Com ocupação de taxa de 92%, ritmo das obras de Confins preocupa senador

Confins está a 8% de atingir sua capacidade operacional
O senador Clésio Andrade vai pedir agilidade e maior atenção do ministro-chefe da Secretaria de Aviação Civil, Wagner Bittencourt, às obras do Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins. Segundo o senador, as obras estão lentas, conforme estudo recente patrocinado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA).

O estudo mostra que dificilmente será cumprido o prazo de entrega da obra. Clésio Andrade e diz apreensivo com a situação e com a proximidade da Copa do Mundo. “O terminal de passageiros de Confins tem operado a uma taxa de ocupação de 92%, situação que considero insustentável, tendo em vista a demanda crescente do nosso principal aeroporto. Estamos perto de grandes eventos, como a Copa do Mundo, e o ritmo das obras continua lento”, disse o senador.


A obra visando melhorar a infraestrutura de transportes faz parte do documento Fortalecimento de Minas no cenário nacional. Coordenado pelo senador Clésio Andrade e pela bancada mineira de apoio ao governo Dilma, o documento identifica os principais investimentos para o estado recuperar seu espaço de prestígio nacional.

No dia 28 de junho o Tudo de Viagem mostrou que Confins registrou de janeiro a maio deste ano aumento de 27,6% no número de embarques internacionais em relação ao ano passado. Considerando o movimento nos voos domésticos, o terminal cresceu 18,2%, atingindo a marca de 9,2 milhões de passageiros de janeiro a maio deste ano.
(Visited 3 times, 1 visits today)

local_offerevent_note julho 5, 2012

account_box Celso Martins


local_offer