Infraero assina contrato para início das obras do “puxadinho” de Confins

“Puxadinho” do Aeroporto de Confins terá capacidade de receber 3,9 milhões de passageiros

O
presidente da Infraero, Gustavo do Vale, assinou nesta sexta-feira (21/6), o contrato
com o consórcio formado pelas empresas mineiras UrbTopo Engenharia e
Construções e EPC Engenharia, para os projetos e obras de implantação do
terminal remoto do Aeroporto Internacional de Confins/Tancredo Neves, na Região
Metropolitana de Belo Horizonte.

Batizado
de “puxadinho”, o terminal será construído sem licitação. O motivo é que
nenhuma empresa se interessou em participar das três licitações realizadas
pela Infraero. Neste caso a legislação brasileira permite a contratação direta.
Os
serviços contratados somam R$ 22,3 milhões. As obras deverão ser concluídas até
abril de 2014. O terminal terá área de 5,4 mil m², capacidade operacional de
3,9 milhões de passageiros ao ano e sua implantação se dará aproveitando a
estrutura já existente do Terminal de Aviação Geral.
O
terminal contará com infraestrutura completa para o atendimento aos
passageiros, como área para check-in, salas de embarque e desembarque,
banheiros e sistema informativo de voos, por exemplo.

Com
a conclusão do terminal remoto e da reforma e ampliação do terminal de
passageiros 1 (em andamento), a capacidade total do aeroporto será de 15,5
milhões de passageiros por ano, atendendo a demanda estimada até 2017.

                               Veja como será o “puxadinho”

(Visited 7 times, 1 visits today)

local_offerevent_note junho 21, 2013

account_box Celso Martins


local_offer