LATAM pagou R$ 300 milhões de indenizações aos consumidores em 2019

Segundo presidente da companhia, cerca de 90% das indenizações são por danos morais mesmo não sendo culpa da companhia o cancelamento do voo.

O presidente da LATAM, Jerome Cadier, revelou durante live da Folha de São Paulo que a companhia pagou cerca de R$ 300 milhões no ano passado de indenizações aos consumidores. A maioria das ações é referente ao cancelamentos de voos por motivos climáticos. Segundo Jerome Cadier, cerca de 90% das indenizações são por danos morais mesmo não sendo culpa da companhia o cancelamento do voo.

O presidente da LATAM disse que em 2019 a companhia transportou cerca de 30 milhões de passageiros. Jerome Cadier revelou que o Brasil é um dos poucos países no mundo que a Justiça determina indenização por dano moral por condições climáticas. (Assista abaixo entrevista completa).

O custo das indenizações reflete nos preços das passagens, cerca de R$ 20 por cada bilhete emitido pela LATAM. Ele classificou isso como uma “imoralidade”.  O presidente da LATAM disse que o Brasil tem uma das taxas de conexões mais caras do mundo. Sobre a crise do coronavírus, o presidente da companhia disse que apenas 30 dos 160 aviões da frota da LATAM no Brasil estão sendo usados nos voos da companhia.

Jerome Cadier revelou ainda que a LATAM não demitiu no Brasil e 6.700 funcionários concordaram em suspender o contrato de trabalho sem receber os salários. O dirigente da LATAM projetou queda nos preços das passagens em cerca de 40%.

Assista a entrevista de Jerome Cadier concedida a colunista da Folha Joana Cunha, que escreve o Painel S.A., do caderno Mercado.​

(Visited 72 times, 2 visits today)

local_offerevent_note maio 7, 2020

account_box Celso Martins


local_offer