro transparente. Ou seja, você não precisa levantar para
saber se a sua bagagem não foi roubada ou se corre risco de cair.
Tomadas foram instaladas em cada assento. Um dos pontos negativos é
o fim das varandas na classe econômica. O motivo é que os vagões
têm ar condicionado, inclusive na econômica. É nas varandas que as
pessoas curtiam as paisagens e tiravam fotos.
ASSENTOS ESPECIAIS
A outra novidade são
os assentos mais largos sempre na primeira fileira de cada vagão
para viagem de pessoas obesas. Os banheiros são parecidos com os dos
aviões. A descarga tem um sistema de vácuo, que possibilita
economia de água. Em vez de toalhas de papel para secar as mãos, um
sistema de ar foi instalado. E mais um detalhe. Luzes indicam quando
o banheiro está ocupado. Um painel em cada vagão informa a próxima
parada.
Um vagão para
cadeirantes também foi comprado, além de elevadores que foram
instalados para facilitar o embarque. Os banheiros também são mais
amplos. O vagão restaurante, que antes tinha capacidade para receber
20 pessoas, agora tem capacidade para 70. Um almoço custa R$ 12.
     Fotos: João Heringer
Mais informações
Cada passageiro pode
levar 35 quilos de bagagem. Nos novos vagões foram instalados
dispositivos para a colocação das malas no início e final das
poltronas.
Não é permitido
fumar, fazer uso de bebida alcoólica ou levar animais, nem mesmo os
de pequeno porte.
Um trem parte
diariamente de Belo Horizonte as 7 horas e outro de Cariacica (Grande
Vitória) as 7h30.
A viagem dura 13
horas. São 664 quilômetros com paradas em 30 estações. O trem
atende 51 localidades.
A passagem na classe
executiva de Belo Horizonte a Cariacica custam R$ 91 e na classe
econômica R$ 58.
As passagens para a
primeira viagem (5 de agosto) já estão sendo vendidas nas estações
e pela internet





Acesse aqui mais fotos do trem de luxo

(Visited 189 times, 1 visits today)

Deixe um comentário

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com