Anac nega pedido de voo da Passaredo da Pampulha para Montes Claros

                       Pedidos de novos voos partindo da Pampulha foram paralisados
                      ATR-72 da Passaredo usado entre a Pampulha e Ribeirão Preto

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) negou pedidos de voos da Passaredo entre a Pampulha, em Belo Horizonte, ao aeroporto de Montes Claros, no Norte de Minas. A companhia pretendia lançar dois voos diários em cada sentido a partir de 4 de abril.
 
 
Os voos da Passaredo para Montes Claros forçariam uma redução de preços pela Azul/Trip, empresa que opera sozinha nesta rota. A Anac informou que todos os pedidos de novos voos na Pampulha estão congelados até a análise de um processo que vai apontar a real capacidade do aeroporto.
 
 
O curioso é que no dia 20 fevereiro a agência autorizou a Azul/Trip lançar quatro voos diários entre a Pampulha e Guarulhos e também no sentido inverso. A empresa também foi autorizada a lançar voos diários entre a Pampulha e Campinas.
 
 
A Passaredo tem voos diários da Pampulha para Ribeirão Preto. No ano passado a empresa pediu para operar voos diários entre a Pampulha e Uberlândia, mas os pedidos não receberam aprovação.
 
 
A Azul/Trip faz a ligação de Belo Horizonte com as cidades de Montes Claros, Ipatinga, Governador Valadares, Araxá, Uberlândia, Guarulhos, Campinas, Patos de Minas e Juiz de Fora.
 
Nota do
blog


 
O Tudo
Viagem
não é a favor ou contra de nenhuma companhia. A nossa
liberdade editorial em expor a falta de concorrência, como acontece
na ponte aérea Rio/São Paulo, onde apenas Gol, TAM e Avianca têm
voos.

 

 
Defendemos a
entrada da Azul/Trip e de outras companhias na ponte aérea, bem como
a liberação da Pampulha para outras companhias. Essa liberação
deve respeitar a capacidade operacional do terminal.

 
Vamos
acompanhar de perto a conclusão do processo da Anac sobre a
Pampulha. No ano passado a agência liberou voos da Azul de Confins
para Ipatinga. Na realidade, esse voos deveria ser operado na
Pampulha, aeroporto regional, e onde a Trip, que na época não fazia
parte da Azul.
(Visited 2 times, 1 visits today)

4 thoughts on “Anac nega pedido de voo da Passaredo da Pampulha para Montes Claros”

  • Por que os voos solicitados para CNF x IPN e o inverso nunca são aprovados? Ao consultar o hotran nota-se solicitações desde novembro/2011 e sempre dão como restrição, vocês sabem o que justifica isso? Grato

  • O monopólio de 3 Empresas está levando os preços das passagem para as alturas; ex Salvador Ipatinga custa mais caro do que Salvador Maiame veja, Salvador x BHZ 980,00 só uma perna.
    Salvador x RIO 165,00.
    Salvador x Ipatinga 1.250,00 Salvador x Porto Alegre. 245,00 . Deixaram acabar com WEB JET para não ter concorrência , uma vergonha !!! ANAC ? Existe. Para atender interesses de Político e seus afilhados .
    Pedro Rodrigues

  • É realmente uma pena, porque a concorrência é ótima para os passageiros e evita o abuso de preços por uma cia. Trabalho no aeroporto da Pampulha e sei que há horários de pouco movimento, o que daria para colocar mais voos e de outras empresas aéreas! O que vocês colocaram e que é muito interessante é o fato da Azul ter conseguido voos da PLU para GRU e a Passaredo não para Uberlândia e Montes Claros?!?! Dois pesos, duas medidas??? Algo estranho né!!! E outra, há rumores de que a partir de junho a Azul começará a operar o E175 da PLU para Campinas e Guarulhos, além de pedir novas rotas. Vamos aguardar…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *