Sombra, coqueiros e piscinas naturais de água quente te esperam em Morro de São Paulo

        
 João Henrique

Ilha de Tinharé ou Morro de São Paulo,
como é conhecida popularmente, fica no município de Cairu, na Bahia. Esse é o endereço de praias de águas claras e quentes, com
formações variadas de recifes de coral e emolduradas por vastos coqueirais, que figuram entre as melhores do país nos principais guias do gênero.

Morro de São Paulo fica na Costa do Dendê.
Situada entre a foz do Rio Jaguaripe e a Baía de Camamu, a região é um
verdadeiro mosaico de praias, baías, manguezais, costões rochosos, restingas,
nascentes, lagoas, rios, cachoeiras e estuários.  A Costa do Dendê tem 115 km de litoral que abrange
as localidades de Valença, Morro de São Paulo, Boipeba, Igrapiúna, Cairu,
Camamu, Taperoá, Nilo Peçanha, Ituberá e Maraú.
Localizada a 250 quilômetros
de Salvador, a ilha de Morro de São Paulo é dividida por cinco praias. Se você
quer um lugar para descansar, longe do barulho das grandes cidades, a dica é se
hospedar na quinta, na localidade batizada de Praia do Encanto. As pousadas e
hotéis oferecem transporte para você dar um passeio pela vila ou curtir os
bares que ficam na primeira e segunda praia.
As melhores piscinas naturais ficam na
quarta praia. Não deixe de levar um Snorkels para mergulhar ao lado dos peixes.
Uma das melhores pousadas fica localizada na terceira praia. O nome já diz
tudo. Minha Louca Paixão. A piscina fica de frente por mar e os quartos são
decorados com nomes de plantas aromáticas, além do cheirinho de cada uma. As
outras pousadas recomendadas são da Torre, Vila dos Corais, Charme, e das
Pedras.
Passeios
São tantas opções de passeio em Morro de
São Paulo, mas um deve ser feito no início da manhã e no final de tarde. Subir
até o farol, em uma caminhada por uma mata preservada, para ver golfinhos e o
pôr do sol. No caminho do farol fica a Toca do Morcego, uma
boate que tem como cenário, rios o mar e as matas da região. É do farol que as
pessoas descem de tirolesa.
Visitar a localidade de Gamboa, que faz parte
da Ilha de Morro de São Paulo, é outra dica. O passeio custa R$ 30, com direito
ao “banho de lama”, que inclui conhecer a Ponta do Curral, visitar um banco de areia
cercado pelo mar e no final almoçar em um dos restaurantes de Gamboa.
A partir da quarta praia são oferecidos
passeios de charrete ou cavalo. Por esse transporte você pode conhecer a s
praias do Encanto e Garapuá, essa última é um dos melhores passeios. Cercada
por coqueiros, a praia de  Garapuá fica
numa localidade onde moram cerca de 800 pessoas, e tem piscinas naturais que
concorrem com as quarta praia.

      João Henrique

A diferença é que para chegar até as piscinas
de Garapuá você precisa ir de barco, dura 10 minutos o trajeto.  O preço é R$ 10, mas a partir de outubro esse
valor aumenta. A dica é chegar em Garapuá é escolher o seu prato. Os donos de
restaurantes compram os frutos do mar fresquinhos, pescados na região. No mês
de setembro um prato de lagosta grelhada, para duas pessoas, um prato bem
servido, sai por R$ 80.

Outro passeio é ir de lancha até a ilha
de Boipeba, que também fica em Cairu. Assim como toda a região, a ilha pé
cercada por coqueiros, tem belas pousadas, restaurantes que servem delícias. Na
praia o destaque é o Acarajé da Danny, um artista que se veste de Baiana e
anuncia seus “petiscos” e doces.


No retorno o barco passa pelo Rio do
Inferno, nome dado por pescadores por causa dos bancos de areias. A lancha é acompanhada
por pássaros, assim como mostrava a novela Pantanal, conforme lembra o turista
João Henrique.
São feitas paradas nos barcos flutuantes
que ficam em Canavieiras. Ostras, peixes frescos e caranguejos são servidos na
hora. A última parada é em Cairu, a segunda cidade mais antiga do Brasil. O blog Tudo Viagem recomenda a lancha Thuka, de Adalto Xavier. O telefone dele é 75-9213-7722 ou 75-3653-7209.
Dicas e observações

Por ser uma área de preservação
ambiental, os turistas pagam taxa de R$ 15 logo na chegada.  Na vila é proibida a circulação de veículos.
Assim que você chega de barco, há várias ofertas de pessoas para levar a
bagagem até onde você ficará hospedado.  Elas são levados em carrinhos de mão
batizados de “táxis”.

Contrate o serviço dos rapazes vestidos
com camisetas amarelas. Eles são de uma cooperativa de trabalho. Eles cobram R$
10 por mala. Esse valor é cobrado na baixa temporada, até o mês de setembro.
             João Henrique
Como chegar
O barco ou lancha é o meio de transporte
mais comum para chegar na ilha de Morro de São Paulo.  A viagem de catamarã a partir de Salvador dura
2h30 e se o mar estiver agitado, muita gente passa mal. A dica é ir de barco
até a Itaparica. São 40 minutos. As operadoras vendem pacotes que incluem o
traslado do aeroporto ou hotel até o porto de salvador. A viagem de Itaparica
até Valença dura uma hora e meia. De lá o trajeto até Morro de São Paulo é
feito em uma lancha. Apena 15 minutos.
A outra opção é chegar de avião. A
Passaredo tem voos aos sábados de Salvador para Valença.  A partir de outubro a empresa Axé deve
iniciar táxi aéreo. A passagem custa R$299 na ida ou volta. A viagem dura 20
minutos. O Aeroporto fica na quinta praia.

Confira aqui outras dicas de hospedagem em Morro de São Paulo

(Visited 38 times, 1 visits today)