Tudo viagem

Pluna pode volta a operar com nome de Dyros. Primeiro voo será para Confins

A Dyros será lançada com o apoio do Governo do Uruguai para ocupar espaço  deixado pela Pluna

A Pluna, que suspendeu suas operações em
julho do ano passado, pode voltar a operar com o nome de Dyros. Um dos
primeiros voos da nova companhia será entre Montevidéu e Confins. As
negociações para que a nova empresa decole estão sendo feitas pelo Governo do
Uruguai. A gestão seria compartilhada com os ex-funcionários da Pluna.

 
A Pluna já fez parte da Varig, mas teve que ser fechas as portas em 2012 por causa de uma dívida milionária. A informação sobre
o lançamento da Dyros foi dada pelo secretário de Estado de Turismo, Agostinho
Patrus, durante viagem ao Uruguai para discutir formas de incrementar o turismo
entre os dois países.
O voo entre Confins
e Montevidéu e Confins era um dos mais rentáveis da Pluna, com taxa de ocupação
superior a 85%, motivo de Minas Gerais ser um dos primeiros destinos da Dyros.
Mas para decolar, o governo uruguaio terá que pagar as dívidas deixadas pela
Pluna.
Além disso, não
foram indenizados os milhares de brasileiros que compraram passagens da Pluna
não conseguiram viajar. A empresa oferecia bons preços para o Santiago, no Chile, e Buenos
Aires, na Argentina. Os passageiros faziam a troca de avião em Montevidéu.

O
que pesa a favor para que a Dyros operar é o bom relacionamento do Uruguai com os
governos federal e estadual. A Dyros vai usar os aviões da canadense Bombardier modelo CR-900 com 96 lugares. Três modelos estão no Uruguai e poderão ser usados pela nova companhia.
A
partir de 1º de junho a Aerolíneas inicia voo de Confins para Buenos Aires. A
operação será feita pela Austral, empresa do mesmo grupo. Será a primeira
ligação direta com a América do Sul.
(Visited 18 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com