Azul não pode vender passagens para os voos de Varginha, diz Anac

A companhia Azul será
notificada ainda nesta terça-feira (21) pela Agência Nacional de
Aviação Civil (Anac) para suspender a venda de passagens para o voo
de Varginha, no Sul de Minas, para Campinas (SP). Os bilhetes
começaram a ser vendidos na segunda-feira (20). Segundo a agência, a se a venda não for suspensa, a empresa poderá ser multada.

No site da Azul as
passagens estão sendo vendidas por R$ 103,90 para 17 de junho, data
da retomada dos voos na cidade. A Anac informou que o voo está em
processo de aprovação, mas a venda das passagens não pode ser
iniciada. Na noite de segunda-feira a Azul informou que foi
autorizada a retomar os voos. Diante da informação da Anac, a Azul
reafirmou que tem autorização para iniciar voo em Varginha.
Varginha está sem voos
desde 6 de abril deste ano. A suspensão foi determinada pela Anac
por ausência de uma brigada de incêndio treinada. Para resolver o
problema, a pfeitura mineira contratou profissionais treinados de Resende, no
Rio de Janeiro.
(Visited 7 times, 1 visits today)

local_offerevent_note maio 22, 2013

account_box Celso Martins


local_offer