Parque do Ibitipoca volta a receber 1 mil pessoas por dia após acordo com o Ministério Público

A visitação era limitada para garantir a preservação da área de 1.488 hectares e seus ecossistemas, além de proporcionar maior segurança às pessoas que visitam o local.

O Parque Estadual do Ibitipoca, localizado entre Lima Duarte e Santa Rita do Ibitipoca, na Zona da Mata, voltou a receber desde sábado (13/07) mil visitantes por dia. O número estava limitado a 600 pessoas desde maio de 2018. O aumento é resultado de um acordo firmado entre o Instituto Estadual de Florestas (IEF) e o Ministério Público Estadual (MP), autor da limitação.

Segundo o Ministério Público, a visitação era limitada para garantir a preservação da área de 1.488 hectares e seus ecossistemas, além de proporcionar maior segurança às pessoas que visitam o local. Após um intenso trabalho de conservação das trilhas e de manejo da unidade de conservação, foi possível definir junto ao MP um novo limite para visitação.

Recentemente foram definidas medidas como um novo sistema de controle de acessos e fluxos nos atrativos do parque, limitando, por exemplo, o Circuito da Janela do Céu em 240 visitantes diários. O Parque Estadual do Ibitipoca é um dos mais visitados em Minas Gerais.

os números indicam que no período de 2011 a 2018, o Parque do Ibitipoca recebeu um total de 619.792 visitantes, o que significa uma média de 77 mil visitantes anualmente. O parque já recebeu 43.987 visitantes em 2019.

Os principais atrativos são a Ponte de Pedra, a Janela do Céu, a Gruta dos Três Arcos e o Pico do Pião. O parque abriga mirantes, grutas, praias, picos e as belas cachoeiras e piscinas naturais formadas pelos rios do Salto e Vermelho e o Córrego do Monjolinho. O Pico da Lombada, também conhecido como Ibitipoca, com 1.784 metros de altitude, oferece uma vista de todas as belezas naturais da região.

Frase…

“O MP reconheceu que é possível fazer a alteração. O parque continuará sendo monitorado e, em 120 dias, será feita nova avaliação, podendo ser que esse número seja estendido ainda mais. Isso demonstra os trabalhos de gestão que têm sido realizados na unidade de conservação e que proporcionaram esse acordo tão importante para a população”

Antônio Malard- diretor-geral do IEF

 

Pretende comprar passagens aéreas? Garanta aqui descontos especiais

Governo de Minas pretende privatizar o Ibitipoca e mais 19 parques; confira quais

O vencedor da concessão poderá oferecer nas unidades de conservação do estado meios de hospedagem, venda de alimentos e bebidas, atividades de lazer e aventura e venda de souvenires.

O Governo de Minas lançou nesta quinta-feira (11/4) o Programa de Concessão de Parques Estaduais 2019-2022. Nesta primeira fase serão entregues para a iniciativa privada a gestão de 20 parques estaduais, entre eles o Ibitipoca, localizado, na Zona da Mata, o Parques Estadual do Rio Doce, no Leste de Minas, e o Rola Moça, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. (Veja lista de todos no final).

O Parque do Biribiri também terá gestão do setor privado

O objetivo do programa é promover, com parcerias com o setor privado, a gestão dos serviços prestados aos visitantes, com maior qualidade e especialização. O vencedor da concessão poderá oferecer nas unidades de conservação do estado meios de hospedagem, venda de alimentos e bebidas, atividades de lazer e aventura e venda de souvenires.

Segundo o governador em exercício, Paulo Brant, as medidas garantirão um aumento no número de usuários e incentivo ao turismo. O número de visitantes nos parques deve aumentar 400%. Minas Gerais possui um dos maiores Sistemas Estaduais de Unidades de Conservação (SEUC) do país, composto por um total de 94 unidades de conservação, totalizando aproximadamente 3,5 milhões de hectares de áreas protegidas.

A gestão é feita atualmente exclusivamente pelo poder público, bem como a destinação dos recursos para operação e manutenção dessas reservas ambientais.

FRASE….

“A gestão do parque continua sendo do IEF, ou seja, as gestões de conservação e ambiental. Estamos transferindo a gestão da visitação. Com esse programa, vamos aumentar e melhorar a qualidade de infraestrutura das unidades de conservação, atendendo os anseios do público, que precisa de uma estrutura mais adequada. Elas têm belezas naturais incríveis, e vamos casar isso com oportunidades de recreação, dando uma infraestrutura realmente muito mais adequada para atingir todos os públicos”

Antônio Malard- diretor-geral do Instituto Estadual de Florestas (IEF)

 

CONFIRA ABAIXO A LISTA DE TODOS OS PARQUES

VAI VIAJAR? GARANTA AQUI DESCONTOS ESPECIAIS NA COMPRA DAS PASSAGENS AÉREAS

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com